SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
Consulte a Tabela Periódica, tabelas de constantes e formulários sempre que necessário e salvo indicação em contrário.
1. Observe as representações de várias estruturas, nas quais estão indicadas as respetivas dimensões.
a) Indique o nome da estrutura de menor tamanho.
b) A altura de uma criança de 40 cm pode representar-se por:
(A) 4000 m.
(B) 400 m.
(C) 4,0 m.
(D) 0,40 m.
c) Um micrómetro (1 μm) é a milésima parte do milímetro o que significa que o tamanho de um
glóbulo vermelho é:
(A) 0,7 mm. (B) 0,07 mm. (C) 0,007 mm. (D) 0,0007 mm.
d) Sobre o Sol e a Terra podemos afirmar que um diâmetro:
(A) solar, 1 400 000 km, está mais próximo de dez milhões de quilómetros do que de um
milhão de quilómetros.
(B) solar, 1 400 000 km, está mais próximo de um milhão de quilómetros do que de dez milhões
de quilómetros.
(C) terrestre, 12 700 km, está mais próximo de dez mil quilómetros do que de doze mil
quilómetros.
(D) terrestre, 12 700 km, está mais próximo de doze mil quilómetros do que de treze mil
quilómetros.
e) O tamanho do óvulo humano está mais próximo de qual dos seguintes valores?
(A) 100
μm.
(B) 101
μm.
(C) 102
μm.
(D) 103
μm.
f) Indique a ordem de grandeza expressa em metros, do diâmetro da Terra, da célula da pele e do átomo
de berílio.
NOME ___________________________________________________ Turma______ Número______
Ficha 1 – Massa e tamanho dos átomos
Domínio 1: Elementos químicos e sua organização
1400000 km
Sol
12700 km
Terra
Terra
Sol
40 a 170 cm
Ser humano
Terra
Terra
Sol
35 μm
Óvulo
Ser humano
Terra
Terra
Sol
7 μm
Célula da pele
Óvulo
Ser humano
Terra
Terra
Sol
134 pm
Glóbulo
vermelho
Célula da pele
Óvulo
Ser humano
Terra
Terra
Sol
120 μm
Átomo
de berílio
Célula da pele
Óvulo
Ser humano
Terra
Terra
Sol
2. Indique o número de protões, neutrões e eletrões:
a) em Ne, S e Al .
b) em 63
Cu e na prata-107.
c) no isótopo mais abundante do titânio, da figura.
d) indique a posição relativa dos protões, neutrões e eletrões num átomo ou num ião.
3. Observe a imagem obtida por STM (Scanning
Tunneling Microscope), uma técnica de micros-
copia aplicada à escala atómica, para um cristal
do cloreto de sódio.
a) Determine, em unidade SI, o valor
aproximado do raio iónico do ião cloreto.
b) O raio iónico do ião cloreto, obtido através de
mapas de densidade eletrónica de elevada
resolução, é 1,64 Å. Compare com o
resultado obtido em a) com referência às
respetivas ordens de grandeza.
4. A figura permite fazer uma ideia da pequenez das
unidades estruturais, átomos e moléculas.
Em 18 g de água existem 602 300 000 000 000 000 000 000 moléculas de água e, como se
compreende, não é prático escrever o número de moléculas desta forma.
a) Indique qual é o número de moléculas de
água que existe em 36 g de água.
b) A massa de uma molécula de estearina é:
(A)
6,023
890 × 1023 g (B)
, ×
g
(C)
×
,
g (D)
890
6,023 × 1023 g
c) Um átomo de mercúrio é mais:
(A) leve que uma molécula de água e mais pesado que uma molécula de sacarose.
(B) leve que uma molécula de água e que uma molécula de sacarose.
(C) pesado que uma molécula de água e mais leve que uma molécula de sacarose.
(D) pesado que uma molécula de água e que uma molécula de sacarose.
Isótopos
e abundância
relativa
d) Determine o número de átomos que existe em 36 g de água.
e) Indique a massa atómica relativa do mercúrio e relacione-a com a duodécima parte da massa
do átomo de carbono-12.
5. Na tabela encontram-se informações sobre o silício.
Isótopo Massa isotópica Abundância relativa/Fração
30
Si 29,973770 0,03092
29
Si 28,976495 0,04685
28
Si 27,976927 0,92223
a) Determine a massa atómica relativa média do silício.
Apresente o resultado com cinco algarismos significativos.
b) O valor da massa atómica relativa média para o silício é apresentado na Tabela Periódica no
formato 28,084; 28,086. Tal significa que é válida a expressão:
(A) Ar(Si)  28,084.
(B) Ar(Si)  28,086.
(C) 28,084  Ar(Si)  28,086.
(D) 28,084  Ar(Si)  28,086.
c) Relacione o resultado obtido em a) com a informação dada em b).
d) Interprete a proximidade do valor da massa atómica relativa do silício com o valor da massa
isotópica do Si-28.
6. Determine a quantidade (número de moles) de átomos que existem em 23,04 g etanol, C2H6O.
7. Identifique, pelo nome, a substância de fórmula química (Uu)2SO4 sabendo que a massa molar é
142,01 g/mol, e que Uu não representa o verdadeiro símbolo químico do elemento.
8. De 28,87 g de uma amostra de ar, 6,72 g são de oxigénio, O2. Considere que o ar da amostra é
constituído apenas por oxigénio e nitrogénio, N2.
a) Determine a fração molar de cada componente na amostra de ar.
b) Determine a fração mássica de cada componente na amostra de ar.
Ficha 1 – Massa e tamanho dos átomos
Domínio 1: Elementos químicos e sua organização
1. a) Átomo de berílio. b) (D) 0,40 m. c) (C) 0,007 mm.
d) (B) solar, 1 400 000 km, está mais próximo de um milhão de quilómetros que de dez milhões de
quilómetros.
e) (B) 101
μm. f) Diâmetro da Terra 107
m, célula da pele
10-5
m, átomo de Be 10-10
m.
2. a) Ne (10,12,10),
234
16 S (16, 18, 18) e
327
13 Al (13,14,10).
b) 29, 34 e 29 em 63
Cu e 47, 60 e 47 na prata-107.
c) 22, 26 e 22 no Ti-48.
d) Os protões e os neutrões no núcleo e os eletrões à volta deste.
3. a) Aproximadamente 2,0 x 10–10
m.
b) O valor obtido em a) é 1,21 vezes superior sendo da mesma ordem de grandeza que é 10-10
m.
4. a) 12,046 × 1023
moléculas. b) (C)
890 × 10–23
6,023
g
c) (C) pesado que uma molécula de água e mais leve que uma molécula de sacarose.
d) 3,614 x 1024
átomos.
e) 200,59. A massa dos átomos de mercúrio é, em média, 200,59 vezes superior à massa de 1/12 do
átomo de carbono-12.
5. a) 28,085. b) (D) 28,084  Ar(Si)  28,086.
c) O resultado obtido em a), 28,085, encontra-se no intervalo de valores possíveis para a massa atómica
relativa do Si,
28,084; 28,086.
d) A massa atómica relativa é mais próxima da massa do isótopo mais abundante, neste caso Si-28, pois
o seu valor resulta da média ponderada das massas isotópicas tendo maior contributo a massa do isótopo
mais abundante.
6. 4,5 mol.
7. Sulfato de sódio.
8. a) 0,21 e 0,79. b) 0,23 e 0,77.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Testes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºanoTestes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºanosandranascimento
 
Poesia Trovadoresca - Resumo
Poesia Trovadoresca - ResumoPoesia Trovadoresca - Resumo
Poesia Trovadoresca - ResumoGijasilvelitz 2
 
Orações coordenadas e subordinadas esquema
Orações coordenadas e subordinadas   esquemaOrações coordenadas e subordinadas   esquema
Orações coordenadas e subordinadas esquemaPaulo Portelada
 
caderno-de-apoio-ao-professor
caderno-de-apoio-ao-professorcaderno-de-apoio-ao-professor
caderno-de-apoio-ao-professoranamuges
 
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...Rosalina Simão Nunes
 
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)Mariana Monteiro
 
Caderno de apoio ao professor 10 f
Caderno de apoio ao professor 10 fCaderno de apoio ao professor 10 f
Caderno de apoio ao professor 10 fSilvia Couto
 
Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca Lurdes Augusto
 
Teste BG - Síntese Proteica
Teste BG - Síntese ProteicaTeste BG - Síntese Proteica
Teste BG - Síntese ProteicaJosé Luís Alves
 
Energia e Movimentos - 10ºano FQ A
Energia e Movimentos - 10ºano FQ AEnergia e Movimentos - 10ºano FQ A
Energia e Movimentos - 10ºano FQ Aadelinoqueiroz
 
livro filosofia soluções.pdf
livro filosofia soluções.pdflivro filosofia soluções.pdf
livro filosofia soluções.pdfInesVieiraAluno
 
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)Isaura Mourão
 
Bg 11 mitose (exercícios)
Bg 11   mitose (exercícios)Bg 11   mitose (exercícios)
Bg 11 mitose (exercícios)Nuno Correia
 
Biologia 10º Unidade inicial e Obtenção de matéria exercicios com solucoes
Biologia 10º Unidade inicial e Obtenção de matéria exercicios com solucoesBiologia 10º Unidade inicial e Obtenção de matéria exercicios com solucoes
Biologia 10º Unidade inicial e Obtenção de matéria exercicios com solucoesFernando Bação
 
Relatório experimental modelo
Relatório experimental modeloRelatório experimental modelo
Relatório experimental modeloAngela Boucinha
 

Mais procurados (20)

Medição quimica
Medição quimicaMedição quimica
Medição quimica
 
Testes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºanoTestes Intermédios 10ºano
Testes Intermédios 10ºano
 
Poesia Trovadoresca - Resumo
Poesia Trovadoresca - ResumoPoesia Trovadoresca - Resumo
Poesia Trovadoresca - Resumo
 
Orações coordenadas e subordinadas esquema
Orações coordenadas e subordinadas   esquemaOrações coordenadas e subordinadas   esquema
Orações coordenadas e subordinadas esquema
 
caderno-de-apoio-ao-professor
caderno-de-apoio-ao-professorcaderno-de-apoio-ao-professor
caderno-de-apoio-ao-professor
 
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
Orações subordinadas substantivas e adjetivas - Apresentação de conteúdos (SU...
 
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
Filosofia 10ºano 1ºperiodo (resumos)
 
Teste1
Teste1Teste1
Teste1
 
Caderno de apoio ao professor 10 f
Caderno de apoio ao professor 10 fCaderno de apoio ao professor 10 f
Caderno de apoio ao professor 10 f
 
Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca Literatura trovadoresca
Literatura trovadoresca
 
Teste BG - Síntese Proteica
Teste BG - Síntese ProteicaTeste BG - Síntese Proteica
Teste BG - Síntese Proteica
 
Energia e Movimentos - 10ºano FQ A
Energia e Movimentos - 10ºano FQ AEnergia e Movimentos - 10ºano FQ A
Energia e Movimentos - 10ºano FQ A
 
livro filosofia soluções.pdf
livro filosofia soluções.pdflivro filosofia soluções.pdf
livro filosofia soluções.pdf
 
Canto vii est 78_97
Canto vii est 78_97Canto vii est 78_97
Canto vii est 78_97
 
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
Teste de Avaliação nr. 1 (Biologia 10º)
 
Bg 11 mitose (exercícios)
Bg 11   mitose (exercícios)Bg 11   mitose (exercícios)
Bg 11 mitose (exercícios)
 
Nema11 manual res
Nema11 manual resNema11 manual res
Nema11 manual res
 
Biologia 10º Unidade inicial e Obtenção de matéria exercicios com solucoes
Biologia 10º Unidade inicial e Obtenção de matéria exercicios com solucoesBiologia 10º Unidade inicial e Obtenção de matéria exercicios com solucoes
Biologia 10º Unidade inicial e Obtenção de matéria exercicios com solucoes
 
Relatório experimental modelo
Relatório experimental modeloRelatório experimental modelo
Relatório experimental modelo
 
ae_bf10_qa_2.docx
ae_bf10_qa_2.docxae_bf10_qa_2.docx
ae_bf10_qa_2.docx
 

Semelhante a Ficha 1: massa e tamanho dos átomos

Semelhante a Ficha 1: massa e tamanho dos átomos (20)

Exam-865687.pdf
Exam-865687.pdfExam-865687.pdf
Exam-865687.pdf
 
Provas modelo exames fq
Provas modelo exames fqProvas modelo exames fq
Provas modelo exames fq
 
List2.doc
List2.docList2.doc
List2.doc
 
Química Geral Lista 01
Química Geral Lista 01Química Geral Lista 01
Química Geral Lista 01
 
cáculos com mol
cáculos com molcáculos com mol
cáculos com mol
 
mol, massa molar,etc
mol, massa molar,etcmol, massa molar,etc
mol, massa molar,etc
 
Lista de exercícios mol eepmac
Lista de exercícios mol eepmacLista de exercícios mol eepmac
Lista de exercícios mol eepmac
 
Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2
 
prova química geral
prova química geral prova química geral
prova química geral
 
Sólidos inscritos
Sólidos inscritosSólidos inscritos
Sólidos inscritos
 
Notação cientifica teoria 2013
Notação cientifica  teoria 2013Notação cientifica  teoria 2013
Notação cientifica teoria 2013
 
notação
notaçãonotação
notação
 
Exercicios ciencia dos metais
Exercicios   ciencia dos metaisExercicios   ciencia dos metais
Exercicios ciencia dos metais
 
1_2_dimensoes_à_escala_atómica.pdf
1_2_dimensoes_à_escala_atómica.pdf1_2_dimensoes_à_escala_atómica.pdf
1_2_dimensoes_à_escala_atómica.pdf
 
1 e 2 testes
1 e 2 testes1 e 2 testes
1 e 2 testes
 
02 estrutura introdução ciência materiais
02   estrutura introdução ciência materiais02   estrutura introdução ciência materiais
02 estrutura introdução ciência materiais
 
Trabalho de química 3° periodo
Trabalho de química 3° periodoTrabalho de química 3° periodo
Trabalho de química 3° periodo
 
Apoio 2ªsuplementar
Apoio 2ªsuplementarApoio 2ªsuplementar
Apoio 2ªsuplementar
 
Apoio 2ªsuplementar
Apoio 2ªsuplementarApoio 2ªsuplementar
Apoio 2ªsuplementar
 
05
0505
05
 

Mais de Raquel Antunes

Mais de Raquel Antunes (20)

Figuras e Sólidos geométricos
Figuras e Sólidos geométricosFiguras e Sólidos geométricos
Figuras e Sólidos geométricos
 
Tabela tpc
Tabela tpcTabela tpc
Tabela tpc
 
Tabela de avaliação
Tabela de avaliaçãoTabela de avaliação
Tabela de avaliação
 
Horário escolar saber+
Horário escolar saber+Horário escolar saber+
Horário escolar saber+
 
Casos Notáveis da multiplicação
Casos Notáveis da multiplicaçãoCasos Notáveis da multiplicação
Casos Notáveis da multiplicação
 
Lei do anulamento do produto
Lei do anulamento do produtoLei do anulamento do produto
Lei do anulamento do produto
 
Teste de avaliação
Teste de avaliação Teste de avaliação
Teste de avaliação
 
Mini-ficha_ funções
Mini-ficha_ funçõesMini-ficha_ funções
Mini-ficha_ funções
 
Monómio
MonómioMonómio
Monómio
 
Polinómio
PolinómioPolinómio
Polinómio
 
Teste de avaliação
Teste de avaliação Teste de avaliação
Teste de avaliação
 
Teste de avaliação
Teste de avaliação Teste de avaliação
Teste de avaliação
 
Mini-ficha_ Vetores
Mini-ficha_ VetoresMini-ficha_ Vetores
Mini-ficha_ Vetores
 
Mini-ficha_ Triângulo retângulo
Mini-ficha_ Triângulo retânguloMini-ficha_ Triângulo retângulo
Mini-ficha_ Triângulo retângulo
 
Mini-ficha_Segmentos orientados
Mini-ficha_Segmentos orientadosMini-ficha_Segmentos orientados
Mini-ficha_Segmentos orientados
 
Vetores
VetoresVetores
Vetores
 
Simetria
SimetriaSimetria
Simetria
 
Isometria
IsometriaIsometria
Isometria
 
Função linear
Função linearFunção linear
Função linear
 
Função afim
Função afimFunção afim
Função afim
 

Último

Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)Centro Jacques Delors
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoCelimaraTiski
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSPedro Luis Moraes
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaANNAPAULAAIRESDESOUZ
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................mariagrave
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxAntonioVieira539017
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 

Último (20)

Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de PlatãoQuestões sobre o Mito da Caverna de Platão
Questões sobre o Mito da Caverna de Platão
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOSINTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
INTRODUÇÃO DE METODOLOGIA PARA TRABALHIOS CIENTIFICOS
 
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da provaESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
ESPANHOL PARA O ENEM (2).pdf questões da prova
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................13_mch9_hormonal.pptx............................
13_mch9_hormonal.pptx............................
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptxRENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
RENASCIMENTO E HUMANISMO_QUIZ 7º ANO.pptx
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 

Ficha 1: massa e tamanho dos átomos

  • 1. Consulte a Tabela Periódica, tabelas de constantes e formulários sempre que necessário e salvo indicação em contrário. 1. Observe as representações de várias estruturas, nas quais estão indicadas as respetivas dimensões. a) Indique o nome da estrutura de menor tamanho. b) A altura de uma criança de 40 cm pode representar-se por: (A) 4000 m. (B) 400 m. (C) 4,0 m. (D) 0,40 m. c) Um micrómetro (1 μm) é a milésima parte do milímetro o que significa que o tamanho de um glóbulo vermelho é: (A) 0,7 mm. (B) 0,07 mm. (C) 0,007 mm. (D) 0,0007 mm. d) Sobre o Sol e a Terra podemos afirmar que um diâmetro: (A) solar, 1 400 000 km, está mais próximo de dez milhões de quilómetros do que de um milhão de quilómetros. (B) solar, 1 400 000 km, está mais próximo de um milhão de quilómetros do que de dez milhões de quilómetros. (C) terrestre, 12 700 km, está mais próximo de dez mil quilómetros do que de doze mil quilómetros. (D) terrestre, 12 700 km, está mais próximo de doze mil quilómetros do que de treze mil quilómetros. e) O tamanho do óvulo humano está mais próximo de qual dos seguintes valores? (A) 100 μm. (B) 101 μm. (C) 102 μm. (D) 103 μm. f) Indique a ordem de grandeza expressa em metros, do diâmetro da Terra, da célula da pele e do átomo de berílio. NOME ___________________________________________________ Turma______ Número______ Ficha 1 – Massa e tamanho dos átomos Domínio 1: Elementos químicos e sua organização 1400000 km Sol 12700 km Terra Terra Sol 40 a 170 cm Ser humano Terra Terra Sol 35 μm Óvulo Ser humano Terra Terra Sol 7 μm Célula da pele Óvulo Ser humano Terra Terra Sol 134 pm Glóbulo vermelho Célula da pele Óvulo Ser humano Terra Terra Sol 120 μm Átomo de berílio Célula da pele Óvulo Ser humano Terra Terra Sol
  • 2. 2. Indique o número de protões, neutrões e eletrões: a) em Ne, S e Al . b) em 63 Cu e na prata-107. c) no isótopo mais abundante do titânio, da figura. d) indique a posição relativa dos protões, neutrões e eletrões num átomo ou num ião. 3. Observe a imagem obtida por STM (Scanning Tunneling Microscope), uma técnica de micros- copia aplicada à escala atómica, para um cristal do cloreto de sódio. a) Determine, em unidade SI, o valor aproximado do raio iónico do ião cloreto. b) O raio iónico do ião cloreto, obtido através de mapas de densidade eletrónica de elevada resolução, é 1,64 Å. Compare com o resultado obtido em a) com referência às respetivas ordens de grandeza. 4. A figura permite fazer uma ideia da pequenez das unidades estruturais, átomos e moléculas. Em 18 g de água existem 602 300 000 000 000 000 000 000 moléculas de água e, como se compreende, não é prático escrever o número de moléculas desta forma. a) Indique qual é o número de moléculas de água que existe em 36 g de água. b) A massa de uma molécula de estearina é: (A) 6,023 890 × 1023 g (B) , × g (C) × , g (D) 890 6,023 × 1023 g c) Um átomo de mercúrio é mais: (A) leve que uma molécula de água e mais pesado que uma molécula de sacarose. (B) leve que uma molécula de água e que uma molécula de sacarose. (C) pesado que uma molécula de água e mais leve que uma molécula de sacarose. (D) pesado que uma molécula de água e que uma molécula de sacarose. Isótopos e abundância relativa
  • 3. d) Determine o número de átomos que existe em 36 g de água. e) Indique a massa atómica relativa do mercúrio e relacione-a com a duodécima parte da massa do átomo de carbono-12. 5. Na tabela encontram-se informações sobre o silício. Isótopo Massa isotópica Abundância relativa/Fração 30 Si 29,973770 0,03092 29 Si 28,976495 0,04685 28 Si 27,976927 0,92223 a) Determine a massa atómica relativa média do silício. Apresente o resultado com cinco algarismos significativos. b) O valor da massa atómica relativa média para o silício é apresentado na Tabela Periódica no formato 28,084; 28,086. Tal significa que é válida a expressão: (A) Ar(Si)  28,084. (B) Ar(Si)  28,086. (C) 28,084  Ar(Si)  28,086. (D) 28,084  Ar(Si)  28,086. c) Relacione o resultado obtido em a) com a informação dada em b). d) Interprete a proximidade do valor da massa atómica relativa do silício com o valor da massa isotópica do Si-28. 6. Determine a quantidade (número de moles) de átomos que existem em 23,04 g etanol, C2H6O. 7. Identifique, pelo nome, a substância de fórmula química (Uu)2SO4 sabendo que a massa molar é 142,01 g/mol, e que Uu não representa o verdadeiro símbolo químico do elemento. 8. De 28,87 g de uma amostra de ar, 6,72 g são de oxigénio, O2. Considere que o ar da amostra é constituído apenas por oxigénio e nitrogénio, N2. a) Determine a fração molar de cada componente na amostra de ar. b) Determine a fração mássica de cada componente na amostra de ar.
  • 4. Ficha 1 – Massa e tamanho dos átomos Domínio 1: Elementos químicos e sua organização 1. a) Átomo de berílio. b) (D) 0,40 m. c) (C) 0,007 mm. d) (B) solar, 1 400 000 km, está mais próximo de um milhão de quilómetros que de dez milhões de quilómetros. e) (B) 101 μm. f) Diâmetro da Terra 107 m, célula da pele 10-5 m, átomo de Be 10-10 m. 2. a) Ne (10,12,10), 234 16 S (16, 18, 18) e 327 13 Al (13,14,10). b) 29, 34 e 29 em 63 Cu e 47, 60 e 47 na prata-107. c) 22, 26 e 22 no Ti-48. d) Os protões e os neutrões no núcleo e os eletrões à volta deste. 3. a) Aproximadamente 2,0 x 10–10 m. b) O valor obtido em a) é 1,21 vezes superior sendo da mesma ordem de grandeza que é 10-10 m. 4. a) 12,046 × 1023 moléculas. b) (C) 890 × 10–23 6,023 g c) (C) pesado que uma molécula de água e mais leve que uma molécula de sacarose. d) 3,614 x 1024 átomos. e) 200,59. A massa dos átomos de mercúrio é, em média, 200,59 vezes superior à massa de 1/12 do átomo de carbono-12. 5. a) 28,085. b) (D) 28,084  Ar(Si)  28,086. c) O resultado obtido em a), 28,085, encontra-se no intervalo de valores possíveis para a massa atómica relativa do Si, 28,084; 28,086. d) A massa atómica relativa é mais próxima da massa do isótopo mais abundante, neste caso Si-28, pois o seu valor resulta da média ponderada das massas isotópicas tendo maior contributo a massa do isótopo mais abundante. 6. 4,5 mol. 7. Sulfato de sódio. 8. a) 0,21 e 0,79. b) 0,23 e 0,77.