SlideShare uma empresa Scribd logo

Webfolio: Oficina professores: A aprendizagem colaborativa e os grupos de discussão

Oficina realizado com professores da Escola Municipal Professora Marina Couto Fortes sobre os e-groups (grupos de discussão). Atividade integrante do curso AVA- SEMED CAmpo Grande-MS 2013

1 de 14
Baixar para ler offline
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS
DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL

Curso Ambiente Virtual de
Aprendizagem (AVA) no
Contexto da Aprendizagem e
Avaliação
OUTUBRO/2013
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS
DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL

Módulo VIII: Teoria em ação por meio
do AVA e Web 2.0
Mediador pedagógico:Neiva Valadares.
Nome: Renata Ribeiro Costa Castanho.
OUTUBRO/2013
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE
SEMED – SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
DITEC- DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL
ESCOLA MUNICIPAL PROFª MARINA COUTO FORTES

OFICINA PROFESSORES
A APRENDIZAGEM
COLABORATIVA NA WEB
2.0 E OS GRUPOS DE
DISCUSSÃO.
Neste trabalho apresenta-se a contribuição das ferramentas da WEB
2.0 para a aprendizagem escolar, com docentes da Escola Municipal Professora
Marina Couto Fortes em Campo Grande – MS. Este foi desenvolvido como parte
integrante do curso AVA. Nota-se a necessidade de implementar a Internet não
apenas para pesquisas, apreciação de vídeos entre outros, mas como ambiente de
aprendizagem colaborativa tornando o estudante autônomo em sua construção do
conhecimento.
Devido a isso, foi criado um grupo de discussão no site
www.grupos.com.br para esta oficina no qual é possível realizar discussões sobre
quaisquer assuntos. Nesta tratou-se sobre ambientes virtuais de aprendizagem
por meio de vídeos e texto e, posteriormente, elaboração de um planejamento
para sua respectiva turma e disciplina, utilizando a ferramenta apresentada na
oficina.
Esta teve como objetivo aprimorar o processo de ensino-aprendizagem,
por meio da interação e colaboração entre professor-aluno e alunos-alunos e da
integração de ferramentas da WEB 2.0 ao contexto escolar.
Observa-se que estas listas de discussões por meio dos grupos on line,
potencializam o processo pedagógico, visto que proporcionam benefícios para os
envolvidos não apenas na aprendizagem, mas também em seu comportamento
social enquanto cidadão.
Para realização deste trabalho, utilizou-se uma ferramenta disponível na
Internet denominada e-groups para a produção colaborativa na disciplina de
Matemática. Esta encontra-se em diversos sites da Internet. O utilizado nesta foi o
www.grupos.com.br, devido ao fácil manuseio, facilidade de acesso e opções em
termos de trabalhos com listas privadas e pelo envio de convite via e-mail para
participar do grupo. Os sujeitos da oficina foram dez professores que trabalham nos
períodos matutino e vespertino, e ainda, contando com o auxílio do CSPTEC do
período matutino Marcos Ribeiro.
Com base nos resultados da pesquisa anteriormente realizada, foi
organizado este trabalho com os professores, ao final do período de aulas, no horário
das 17: 20 h às 21: 20 h no dia 31 de outubro de 2013, com objetivo de familiarizálos com as ferramentas disponíveis da WEB 2.0 para um trabalho colaborativo em
rede, a partir de um tema e instruí-los de como fazer parte de uma lista de discussão,
motivando-os para a troca de informação e comunicação entre professores.
Evidenciou-se que os docentes têm acesso a Internet fora do ambiente
escolar, porém nem todos sabiam o que é uma lista ou grupo de discussão ou como
participar de um. Conheciam como parte desta WEB 2.0 os recursos de redes sociais
onde é possível postar arquivos, fotos, vídeos, comentários e outros.
Partindo deste conhecimento prévio, explicou-se para ao grupo o que são
estes grupos de discussão, de como se participa de um, qual o objetivo de formar
estes grupos no ambiente escolar e instruí-los quanto ao uso ético e correto destas
ferramentas.
Percebeu-se interesse e animação pela possibilidade da participação neste
grupo como uma experiência nova e enriquecedora. Os questionamentos começaram a
surgir desde os procedimentos com a ferramenta até quais conteúdos seriam estudados.
Foi criado um grupo,dentro do site grupos.com.br, denominado Oficina
Professores A APRENDIZAGEM COLABORATIVA NA WEB 2.0 E OS GRUPOS DE
DISCUSSÃO, no qual fui mediadora.
DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES
Devido ao tempo da oficina, os professores fizeram, anteriormente, uma
pequena inscrição na qual me enviaram um e-mail com nome e endereço e-mail
disponível para poder enviar convite para participação no grupo e cada um fazer seu
cadastro, bem como o texto e os vídeos a serem utilizados.
As duas primeiras horas foram destinadas à criação do perfil do usuário
dentro do grupo, postagem da mensagem de boas vindas no campo MURAL, leitura e
discussão
do
texto: Novas
tecnologias na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora? (
Paulo Gileno Cysneiros), visualização dos vídeos e em seguida fizemos as discussões.
Devido a extensão do texto, foi utilizado apenas partes do texto, que foram
impressos e entregues aos professores no dia da oficina.
.
Foram oportunizados momentos nos quais foram feitas orientações sobre a
linguagem adequada para este trabalho, bem como para que não acontecesse plágio de
informações e para realizarem pesquisa em sites confiáveis.
Anúncio

Recomendados

Relatório final isabel morais.doc 1
Relatório final isabel morais.doc 1Relatório final isabel morais.doc 1
Relatório final isabel morais.doc 1isamorais54
 
Apresentação do Trabalho Final de Graduação
Apresentação do Trabalho Final de GraduaçãoApresentação do Trabalho Final de Graduação
Apresentação do Trabalho Final de GraduaçãoDarlin Castilhos
 
Tcc lia pos_defesa777
Tcc lia pos_defesa777Tcc lia pos_defesa777
Tcc lia pos_defesa777guest31abf0
 
Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do Wor...
Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do Wor...Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do Wor...
Escola na Web, uma proposta para criação de um blog educativo por meio do Wor...WordpressSystem
 
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...
FACEBOOK COMO SUPORTE TECNOLÓGICO PARA AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: A EX...José Erigleidson da Silva
 
Tic em blog na formacao docente superior narrativa de um formador
Tic em blog na formacao docente superior narrativa de um formadorTic em blog na formacao docente superior narrativa de um formador
Tic em blog na formacao docente superior narrativa de um formadorJOAO AURELIANO
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Material do aluno-monitor
Material do aluno-monitorMaterial do aluno-monitor
Material do aluno-monitorAdriana Vieira
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESjosemilia17
 
Ferramentas da web 2.0 na prática educativa -educação e tecnologia- (1)
Ferramentas da web 2.0 na prática educativa  -educação e tecnologia- (1)Ferramentas da web 2.0 na prática educativa  -educação e tecnologia- (1)
Ferramentas da web 2.0 na prática educativa -educação e tecnologia- (1)Prof. Noe Assunção
 
Exercicio final curso ferramentas web
Exercicio final curso ferramentas webExercicio final curso ferramentas web
Exercicio final curso ferramentas webVictor Passos
 
Utilização do blog no quotidiano escolar
Utilização do blog no quotidiano escolarUtilização do blog no quotidiano escolar
Utilização do blog no quotidiano escolarRidelc Ahcor Arierep
 
Modulo 2 - exercicio obrigatorio
Modulo 2 -  exercicio obrigatorioModulo 2 -  exercicio obrigatorio
Modulo 2 - exercicio obrigatorioVictor Passos
 
Facebook e Educação
Facebook e EducaçãoFacebook e Educação
Facebook e EducaçãoLuana Augusto
 
Educação inovadora na sociedade da informação
Educação inovadora na sociedade da informaçãoEducação inovadora na sociedade da informação
Educação inovadora na sociedade da informaçãoNilda de Oliveira Campos
 
O uso das redes sociais, blogs e tablets na educação.
O uso das redes sociais, blogs e tablets na educação.O uso das redes sociais, blogs e tablets na educação.
O uso das redes sociais, blogs e tablets na educação.Isabel Aguiar
 

Mais procurados (15)

Material do aluno-monitor
Material do aluno-monitorMaterial do aluno-monitor
Material do aluno-monitor
 
Projeto blog
Projeto blogProjeto blog
Projeto blog
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
 
WEB 2.0
WEB 2.0WEB 2.0
WEB 2.0
 
Usos do blog na escola
Usos do blog na escolaUsos do blog na escola
Usos do blog na escola
 
Ferramentas da web 2.0 na prática educativa -educação e tecnologia- (1)
Ferramentas da web 2.0 na prática educativa  -educação e tecnologia- (1)Ferramentas da web 2.0 na prática educativa  -educação e tecnologia- (1)
Ferramentas da web 2.0 na prática educativa -educação e tecnologia- (1)
 
Exercicio final curso ferramentas web
Exercicio final curso ferramentas webExercicio final curso ferramentas web
Exercicio final curso ferramentas web
 
Utilização do blog no quotidiano escolar
Utilização do blog no quotidiano escolarUtilização do blog no quotidiano escolar
Utilização do blog no quotidiano escolar
 
Modulo 2 - exercicio obrigatorio
Modulo 2 -  exercicio obrigatorioModulo 2 -  exercicio obrigatorio
Modulo 2 - exercicio obrigatorio
 
Facebook e Educação
Facebook e EducaçãoFacebook e Educação
Facebook e Educação
 
Tic na educação
Tic na educaçãoTic na educação
Tic na educação
 
Guia do cursista 2013
Guia do cursista 2013Guia do cursista 2013
Guia do cursista 2013
 
STNB-Projeto-EAD
STNB-Projeto-EADSTNB-Projeto-EAD
STNB-Projeto-EAD
 
Educação inovadora na sociedade da informação
Educação inovadora na sociedade da informaçãoEducação inovadora na sociedade da informação
Educação inovadora na sociedade da informação
 
O uso das redes sociais, blogs e tablets na educação.
O uso das redes sociais, blogs e tablets na educação.O uso das redes sociais, blogs e tablets na educação.
O uso das redes sociais, blogs e tablets na educação.
 

Destaque

EXC-MB-0314-RotterdamAlgemeen
EXC-MB-0314-RotterdamAlgemeenEXC-MB-0314-RotterdamAlgemeen
EXC-MB-0314-RotterdamAlgemeenKrystel Hendrikse
 
Banca di Cividale: Assemblea 26/04/15 - Messaggero Veneto
Banca di Cividale: Assemblea 26/04/15 - Messaggero VenetoBanca di Cividale: Assemblea 26/04/15 - Messaggero Veneto
Banca di Cividale: Assemblea 26/04/15 - Messaggero VenetoCividale Civica
 
semejanzas y diferencias del correo electrónico y correo postal
semejanzas y diferencias del correo electrónico y correo postalsemejanzas y diferencias del correo electrónico y correo postal
semejanzas y diferencias del correo electrónico y correo postalNoeliaChavez
 
Tamil test ppt_2014-15
Tamil test ppt_2014-15Tamil test ppt_2014-15
Tamil test ppt_2014-15Nandini Sood
 
Organização de Produtores e a Merenda Escolar - José Marfil
Organização de  Produtores e a Merenda Escolar - José MarfilOrganização de  Produtores e a Merenda Escolar - José Marfil
Organização de Produtores e a Merenda Escolar - José MarfilInstituto-5elementos
 
Introduccion
IntroduccionIntroduccion
IntroduccionIIe
 
Qué ha pasado con la música cristiana
Qué ha pasado con la música cristianaQué ha pasado con la música cristiana
Qué ha pasado con la música cristianaanabaptistul
 
Plano de aula grupo 4
Plano de aula grupo 4Plano de aula grupo 4
Plano de aula grupo 4Marcia Duran
 
Noveno informe
Noveno informeNoveno informe
Noveno informemanuelavar
 
El origen de la navidad
El origen de la navidadEl origen de la navidad
El origen de la navidadanabaptistul
 
Nødprævention Biologi
Nødprævention BiologiNødprævention Biologi
Nødprævention BiologiJulie Kjeldsen
 
Comportamientos digitales
Comportamientos digitalesComportamientos digitales
Comportamientos digitalesJorge Suarez
 

Destaque (19)

Sophia's skills audit
Sophia's skills auditSophia's skills audit
Sophia's skills audit
 
EXC-MB-0314-RotterdamAlgemeen
EXC-MB-0314-RotterdamAlgemeenEXC-MB-0314-RotterdamAlgemeen
EXC-MB-0314-RotterdamAlgemeen
 
Aycan's skills audit
Aycan's skills auditAycan's skills audit
Aycan's skills audit
 
Banca di Cividale: Assemblea 26/04/15 - Messaggero Veneto
Banca di Cividale: Assemblea 26/04/15 - Messaggero VenetoBanca di Cividale: Assemblea 26/04/15 - Messaggero Veneto
Banca di Cividale: Assemblea 26/04/15 - Messaggero Veneto
 
semejanzas y diferencias del correo electrónico y correo postal
semejanzas y diferencias del correo electrónico y correo postalsemejanzas y diferencias del correo electrónico y correo postal
semejanzas y diferencias del correo electrónico y correo postal
 
Tamil test ppt_2014-15
Tamil test ppt_2014-15Tamil test ppt_2014-15
Tamil test ppt_2014-15
 
Jordi sempere defensa_tft_30_09_14
Jordi sempere defensa_tft_30_09_14Jordi sempere defensa_tft_30_09_14
Jordi sempere defensa_tft_30_09_14
 
Organização de Produtores e a Merenda Escolar - José Marfil
Organização de  Produtores e a Merenda Escolar - José MarfilOrganização de  Produtores e a Merenda Escolar - José Marfil
Organização de Produtores e a Merenda Escolar - José Marfil
 
Introduccion
IntroduccionIntroduccion
Introduccion
 
História da minha vida
História da minha vidaHistória da minha vida
História da minha vida
 
Qué ha pasado con la música cristiana
Qué ha pasado con la música cristianaQué ha pasado con la música cristiana
Qué ha pasado con la música cristiana
 
Plano de aula grupo 4
Plano de aula grupo 4Plano de aula grupo 4
Plano de aula grupo 4
 
Vocabulário espírita
Vocabulário espíritaVocabulário espírita
Vocabulário espírita
 
Noveno informe
Noveno informeNoveno informe
Noveno informe
 
Plano de ensino
Plano de ensinoPlano de ensino
Plano de ensino
 
El origen de la navidad
El origen de la navidadEl origen de la navidad
El origen de la navidad
 
25 preguntas-tipicas-entrevista
25 preguntas-tipicas-entrevista25 preguntas-tipicas-entrevista
25 preguntas-tipicas-entrevista
 
Nødprævention Biologi
Nødprævention BiologiNødprævention Biologi
Nødprævention Biologi
 
Comportamientos digitales
Comportamientos digitalesComportamientos digitales
Comportamientos digitales
 

Semelhante a Webfolio: Oficina professores: A aprendizagem colaborativa e os grupos de discussão

Projeto oficina
Projeto oficinaProjeto oficina
Projeto oficinasanrose18
 
reflexão final processos.docx
reflexão final processos.docxreflexão final processos.docx
reflexão final processos.docxSoniaAfonso13
 
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin CieloSão João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin CieloCursoTICs
 
Relatór reflexcrític.nome marcos
Relatór reflexcrític.nome marcosRelatór reflexcrític.nome marcos
Relatór reflexcrític.nome marcosMarcos Pereira
 
Martasaaraiva ppe_l2015
Martasaaraiva ppe_l2015Martasaaraiva ppe_l2015
Martasaaraiva ppe_l2015Marta Saraiva
 
Tecnologia e Educação
Tecnologia e EducaçãoTecnologia e Educação
Tecnologia e EducaçãoMônix Sousa
 
Socialização ava na_escola_pública
Socialização ava na_escola_públicaSocialização ava na_escola_pública
Socialização ava na_escola_públicaAmorim Albert
 
Apresentação portfólio 2012 2º semestre by delziene perdoncini
Apresentação portfólio 2012 2º semestre by delziene perdonciniApresentação portfólio 2012 2º semestre by delziene perdoncini
Apresentação portfólio 2012 2º semestre by delziene perdonciniDelziene Jesus
 
Webfolio_Oficina_Laifi_analu
Webfolio_Oficina_Laifi_analuWebfolio_Oficina_Laifi_analu
Webfolio_Oficina_Laifi_analuAnalu Santo
 
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de ComunicaçãoTarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de ComunicaçãoPrefeitura Municipal
 
Relatório de Reflexão Crítica - Vera Oliveira
Relatório de Reflexão Crítica - Vera OliveiraRelatório de Reflexão Crítica - Vera Oliveira
Relatório de Reflexão Crítica - Vera OliveiraVera Oliveira
 
Programa Aprender em Parceria - saiba mais
Programa Aprender em Parceria - saiba maisPrograma Aprender em Parceria - saiba mais
Programa Aprender em Parceria - saiba maisInstituto Crescer
 

Semelhante a Webfolio: Oficina professores: A aprendizagem colaborativa e os grupos de discussão (20)

Projeto oficina
Projeto oficinaProjeto oficina
Projeto oficina
 
reflexão final processos.docx
reflexão final processos.docxreflexão final processos.docx
reflexão final processos.docx
 
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin CieloSão João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
 
Redes
RedesRedes
Redes
 
Relatór reflexcrític.nome marcos
Relatór reflexcrític.nome marcosRelatór reflexcrític.nome marcos
Relatór reflexcrític.nome marcos
 
Martasaaraiva ppe_l2015
Martasaaraiva ppe_l2015Martasaaraiva ppe_l2015
Martasaaraiva ppe_l2015
 
WebQuest
WebQuestWebQuest
WebQuest
 
WebQuest
WebQuestWebQuest
WebQuest
 
Tecnologia e Educação
Tecnologia e EducaçãoTecnologia e Educação
Tecnologia e Educação
 
Socialização ava na_escola_pública
Socialização ava na_escola_públicaSocialização ava na_escola_pública
Socialização ava na_escola_pública
 
Apresentação portfólio 2012 2º semestre by delziene perdoncini
Apresentação portfólio 2012 2º semestre by delziene perdonciniApresentação portfólio 2012 2º semestre by delziene perdoncini
Apresentação portfólio 2012 2º semestre by delziene perdoncini
 
Educação e sociedade da informação
Educação e sociedade da informaçãoEducação e sociedade da informação
Educação e sociedade da informação
 
Webfolio_Oficina_Laifi_analu
Webfolio_Oficina_Laifi_analuWebfolio_Oficina_Laifi_analu
Webfolio_Oficina_Laifi_analu
 
Unidade 3
Unidade 3Unidade 3
Unidade 3
 
Apresentaçãocurso
ApresentaçãocursoApresentaçãocurso
Apresentaçãocurso
 
Projeto blog
Projeto blogProjeto blog
Projeto blog
 
Blog da História
Blog da HistóriaBlog da História
Blog da História
 
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de ComunicaçãoTarefa da 4ª  semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
Tarefa da 4ª semana - Conteúdo: Ambientes Virtuais e Mídias de Comunicação
 
Relatório de Reflexão Crítica - Vera Oliveira
Relatório de Reflexão Crítica - Vera OliveiraRelatório de Reflexão Crítica - Vera Oliveira
Relatório de Reflexão Crítica - Vera Oliveira
 
Programa Aprender em Parceria - saiba mais
Programa Aprender em Parceria - saiba maisPrograma Aprender em Parceria - saiba mais
Programa Aprender em Parceria - saiba mais
 

Último

Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 

Último (20)

Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 

Webfolio: Oficina professores: A aprendizagem colaborativa e os grupos de discussão

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL Curso Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) no Contexto da Aprendizagem e Avaliação OUTUBRO/2013
  • 2. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL Módulo VIII: Teoria em ação por meio do AVA e Web 2.0 Mediador pedagógico:Neiva Valadares. Nome: Renata Ribeiro Costa Castanho. OUTUBRO/2013
  • 3. PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE SEMED – SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DITEC- DIVISÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL ESCOLA MUNICIPAL PROFª MARINA COUTO FORTES OFICINA PROFESSORES A APRENDIZAGEM COLABORATIVA NA WEB 2.0 E OS GRUPOS DE DISCUSSÃO.
  • 4. Neste trabalho apresenta-se a contribuição das ferramentas da WEB 2.0 para a aprendizagem escolar, com docentes da Escola Municipal Professora Marina Couto Fortes em Campo Grande – MS. Este foi desenvolvido como parte integrante do curso AVA. Nota-se a necessidade de implementar a Internet não apenas para pesquisas, apreciação de vídeos entre outros, mas como ambiente de aprendizagem colaborativa tornando o estudante autônomo em sua construção do conhecimento. Devido a isso, foi criado um grupo de discussão no site www.grupos.com.br para esta oficina no qual é possível realizar discussões sobre quaisquer assuntos. Nesta tratou-se sobre ambientes virtuais de aprendizagem por meio de vídeos e texto e, posteriormente, elaboração de um planejamento para sua respectiva turma e disciplina, utilizando a ferramenta apresentada na oficina. Esta teve como objetivo aprimorar o processo de ensino-aprendizagem, por meio da interação e colaboração entre professor-aluno e alunos-alunos e da integração de ferramentas da WEB 2.0 ao contexto escolar. Observa-se que estas listas de discussões por meio dos grupos on line, potencializam o processo pedagógico, visto que proporcionam benefícios para os envolvidos não apenas na aprendizagem, mas também em seu comportamento social enquanto cidadão.
  • 5. Para realização deste trabalho, utilizou-se uma ferramenta disponível na Internet denominada e-groups para a produção colaborativa na disciplina de Matemática. Esta encontra-se em diversos sites da Internet. O utilizado nesta foi o www.grupos.com.br, devido ao fácil manuseio, facilidade de acesso e opções em termos de trabalhos com listas privadas e pelo envio de convite via e-mail para participar do grupo. Os sujeitos da oficina foram dez professores que trabalham nos períodos matutino e vespertino, e ainda, contando com o auxílio do CSPTEC do período matutino Marcos Ribeiro. Com base nos resultados da pesquisa anteriormente realizada, foi organizado este trabalho com os professores, ao final do período de aulas, no horário das 17: 20 h às 21: 20 h no dia 31 de outubro de 2013, com objetivo de familiarizálos com as ferramentas disponíveis da WEB 2.0 para um trabalho colaborativo em rede, a partir de um tema e instruí-los de como fazer parte de uma lista de discussão, motivando-os para a troca de informação e comunicação entre professores. Evidenciou-se que os docentes têm acesso a Internet fora do ambiente escolar, porém nem todos sabiam o que é uma lista ou grupo de discussão ou como participar de um. Conheciam como parte desta WEB 2.0 os recursos de redes sociais onde é possível postar arquivos, fotos, vídeos, comentários e outros. Partindo deste conhecimento prévio, explicou-se para ao grupo o que são estes grupos de discussão, de como se participa de um, qual o objetivo de formar estes grupos no ambiente escolar e instruí-los quanto ao uso ético e correto destas ferramentas.
  • 6. Percebeu-se interesse e animação pela possibilidade da participação neste grupo como uma experiência nova e enriquecedora. Os questionamentos começaram a surgir desde os procedimentos com a ferramenta até quais conteúdos seriam estudados. Foi criado um grupo,dentro do site grupos.com.br, denominado Oficina Professores A APRENDIZAGEM COLABORATIVA NA WEB 2.0 E OS GRUPOS DE DISCUSSÃO, no qual fui mediadora. DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES Devido ao tempo da oficina, os professores fizeram, anteriormente, uma pequena inscrição na qual me enviaram um e-mail com nome e endereço e-mail disponível para poder enviar convite para participação no grupo e cada um fazer seu cadastro, bem como o texto e os vídeos a serem utilizados. As duas primeiras horas foram destinadas à criação do perfil do usuário dentro do grupo, postagem da mensagem de boas vindas no campo MURAL, leitura e discussão do texto: Novas tecnologias na sala de aula: melhoria do ensino ou inovação conservadora? ( Paulo Gileno Cysneiros), visualização dos vídeos e em seguida fizemos as discussões. Devido a extensão do texto, foi utilizado apenas partes do texto, que foram impressos e entregues aos professores no dia da oficina. . Foram oportunizados momentos nos quais foram feitas orientações sobre a linguagem adequada para este trabalho, bem como para que não acontecesse plágio de informações e para realizarem pesquisa em sites confiáveis.
  • 7. A todo momento, era mostrado no projetor exatamente o caminho que deveria ser feito para a compreensão do manuseio dentro do site. Os vídeos utilizados foram os que seguem nos links abaixo: http://www.youtube.com/watch?v=hYd5bXNzwUM Ambiente Virtual de Aprendizagem http://www.youtube.com/watch?v=cmjB4XRQuaM O que é AVA? Após, discutimos a ferramenta em si: O que é e-groups?, Como utilizar a ferramenta?, Quais recursos oferece?, bem como outros questionamentos que apareceram. As duas últimas horas foram para discutir os conteúdos abordados anteriormente na oficina. Discutimos com os colegas o conteúdo abordado na leitura e no vídeo e postaram seus comentários no campo mensagens. Propomos e orientamos a atividade do planejamento na qual os professores terão que elaborar um plano de aula para sua respectiva turma e disciplina, utilizando a ferramenta do e-groups e farão a postagem deste no recurso disco virtual para apreciação dos colegas. Após todas essas etapas, fizemos a a avaliação da oficina no blog do grupo.
  • 8. CONSIDERAÇÕES FINAIS De modo geral, o trabalho foi produtivo mostrando que os profissionais estavam vinculados pelas atividades conseguindo parceria entre eles. Além disso, notou-se maior motivação, animação e curiosidade por parte de alguns em relação à união e empenho na realização das atividades propostas. Alguns postaram fotos e imagens no seu perfil. Percebeu-se o aumento de interesse e comunicação com os colegas e outras contribuições foram observadas como a colaboração entre os envolvidos, o trabalho em equipe, palavras de incentivo e motivação, alerta aos colegas do cumprimento das tarefas. Além disso, passaram a selecionar melhor os sites de pesquisas de forma a ter como ponto de partida apenas sites confiáveis. Esse tipo de trabalho se mostrou motivador, educativo e lúdico à medida que os membros do grupo colaboraram e cooperaram entre si. O desenvolvimento destas atividades mediadas pelos e-groups contribuiu para a aprendizagem colaborativa, onde todos incentivaram e construíram seu conhecimento, proporcionando mudanças significativas no comportamento dos docentes. A produção colaborativa trouxe informações, incentivos, curiosidades e interesse, trazendo sentido, rapidez e interatividade para a sua prática pedagógica.
  • 9. Acredita-se que o docente deve propor problemas para que os estudantes em grupo os analisem, interpretem, discutam e produzam possíveis soluções. Logo, para dar continuidade ao trabalho com os demais profissionais, deve-se buscar parceria entre os docentes que atuam no referido período de Ensino, publicando atividades referentes às diferentes disciplinas de maneira interdisciplinar. No entanto, para que isso ocorra, o professor tem que ser um constante pesquisador e usar a criatividade para deixar os alunos interessados em aprender, partindo do princípio que a Educação na Era Digital é colaborativa, compartilhada e interage com os estudantes de forma que não mais se interessam por saberes sem sentido ou sem utilidade para a própria vida. Portanto, os e- groups são um ótimo recurso didático e que integrado às atividades escolares viabiliza interação e colaboração sobre um determinado assunto produzindo, desta forma, conhecimento e potencializando o processo ensino-aprendizagem.
  • 10. A vida deve ser uma constante educação. Gustave Flaubert
  • 11. O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele. Immanuel Kant
  • 12. A educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida. John Dewey
  • 13. Educação é aquilo que fica depois que você esquece o que a escola ensinou. Albert Einstein
  • 14. Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota. Madre Teresa de Calcutá