ANEXO 1                         MEMORIAL DESCRITIVO DAS OBRAS RELATIVAS AO                              LOTEAMENTO VILLE S...
As galerias para a captação das águas pluviais, devidamente calculadas em função das áreas das bacias decontribuição, serã...
O loteamento Ville Sainte Hélène nas Quadras de “A” a “V”, será servido por rede de cabos (para as quadrasde “A” a “V”) qu...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Memorial descritivo das obras relativas ao Loteamento Ville Sainte Hélène

6.894 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.894
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
151
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Memorial descritivo das obras relativas ao Loteamento Ville Sainte Hélène

  1. 1. ANEXO 1 MEMORIAL DESCRITIVO DAS OBRAS RELATIVAS AO LOTEAMENTO VILLE SAINTE HÉLÈNEESPECIFICAÇÃO DA INFRA-ESTRUTURAPara implantação do Empreendimento estão previstos os seguintes itens: 1. TERRAPLENAGEMA área onde será implantado o empreendimento apresenta solo não susceptível a erosão, no entanto osserviços de terraplenagem estão planejados e serão executados de maneira a que a intervenção seja amenor possível, tendo em vista preservar o terreno natural na área dos lotes.Onde for necessário, será feita a compensação de cortes e aterros, de maneira a melhorar, quando possível,o escoamento das águas superficiais para as Ruas e Avenidas, dotadas de galerias de águas pluviais, bemcomo a topografia final os lotes.Isto feito, os lotes poderão ter aterros, e ainda, terrenos naturais, ou seja, cada lote tem conformação,características e especificações próprias, que deverão ser consideradas quando da sua utilização, por meiode sondagens necessárias à elaboração do projeto estrutural, de estudo do projeto de escoamento daságuas e tomando todas as demais medidas, com vista a evitar eventuais prejuízos às construções em seuimóvel ou em imóveis de terceiros. 2. SISTEMA VIÁRIO (RUAS E AVENIDAS)O sistema viário proposto pelo projeto foi feito de forma a acompanhar o mais perto possível a topografia doterreno, visando evitar a necessidade de grandes movimentos de terra, ficando as ruas com largura mínimade 14,00 m, sendo 8,00 m a largura do leito carroçável e 3,00 m a largura da calçada, de cada lado da rua,em atendimento a legislação municipal. 3. SISTEMA DE ABASTECIMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUAA rede de distribuição de água será implantada em conformidade com o projeto elaborado e aprovado,atendendo as exigências da Sanasa e de acordo com o cronograma de obras, tudo conforme contratocomercial firmado entre as partes .A rede de água será implantada nos dois lados da rua, nos passeios (calçadas) e os pontos de interligaçãoas ligações domiciliares, executadas pelo Empreendedor, estarão junto às divisas frontais dos lotes. 4. SISTEMA DE COLETA E TRATAMENTO DE ESGOTOO loteamento contará com rede de coleta de esgotos sanitários, a ser implantada em conformidade com oprojeto elaborado e aprovado, atendendo às exigências da Sanasa e de acordo com o cronograma de obras,tudo conforme contrato firmado entre as partes.A rede de esgoto será executada pelo Empreendedor, de tal forma que o ponto de interligação ás futurasresidências estará locado junto às divisas frontais dos lotes.O esgoto domiciliar será afastado através de emissários para ser tratado na E.T.E Arboreto dos Jequitibás. 5. REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA E ILUMINAÇÃO PÚBLICAA implantação dos sistemas de distribuição de energia elétrica e de iluminação pública será subterrânea, aexceção das Ruas 2, 3, 4, 10, 13 e parte da rua 11, onde será aérea, em conformidade com o projetoaprovado pela CPFL – Companhia Paulista de Força e Luz. 6. SISTEMA DE DRENAGEM 1/3
  2. 2. As galerias para a captação das águas pluviais, devidamente calculadas em função das áreas das bacias decontribuição, serão executadas de acordo com o Projeto aprovado pelo Departamento de Obras Viárias, daPrefeitura Municipal de Campinas.Os adquirentes de lotes localizados nos pontos mais altos das quadras, deverão executar as redes deescoamento de água pluvial atrás dos lotes situados à jusante, utilizando-se das faixas de afastamento lateraldos mesmos. 7. DEMARCAÇÃO DOS LOTESOs lotes serão locados preliminarmente com piquetes de madeira que serão substituídos por marcos deconcreto, nas dimensões mínimas de 8cm x 8cm x 40cm, por ocasião do término das obras de infra-estrutura.Quando o adquirente for utilizar o lote, este deverá conferir, através de profissional devidamente qualificadopor ele contratado, a posição dos marcos de concreto, tendo em vista que os mesmos estão expostos adeslocamentos. 8. GUIAS E SARJETASAs laterais dos leitos carroçáveis serão entregues com guias e sarjetas especificadas e detalhadas no projetode paisagismo, desenvolvido pelo escritório Burle Marx, em conformidade com as normas da PMC. 9. PAVIMENTAÇÃOAs ruas 1, 2, 3, 5, 10, 11 parcialmente e 13 receberão pavimentação asfáltica de acordo com as normas daPMC. O pavimento será composto de base com brita graduada, imprimação impermeabilizante e ligante econcreto betuminoso usinado a quente, de acordo com a boa técnica e em função do tráfego previsto paracada tipo de rua.As demais ruas, em atenção às questões ambientais receberão pavimento misto (articulado e pavimentado),especificadas e detalhadas no projeto de paisagismo, desenvolvido pelo escritório Burle Marx. 10. AJARDINAMENTO, ARBORIZAÇÃO E REFLORESTAMENTOTodas as calçadas das ruas e avenidas, assim como as praças públicas, áreas de lazer, serão tratadas eajardinadas com plantio de grama, árvores e arbustos especificados e detalhadas no projeto de paisagismo,desenvolvido pelo escritório Burle Marx.As Áreas de Preservação Permanente serão reflorestadas de acordo com especificações contidas no projetoaprovado e licenciado pelo DEPRN-SEMA. 11. FECHAMENTO DO PERÍMETROO fechamento parcial do loteamento, após deferimento da PMC, se dará com alambrado ou gradil nas Áreasde Preservação Permanente e com muro de alvenaria, com altura mínima de 2,60 metros.No caso deste muro ter como confrontante o lote, esse será executado dentro do lote e poderá ter aespessura de até 25 cm. 12. EQUIPAMENTOS DE INFRA-ESTRUTURA EXCLUSIVO ÀS QUADRAS DE “A” a “V” 12.1 SISTEMA DE GÁS ENCANADOO loteamento Ville Sainte Hélène nas Quadras de “A” a “V”, será servido por rede de gás encanado, paraabastecimento das futuras residências do Empreendimento.A rede de distribuição será implantada no sistema viário e os pontos de interligação para as futurasresidências já estarão executados junto às divisas frontais dos lotes. 12.2 REDE DE TELEFONIA, INTERFONIA E SEGURANÇA 2/3
  3. 3. O loteamento Ville Sainte Hélène nas Quadras de “A” a “V”, será servido por rede de cabos (para as quadrasde “A” a “V”) que permitirá a distribuição do sinal de telefonia e de interfonia individualizados, possibilitando ouso para um sistema de segurança. 12.3 REDE DE TV A CABO E INTERNET BANDA LARGASerá implantado no loteamento Ville Sainte Hélène nas Quadras de “A” a “V”, uma rede de cabos (para asquadras de “A” a “V”), para distribuição do sinal de TV a cabo, bem como disponibilização de Internet bandalarga.A rede será implantada no passeio (calçada) e para cada lote será disponibilizado um ponto de interligação,junto à divisa frontal do mesmo. 12.4 SISTEMA DE SEGURANÇA E CIRCUITO FECHADO DE TVConcomitante a implantação do fechamento do loteamento Ville Sainte Hélène nas Quadras de “A” a “V”,será implantado iluminação periférica externa bem como sistema de segurança contendo: cerca eletrificadacom choques pulsativos e alarme sonoro, sensores de infravermelho, circuito fechado com câmeras demonitoramento espalhadas estrategicamente, bem como sistema de gravação controlados pela portaria e/ouempresa especializada, dentro ou fora do loteamento.Serão ainda disponibilizadas passagens extras para uso por equipamentos de alta tecnologia, tais como redede cabo óptico, etc., no sentido de facilitar implantações futuras.13. EQUIPAMENTOS DE INFRA-ESTRUTURA EXCLUSIVO ÀS QUADRAS Y, Z (lotes 7 a 15) e A1 13.1 REDE DE TELEFONIA, INTERFONIA E SEGURANÇAO loteamento Ville Sainte Hélène nas Quadras Y, Z (lotes 7 a 15) e A1, será servido por rede de cabos quepermitirá a distribuição do sinal de telefonia e de interfonia individualizados, possibilitando o uso para umsistema de segurança. 13.2 REDE DE TV A CABO E INTERNET BANDA LARGASerá implantado no loteamento Ville Sainte Hélène nas Quadras Y, Z (lotes 7 a 15) e A1, uma rede de cabos,para distribuição do sinal de TV a cabo, bem como disponibilização de Internet banda larga.A rede será implantada no passeio (calçada) e para cada lote será disponibilizado um ponto de interligação,junto à divisa frontal do mesmo. 13.3 SISTEMA DE SEGURANÇA E CIRCUITO FECHADO DE TVConcomitante a implantação do fechamento do loteamento Ville Sainte Hélène nas Quadras Y, Z (lotes 7 a15) e A1, será implantado iluminação periférica externa bem como sistema de segurança contendo: cercaeletrificada com choques pulsativos e alarme sonoro, sensores de infravermelho, circuito fechado comcâmeras de monitoramento espalhadas estrategicamente, bem como sistema de gravação controlados pelaportaria e/ou empresa especializada, dentro ou fora do loteamento.Serão ainda disponibilizadas passagens extras para uso por equipamentos de alta tecnologia, tais como redede cabo óptico, etc., no sentido de facilitar implantações futuras. 14. QUADRAS W, X, Z (lotes 1 a 6), B1, C1, D1Serão disponibilizadas passagens para distribuição do sinal de telefonia e distribuição de sinal de TV a cabo,bem como passagens extras para uso por equipamentos de alta tecnologia, tais como rede de cabo óptico,etc., no sentido de facilitar implantações futuras. 15. DA EXECUÇÃO DAS OBRAS E ENTREGA DO LOTEAMENTOO Cronograma de Obras aprovado pela Prefeitura Municipal de Campinas é de 4 (quatro) anos, contado daexpedição do Alvará de Execução de Obras.No entanto, nossa expectativa é do término em 30 meses com início para 15 dias após o registro deloteamento, ressalvadas as hipóteses de caso fortuito ou de força maior, havendo, todavia, um prazo detolerância de 180 (cento e oitenta dias) para mais na eventualidade de chuvas intensas, greves, escassez demateriais de construção ou de outros fatores que impeçam o normal andamento das obras. 3/3

×