Introdução das TIC's na Escola

821 visualizações

Publicada em

Introdução das TIC's na Escola

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
821
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
531
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução das TIC's na Escola

  1. 1. Introdução das TIC’s na EscolaMinistrante: Profª Regiane Valéria Monteiro
  2. 2. Apresentação das Atividades do Curso de Formação de Professores em Informática Educativa
  3. 3. Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC’s
  4. 4. Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC’s
  5. 5. Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC’s
  6. 6. As TIC’s na Escola•Sociedade do conhecimento e da tecnologia - repensar o papel da escolaem questões específicas relacionadas ao ensino e à aprendizagem. Oensino que privilegia a memorização de definições, fatos organizados deforma fragmentada e de soluções padronizadas, não atende às exigênciasdo novo paradigma expressivo nessa sociedade.•A tecnologia um elemento bastante expressivo – permitie ao professorintegrá-la à prática pedagógica. Os recursos pedagógicos da internet, apesquisa, a comunicação e a representação podem perfeitamente serutilizados de forma articulada com outras áreas do conhecimento. (PRADO,2009).
  7. 7. As TIC’s na Escola•Possibilidade de trabalhar com atividades diversas, vídeos, jogoseducativos, objetos de aprendizagem e demais recursos encontrados emrepositórios de atividades como o Portal do Professor, Slideshare,WebQuest, Banco Internacional de Objetos Educacionais, You Tube, ZonaClic e outros.
  8. 8. As TIC’s na Escola
  9. 9. A importância da Sala de Informática e suas funções pedagógicas•A interação que se estabelece no ambiente de aprendizagem emprega ocomputador como forma de propiciar o desenvolvimento da autonomia ecriatividade, construção do conhecimento.•O computador incentiva a criança a descobrir novas maneiras deaprendizagem. O teclado por exemplo desenvolve habilidades de digitação,diminuindo assim dificuldades na escrita das palavras e desenvolvendo alocomoção motora.
  10. 10. A importância da Sala de Informática e suas funções pedagógicas•A sala de informática, pelas características de suas ferramentas, deve sera grande articuladora do conhecimento que permeia o trabalho educativoda escola atual. Assim poder articular e selecionar informaçõessignificativas para a compreensão de situações problemas e/ou paraimplementação de projetos educacionais.
  11. 11. O papel do professor da Sala de Informática e sua atuação pedagógica•O trabalho do professor de sala de informática deve ocorrer em parceriacom o professor regente e envolver diretamente os alunos em atividades eprojetos em que lhes seja oportunizado utilizar as ferramentas disponíveis eapropriadas para o desenvolvimento das ações. E estas, por sua vez,devem estar articuladas ao currículo escolar e levar em consideração queas propostas de trabalho devem estar fundamentadas em bases teóricasque permeiam o Projeto Político Pedagógico da Escola.
  12. 12. O envolvimento dos professores nas atividades na sala de informática•É fundamental que o professor regente participe do planejamento edesenvolvimento das ações a serem desenvolvidas na sala de informática.•O NIED orienta para que as escolas organizem os horários de acesso àsala de informática fora do Horário Pedagógico (HP) do professor regente.•A escola, necessariamente, precisa reestruturar seus horários no sentidode desvincular o atendimento da sala de informática da HP dosprofessores, o que já foi conseguido nas demais escolas da rede municipal.
  13. 13. Seja diferente, faça diferente... Os obstáculos sempre vão existir.
  14. 14. Nunca perca a esperança,seja sempre um guerreiro...
  15. 15. Você pode fazer a diferença na vida de alguém...
  16. 16. Aprendendo e inovando"O aprender se concentra em dois pilares: a própria pessoa, como agente, e a escola, como lugar de crescimento profissional permanente“ (Antonio Nóvoa)

×