19 Era Vargas

6.325 visualizações

Publicada em

Roteiro apresentando as transformações políticas, socias e econômicas do governo de Getúlio Vargas, entre 1930 e 1945.

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.325
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
183
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

19 Era Vargas

  1. 1. Gothan City Embromations & Picaretations apresenta Uma República Chamada Brasil
  2. 2. 1930: GOLPE OU REVOLUÇÃO? <ul><li>“ Façamos a revolução antes que o povo a faça” – Com esta frase Antônio Carlos de Andrada advertia seus partidários da necessidade de uma ação imediata. </li></ul><ul><li>A 3 de outubro partia do Sul o movimento liderado pelo Gen. Góes Monteiro, apoiado na ação de Juarez Távora no Nordeste. </li></ul><ul><li>Vargas partiu para o RJ, com apoio dos Tenentes, e assumiu o governo a 3 de novembro. </li></ul>
  3. 4. O controle político do país foi garantido graças à ação dos tenentes, transformados em interventores estaduais. Em Minas não houve intervenção.
  4. 5. Acima do Espírito Santo, o poder concentrou-se nas mãos de Juarez Távora, que passou a ser apelidado o Vice-Rei do Norte Meus Quiridus... UUUII
  5. 6. O CORPORATIVISMO VARGUISTA e o GOVERNO PROVISÓRIO (1930-1934) <ul><li>Apoiado na ação controladora do Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio (1930), assim como na rigidez da Lei de Sindicalização (1931), Vargas garantiu a adesão da grande massa de operários brasileiros, afastando as lideranças mais combativas e introduzindo os colaboracionistas ou pelegos </li></ul>
  6. 7. A NOVA POLÍTICA DE VALORIZAÇÃO DO CAFÉ Com propósito de garantir o apoio da poderosa oligarquia cafeeira, Vargas reduziu mas não encerrou a Política de Valorização do Café. O governo passou a destruir os estoques e a incentivar a erradicação dos cafezais Pai do Coutinho
  7. 8. O NOVO CÓDIGO ELEITORAL DE 1932 Como forma de ampliar sua base política, Getúlio introduziu o voto feminino e o voto secreto
  8. 9. CRISES POLÍTICAS <ul><li>Getúlio Vargas enfrentou pelo menos três graves crises políticas, entre 1932 e 1938: </li></ul><ul><li>1932 – Revolução Constitucionalista (SP) </li></ul><ul><li>1935 – Intentona Comunista (RJ e RN) </li></ul><ul><li>1938 – Revolta Integralista (RN, PE e RJ) </li></ul>
  9. 10. REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932
  10. 11. Descontentes com a perda da hegemonia política sobre o país, os paulistas declararam guerra ao governo federal
  11. 12. CAUSAS DO CONFLITO <ul><li>Inicialmente os paulistas não aceitaram a presença de um interventor militar e de fora do Estado (o Ten. João Alberto era pernambucano) </li></ul><ul><li>Embora Vargas tenha cedido as pressões, um conflito entre populares e a polícia, acarretou a morte dos estudantes M artins, M iragaia, D ráusio e C amargo, dando início ao conflito </li></ul>
  12. 13. O FRACASSO DO MOVIMENTO <ul><li>Embora a oposição a Vargas em S. Paulo já estivesse consolidada, a partir do momento em que os dois maiores rivais partidários, o Partido Republicano Paulista e Partido Democrático se uniram contra o governo, o movimento ficou isolado e, após 3 meses de combates, encerrou-se. </li></ul>
  13. 14. Eleições de 1933 <ul><li>Eleita em maio de de 1933, a Assembléia Constituinte promulgou uma nova Constituição em 1934 </li></ul><ul><li>Vargas foi confirmado como Presidente Constitucional (1934/37) pelo voto indireto, a vice-presidência foi extinta </li></ul>
  14. 15. A Constituição de 1934 <ul><li>Confirmou o sufrágio universal dos alfabetizados, maiores de 18 anos. </li></ul><ul><li>Voto secreto e direto </li></ul><ul><li>Instituiu o cargo de Deputado Classista </li></ul><ul><li>Nacionalizou as riquezas do subsolo </li></ul><ul><li>Introduzia a Legislação trabalhista </li></ul><ul><li>Influência da Const. da República de Weimar </li></ul>
  15. 16. Integralismo O fascismo caboclo Criada em 1932, a AIB, tinha evidentes conotações fascistas
  16. 17. Os integralistas defendiam: O uni-partidarismo Nacionalismo extremado Anti-semitismo Anti-comunismo Crença em Deus, na Família e na pátria, como únicos valores AULA AÊ
  17. 18. A Intentona Comunista de 35 <ul><li>A Aliança Nacional Libertadora defendia uma aliança anti-fascista entre os setores democráticos da sociedade </li></ul><ul><li>Perseguida pelo Estado a frente iniciou um levante liderado pelo comunista L.C. Prestes, no RN, PE e RJ </li></ul><ul><li>Embora conhecendo os planos dos revoltosos, Vargas permitiu que o movimento fosse desencadeado </li></ul>
  18. 19. Líder do levante, Prestes foi preso e condenado a prisão perpétua A Lei de Segurança Nacional de 1935, tornou-se um poderoso instrumento de repressão policial contra os adversários de Vargas. Em 1936, estruturou-se o Tribunal de Segurança Nacional, composto por conhecidos simpatizantes do nazi-fascismo
  19. 20. Olga Benário, esposa de Prestes, foi extraditada para Alemanha. Pressões internacionais exigiam sua libertação, uma vez que estava grávida. Em 1942, seis anos após o nascimento de sua filha, Olga foi executada no campo de concentração de Ravensbruck
  20. 21. O Golpe do Estado Novo <ul><li>Aproveitando-se do clima de desconfiança gerado pelo episódio de 1935, Vargas, através do Exército, monta uma farsa conhecida como Plano Cohen </li></ul><ul><li>Tratava-se de uma ameaça de golpe comunista, que exigia o imediato fechamento do regime </li></ul>
  21. 22. A Constituição de 1937 outorgada – autor: Francisco Campos <ul><li>Fortalecia o Executivo suprimindo as competências do Legislativo e Judiciário </li></ul><ul><li>Mandato presidencial de seis anos </li></ul><ul><li>Restabelecia a pena de morte </li></ul><ul><li>Proibição de greves e lock-out </li></ul><ul><li>Impunha Interventores nos governos estaduais </li></ul><ul><li>O Decreto de 2 de dezembro de 1937 extinguia os partidos políticos </li></ul>
  22. 23. <ul><li>O governo passava a ter um controle mais efetivo da sociedade, através do D epto. de I mprensa e P ropaganda e do D epto. de A dministração e S erviço P úblico </li></ul><ul><li>Através da Polícia Secreta e seu chefe, Filinto Müller , Vargas reprimia com torturas e assassinatos os seus opositores </li></ul>
  23. 24. Em 1938, os integralistas excluídos do poder pela cassação dos partidos políticos em 1937, desencadearam uma ação ofensiva contra o Palácio do Catete, que culminou com o desmantelamento da AIB.
  24. 25. <ul><li>O Brasil e a 2ª G. G. </li></ul><ul><li>Até 1940, a política de Vargas era ambígua em relação ao expansionismo do EIXO. </li></ul><ul><li>A partir de 1940, os EUA passaram a fornecer capitais que favoreceram o desenvolvimento do setor minerador – CSN (1940) e CVRD (1942) </li></ul><ul><li>Em 1942, com o afundamento de navios mercantes brasileiros, Vargas declarou guerra ao EIXO </li></ul>
  25. 26. <ul><li>Em 1943, um grupo de políticos e intelectuais publicou o Manifesto dos Mineiros , pedindo o retorno do país à ordem democrática . </li></ul><ul><li>A participação da F.E.B. na luta anti-fascista na Europa, ao lado das democracias liberais e dos exércitos soviéticos, passaram a pressionar o governo pela redemocratização. </li></ul>
  26. 27. A REDEMOCRATIZAÇÃO <ul><li>Pressionado pela opinião pública, pelos setores liberais da sociedade e pelos militares interessados em uma carreira política, Vargas dá início a um conjunto de medidas redemocratizantes: </li></ul><ul><li>ANISTIA AOS PRESOS POLÍTICOS </li></ul><ul><li>RETORNO DO PLURIPARTIDARISMO </li></ul><ul><li>PROMESSA DE ELEIÇÕES CONSTITUINTES E PRESIDENCIAIS PARA 2 DE DEZEMBRO </li></ul>
  27. 28. Preocupados com o avanço político dos grupos conservadores, sindicalistas e comunistas passaram a defender a permanência política de Getúlio, até a conclusão dos trabalhos da Assembléia Constituinte: era o movimento QUEREMISTA ou “queremos Getúlio” O próprio Vargas incentivava a manifestação
  28. 29. O Retorno do Pluripartidarismo <ul><li>O retorno dos partidos fez emergir novas forças: </li></ul><ul><li>PTB: sindicalistas e funcionários do Estado </li></ul><ul><li>PSD: ex-Interventores e oligarquias rurais </li></ul><ul><li>UDN: burguesia urbana, militares conservadores, intelectuais liberais, era radicalmente anti-varguista </li></ul><ul><li>PCB: como no passado, continuava aglutinar trabalhadores, lideranças sindicais e intelectuais progressistas </li></ul>
  29. 30. A Queda de Vargas <ul><li>O PSD lançou o Gen. E. G. Dutra, a UDN lançou o Brig. Eduardo Gomes e o PCB, o Eng. Yedo Fiúza. </li></ul><ul><li>Preocupados com o crescimento do queremismo e do apoio de Vargas aos seus partidários, os udenistas liderados pelo Gen. Góis Monteiro , afastam Getúlio como forma de garantir as eleições livres </li></ul>

×