recursos humanos




  AS PROFISSÕES
  O SETOR DE PETRÓLEO E GÁS VEM EXPERIMENTANDO uma demanda crescente por recursos
  h...
Foto: Roberto Rosa




TN Petróleo Estudante   49
recursos humanos




  Engenharia de




                                                                                 ...
Engenharia de                                         aos compradores
                                                    ...
recursos humanos




  Engenharia Naval
  É A ÁREA DA ENGENHARIA QUE cuida do
  projeto, da construção e da manutenção de
...
Engenharia de
Energia




                                                      Foto: Banco de Imagens Petrobras
A ENGENHA...
recursos humanos




  Engenharia Elétrica
  A ENGENHARIA ELÉTRICA É O RAMO da
  engenharia que lida com o estudo e a apli...
Engenharia de




                                                                                                        ...
recursos humanos




  Engenharia
  Química
  É A ÁREA DA ENGENHARIA LIGADA ao desen-
  volvimento e à aplicação de proces...
Engenharia Geoló-                                      turas de grandes cidades. A de São Paulo, por
                     ...
recursos humanos




  Geofísica




                                                                                     ...
Lista dos cursos
IBP                                PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO      VALOR EM EMPREENDIMENTOS
www.ibp.org.br ...
recursos humanos



  PÓS-GRADUAÇÃO – ENGENHA-          CURSO TÉCNICO DE PETRÓLEO E GÁS              SOLDADOR 6G – ELETROD...
se a pessoa entrou como trainee é

Programas de Trainee                                                          porque qu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Carreiras indústria do petróleo

26.950 visualizações

Publicada em

Publicada em: Carreiras
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
26.950
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
192
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
245
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Carreiras indústria do petróleo

  1. 1. recursos humanos AS PROFISSÕES O SETOR DE PETRÓLEO E GÁS VEM EXPERIMENTANDO uma demanda crescente por recursos humanos qualificados. As oportunidades de emprego neste segmento do mercado de trabalho são muito promissoras. A mídia vem divulgando, freqüentemente, altos investimentos neste setor, através de programas que permitirão aumento nas áreas de exploração e produção e na capacidade de refino. Como conseqüência, existirá uma grande oferta de empregos diretos e indiretos. Para atuar na área de petróleo e gás, o profissional deve ser curioso e investigativo e, fundamentalmente, atualizado, sempre questionando o seu conhecimento contra as situações apresentadas, e não pode ter medo de números: quase tudo acaba sendo mensurado de alguma forma. Não podemos esquecer que o profissional tido como bom, em qualquer atividade, é aquele que apresenta resultados rápidos e com qualidade. Para chegar a esse ponto, o profissional precisa estar envolvido com o trabalho, mostrando capacitação, competência e compromisso. Os cursos visam capacitar profissionais para atuar em empresas do setor, através de uma abordagem ampla e diversificada. Mais da metade de todo o petróleo, e 70% de todo o gás do planeta, ainda estão para serem descobertos. A indústria do petróleo engloba todo o tipo de profissional e de atividades: técnicas, financeiras, tributárias, jurídicas, médicas etc. Dentre elas, sempre haverá colocação para os profissionais destacados pelo mercado. Ainda por muitos anos continuará sendo necessário explorar, produzir, refinar e transportar petróleo e derivados. Essas atividades garantirão, por si só, empregabilidade aos que estiverem preparados. Nesse sentido, o profissional pode esperar um mercado amplo e com capacidade de absorver os atualizados e bem formados. A empregabilidade dos profissionais especializados no segmento de petróleo e gás natural, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), é de quase 100%. Com remunerações que são até 30% maiores do que a média praticada no mercado, o segmento de petróleo e gás natural é um dos mais promissores do país e a maioria dos profissionais são provenientes de cursos de engenharia, geofísica e geologia. As faculdades, que possuem ofertas nas áreas, normalmente disponibilizam disciplinas específicas na graduação e pós-graduação para quem deseja se especializar. Os dez profissionais de nível superior mais demandados, até 2005, de acordo com a pesquisa da Organização Nacional da Indústria do Petróleo, foram: engenheiro de equipamentos (1.244); engenheiro de processamento (489); engenheiro de produção (396); geólogo de petróleo (369); engenheiro de perfuração de petróleo (221); geofísico de petróleo (196); químico de petróleo (142); comandante de embarcação offshore (103); engenheiro naval (93) e engenheiro de instrumentação (90). Os mais procurados de nível técnico serão: operador de utilidades (6.340); técnico químico de petróleo (455); desenhista projetista (410); técnico de exploração de petróleo (300); mergulhador (298); inspetor de equipamentos e instalações (257); auxiliar de plataforma (245); operador de transferência e estocagem (196); operador de veículo de operação remota (157); e técnico de suprimento (101). 48 TN Petróleo Estudante
  2. 2. Foto: Roberto Rosa TN Petróleo Estudante 49
  3. 3. recursos humanos Engenharia de Foto: Banco de Imagens Petrobras Petróleo O ENGENHEIRO DE PETRÓLEO é o profissio- nal graduado em nível superior que trabalha com o estudo e a análise de jazidas de petróleo, bem como com projetos de extração e sua execução. É de responsabilidade desse profissional a determinação do potencial econômico da jazida, da produtividade, da viabilidade e das técnicas a serem utilizadas para a exploração. A coordena- ção e o acompanhamento desse processo e a cas de extração, de refino, de transformação, bem elaboração de um plano de logística de transpor- como com a pesquisa e sua aplicação em indús- tes e abastecimento também são incumbências do trias de derivados de petróleo. Além disso, o engenheiro de petróleo. O profissional dessa área profissional pode também atuar em pesquisas de deve ter a consciência de que o ambiente do qual outras formas de energia que tenham potencial se está extraindo o petróleo deve ser preservado de substituir a energia petrolífera, que é altamen- ao máximo, portanto deve ser realizado um te poluente e não renovável. Nesse caso, o papel planejamento estratégico de redução de danos. do profissional é buscar cada vez mais a sustenta- Apesar de se tratar de engenharia de petróleo, o bilidade do crescimento, ou seja, buscar o desen- profissional dessa área está habilitado a trabalhar volvimento com base na preservação ambiental; com outros combustíveis, como gás natural. Refino – pode trabalhar diretamente com o refino e a distribuição do petróleo nas suas mais diver- MERCADO DE TRABALHO – O mercado de sas formas (óleo ou derivados). trabalho para o profissional ligado à energia vem crescendo muito nos últimos anos, isso porque as O CURSO – Para ser um engenheiro de petróleo recentes e constantes preocupações com as é necessário diploma de graduação em curso mudanças climáticas e com o aquecimento global superior de Engenharia de Petróleo, com duração fazem com que os governos busquem cada vez média de quatro anos. O curso visa a habilitar o mais formas de energia que substituam o petró- profissional para trabalhar em qualquer fase da leo, além da busca pelo seu uso mais consciente. extração desse combustível. Algumas das discipli- O setor sucroalcooleiro também tem sido muito nas que fazem parte da grade curricular são: beneficiado com esse processo de transição de projetos de engenharia de petróleo; tratamento combustíveis no qual mundo está entrando. de minerais; projeto, teste e análise de poços de O petróleo é um produto muito importante, petróleo; mecânica de fluídos aplicada a reserva- tanto para a economia local quanto para a tórios e a engenharia de petróleo; geofísica exportação, sendo seu preço estipulado por aplicada a engenharia de petróleo; dutos de cotações internacionais. petróleo e gás, dentre outras. Salário médio inicial – R$ 2.000,00 PRINCIPAIS ATIVIDADES – localizar e fazer O QUE VOCÊ PODE FAZER – O profissional de a prospecção da área de jazidas de petróleo; engenharia do petróleo pode trabalhar em empre- analisar o potencial econômico, a viabilidade sas públicas ou privadas, de caráter nacional ou e as principais características geológicas da multinacional, e atuar nas mais diversas áreas do região; determinar a melhor técnica de extração setor petrolífero, entre elas: do petróleo; elaborar o projeto de extração; Extração do petróleo – quando trabalha com todo definir toda a estrutura necessária; coordenar a o processo de extração, podendo atuar tanto na execução do projeto; acompanhar todo o processo área de projetos quanto na área de execução; de extração; elaborar plano de logística de trans- Pesquisas científicas – pode trabalhar no setor de porte, armazenamento e estocagem; acompanhar pesquisas petrolíferas atuando na área de técni- o processo de transformação dos combustíveis. 50 TN Petróleo Estudante
  4. 4. Engenharia de aos compradores nacionais e inter- Petróleo e Gás nacionais e fazer pesquisa de preços de matérias- ESTE CURSO EXISTE, com esta denominação, primas. somente em algumas universidades. Trata-se do Consultoria – conjunto de técnicas usadas para a descoberta de Prestar serviços Foto: Banco de Imagens Petrobras poços e jazidas e para a exploração, produção e para empresas do comercialização de petróleo e gás natural. setor para avaliar O engenheiro de petróleo e gás atua em petrolei- os riscos ambien- ros, refinarias, plataformas marítimas e em petro- tais na exploração, químicas. Com seus conhecimentos em engenha- produção e distri- ria, geofísica, mineração e geologia, ele trabalha buição do produto. na descoberta de jazidas de petróleo e também Desenvolvimento de equipamentos – Projetar e em poços de gás natural. É de sua responsabili- acompanhar a produção de novos equipamentos dade desenvolver projetos que visem à explora- utilizados nas plataformas marítimas, nas petro- ção e à produção desses bens sem prejuízos ao químicas e em refinarias. Pode atuar também na meio ambiente nem desperdício de material. Além venda desses equipamentos. disso, cuida do transporte do petróleo e seus Exploração do petróleo e derivados – Decidir derivados, desde o local da exploração até a chega- como será feita a perfuração dos locais para que o da na refinaria. Também pode atuar em consultorias material seja retirado sem prejuízos ambientais ambientais e no setor de exportação e importação, nem financeiros. fazendo pesquisas de preços de matérias-primas ou Procura de reservatórios – Traçar planos para a captando compradores. É preciso conhecer a descoberta de jazidas de petróleo ou poços de legislação internacional que regula as atividades gás natural, levando em consideração cálculos e ligadas ao petróleo e seus derivados e, como a características físicas de determinados espaços. maior parte das empresas do setor é estrangeira, é Analisar a capacidade de produção dos novos necessário ter fluência em inglês. reservatórios. Transporte e distribuição – Desenvolver e im- MERCADO DE TRABALHO – A descoberta de plantar projetos para o transporte de petróleo e poços de gás natural no litoral paulista e a inten- derivados e gás natural desde os locais de explo- ção de tornar o Brasil auto-suficiente em petróleo ração até a chegada nas refinarias e petroquími- mantêm o mercado aquecido pelos próximos cas. Cuidar da distribuição do produto final até os anos. É grande a procura por esse profissional postos e as indústrias. em toda a cadeia produtiva (exploração, extração, técnicas de perfuração, distribuição e importação O CURSO – As aulas são recheadas de cálculos, e exportação do produto). Companhias como principalmente nos dois primeiros anos. Estuda- Ipiranga, Shell e Petrobras são os maiores empre- se física, química, geologia, geometria, álgebra, gadores desse engenheiro. Empresas que fabri- lógica, estatística, mecânica e fenômenos de cam equipamentos para o setor, como a Hallibur- transporte. A partir do terceiro ano, entram ton e a Schlumberger, também empregam boa matérias mais específicas, como fontes alternati- parte da mão-de-obra. O estado do Rio de Janeiro vas de energia, técnicas de exploração e refino do concentra o maior número de empregadores. Em petróleo, prospecção de petróleo, matérias na cidades litorâneas de São Paulo, Espírito Santo e indústria do petróleo, engenharia de reservatório, Bahia, a demanda vem crescendo, o que gera métodos de elevação, entre outras. Na grade boas perspectivas para os profissionais que curricular também há disciplinas ligadas à gestão desejam atuar nessas regiões. do negócio, como marketing, empreendedorismo, Salário médio inicial: R$ 2.000,00 gestão ambiental e direito internacional. Em algumas escolas, o curso é uma habilitação de O QUE VOCÊ PODE FAZER Engenharia de Minas. Comercialização – Atuar na venda do petróleo Duração média – quatro anos. TN Petróleo Estudante 51
  5. 5. recursos humanos Engenharia Naval É A ÁREA DA ENGENHARIA QUE cuida do projeto, da construção e da manutenção de embarcações e seus equipamentos. O engenheiro naval projeta a estrutura, os motores e os demais componentes de navios. Para isso, considera o uso a ser dado à embarcação, a quantidade de carga ou de passageiros a ser transportada, a distância a ser percorrida e o local de operação, se em rios, lagos, mares ou oceanos. Na constru- Foto: Banco de Imagens Woodgroup ção, supervisiona os técnicos e os operários, verifica a qualidade da matéria-prima e os méto- dos de trabalho e acompanha toda a fabricação. Pode também gerenciar o transporte marítimo e fluvial, controlando o tráfego de embarcações e os serviços de comunicação. Outras áreas de atuação para esse profissional são lazer e esportes náuti- cos, a criação de animais marinhos e a exploração modelos e maquetes estruturais, não só de em- de recursos minerais do oceano, sobretudo o barcações tradicionais como também de submari- petróleo. nos e robôs subaquáticos. O estágio no fim do curso é obrigatório. MERCADO DE TRABALHO – O mercado voltou Duração média – cinco anos. a crescer nos últimos três anos e existe demanda pelo profissional em todo o país. As melhores O engenheiro naval é o profissional que desen- vagas se encontram em empresas de exploração volve técnicas de execução que possibilitam a de petróleo, como a Petrobras, que abre concursos montagem, manutenção e reparo de embarcações, para especialistas em gerenciamento de projetos. dos equipamentos e das instalações projetadas. Para os próximos cinco anos, espera-se por novos As funções são próximas às do engenheiro mecâ- navios e estaleiros no Brasil. Isso pode resultar nico, relacionadas com a indústria naval. É o na contratação do profissional para atuar em responsável por projetos e construção de máqui- projetos, supervisão, inspeção, planejamento e nas marítimas, motores e equipamentos mecâni- gestão de operação. Firmas de engenharia offsho- cos para embarcações. Pesquisa novas técnicas de re, consultorias e os setores logístico e militar manuseio de cargas de navios e guindastes, e também requisitam o bacharel. Os recém-forma- técnicas de proteção e fortalecimento dos cascos dos encontram oportunidades em escritórios de dos navios contra impactos em sua estrutura. projetos e classificadoras – empresas que certifi- cam se as construções estão ou não de acordo CURRÍCULO BÁSICO – Matemática, Física, com as normas internacionais. Além dos estalei- Cálculo, Hidrodinâmica, Estrutura do Navio e ros, esses escritórios são os melhores empregado- Plataformas Oceânicas, Projeto do Navio, Tecno- res do profissional. logia da Construção Naval. Salário médio inicial – R$ 3.000,00 APTIDÕES DESEJÁVEIS – É necessária aptidão O CURSO – O primeiro ano começa com as mecânica e numérica. disciplinas básicas das engenharias, entre elas física, matemática e informática. A partir do ESPECIALIZAÕES POSSÍVEIS – Embarcações, terceiro têm início as matérias específicas, como Maquinário marítimo. tecnologia de construção e de materiais, hidrodi- nâmica, mecânica de fluidos e teoria do projeto CAMPOS DE ATUAÇÃO – Companhias de de embarcações e sistemas oceânicos. Em aulas Navegação Fluvial ou Marítima, Estaleiros, práticas de laboratório, o aluno constrói e testa Indústria Naval, Marinha. 52 TN Petróleo Estudante
  6. 6. Engenharia de Energia Foto: Banco de Imagens Petrobras A ENGENHARIA DE ENERGIA É UMA profis- são nova. Os primeiros profissionais – graduados pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) – estão entrando no mercado em 2008 e têm como principais concorrentes economistas e engenheiros mecânicos e eletricistas. O enge- nheiro de energia lida com todas as formas de energia que compõem a matriz energética brasi- Rio de Janeiro e Minas Gerais. Os investimentos leira – seja ela renovável, como hídrica, solar, em usinas de etanol e biodiesel também criam eólica ou de biomassa, seja não renovável, obtida boas chances de trabalho no interior de São Paulo de petróleo, carvão, gás natural ou material e nas regiões Nordeste e Centro-Oeste, locais radioativo, como o urânio (usado em usinas onde há grande produção de cana-de-açúcar. nucleares). Na área pública, pesquisa e traça Salário médio inicial – R$ 2.000,00 estratégias para o setor energético. Planeja, analisa e desenvolve sistemas de geração, trans- O CURSO – Três escolas oferecem a graduação porte ou transmissão, distribuição e uso da na área, com duração média de cinco anos. As energia. Avalia as necessidades de uma região ou disciplinas básicas são matemática, física, infor- setor e desenvolve projetos econômica e social- mática e economia. Na parte específica, o curso mente viáveis, sempre buscando soluções seguras aborda as áreas como eletricidade, combustíveis, e sustentáveis, que não agridam o meio ambien- potenciais hidráulicos, energia solar, térmica, te. Além disso, ele coordena programas de con- nuclear e eólica. Esses temas estão concentrados tenção e uso racional da energia. Seu campo em matérias que definem como gerar, distribuir e fundamental de trabalho inclui empresas de monitorar energia levando em conta aspectos projetos de engenharia, como Promon e Setal, ambientais, sociais e econômicos. Os alunos agências reguladoras, como Aneel, e organiza- estudam também a legislação e as normas que ções não governamentais. regulam o setor. MERCADO DE TRABALHO – O empenho do O QUE VOCÊ PODE FAZER governo federal em acelerar o crescimento econô- Diagnóstico – Avaliar, selecionar e implantar o mico do país traz embutida a promessa de muito melhor tipo de energia – entre renováveis e não trabalho para o engenheiro de energia, sobretudo renováveis – e as melhores condições de uso. para quem trabalha com petróleo e biomassa Planejamento energético – Planejar e coordenar (etanol e outros biocombustíveis). Os maiores o processo de implantação de usinas e analisar os empregadores são Petrobras, Eletrobrás, usinas impactos ambientais, sociais e econômicos rela- de etanol e biodiesel e companhias de transporte cionados ao local de instalação. de distribuição de gás natural como a Gasbol e a Desenvolvimento de tecnologia – Criar ou Congás. As melhores oportunidades estão nos melhorar equipamentos para geração, uso final estados de forte perfil industrial, como São Paulo, do consumidor e para transformação de energia. TN Petróleo Estudante 53
  7. 7. recursos humanos Engenharia Elétrica A ENGENHARIA ELÉTRICA É O RAMO da engenharia que lida com o estudo e a aplicação da energia elétrica e do eletromagnetismo. A energia elétrica envolve a geração (usinas/ fábricas geradoras hidrelétricas, termelétricas, nucleares) e o transporte (linhas de transmissão de alta tensão), bem como a utilização nas resi- dências, nas indústrias (controle e automação, máquinas elétricas, motores elétricos), nas teleco- municações (telefonia fixa e celular, rádio, televi- são) e na informática, dentre outras aplicações. O engenheiro elétrico aplica técnicas e conheci- mentos específicos nos campos da eletrotécnica (potência e energia) e da eletrônica, supervisio- nando, coordenando e orientando projetos. Telefone celular, microcomputadores, rádio e televisão, iluminação pública, estabilizadores de vôo e máquinas automatizadas são alguns dos produtos desenvolvidos pelo engenheiro eletricis- Foto: José Caldas ta. Ele trabalha também com a geração, transmis- são e distribuição de energia elétrica em usinas hidrelétricas ou indústrias. de equipamento ou sistema eletrônico. Atua MERCADO DE TRABALHO – O engenheiro, também em áreas de sistemas de controle e com formação em engenharia elétrica, tem, nos automação, além de computação; dias de hoje, um campo de atuação bastante Biomédica – Auxilia hospitais, clínicas e labarotó- vasto. De forma geral e básica, esse engenheiro rios na compra, adaptação e uso de equipamentos realiza atividades nas áreas de: biomédicos; Eletrotécnica – planeja, projeta, executa obras Microeletrônica – Projeta e desenvolve compone- e opera os sistemas de geração, transmissão e netes microeletrônicos; distribuição de energia elétrica. Projeta, planeja Potência e Energia – Projeta, constrói e realiza a e opera plantas industriais. montagem, operação e manutenção de instalações Eletrônica – projeta, desenvolve e realiza a industriais, além de sistemas ou equipamentos de manutenção de equipamentos nas áreas de medição e de controle elétricos. Esta área é áudio, vídeo, automação e controle de processos, também conhecida como ‘eletrotécnica’ e abrange comunicações, radar, sistemas computacionais e todas as etapas de geração, transmissão, distri- de processamento de sinais, bioengenharia e buição e uso de energia elétrica; outras aplicações específicas. Telecomunicações – É o profissional responsável Telecomunicações – projeta e desenvolve equipa- pela execução de projetos voltados para a expan- mentos e sistemas destinados às comunicações de são do sistema de telecomunicões. sinais analógicos e digitais. Modela e dimensio- na os canais físicos de comunicações envolvidos O CURSO – Tem duração de cinco anos, incluin- com a transmissão e a recepção de sinais eletro- do um estágio supervisionado obrigatório. O magnéticos. currículo inclui dois anos de matérias básicas de Salário médio inicial – R$ 1.700,00 engenharia, como matemática, física e informáti- ca, além de economia e administração. Durante O QUE VOCÊ PODE FAZER todo o curso o aluno terá sua carga horária Eletrônica – Projeto, construção e controle de dedicada a aulas em laboratórios, com o intuito qualidade e manutenção de todo e qualquer tipo de conhecer e interpretar fenômenos elétricos. 54 TN Petróleo Estudante
  8. 8. Engenharia de Foto: Banco de Imagens Petrobras Produção É O RAMO DA ENGENHARIA que gerencia os recursos humanos, financeiros e materiais para aumentar a produtividade de uma empresa. O engenheiro de produção é peça fundamental em empresas de quase todos os setores. Ele une conhecimentos de administração, economia e engenharia para racionalizar o trabalho, aperfei- çoar técnicas de produção e ordenar as atividades financeiras, logísticas e comerciais de uma orga- nização. Define como integrar mão-de-obra, equipamentos e matéria-prima de forma a melho- rar a qualidade e a aumentar a produtividade. Por atuar como elo entre o setor técnico e o administrativo, seu campo de trabalho ultrapassa para atuar na organização, controle e aumento da os limites da indústria. O especialista em econo- eficiência e da qualidade dos processos. Assim mia empresarial, por exemplo, costuma ser como os profissionais das outras engenharias, o contratado por bancos para montar carteiras de engenheiro de produção projeta, implanta, investimentos. Esse profissional é requisitado, melhora e mantém os sistemas produtivos. também, por empresas prestadoras de serviços A diferença está na abordagem sistêmica: a para gerenciar a seleção de pessoal, definir engenharia de produção lida com sistemas funções e planejar escalas de trabalho. integrados de homens, equipamentos e materiais e não, com tecnologias ou com produtos, isolada- MERCADO DE TRABALHO – O mercado é mente. Um engenheiro de produção pode atuar promissor porque esse engenheiro é procurado em diversas organizações produtivas: empresas por empresas de todos os setores, que visam a industriais e de serviços; indústrias dos ramos garantir a qualidade de seus produtos. Indústrias automotivo, da construção civil e de processos de bebidas, cigarros, automobilística e eletrônica, contínuos em geral, além de outras específicas, entre outras de grande porte, têm requisitado o como mineração, siderurgia, cimento e química. engenheiro de produção para atuar no setor de Pode, ainda, desempenhar atividades na admi- logística, que inclui a distribuição de produtos e o nistração pública e na análise de investimentos, suprimento de compras. Isso também ocorre cada bem como atuar na organização, na logística e na vez mais em empresas do setor varejista e na gestão de serviços de apoio a eventos, esportivos agroindústria, que abre vagas em regiões interio- ou artísticos. ranas. Na área de serviços, os bancos são os que mais contratam. Lá, os profissionais atuam no O CURSO – No começo, o curso enfoca as disci- gerenciamento de carteira, na análise de investi- plinas básicas da engenharia, com bastante mentos e no mercado de ações. Com a descentra- cálculo, como matemática, física, química e lização industrial, o engenheiro de produção tem informática. Depois entram as matérias específi- chances de colocação em todo o país, mas as cas de produção. Nos últimos anos acrescentam- melhores oportunidades estão no Sudeste e no se administração e economia. Na etapa final, o Sul. Nas concessionárias que administram rodo- aluno começa o estudo específico da habilitação vias há boas chances. No Nordeste, o destaque é escolhida. Além de manipular dados estatísticos, o pólo têxtil do Ceará. o aluno tem de aprender a calcular custos e a Salário médio inicial – R$ 2.000,00 fazer orçamentos. Várias escolas oferecem o curso voltado para alguma habilitação específica, como O QUE VOCÊ PODE FAZER – O curso de mecânica ou civil. O curso tem duração média de engenharia de produção capacita o profissional quatro a cinco anos. TN Petróleo Estudante 55
  9. 9. recursos humanos Engenharia Química É A ÁREA DA ENGENHARIA LIGADA ao desen- volvimento e à aplicação de processos industriais que empregam transformações físico-químicas. O engenheiro químico cria e aperfeiçoa técnicas de extração de matérias-primas, bem como de sua Foto: Banco de Imagens Stock.xcng utilização ou transformação em produtos químicos e petroquímicos, como tintas, plásticos, fármacos, têxteis, papel e celulose. Ele desenvolve produtos e equipamentos, gerencia sua operação e pesqui- sa tecnologias mais eficientes e menos poluido- ras. Também projeta e dirige a construção, a montagem e o funcionamento de fábricas, usinas e estações de tratamento de rejeitos industriais. nos setores industriais quanto na prestação de Pesquisa e implanta processos industriais não serviços, nas áreas de pesquisa e desenvolvimen- poluentes, aplicando conhecimentos de legisla- to de processos químicos, projetos e controle de ção, normatização e desenvolvimento sustentável. processos, produção e comercialização de produ- tos químicos. MERCADO DE TRABALHO – Nos últimos anos, O engenheiro químico é o profissional que os investimentos das indústrias, sobretudo as atua fundamentalmente na área de processos voltadas para exportação, fizeram surgir boas químicos, criando, projetando e operando instala- oportunidades de trabalho para o engenheiro ções de produção e transformação de produtos químico. E, para os próximos anos, a expectativa químicos. Mas é também um profissional versátil é de mais emprego para esse profissional. Entre capaz de atuar em áreas tão distintas quanto os diversos setores em que ele pode atuar, desta- pesquisa, compras e vendas ou gerenciamento de cam-se o químico, o petroquímico, o de papel e equipes de trabalho. celulose, o de alimentos e o farmacêutico. Neles, Hoje exige-se do engenheiro capacidade para a maior demanda é por especialistas em processo atuar em diferentes níveis das organizações industrial e projetos. As empresas que trabalham empresariais, do projeto à administração, passan- com reciclagem e as indústrias que têm preocu- do até pelo acompanhamento da comercialização pação com o reaproveitamento de materiais dos produtos e do suporte técnico aos clientes. também oferecem boas oportunidades a quem atua na área de meio ambiente. As áreas de O CURSO – Física, química e matemática estão controle de processos, que demandam conheci- presentes no currículo durante todos os cinco anos mento de alta tecnologia, e de processos biotec- de curso. A partir do terceiro ano, essas disciplinas nológicos em geral, valorizam cada vez mais o passam a ser aplicadas a processos físico-quími- engenheiro químico. cos, nos quais o aluno aprende a identificar as Os pólos industriais de São Paulo e do Rio de reações, a analisar e a purificar compostos quími- Janeiro são os principais empregadores, mas, cos e a projetar equipamentos relacionados com as como muitas indústrias químicas migraram para diversas transformações que ocorrem na indústria o interior do estado de São Paulo, crescem as química. As aulas em laboratório, que ocupam boa chances de colocação nas regiões de Campinas, parte da carga horária, são fundamentais para o São Carlos e Rio Claro. Camaçari, na Bahia, é estudante se familiarizar com os equipamentos outro pólo de destaque para esse engenheiro. industriais e se preparar para enfrentar problemas Salário médio inicial – R$ 1.800,00 reais de uma linha de produção. O estágio é obrigatório. Algumas escolas oferecem formação O QUE VOCÊ PODE FAZER – O curso destina- específica em certas áreas, como meio ambiente ou se à formação de profissionais para atuação tanto celulose e papel. 56 TN Petróleo Estudante
  10. 10. Engenharia Geoló- turas de grandes cidades. A de São Paulo, por exemplo, teve recentemente vários projetos de gica ou Geologia planejamento urbano que contavam com geólogos especializados nessa área. Empresas de todo o Brasil que lidam com monitoramento para evitar É A CIÊNCIA QUE ESTUDA a origem, a forma- vazamentos em postos de gasolina também ção, a estrutura e a composição da crosta terrestre contratam geólogos. e as alterações sofridas no decorrer do tempo. Salário médio inicial – R$ 2.300,00 O geólogo investiga a ação das forças naturais sobre o planeta e seus efeitos, como a erosão, a O QUE VOCÊ PODE FAZER glaciação e a desertificação. Para isso, ele pesqui- Engenharia geológica – Para fazer o levantamen- sa e analisa fósseis e minerais e a topografia dos to geológico e geotécnico de áreas para a constru- terrenos. Classifica rochas ígneas, sedimentares ção de represas, túneis e estradas. Estudar a e metamórficas, que ocorrem tanto na superfície recuperação de áreas degradadas por atividades terrestre quanto no subsolo e no fundo do mar. de mineração. Também localiza e acompanha a exploração de Geofísica – Pesquisar os fenômenos elétricos, jazidas de minério, depósitos subterrâneos de térmicos, magnéticos, gravitacionais ou sísmicos água e reservas de petróleo e de gás natural. do planeta. Faz parte de suas preocupações procurar evitar Geologia ambiental – Planejar a ocupação de os danos que a exploração desses recursos possa territórios e avaliar o risco geológico (erosões, causar ao meio ambiente. Elabora relatórios de enchentes e deslizamentos) a que essas regiões impacto ambiental e analisa o terreno antes da possam estar submetidas. Recuperar solos conta- realização de grandes obras, como túneis, barra- minados. gens, reservatórios, usinas, estradas e aterros. Geologia do petróleo – Localizar e explorar reservas petrolíferas e de gás natural, dentro da MERCADO DE TRABALHO – O mercado de área de recursos energéticos. trabalho do geólogo está ligado aos altos e baixos Hidrogeologia – Descobrir depósitos de água da economia e à demanda mundial por petróleo. subterrâneos e planejar sua exploração de forma A crescente preocupação com os impactos ambi- a garantir a pureza das águas. entais tem feito com que essa profissão esteja em Mineração – Localizar jazidas e estudar a viabili- ascensão. Existem vagas para todos os formados dade econômica de sua exploração. e, em alguns casos, falta mão-de-obra qualificada para preenchê-las no Brasil e no exterior. As O CURSO – Começa com matérias básicas, como maiores oportunidades estão nas áreas de explo- química, matemática, física e biologia, mas já no ração de petróleo e de mineração, impulsionadas primeiro ano o aluno tem atividades de campo pelo anúncio feito pela Petrobras em 2007, da para se familiarizar com os conteúdos próprios viabilidade econômica do maior campo de petró- da Geologia. Em seguida, entram no currículo leo do país, o de Tupi, localizado na Bacia de algumas disciplinas específicas, como petrogra- Santos. Empresas púbicas, como a Petrobras e a fia (descrição e análise de rochas), sedimentolo- Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais, gia e paleontologia. A partir do terceiro ano, a costumam abrir concurso para contratar esse ênfase é dada à formação profissional com aulas profissional. de geologia econômica, sensoriamento remoto, Outra tradicional empregadora é a Vale tratamento de minérios e geologia urbana, entre (antiga Companhia Vale do Rio Doce), que tem outras. Parte considerável da formação ocorre em enviado muitos desses especialistas para o aulas práticas extraclasse. Nos trabalhos de exterior. A maioria das vagas é para a região campo, o estudante faz mapeamentos e coleta Sudeste, mas muitas empresas de mineração material que será mais tarde analisado em levam seus funcionários para trabalhar na região laboratório. Em algumas escolas, exige-se, no amazônica, no Centro-Oeste, Paraná, Rio Grande último ano, um trabalho de conclusão de curso, do Norte e em Sergipe. que pode ser feito em campo ou em uma empre- Quem trabalha no campo da geologia ambien- sa, de acordo com o tema escolhido. tal encontra boas chances de emprego em prefei- Duração média do curso: cinco anos. TN Petróleo Estudante 57
  11. 11. recursos humanos Geofísica Foto: Banco de Imagens Petrobras É A CIÊNCIA QUE ESTUDA a estrutura, a composição, as propriedades físicas e os proces- sos dinâmicos da Terra. O geofísico investiga os fenômenos elétricos, térmicos, magnéticos, gravi- tacionais e sísmicos do planeta. Com instrumen- tos especiais e leis da matemática, da física e da química, ele mede as forças que afetam a superfí- cie, o subsolo e a atmosfera terrestre. Observa e calcula os movimentos do solo e do subsolo e pesquisa a origem e a atividade dos vulcões, a curvatura do planeta e outras características O QUE VOCÊ PODE FAZER geofísicas do globo. Detecta e mede a intensidade Construção civil – Estudar as características do de terremotos e maremotos, investiga a estrutura solo antes do início de uma obra. Localizar dutos das formações rochosas e as propriedades físico- de água e de gás para implantar novas tubula- químicas dos mares. ções em terrenos e loteamentos. Antes da construção de grandes obras, como Geofísica ambiental – Investigar a degradação do represas, estradas e túneis, avalia a estabilidade solo e a poluição de lençóis de água subterrâneos do solo e localiza lençóis de água e jazidas ou de superfície. Analisar o impacto ambiental de minerais. Pode trabalhar também na prospecção grandes obras, como estradas, túneis do metrô ou de petróleo. reservatórios de água. Geofísica fundamental – Desenvolver pesquisas MERCADO DE TRABALHO – Essa área en- nas áreas de geodésia (forma e tamanho da Terra), contra-se em ascensão e a demanda pelo profis- geodinâmica (deformações da crosta), geomagne- sional cresce ano a ano. As melhores oportuni- tismo (campo magnético terrestre), geotermia dades estão no setor petrolífero. Petrobras e (fenômenos térmicos que ocorrem no interior do empresas estrangeiras de exploração de petró- planeta) e sismologia (abalos sísmicos). leo costumam contratar o bacharel, que também Geofísica e engenharia do petróleo – Levantar e é requisitado por prestadores de serviços analisar dados em busca de reservas petrolíferas dessas companhias. Nelas, trabalham no pro- e acompanhar sua exploração. cessamento de dados geofísicos. A Bacia de Mineração – Coletar dados em campo e, depois, Campos, no Rio de Janeiro, o Espírito Santo e o analisá-los e processá-los em laboratório e com- município de Santos, no litoral de São Paulo putadores para localizar reservas minerais. (principalmente após o anúncio da viabilidade econômica do campo de Tupi, o maior do país), O CURSO – Matemática, física e geologia são a são as regiões mais promissoras para o profis- base do currículo. Entre as disciplinas profissio- sional. Quem preferir atuar no setor de minera- nalizantes estão prospecção de água, de petróleo ção também encontra um campo em crescimen- e de recursos minerais. O aluno deve se preparar to. A Amazônia e os estados de São Paulo, para muitas aulas envolvendo computação e para Minas Gerais e da Bahia concentram os merca- exercitar os neurônios com cálculos e mais cálcu- dos mais aquecidos. Nas empresas de enge- los – eles estão presentes durante todo o curso. nharia e em construtoras que realizam grandes Há várias atividades práticas, tanto em campo obras, como shoppings e barragens, é boa a quanto em laboratório. Elas são fundamentais na oferta de trabalho para o especialista em cons- formação de profissionais aptos a trabalhar com trução civil. Nas prefeituras, em especial nas do monitoramento ambiental, na construção civil e Sudeste, também aumenta a procura pelo na indústria do petróleo. Quem se interessa por profissional com conhecimento de geofísica esta última área, pode cursar também Engenharia ambiental. de Petróleo e Gás. Salário médio inicial – R$ 2.500,00 Duração média do curso – quatro anos. 58 TN Petróleo Estudante
  12. 12. Lista dos cursos IBP PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO VALOR EM EMPREENDIMENTOS www.ibp.org.br E NEGÓCIOS DO PETRÓLEO, GÁS DE E&P Tel.: (21) 2112-9033/9034 E ENERGIA Duração: 4 dias cursos@ibp.org.br Duração: 390 horas ESPECIALIZAÇÃO EM TRATA- BIODIESEL – TECNOLOGIA, ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHA- MENTO DE DADOS NA EXPLORA- REGULAÇÃO E INVESTIMENTOS RIA DE PROCESSAMENTO ÇÃO DE PETRÓLEO Duração: 30/10/2008 a 31/10/2008 PETROQUÍMICO Duração: 195 horas Duração: 450 horas PROTEÇÃO CATÓDICA EM UGF (UNIVERSIDADE PLATAFORMAS, EQUIPAMENTOS GESTÃO DA LOGÍSTICA DE GAMA FILHO) E DUTOS SUBMARINOS SUPRIMENTO DE PETRÓLEO www.ugf.br Duração: 06/10/2008 a 08/10/2008 E DERIVADOS Tel.: (21) 2599-7100 Duração: a definir pos@ugf.br ASPECTOS COMERCIAIS DE COMBUSTÍVEIS DE AVIAÇÃO E-BUSINESS E GESTÃO DA CURSO DE EXTENSÃO – SEGU- Duração: 07/10/2008 a 10/10/2008 CADEIA DE SUPRIMENTO – UMA RANÇA OPERACIONAL EM SOLUÇÃO INTEGRADA PLATAFORMAS DIREITO EMPRESARIAL E A Duração: 3 dias INDÚSTRIA DO PETRÓLEO CURSO DE EXTENSÃO – SISTEMA Duração: 08/09/2008 a 09/09/2008 ESPECIALIZAÇÃO EM ENGENHA- DE PRODUÇÃO DE PETRÓLEO RIA DE PETRÓLEO (ÊNFASE NA TÉCNICAS DE GERENCIAMENTO CONSTRUÇÃO DE POÇOS) ENGENHARIA DE PETRÓLEO DE PROJETOS DE E&P Duração: 232 horas E GÁS Duração: 06/10/2008 a 08/10/2008 PETROLEUM EXPLORATION ESTÁCIO TRANSPORTE MARÍTIMO DE AND PRODUCTION www.estacio.br PETRÓLEO, DERIVADOS E Duração: 3 dias Tel.: (21) 3231-0000 GASES Duração: 15/09/2008 a 19/09/2008 MODERN WELL DESIGN CURSO TÉCNICO DE TECNOLO- Duração: 2 dias GIA EM PETRÓLEO E GÁS GESTÃO DA INOVAÇÃO E ES- Duração: 2 anos e meio TRATÉGIAS TECNOLÓGICAS NA AVALIAÇÃO DE FORMAÇÕES INDÚSTRIA PETROQUÍMICA Duração: 3 dias GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA Duração: 20/10/2008 a 21/10/2008 DE PETRÓLEO E GÁS CONHECIMENTOS BÁSICOS DE Duração: 5 anos MUDANÇAS CLIMÁTICAS E UM CAMPO DE PETRÓLEO – CRÉDITOS DE CARBONO “UMA ABORDAGEM PARA PÓS-GRADUAÇÃO – LOGÍSTICA Duração: 20/10/2008 a 22/10/2008 PEQUENOS E MÉDIOS EMPRE- DE PETRÓLEO E GÁS SÁRIOS” Duração: 390 horas ASPECTOS OPERACIONAIS DA Duração: 3 dias COMERCIALIZAÇÃO, IMPORTA- PÓS-GRADUAÇÃO – GEOLOGIA E ÇÃO E EXPORTAÇÃO DE PETRÓ- GÁS NATURAL PARA ADVOGADOS GEOFÍSICA DE POÇO EM RESER- LEO E SEUS DERIVADOS Duração: 5 dias VATÓRIOS DE PETRÓLEO E GÁS Duração: 09/06/2008 a 13/06/2008 Duração: 390 horas GERENCIAMENTO DE NEGÓCIOS AVALIAÇÃO INTEGRADA DE RISCO DE EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO – GESTÃO DE BLOCOS EXPLORATÓRIOS DE PETRÓLEO – COMO CONS- DE PETRÓLEO E GÁS Duração: 16/06/2008 a 18/06/2008 TRUIR, GERENCIAR E CRIAR Duração: 390 horas TN Petróleo Estudante 59
  13. 13. recursos humanos PÓS-GRADUAÇÃO – ENGENHA- CURSO TÉCNICO DE PETRÓLEO E GÁS SOLDADOR 6G – ELETRODO RIA DE PETRÓLEO E GÁS Local: Acacuí (BA); Maracanaú (CE); REVESTIDO E TIG Duração: 390 horas Belo Horizonte e Contagem (MG); João Local: Macaé – Rio de Janeiro Pessoa (PB); Cabo de S. Agostinho e MB CURSOS COPPE/UFRJ Recife (PE); Campos, Duque de Caxias, TIG www.mbcursos.com.br Niterói, Nova Iguaçu, Petrópolis e Rio Duração: 80 horas Tel.: (21) 22337580/ 25180774 de Janeiro (RJ); Mossoró e Natal (RN); Local: Macaé – Rio de Janeiro atendimento@mbcursos.com.br Porto Velho (RO); Caxias do Sul, Esteio e Porto Alegre (RS); Caçador, Capivari ER PÓS-GRADUAÇÃO – de Baixo, Criciúma, Itajaí, Joinville, São Duração: 100 horas MPB PETRÓLEO E GÁS José, Tijucas, Tubarão (SC); Aracaju Local: Macaé – Rio de Janeiro (SE), Campinas e São Paulo (SP) UNISUAM (CENTRO UNI- TIG+ER VERSITÁRIO AUGUSTO UNIGRANRIO Início de imediato MOTTA) www.unigranrio.br www.unisuam.edu.br Tel.: (21) 3882-9797 UNIVERSIDADE CASTELO Tel.: (21) 3882-9797 BRANCO isabelnascimento@unisuam.edu.br ENGENHARIA DE PETRÓLEO E GÁS www.cursosoffshore.com.br Tel.: (21) 2253-2147 / (22) 2772- GEOLOGIA APLICADA AO GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM 6788/2759-1164 PETRÓLEO E GÁS PETRÓLEO E GÁS Duração: 360 horas ENGENHARIA DE CONSTRUÇÃO CENTRO DE TREINAMENTO E MONTAGEM DE TUBULAÇÕES SENAI ESPECIALIZADO SIÃO ON E OFFSHORE www.senai.br Tel.: (22) 2791-5058; 2759-0647 Local: Macaé e Rio de Janeiro Tel.: (61) 3317-9000/9001 9933-7439 Duração: 19 meses cetessiao.com.br TÉCNICO EM OPERAÇÃO DE ENGENHARIA DE CONSTRUÇÃO PRODUÇÃO DE PETRÓLEO E INSPEÇÃO DE TESTE POR NAVAL E OFFSHORE GÁS NATURAL PONTOS Local: Macaé e Rio de Janeiro Local: Campos e Niterói Local: Macaé – Rio de Janeiro Duração: 20 meses Duração: 1.440 horas Duração: 40 horas ENGENHARIA DE EQUIPAMEN- TÉCNICO INDUSTRIAL EM TEC- INSPEÇÃO DE ULTRA-SOM TOS NA INDÚSTRIA DO NOLOGIAS FINAIS DO GÁS Local: Macaé – Rio de Janeiro PETRÓLEO Local: Rio de Janeiro Duração: 120 horas Local: Macaé e Rio de Janeiro Duração: 1.140 horas Duração: 19 meses INSPEÇÃO DE SOLDAGEM N1 PÓS-GRADUAÇÃO – AUTOMA- Local: Macaé – Rio de Janeiro ENGENHARIA DE INSPEÇÃO E ÇÃO INDUSTRIAL DOS SISTEMAS Duração: 200 horas MANUTENÇÃO DE EQUIPAMEN- DE PRODUÇÃO, REFINO E TOS ON E OFFSHORE TRANSPORTE CALDERARIA E TUBULAÇÃO Local: Macaé e Rio de Janeiro Local: Rio de Janeiro Local: Macaé – Rio de Janeiro Duração: 20 meses Duração: 400 horas Duração: 200 horas ENGENHARIA DE PETRÓLEO PÓS-GRADUAÇÃO – ESPECIALI- NR-10 E GÁS ZAÇÃO EM PROJETOS DE Local: Macaé – Rio de Janeiro Local: Macaé e Rio de Janeiro AUTOMAÇÃO EM INSTALAÇÕES Duração: 40 horas Duração: 19 meses DE SUPERFÍCIES DE PRODUÇÃO DE PETRÓLEO INSPEÇÃO DE ELÉTRICA ENGENHARIA SUBMARINA Local: Rio de Janeiro Local: Macaé – Rio de Janeiro Local: Macaé e Rio de Janeiro Duração: 418 horas Duração: 80 horas Duração: 20 meses 60 TN Petróleo Estudante
  14. 14. se a pessoa entrou como trainee é Programas de Trainee porque querem que ela construa carreira dentro da empresa. Assim, a sorte está lançada, e tudo ALÉM DAS MAIS VARIADAS vagas depende do desempenho durante de estágios que as empresas de pe- este processo de treinamento. tróleo e gás oferecem aos universi- Eis algumas empresas do setor, Foto: Stock.xcng tários, os programas de trainee tam- que realizam anualmente este tipo bém são boas e freqüentes oportu- de programa: nidades aos estudantes recém-for- mados nos cursos do setor. cimentos sobre negócios, como es- Braskem – www.braskem.com.br O intuito deste tipo de progra- tratégias, mercados, clientes e con- Aker Solutions – ma é que os estudantes se desen- sumidores, etc. www.akersolutions.com volvam como líderes, por isso são Além disso, poderá ampliar seu Petrobras – submetidos a programas de treina- relacionamento com quase todos os www.petrobras.com.br mentos para que, em curto espaço setores da empresa e com a prática Vale – www.vale.com de tempo, possam assumir cargos de diversas profissões. Trainee é Shell – www.shell.com de chefia. Ao entrar numa empresa uma das formas mais eficientes de ALL – www.alltrainee.com como trainee, o jovem tem a possi- se adentrar ao mercado de traba- Gerdau – www.gerdau.com bilidade de aprofundar seus conhe- lho, e proporciona segurança, pois Esso – www.esso.com TN Petróleo Estudante 61

×