1. O PROCESSO DA AVALIAÇÃO<br />2. BOAS PRÁTICAS DA AVALIAÇÃO<br />3. GRELHAS DE AVALIAÇÃO<br />4. O RELATÓRIO DO REVISOR<...
6. NOVAS TENDÊNCIAS<br />CRÍTICAS À AVALIAÇÃO PELOS PARES:<br /><ul><li>Introduz atrasos excessivos
Nem sempre detecta negligência e más condutas (falsificação, plágio, encobrimento de conflitos de interesses)
É prejudicada pela parcialidade dos revisores
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

6. Novas Tendências

542 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
542
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

6. Novas Tendências

  1. 1. 1. O PROCESSO DA AVALIAÇÃO<br />2. BOAS PRÁTICAS DA AVALIAÇÃO<br />3. GRELHAS DE AVALIAÇÃO<br />4. O RELATÓRIO DO REVISOR<br />5. TIPOS DE ARTIGOS<br />6. NOVAS TENDÊNCIAS<br />
  2. 2. 6. NOVAS TENDÊNCIAS<br />CRÍTICAS À AVALIAÇÃO PELOS PARES:<br /><ul><li>Introduz atrasos excessivos
  3. 3. Nem sempre detecta negligência e más condutas (falsificação, plágio, encobrimento de conflitos de interesses)
  4. 4. É prejudicada pela parcialidade dos revisores
  5. 5. Pode ser subjectiva e incoerente
  6. 6. Incentiva conservadorismo e reprime inovação
  7. 7. Prejudica investigação interdisciplinar
  8. 8. Sobrecarrega os avaliadores (muitas submissões de má qualidade)</li></li></ul><li>6. NOVAS TENDÊNCIAS<br />EMERGÊNCIA DA “SCHOLARSHIP 2.0”:<br /><ul><li>Circulação dos artigos on-line, em pré-versões, antes da publicação formal, para recolha aberta dos comentários de uma população alargada de investigadores (Exemplo: arXiv)
  9. 9. Avaliações pós-publicação, eventualmente complementadas com comentários informais em blogs, redes sociais e plataformas de recomendação (recommender systems), quer sociais, quer algorítmicas.
  10. 10. Avaliação mista: formal, expedita mas rigorosa na pré-publicação, seguida, na pós-publicação, por avaliações formais ou informais com base em comentários e/ou classificações
  11. 11. Recurso a variantes de crowdsourcing e contagens de downloads em vez de avaliações formais pelos pares.</li></li></ul><li>Avaliação de Artigos Científicos<br />FIM<br />UNIVERSIDADE DE AVEIRO - 20 de Maio de 2011<br />Seminários de Investigação em Didáctica<br />Programa Doutoral em Didáctica e Formação<br />

×