Coutinho  Embromation & Picaretation  apresenta A Ocupação Holandesa
Invasões Holandesas <ul><li>Origens: </li></ul><ul><li>União Ibérica (1580/1640) </li></ul><ul><li>Período onde as Coroas ...
A Trégua dos Doze Anos <ul><li>Ameaçados pelas tensões com a França e a Inglaterra, os espanhóis assinaram com a Holanda a...
A Cia. das Índias Ocidentais  -  WIC <ul><li>Era um empreendimento conjunto dos Estados-Gerais Holandeses e da burguesia <...
Invasão da Bahia – 1624/1625 <ul><li>Com 3300 homens e 450 canhões, os holandeses invadiram Salvador </li></ul><ul><li>A i...
Invasão da Bahia – 1624/1625 <ul><li>Após a invasão, D. Marcos Teixeira, em acordo com o governador substituto, Matias de ...
Invasão da Bahia – 1624/1625 <ul><li>Com a chegada de uma expedição luso-espanhola, a  Jornada dos Vassalos , liderada por...
Invasões Holandesas <ul><li>A dependência holandesa do açúcar brasileiro era enorme </li></ul><ul><li>Entre 1625 e 1630 a ...
A Ocupação de Pernambuco – 1630/1654 <ul><li>Apesar da resistência do governador de Pernambuco, Matias de Albuquerque, os ...
A Ocupação de Pernambuco – 1630/1654 <ul><li>Foi de grande importância para a Holanda a ação de  espiões , como o  cristão...
A Formação da Nova Holanda  – 1630/1637 <ul><li>Um dos pontos decisivos para entendermos o sucesso da ação da  WIC , no Br...
A Formação da Nova Holanda  – 1630/1637 <ul><li>Enviado como administrador da  Nova Holanda , em 1637 pela  WIC ,  o Conde...
Administração de Nassau (1637/44) <ul><li>Houve a urbanização do Recife com a construção de pontes, prédios, praças e font...
Administração de Nassau (1637/44) <ul><li>Vieram cientistas como G. Marcgraf e Willem Piso </li></ul><ul><li>Artistas com ...
Administração de Nassau (1637/44) <ul><li>Para garantir o fornecimento de mão-de-obra para a  Nova Holanda , foi ordenada,...
Administração de Nassau (1637/44) <ul><li>Obteve-se empréstimos com taxa de juros de 18%, para que os colonos pudessem rec...
A Guerra da Restauração de 1640 Desgastados pelos altos impostos cobrados pela Espanha, consumida na Guerra dos Trinta Ano...
<ul><li>D. João IV inaugurou a 3ª dinastia portuguesa </li></ul><ul><li>A Guerra da Restauração, arrastou-se por mais de t...
A Insurreição Pernambucana (1645-1654)   <ul><li>Com a saída de Nassau a  WIC  entregou a administração de Pernambuco ao  ...
Pressionados pelas restrições monopolistas inglesas, impostas pelos Atos de Navegação (1651), os holandeses enfraquecem su...
A Insurreição Pernambucana e o Fim do Domínio Holandês <ul><li>A necessidade de expulsar os holandeses produziu uma  rebel...
A Crise do Século XVII <ul><li>Expulsos do Brasil, os holandeses se estabelecem no Caribe e passam a concorrer com o açúca...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

10 OcupaçãO Holandesa

10.284 visualizações

Publicada em

Roteiro sobre a invasão holandesa do Nordeste e o Período Nassoviano.

3 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.284
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
130
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
310
Comentários
3
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

10 OcupaçãO Holandesa

  1. 1. Coutinho Embromation & Picaretation apresenta A Ocupação Holandesa
  2. 2. Invasões Holandesas <ul><li>Origens: </li></ul><ul><li>União Ibérica (1580/1640) </li></ul><ul><li>Período onde as Coroas de Portugal e Espanha estiveram unidas, sob o domínio desta última </li></ul><ul><li>Causas das Invasões </li></ul><ul><li>Em guerra com a Espanha desde 1572, os holandeses foram forçados a abandonar o rico comércio do açúcar português. </li></ul>
  3. 3. A Trégua dos Doze Anos <ul><li>Ameaçados pelas tensões com a França e a Inglaterra, os espanhóis assinaram com a Holanda a Trégua dos Doze Anos (1609-1621) </li></ul><ul><li>Durante o período, a Holanda expandiu seus interesses, pela África, Ásia e América do Sul </li></ul>Com o fim da Trégua (1621), a burguesia holandesa organizou a Cia. das Índias Ocidentais, para invadir o NE do Brasil
  4. 4. A Cia. das Índias Ocidentais - WIC <ul><li>Era um empreendimento conjunto dos Estados-Gerais Holandeses e da burguesia </li></ul><ul><li>A concessão de exploração estendia-se da América à África Ocidental, pelo prazo de 24 anos </li></ul><ul><li>A tolerância religiosa do calvinismo holandês, garantiu a participação de um grande número de judeus na WIC </li></ul>
  5. 5. Invasão da Bahia – 1624/1625 <ul><li>Com 3300 homens e 450 canhões, os holandeses invadiram Salvador </li></ul><ul><li>A invasão foi facilitada, uma vez que o bispo D. Marcos Teixeira teria resistido aos boatos de que o ataque ocorreria, e proibiu o alistamento obrigatório dos jovens </li></ul>Comandante da invasão da Bahia, P. Heyn tentou ocupar Vitória (ES), em 1625
  6. 6. Invasão da Bahia – 1624/1625 <ul><li>Após a invasão, D. Marcos Teixeira, em acordo com o governador substituto, Matias de Albuquerque, organizou focos guerrilheiros que deram combates aos holandeses </li></ul>
  7. 7. Invasão da Bahia – 1624/1625 <ul><li>Com a chegada de uma expedição luso-espanhola, a Jornada dos Vassalos , liderada por D. Fradique de Toledo, os holandeses foram expulsos, levando um pesado saque em caixas de açúcar </li></ul>
  8. 8. Invasões Holandesas <ul><li>A dependência holandesa do açúcar brasileiro era enorme </li></ul><ul><li>Entre 1625 e 1630 a Holanda dedicou-se aos ataques de corsários, no litoral brasileiro e região do Caribe, chegando a ocupar a península do Panamá para saquear o carregamento anual da prata peruana </li></ul><ul><li>Os saques serviriam para montar uma grande ocupação do Nordeste brasileiro </li></ul>
  9. 9. A Ocupação de Pernambuco – 1630/1654 <ul><li>Apesar da resistência do governador de Pernambuco, Matias de Albuquerque, os holandeses, após 7 anos de conflitos com as tropas leais a Portugal, conseguiram estabelecer-se no NE </li></ul>
  10. 10. A Ocupação de Pernambuco – 1630/1654 <ul><li>Foi de grande importância para a Holanda a ação de espiões , como o cristão-novo Antônio Dias, o Papa-robalos </li></ul><ul><li>De grande valia foi a colaboração de Domingos Calabar, ex-comandante da resistência luso-brasileira, que aceitou as propostas de melhoria dos holandeses e entregou as posições das tropas leais a Portugal , no Arraial do Bom Jesus </li></ul>
  11. 11. A Formação da Nova Holanda – 1630/1637 <ul><li>Um dos pontos decisivos para entendermos o sucesso da ação da WIC , no Brasil, foram suas propostas de melhorias das condições sócio-econômicas das áreas ocupadas </li></ul>Barra do Recife com barcos holandeses
  12. 12. A Formação da Nova Holanda – 1630/1637 <ul><li>Enviado como administrador da Nova Holanda , em 1637 pela WIC , o Conde de Nassau foi responsável por uma verdadeira transformação nas estruturas das áreas ocupadas </li></ul>
  13. 13. Administração de Nassau (1637/44) <ul><li>Houve a urbanização do Recife com a construção de pontes, prédios, praças e fontes </li></ul><ul><li>A Cidade Maurícia foi erguida entre os rios Capibaribe e Beberibe, e deveria estar a altura da Nova Holanda </li></ul>Nassau era conde, militar e mecenas , todavia, gostava mesmo de ser chamado pelo título de Príncipe . Sua ambição pessoal levantaria suspeitas sobre suas intenções sobre o Brasil.
  14. 14. Administração de Nassau (1637/44) <ul><li>Vieram cientistas como G. Marcgraf e Willem Piso </li></ul><ul><li>Artistas com Frans Post e Albert Eckhout </li></ul><ul><li>Literatos e médicos </li></ul>Pela 1ª vez a fauna, a flora e o cotidiano do Brasil colonial, foram sistematicamente estudados e retratados O Mulato de A. Eckhout
  15. 15. Administração de Nassau (1637/44) <ul><li>Para garantir o fornecimento de mão-de-obra para a Nova Holanda , foi ordenada, a partir de 1637, a ocupação de entrepostos de escravos na África </li></ul><ul><li>A ação foi auxiliada por brasileiros </li></ul><ul><li>A ocupação acarretou o aumento da escravidão indígena no Brasil, fora dos domínios holandeses </li></ul>
  16. 16. Administração de Nassau (1637/44) <ul><li>Obteve-se empréstimos com taxa de juros de 18%, para que os colonos pudessem recuperar os engenhos ou adquiri-los por leilão </li></ul><ul><li>A WIC assumiu as dívidas dos plantadores presos aos usurários </li></ul><ul><li>A liberdade religiosa atraiu um grande número de judeus que haviam se refugiado na Holanda </li></ul><ul><li>A participação dos colonos foi garantida pelo estabelecimento da Câmara dos Escabinos , que imitava o modelo em vigor na Holanda </li></ul>
  17. 17. A Guerra da Restauração de 1640 Desgastados pelos altos impostos cobrados pela Espanha, consumida na Guerra dos Trinta Anos (1618-1648), os portugueses retomaram sua autonomia, sob a liderança do Duque de Bragança, coroado D. João IV de Portugal
  18. 18. <ul><li>D. João IV inaugurou a 3ª dinastia portuguesa </li></ul><ul><li>A Guerra da Restauração, arrastou-se por mais de três anos, arruinando a economia portuguesa e passando o reino a dependência da Inglaterra </li></ul><ul><li>Com o fim da União Ibérica, Portugal e Holanda assinam a Trégua dos Dez Anos (1641-1651), onde os holandeses comprometiam-se a deixar o Brasil assim que recuperassem seus investimentos </li></ul><ul><li>O envolvimento holandês na Guerra dos Trinta Anos (1618-1648), ampliou a necessidade de capitais e levou a WIC a demitir Nassau (1644), que se opunha a exploração intensa da Nova Holanda </li></ul>
  19. 19. A Insurreição Pernambucana (1645-1654) <ul><li>Com a saída de Nassau a WIC entregou a administração de Pernambuco ao Supremo Conselho </li></ul><ul><li>Os holandeses anteciparam a cobrança dos empréstimos, passando a perseguir os devedores </li></ul><ul><li>Proibiram o pagamento do dízimo </li></ul>Sem o apoio português, os colonos entram em luta contra a WIC: era a Insurreição Pernambucana
  20. 20. Pressionados pelas restrições monopolistas inglesas, impostas pelos Atos de Navegação (1651), os holandeses enfraquecem sua posição na América. O fazendeiro João F. Vieira e André V. de Negreiros, uniram-se as tropas do índio Poti e os escravos do negro Henrique Dias Índio Poti
  21. 21. A Insurreição Pernambucana e o Fim do Domínio Holandês <ul><li>A necessidade de expulsar os holandeses produziu uma rebelião nativista , onde somaram-se as três raças da colônia </li></ul><ul><li>Portugal, sem interesse de opor-se a Holanda, adiou sua entrada no conflito (1647) </li></ul><ul><li>A expulsão definitiva dos holandeses só foi possível com a assinatura da Paz de Haia (1661) </li></ul><ul><li>Os holandeses foram indenizados:63 ton. de ouro </li></ul>
  22. 22. A Crise do Século XVII <ul><li>Expulsos do Brasil, os holandeses se estabelecem no Caribe e passam a concorrer com o açúcar português </li></ul><ul><li>A dependência portuguesa em relação a Inglaterra se aprofunda </li></ul><ul><li>Portugal fixa leis protecionistas e funda Companhias de Comércio no Brasil </li></ul>Diante da crise econômica, Portugal intensifica a busca de metais preciosos na América, incentivando o bandeirismo Forte Ceullen / Reis Magos

×