Congresso ISWA dá início às discussões sobre reciclagem 
inclusiva 
 A Iniciativa Regional para a Reciclagem Inclusiva (I...
Durante o Congresso intitulado "(Re) Descobrindo um Mundo Novo: soluções sustentáveis para 
um futuro saudável", a comunid...
Segundo Peter Cohen, especialista social / consultor do BID, a categoria “trabalhista” de catador é 
diferente de todas as...
 Seu principal objetivo é contribuir para a sustentabilidade econômica dos recicladores e 
suas famílias, através de uma ...
que se destina a apoiar as cooperativas brasileiras para permitir a sua introdução no 
mercado de gestão de resíduos no Br...
 Melhorar as deficiências identificadas em relação ao campo comercial e traz necessário 
para a criação de uma identidade...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Congresso ISWA dá início às discussões sobre reciclagem inclusiva

263 visualizações

Publicada em

A Iniciativa Regional para Reciclagem Inclusiva (IRR) participa, pela primeira vez, do Congresso Mundial da Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA), que está sendo realizada em São Paulo. A presença da IRR na maior conferência mundial sobre a gestão de resíduos revela o aumento de políticas de inclusão dos recicladores / catadores nos sistemas de gestão de resíduos em todo o mundo.

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
263
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Congresso ISWA dá início às discussões sobre reciclagem inclusiva

  1. 1. Congresso ISWA dá início às discussões sobre reciclagem inclusiva  A Iniciativa Regional para a Reciclagem Inclusiva (IRR) participa, pela primeira vez, do Congresso Mundial da Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA), que está sendo realizada em São Paulo (de 8 a 11 setembro).  ISWA dirige um olhar para a reciclagem inclusiva, dedicando um painel de debates para a Iniciativa Regional para a Reciclagem Inclusiva.  A IRR contou com a presença de diversos especialistas em reciclagem, tais como Ricardo Valencia, Diretor Estratégico da IRR; Peter Cohen, Especialista Social / Consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); e Severino Lima, representante do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR).  Durante o painel foi debatida a mudança de paradigma na gestão de resíduos na América Latina, com destaque para o aumento das políticas de reciclagem inclusiva em todas as áreas e setores.  Há mais de 4 milhões de recicladores / catadores informais na América Latina e no Caribe. São Paulo, 11 de setembro de 2014. A Iniciativa Regional para Reciclagem Inclusiva (IRR) participa, pela primeira vez, do Congresso Mundial da Associação Internacional de Resíduos Sólidos (ISWA), que está sendo realizada em São Paulo. A presença da IRR na maior conferência mundial sobre a gestão de resíduos revela o aumento de políticas de inclusão dos recicladores / catadores nos sistemas de gestão de resíduos em todo o mundo.
  2. 2. Durante o Congresso intitulado "(Re) Descobrindo um Mundo Novo: soluções sustentáveis para um futuro saudável", a comunidade internacional do setor de reciclagem discute ideias, integra soluções e desenvolve uma visão comum para um futuro sustentável por meio de exposições científicas e fóruns com os principais especialistas do mundo na área. Estas soluções incluem a voz dos recicladores / catadores informais na América Latina e Caribe, e as políticas de reciclagem inclusiva. 2 Participação da IRR no Congresso Mundial ISWA Durante o painel sobre reciclagem inclusiva, além de Ricardo, Peter e Severino, participaram diferentes especialistas sobre o tema, como Antonis Mavropoulos, responsável pelo desenvolvimento do ISWA; Mateus Mendonça, representante da consultoria de projetos sociais Giral; e o artista Thiago Mundano, criador do projeto Pimp My Carroça. O tema central da discussão foi a mudança de paradigma que está ocorrendo na América Latina e no Caribe em termos da importância das políticas de reciclagem inclusiva, tanto por parte do setor público, com o aumento do investimento por parte de vários governos da região, quanto por iniciativa do setor privado, com as empresas e associações cada vez mais interessadas em incluir os recicladores em seus planos de gestão de resíduos. De acordo com Severino Lima, representante do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), todo reciclador tinha vergonha de dizer que era catador de lixo. “Temos enfrentado muitos desafios para conscientizar a população sobre a importância dos recicladores. Não é uma luta fácil. Os recicladores merecem ser tratados como protagonistas na sociedade, não como coadjuvantes”, defende, reforçando que é papel de todo cidadão contribuir com a reciclagem, não apenas esperando o reciclador passar para entregar os materiais recicláveis a ele, mas, sim, levando os recicláveis às cooperativas mais próximas de sua casa ou trabalho. Para Ricardo Valencia, diretor estratégico da IRR, os recicladores são vistos como pertencentes à economia informal, mas como se estivessem à margem da sociedade. “São os recicladores que subsidiam os custos que deveriam ser pagos por outros setores da sociedade. Imagine que ao coletar uma tonelada de materiais recicláveis, eles só recebem cerca de R$ 100,00. Esse sistema precisa ser revisto”, afirma.
  3. 3. Segundo Peter Cohen, especialista social / consultor do BID, a categoria “trabalhista” de catador é diferente de todas as outras. “Eles são trabalhadores, mas não são vistos como tal. Temos que mudar a forma como isso é pensado socialmente no mundo. Para isso, trocar experiências é fundamental, tanto entre os recicladores quanto entre as associações e governos”, conclui. Sobre a participação da IRR no Congresso Mundial da ISWA, Ricardo Valencia, Diretor Estratégico da Iniciativa Regional para a Reciclagem Inclusiva (IRR) destaca que: "A IRR procura trabalhar com os recicladores, governos nacionais e municipais, e o setor privado. O objetivo é integrar os recicladores da América Latina e Caribe ao mercado formal de reciclagem e melhorar a sua situação econômica e social, razão pela qual a visibilidade desses projetos em um fórum tão importante como o Congresso Mundial ISWA é fundamental". A Iniciativa Regional para a Reciclagem Inclusiva (IRR) é um projeto que foi lançado em 2011 pelo Fundo Multilateral de Investimentos (Fumin) , a Divisão de Água e Saneamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a Fundação Avina, Coca-Cola Company e da Rede Latino-Americana de Catadores, Red Lacre, a fim de promover a integração dos catadores informais na América Latina e no Caribe ao mercado formal de reciclagem. 3 Para saber mais, visite: www.reciclajeinclusivo.org Ou siga Reciclaje-Inclusivo @IRR_Reciclaje INICIATIVA REGIONAL PARA A RECICLAGEM INCLUSIVA (IRR) NO BRASIL Principais Projetos Projeto CataAção  Modelo de intervenção socioeconômico local, realizado entre as ações de integração social e organização produtiva.
  4. 4.  Seu principal objetivo é contribuir para a sustentabilidade econômica dos recicladores e suas famílias, através de uma melhor integração com a cadeia de produção, para, deste modo, fortalecer os laços comunitários de opções solidárias.  Até agora, foi realizado em nove cidades (Natal, Recife, Salvador, Brasília, Manaus, 4 Aracaju, Abreu e Lima, Londrina e São Paulo).  Os resultados do projeto incluem a criação e o fortalecimento de seis redes de comercialização de materiais recicláveis, envolvendo 55 de cooperativas de reciclagem em Brasília, Aracaju, Salvador, Recife, Natal e Londrina.  Atualmente, o projeto está em processo de sistematização e disseminação de lições aprendidas. Projeto de Minais Gerais  Através do projeto “Apoio em sistemas de separação” em 11 municípios de Minas Gerais, a IRR tem trabalhado para melhorar o rendimento e oportunidades de emprego por intermédio de um programa coletivo. Isso começou a ser feito por meio de uma parceria com a organização WIEGO (Mulheres no Trabalho Informal: Globalizando e Organizando), e um workshop para empresas de reciclagem profissional.  Este programa destina-se a desenvolver e / ou consolidar sistemas de coleta na fonte, nos municípios de Araxá, Itaúna, João Monlevade, Juiz de Fora, Sete Lagoas, Pirapora, Mariana, Ouro Preto, Contagem, Paracatu e Unaí. Projeto Passo Certo  Atualmente, a IRR está trabalhando em uma ferramenta interativa chamada Passo Certo,
  5. 5. que se destina a apoiar as cooperativas brasileiras para permitir a sua introdução no mercado de gestão de resíduos no Brasil. • Passo Certo procura fornecer informações rápidas e objetivas sobre o "passo a passo" que deve ser seguido pelas cooperativas de reciclagem, para comercializar de forma eficaz os serviços de coleta, transporte, gestão e eliminação de resíduos. • Orienta-se que este "passo a passo" seja executado em conjunto com as empresas que precisam gerenciar seus resíduos, garantindo a correta destinação final. • É composto por 7 passos: Contextualização, autodiagnóstico, Legalização Jurídica, Organização Interna, Conexões com rede e mercados, Vendas e Marketing, e Certificações. 5 Principais objetivos  Concientizar os recicladores sobre a possibilidade de transformar suas cooperativas em organizações prestadoras de serviços ambientais remunerados.  Ajudar para que os recicladores conheçam os pontos fortes e fracos de suas cooperativas, para assim serem percebidas pelos clientes potenciais como credíveis e profissionais.  Melhorar os pontos fracos identificados em relação à legalização jurídica das cooperativas que fornecem ferramentas para o seu cumprimento.  Melhorar os pontos fracos identificados em relação à organização interna das cooperativas por meio do conhecimento e uso de várias ferramentas para a gestão interna, aproveitando as sinergias entre eles.  Melhorar as deficiências identificadas em relação às conexões com os membros das cooperativas participantes do mercado em que pretende entrar (outras cooperativas, órgãos governamentais, clientes, parceiros, etc) para garantir a sustentabilidade do negócio.
  6. 6.  Melhorar as deficiências identificadas em relação ao campo comercial e traz necessário para a criação de uma identidade comercial e visual da nova organização, garantindo o sucesso em ferramentas de acesso do cliente.  Partir de uma associação com nome, identidade, legalizada, reforçada internamente, com uma rede de mercado, reforçar a sua competitividade no mercado de ferramentas de suporte para obter as certificações relevantes e uma estratégia sólida. 6 Apoio a Expocatadores 2012 e 2013 • A IRR participou em 2012 e 2013 da Expocatadores, um dos mais importantes eventos do setor no Brasil. • Expocatadores é um evento focado na troca de experiências, disseminação de conhecimentos e tecnologias para a gestão eficiente dos resíduos sólidos. • Os participantes são representantes de reciclagem no Brasil, América Latina e Caribe, Ásia e Europa. • Em 2013, a IRR participou dos seguintes painéis: o Gênero e Diversidade Sexual no Universo da Catação - quando foi apresentada a publicação da IRR “Gênero e Reciclagem: Ferramentas para o Desenho e Implementação de Projetos”. o Encerramento dos lixões e inclusão dos catadores - Construindo Ferramentas para Inclusão e Garantia dos Direitos – cujo conteúdo faz parte da publicação da IRR "Desenvolvimento de Planos de Inclusão para Recicladores Informais: Um Guia Operacional". INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA Cristiane Santos csantos@llorenteycuenca.com / (11) 3587-1226

×