4a Artigo IAB sobre o debate 5/4/13

124 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

4a Artigo IAB sobre o debate 5/4/13

  1. 1. http://www.iabcampinas.org.br/1a-reuniao-da-comissao-especial-de-estudos-do-centro- de-convivencia-cultural-de-campinas/#!/5 abril, 20131ª. REUNIÃO DA COMISSÃO ESPECIAL DE ESTUDOS DO CENTRO DE CONVIVÊNCIA CULTURAL DE CAMPINAS 0 82Visitas / 0 Comentários / em BLOG / por guto O Núcleo Regional Campinas do Instituto de Arquitetos do Brasil esteve presente na Câmara Municipal de Campinas, para participar da 1ª. Reunião da Comissão Especial de Estudos do Centro de Convivência Cultural de Campinas. Este grupo de trabalho é presidido pelo nobre vereador Vinícius Gratti, e tem com relator o vereador Gustavo Petta. Nesta 1ª reunião, estiveram presentes entidades do meio cultural e arquitetônico, que puderam expor seus questionamentos e suas propostas.
  2. 2. Gabriel Rapassi, diretor de Cultura da Prefeitura Municipal de Campinas, afirmou que a Secretaria de Cultura entende que o envolvimento popular é um grande passo para o sucesso da restauração do CCC. Informou também que um laudo técnico estrutural foi contratado pela iniciativa privada (Aeroportos Brasil – Concessionária de Viracopos). Giovanni Galvão (nome artístico de João Luiz Minnicelli), presidente da Associação Reconvivência Campinas pede a priorização da busca pela solução ao CCC. Afirma que não há efetivamente ações claras da atual gestão, e também está sentindo uma dificuldade enorme em marcar audiências com a Secretaria de Cultura. Afirmou que a Associação se dispõe a sustentar financeiramente os laudos técnicos, desde que haja vontade política para acelerar as definições. Ronald Tanimoto, presidente do Instituto Cultura Artística do Estado de São Paulo, está trazendo no dia 10/5, o arquiteto Cezar Sampedro, atual titular do escritório Fábio Penteado Arquitetos Associados, e gostaria de fazer uma visita técnica ao espaço. Ronald recomenda trabalhos emergenciais imediatos, uma vez que trata-se de patrimônio histórico tombado peloCONDEPHAAT, o que exclui a obrigatoriedade licitatória e burocrática. O arquiteto Alan Cury, presidente do Núcleo Regional Campinas do IAB, informa que pelo viés da arquitetura, o IAB está coletando dados, buscando informações, e com muita disposição a participar de toda a preparação para o Restauro doconjunto arquitetônico. O IAB esteve recentemente, em março de 2013, com o colega arquiteto e co-autor do projeto doCCC, Teru Tamaki, onde conseguiu gravar depoimentos desde a época do projeto, passando pela execução da obra, e até mesmo em sua inauguração. Teru também confirmou que há partes do projeto que não foram executadas, e que devem sim fazer parte do restauro e revitalização daquele importante conjunto arquitetônico da cidade de Campinas. Entendendo que Arquitetura é cultura, Alan coloca o IAB à disposição das entidades culturais de Campinas. 1a Reunião da Comissão Especial de Estudos do Centro de Convivência Cultural de Campinas
  3. 3. Tereza Penteado, sobrinha de Fábio Penteado e presidente do Movimento Resgate Cambuí, informa que a sociedade está se mobilizando para monitorar o laudo, e a perfeita conformidade com a ABNT/NBR. Pede vistas ao processo. Ana Maria Sorrosal, moradora do entorno do CCC, representante do CONDEMA e COMDEPACC, informa-se preocupada com o laudo, e compara com o Engenhão do RJ, onde laudos indicavam a estabilidade da construção que hoje está prestes a cair. Márcio Barbado, vice presidente da Associação Reconvivência Campinas, afirma que quem autoriza a obra é o executivo, e não o legislativo. Mas ainda assim, entende muito rica esta oportunidade em debater o tema. Defende que o valor a ser investido nas obras pouco importa à sociedade. É partidário da máxima que prega que obra pública tem que ser feita com o que há de melhor no mercado, para que dure 200 anos em perfeito estado, uma vez que estes espaços são muito solicitados e utilizados por toda a sorte de pessoas. O Nobre Vereador Vinícius Gratti, após mais de 2 horas de reunião, informou que esta foi a primeira de uma série de reuniões, e que nas próximas, estas serão direcionadas a cada uma das técnicas envolvidas, sempre buscando o maior número de informações possíveis, para que o relatório final seja rico, completo e eficiente para a proposta. Revitalizar a região do Centro de Convivência Cultural de Campinas, restaurando o Conjunto Arquitetônico tombado, e devolvendo à cidade, a Praça do Povo, o espaço aberto para manifestações públicas. E para encerrar, uma celebre frase do autor da obra, o renomado arquiteto Fábio Penteado: Um espaço aberto para o encontro e o convívio, onde se pode ficar à vontade, vadiar, ler, descansar, namorar, assistir espetáculos artísticos e esportivos, participar de manifestações públicas...

×