20 A República Populista

6.602 visualizações

Publicada em

Roteiro apresentação os governos, acontecimentos e transformações do período posterior ao Estado Novo, entre 1945 e 1964.

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.602
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
45
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
250
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

20 A República Populista

  1. 1. Gothan City Embromations & Picaretations apresenta Uma República Chamada Brasil
  2. 2. A REDEMOCRATIZAÇÃO <ul><li>Pressionado pela opinião pública, pelos setores liberais da sociedade e pelos militares interessados em uma carreira política, Vargas baixou um Ato Adicional , em fevereiro de 1945, iniciando um conjunto de medidas redemocratizantes: </li></ul><ul><li>ANISTIA AOS PRESOS POLÍTICOS </li></ul><ul><li>RETORNO DO PLURIPARTIDARISMO </li></ul><ul><li>PROMESSA DE ELEIÇÕES CONSTITUINTES E PRESIDENCIAIS PARA 2 DE DEZEMBRO </li></ul>
  3. 3. Preocupados com o avanço político dos grupos conservadores, sindicalistas e comunistas passaram a defender a permanência política de Getúlio, até a conclusão dos trabalhos da Assembléia Constituinte: era o movimento QUEREMISTA ou “queremos Getúlio” O próprio Vargas incentivava a manifestação
  4. 4. O Retorno do Pluripartidarismo <ul><li>O retorno dos partidos fez emergir novas forças: </li></ul><ul><li>PTB: sindicalistas e funcionários do Estado </li></ul><ul><li>PSD: ex-Interventores e oligarquias rurais </li></ul><ul><li>UDN: burguesia urbana, militares conservadores, intelectuais liberais, era radicalmente anti-varguista </li></ul><ul><li>PCB: como no passado, continuava aglutinar trabalhadores, lideranças sindicais e intelectuais progressistas </li></ul>
  5. 5. A Sucessão de Getúlio Vargas <ul><li>O PSD lançou o Gen. Eurico Gaspar Dutra, </li></ul><ul><li>A UDN lançou o Brig. Eduardo Gomes, </li></ul><ul><li>O PCB lançou o Engenheiro Yedo Fiúza. </li></ul>
  6. 6. A Queda de Vargas <ul><li>Preocupados com o crescimento do queremismo e do apoio de Vargas aos seus partidários, os udenistas apoiados pelos generais Góis Monteiro e E. G. Dutra, empenharam-se em afastam Getúlio como forma de garantir as eleições livres </li></ul><ul><li>O pretexto para pressionar Vargas a renunciar, foi a indicação de seu irmão Benjamin Vargas para a Chefatura de Polícia. </li></ul>
  7. 7. Entre outubro de 45 e janeiro de 46, a presidência foi exercida por José Linhares, Presidente do STF Apoiado discretamente pelo PTB de Vargas, o Gen Dutra venceu as eleições de 1945
  8. 8. A Constituição de 1946 <ul><li>Prevaleceram características liberais com sentido conservador </li></ul><ul><li>Foi mantido o voto dos brasileiros maiores de 18, alfabetizados </li></ul><ul><li>O mandato presidencial foi ampliado para 5 anos </li></ul><ul><li>Assegurava o direito de greve e da livre associação sindical </li></ul><ul><li>A legislação trabalhista foi mantida </li></ul>
  9. 9. O Governo Dutra (1946-51) <ul><li>Marcado pela aproximação com os EUA: 1946-Conferência Interamericana para a Manutenção da Paz e da Segurança no Continente (Petrópolis): H. Truman visitou o Brasil. </li></ul><ul><li>Foi assinado o T ratado I nteramericano de A ssistência R ecíproca (TIAR) </li></ul><ul><li>Em 1948 foi fundada a Organização dos Estados Americanos </li></ul>
  10. 10. UMA POLÍTICA ECONÔMICA DESASTRADA <ul><li>Preocupado com a alta da inflação o governo apresentou o Plano de S aúde, Al imentação, T ransporte e E nergia, embora os efeitos não tenham sido expressivos durante o governo Dutra, foi a primeira tentativa de planejamento global da economia </li></ul><ul><li>Em 1949, foram concluídos os trabalhos da Missão Abbink que procurou adequar a economia brasileira aos interesses dos EUA </li></ul>
  11. 11. U$ 708 milhões de saldo acumulados no fim da 2ª G.G. foram consumidos com a abertura da economia ou na aquisição de automóveis, geladeiras, meias de náilon, plásticos, ioiôs, rádios, equipamentos ferroviários obsoletos da Inglaterra e aparelhos de televisão A 1ª transmissão televisiva só ocorreria em 18 de setembro de 1950
  12. 12. Getúlio Vargas lançou-se candidato à sucessão de Dutra, não tendo maiores dificuldades em garantir sua posição, apelando para um discurso fortemente nacionalista
  13. 13. Foi decisiva a coligação de Vargas com o líder populista de SP, Adhemar de Barros (PSP)
  14. 14. O Governo de Vargas (1951/54) <ul><li>A partir de 1951 Vargas desencadeou uma campanha de nacionalização dos setores energéticos, que culminou com a criação da PETROBRÁS , em 1953, e com a proposta de criação da ELETROBRÁS. </li></ul><ul><li>Através do ministro Horácio Lafer , foi lançado um plano de incentivo ao setor industrial de base. </li></ul><ul><li>Vargas apresentou ao Congresso a Lei Sobre os Lucros Extraordinários </li></ul>
  15. 15. O Isolamento e a Crise do Getulismo <ul><li>Em meio a crise inflacionária, J. Goulart, Min. do Trabalho de Vargas e ex-advogado trabalhista, defendia um aumento de 100% do sal. Mínimo. </li></ul><ul><li>Pressionado pelas Forças Armadas, Vargas demitiu Jango , no início de 1954 </li></ul><ul><li>Buscando ampliar sua base popular, Vargas anunciou, em maio de 54, o polêmico aumento salarial </li></ul>
  16. 16. O Isolamento e a Crise do Getulismo <ul><li>A posição de Vargas tornou-se insustentável, principalmente devido às pressões do jornalista udenista Carlos Lacerda , que acusava o governo abertamente de corrupção </li></ul>
  17. 17. <ul><li>No início de agosto de 1954, Lacerda foi alvo de um atentado que acabou por matar seu segurança, o major da Aeronáutica Rubens Vaz </li></ul><ul><li>Desfechando sobre o governo uma violenta ação investigativa, a Aeronáutica chegou a pessoa de Gregório Fortunato, o Anjo Negro , chefe da segurança de Getúlio, como mandante do crime </li></ul><ul><li>Pressionado pelas Forças Armadas para que deixasse o poder, Getúlio Vargas respondeu suicidando-se, na manhã do dia 24 de agosto de 1954. </li></ul><ul><li>O golpe udenista estava desarmado </li></ul>
  18. 19. O Caso de Cotaxé no ES (1952-1953) <ul><li>Numa região contestada entre MG e ES, iniciou-se um movimento de posseiros pobres, motivados por um sentimento messiânico e pela liderança do baiano Udelino Alves de Matos. Cotaxé, um distrito de Ecoporanga, foi transformado em capital do Estado de União de Jeová . </li></ul>
  19. 20. O Caso de Cotaxé no ES (1952-1953) <ul><li>O governador Jones dos Santos Neves chegou a enviar tropas, que apoiaram os fazendeiros da região interessados na expulsão dos camponeses. A controvérsia sobre a região só seria decidida através de um acordo entre os governos de MG e ES, em 1963. </li></ul>
  20. 21. <ul><li>A Política Desenvolvimentista 1956/61 </li></ul><ul><li>O Plano de Metas: eram 31, destacando-se ENERGIA, TRANSPORTE, ALIMENTAÇÃO, INDÚSTRIA DE BASE, EDUCAÇÃO e CONSTRUÇÃO DA NOVA CAPITAL (1960). </li></ul><ul><li>O Estado tornou-se um instrumento coordenador do desenvolvimento, estimulando o empresariado nacional, mas também favorecendo à entrada do capital estrangeiro. </li></ul><ul><li>Em 1959 foi criada a SUDENE. </li></ul><ul><li>Foi muito significativa a criação do Grupo de Estudos da Indústria Automobilística (GEIA) </li></ul><ul><li>Construção das hidrelétricas de Furnas e Três Marias </li></ul>
  21. 22. A modernização de JK apoiava-se numa política emissionista. O governo chegou foi obrigado a contornar duas tentativas de golpe, o levante de Jacareacanga e Aragarças. O ambicioso programa de JK, levou o Brasil a um alinhamento mais próximo aos interesses dos EUA, retratado na Operação Pan-Americana
  22. 23. Projetada por Oscar Niemeyer e Lúcio Costa, a nova capital deveria ser a grande realização do governo. Criou-se o Grupo Executivo da Indústria da Construção Naval (GEICON) tinha por objetivo desenvolver a nossa indústria de base
  23. 24. JÂNIO QUADROS – 31/1/61 A 25/8/61 Através de uma campanha populista e defensora da moralidade, Jânio conquistou o eleitorado urbano, ansioso por medidas anti-corrupção no país.
  24. 25. O Caminho do Desgaste <ul><li>Congelamento dos salários, </li></ul><ul><li>Restrição ao crédito e corte aos subsídios, </li></ul><ul><li>Através da Instrução 204 da Sumoc desvalorizou a moeda em 100%, </li></ul><ul><li>Estabelecimento de uma política fiscal que descontentou o empresariado nacional e estrangeiro. </li></ul>
  25. 26. Ambigüidade no plano das relações internacionais: O líder cubano “Che”Guevara foi condecorado e as tensões com as Forças Armadas chegaram a níveis insuportáveis. Internamente, Jânio reprimiu o Jogo do Bicho, rinhas de galo, corridas de cavalo e o uso do “maillot de duas peças”. No dia 24/8/61, o então governador do RJ, Carlos Lacerda, denunciou um suposto golpe tramado por Jânio, que renunciou em seguida.
  26. 27. A Administração de Jango <ul><li>Sob pressões diplomáticas dos EUA, temerosos do agravamento da crise sucessória, o Congresso votou a Emenda do Parlamentarismo , a ser confirmada por plebiscito em 1963. </li></ul><ul><li>Durante o Período Parlamentar foi iniciado o Plano Trienal de combate à inflação e de estímulo ao desenvolvimento industrial. Jango recebeu apoio da recém-criada CGT. </li></ul><ul><li>Após o plebiscito , foi anunciado o Programa de Reformas de Base que deveria atingir os latifúndios, o sistema eleitoral e o ensino universitário. </li></ul>
  27. 28. João Goulart (1961-1964) Jango encontrava-se na China quando Jânio renunciou. Os ministros militares assumiram o controle do país, com o firme propósito de não entregar o poder ao vice-presidente. Leonel Brizola, governador do RS, montou a “ cadeia da legalidade” exigindo respeito à Constituição Federal, ameaçando defender a posse de Jango pelas armas
  28. 29. O Sob um Clima de Golpe <ul><li>Entre 1961 e 1962 eclodiram 364 greves e as Ligas Camponesas (1955) fortaleciam-se. </li></ul><ul><li>Jango era apoiado pela CGT, JOC, JUC e UNE </li></ul><ul><li>A propaganda anti-janguista coube ao IPES (Instituto de Pesquisa e Estudos Sociais) e ao IBAD (Instituto Brasileiro de Ação Democrática) </li></ul><ul><li>O clima de instabilidade fazia crescer a desconfiança das camadas médias, sobre as intenções de Jango </li></ul>
  29. 30. O Sob um Clima de Golpe <ul><li>No dia 13/3/1964, no Comício da Central do Brasil , Jango decretou a nacionalização das refinarias particulares de petróleo e desapropriava terras à margem das ferrovias e rodovias. </li></ul><ul><li>Uma semana depois, católicos conservadores realizaram a Marcha da Família com deus e Pela Liberdade , repudiando a “tendência esquerdizante” do governo. </li></ul>
  30. 31. A Destruição da Democracia <ul><li>Em Março de 1964, a agitação cresceu nos meios militares. </li></ul><ul><li>Sargentos e Marinheiros (ação do Cabo Anselmo) rebelaram-se, organizados em instituições que, segundo a oficialidade, “permitiam a quebra da hierarquia militar” </li></ul><ul><li>Em 31 de março, apesar de Brizola convocar novamente a cadeia da legalidade , as Forças Armadas depuseram o presidente J. Goulart </li></ul>

×