SlideShare uma empresa Scribd logo

Análise formal de obras

Quais são os procedimentos semióticos que nos auxiliam a realizar uma análise profundo de uma obra de arte. Neste slide são apresentados estes elementos, porém sem a relação efetiva da análise, material reservado para um próximos slide.

1 de 12
Baixar para ler offline
Análise de uma obra artística á partir de seus 
elementos visuais 
Toda imagem se define por estruturas que estabelecem uma 
organização visual. Esta estrutura e organização exigem um 
estudo que mostra qual é a articulação do pensamento criativo. 
Ao formatar uma imagem através de elementos visuais, o artista 
busca o ajuste mais adequado ao seu objetivo. Após um primeiro 
esboço ou idéia o artista se propõe a uma reflexão à respeito de 
sua obra que permitirá à ele uma lapidação de sua idéia inicial. 
Não existe casualidade na produção artística, e muita vezes os 
acidentes inesperados acabam se integrando ao conjunto da obra 
pois de forma inesperada eles direcionam o interesse e os 
objetivos do artista.
Ao analisarmos uma obra ,precisamos saber primeiro sua origem. 
Precisamos saber informações sobre o artista, sua época, suas 
concepções de arte. Esta primeira premissa é que determinará quais 
foram os seus processos de escolha na realização de sua obra. 
Após esta primeira apresentação onde analisamos não só o artista , mas 
também os nossos motivos de interesse e desinteresse em relação à 
obra, partimos para uma análise estrutural da composição. 
Para isso analisamos os elementos plásticos e estruturais da obra. 
São elementos plástcos: ponto focal,análise linear, análise de 
luminescência, análise formal, análise cromática, análise volumétrica, 
análise grafico-textural.. 
São elementos estruturais:Análise plana e análise espacial.
Análise de elementos plásticos 
Ponto focal: 
Para onde olho primeiro? 
Ponto focal é o centro de interesse 
da obra, aquilo que mostra para 
onde o apreciador deve olhar 
primeiro. Geralmente ele delineia, 
encaminha o olhar de quem 
observa para o tema da obra. Ele 
pode ser diferente do centro 
geométrico da obra. O ponto 
delimita onde e o que , já nos 
apresentando muitas vezes o teor 
plástico ou simbólico da obra. 
Qual é o ponto focal desta obra de 
Frida Kahlo?
Análise linear: Qual é o 
caminho do meu olhar? 
As linhas promovem o 
encaminhamento do olhar de 
quem observa, ela cria um rítmo 
de apreciação, quase como se 
acompanhasse a composição de 
uma música. Ela permite que 
percebamos qual é a construção 
das formas que iremos 
encontrar.Uma linha é composta 
por um conjunto de pontos, 
deflagrando também os 
primeiros elementos plásticos e 
simbólicos do tema abordado. 
Seguindo as linhas, qual o 
caminho de nosso olhar?
Análise de luminescência: O que a luz 
me mostra e o que ela esconde. 
Como o artista utiliza a luz, o 
brilho e a opacidade em sua 
obra? O escuro é aquilo que 
está escondido, o claro aquilo 
que precisa ser visualizado de 
imediato. O que ocorre quando 
em uma mesma imagem 
encontramos o claro e o 
escuro?Será que o Artista quer 
aumentar a dramaticidade de 
sua obra, ressaltar a beleza de 
uma forma ou simplesmente 
harmonizar sua composição? O 
que ocorre nesta obra?
Análise formal: Quais formas e o 
que me dizem? 
Análise formal: Como são as 
formas utilizada pelo artista? 
São geométricas, precisas, 
imprecisas,volumosas, 
tridimensionais, bidimensionais, 
expansivas ou tímidas? Como 
é a relação entre as formas? 
Ele cria um contraste entre 
precisão e imprecisão? 
O que podemos continuar 
falando desta obra?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismoPintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismoAna Barreiros
 
A cultura do cinema
A cultura do cinema   A cultura do cinema
A cultura do cinema Ana Barreiros
 
Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte RenascentistaMaria Gomes
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporâneagil junior
 
As grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAs grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAna Barreiros
 
Aula 2 composição visual
Aula  2 composição visualAula  2 composição visual
Aula 2 composição visualArtedoiscmb Cmb
 
Pós-impressionismo
Pós-impressionismoPós-impressionismo
Pós-impressionismomarta Maria
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoCarlos Pinheiro
 

Mais procurados (20)

Caravaggio
CaravaggioCaravaggio
Caravaggio
 
Pintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismoPintura e escultura do romantismo
Pintura e escultura do romantismo
 
Arte romantica
Arte romanticaArte romantica
Arte romantica
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
A cultura do cinema
A cultura do cinema   A cultura do cinema
A cultura do cinema
 
Arte Renascentista
Arte RenascentistaArte Renascentista
Arte Renascentista
 
Neoclassicismo
NeoclassicismoNeoclassicismo
Neoclassicismo
 
Arte abstrata
Arte abstrataArte abstrata
Arte abstrata
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
As grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAs grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xx
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Pós - Impressionismo
Pós - ImpressionismoPós - Impressionismo
Pós - Impressionismo
 
Aula 2 composição visual
Aula  2 composição visualAula  2 composição visual
Aula 2 composição visual
 
Pós-impressionismo
Pós-impressionismoPós-impressionismo
Pós-impressionismo
 
A Arte Rococó
A Arte RococóA Arte Rococó
A Arte Rococó
 
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismoImpressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
Impressionismo, neo-impressionismo e pós-impressionismo
 
Pintura barroca
Pintura barrocaPintura barroca
Pintura barroca
 

Semelhante a Análise formal de obras

Aprendendo a ver_arte_com_as_imagens_de_eckout
Aprendendo a ver_arte_com_as_imagens_de_eckoutAprendendo a ver_arte_com_as_imagens_de_eckout
Aprendendo a ver_arte_com_as_imagens_de_eckoutArtetudo
 
Como analisar uma pintura
Como analisar uma pinturaComo analisar uma pintura
Como analisar uma pinturaAnaKlein1
 
Artes visuais
Artes visuaisArtes visuais
Artes visuaisilcirene
 
Estetica-part 3.1.docx
Estetica-part 3.1.docxEstetica-part 3.1.docx
Estetica-part 3.1.docxLuisa679574
 
Arte_6Ano_Slide Aula 7 ano 2022.pptx
Arte_6Ano_Slide Aula 7 ano 2022.pptxArte_6Ano_Slide Aula 7 ano 2022.pptx
Arte_6Ano_Slide Aula 7 ano 2022.pptxCristianeCastanharGo
 
OFICINA- Leitura de imagem.ppsx
OFICINA- Leitura de imagem.ppsxOFICINA- Leitura de imagem.ppsx
OFICINA- Leitura de imagem.ppsxMilena Domingues
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuaisKeyla Dias
 
As artes na formação do professor polivalente
As artes na formação do professor polivalenteAs artes na formação do professor polivalente
As artes na formação do professor polivalenteGliciane S. Aragão
 
dualidade-na-arte-através-da-cor (1).pdf
dualidade-na-arte-através-da-cor (1).pdfdualidade-na-arte-através-da-cor (1).pdf
dualidade-na-arte-através-da-cor (1).pdfclaudio958556
 
Expressão e composição da forma
Expressão e composição da formaExpressão e composição da forma
Expressão e composição da formaFernando Mendes
 
Elementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visualElementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visualIpsun
 

Semelhante a Análise formal de obras (20)

Elementos do design
Elementos do designElementos do design
Elementos do design
 
Aprendendo a ver_arte_com_as_imagens_de_eckout
Aprendendo a ver_arte_com_as_imagens_de_eckoutAprendendo a ver_arte_com_as_imagens_de_eckout
Aprendendo a ver_arte_com_as_imagens_de_eckout
 
Como analisar uma pintura
Como analisar uma pinturaComo analisar uma pintura
Como analisar uma pintura
 
Artes visuais
Artes visuaisArtes visuais
Artes visuais
 
Linhas de composicao - intuição
Linhas de composicao -  intuiçãoLinhas de composicao -  intuição
Linhas de composicao - intuição
 
Estetica-part 3.1.docx
Estetica-part 3.1.docxEstetica-part 3.1.docx
Estetica-part 3.1.docx
 
A linguagem visual
A linguagem visualA linguagem visual
A linguagem visual
 
Os elementos ARTES VISUAIS
Os elementos ARTES VISUAIS Os elementos ARTES VISUAIS
Os elementos ARTES VISUAIS
 
Arte_6Ano_Slide Aula 7 ano 2022.pptx
Arte_6Ano_Slide Aula 7 ano 2022.pptxArte_6Ano_Slide Aula 7 ano 2022.pptx
Arte_6Ano_Slide Aula 7 ano 2022.pptx
 
OFICINA- Leitura de imagem.ppsx
OFICINA- Leitura de imagem.ppsxOFICINA- Leitura de imagem.ppsx
OFICINA- Leitura de imagem.ppsx
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuais
 
As artes na formação do professor polivalente
As artes na formação do professor polivalenteAs artes na formação do professor polivalente
As artes na formação do professor polivalente
 
dualidade-na-arte-através-da-cor (1).pdf
dualidade-na-arte-através-da-cor (1).pdfdualidade-na-arte-através-da-cor (1).pdf
dualidade-na-arte-através-da-cor (1).pdf
 
Leitura de imagens
Leitura de imagensLeitura de imagens
Leitura de imagens
 
Entendendo a arte
Entendendo a arteEntendendo a arte
Entendendo a arte
 
Expressão e composição da forma
Expressão e composição da formaExpressão e composição da forma
Expressão e composição da forma
 
Elementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visualElementos basicos da comunicacao visual
Elementos basicos da comunicacao visual
 
A arte
A arteA arte
A arte
 
Aula EE-composicao
Aula EE-composicaoAula EE-composicao
Aula EE-composicao
 
Aula EE - composicao
Aula EE - composicaoAula EE - composicao
Aula EE - composicao
 

Análise formal de obras

  • 1. Análise de uma obra artística á partir de seus elementos visuais Toda imagem se define por estruturas que estabelecem uma organização visual. Esta estrutura e organização exigem um estudo que mostra qual é a articulação do pensamento criativo. Ao formatar uma imagem através de elementos visuais, o artista busca o ajuste mais adequado ao seu objetivo. Após um primeiro esboço ou idéia o artista se propõe a uma reflexão à respeito de sua obra que permitirá à ele uma lapidação de sua idéia inicial. Não existe casualidade na produção artística, e muita vezes os acidentes inesperados acabam se integrando ao conjunto da obra pois de forma inesperada eles direcionam o interesse e os objetivos do artista.
  • 2. Ao analisarmos uma obra ,precisamos saber primeiro sua origem. Precisamos saber informações sobre o artista, sua época, suas concepções de arte. Esta primeira premissa é que determinará quais foram os seus processos de escolha na realização de sua obra. Após esta primeira apresentação onde analisamos não só o artista , mas também os nossos motivos de interesse e desinteresse em relação à obra, partimos para uma análise estrutural da composição. Para isso analisamos os elementos plásticos e estruturais da obra. São elementos plástcos: ponto focal,análise linear, análise de luminescência, análise formal, análise cromática, análise volumétrica, análise grafico-textural.. São elementos estruturais:Análise plana e análise espacial.
  • 3. Análise de elementos plásticos Ponto focal: Para onde olho primeiro? Ponto focal é o centro de interesse da obra, aquilo que mostra para onde o apreciador deve olhar primeiro. Geralmente ele delineia, encaminha o olhar de quem observa para o tema da obra. Ele pode ser diferente do centro geométrico da obra. O ponto delimita onde e o que , já nos apresentando muitas vezes o teor plástico ou simbólico da obra. Qual é o ponto focal desta obra de Frida Kahlo?
  • 4. Análise linear: Qual é o caminho do meu olhar? As linhas promovem o encaminhamento do olhar de quem observa, ela cria um rítmo de apreciação, quase como se acompanhasse a composição de uma música. Ela permite que percebamos qual é a construção das formas que iremos encontrar.Uma linha é composta por um conjunto de pontos, deflagrando também os primeiros elementos plásticos e simbólicos do tema abordado. Seguindo as linhas, qual o caminho de nosso olhar?
  • 5. Análise de luminescência: O que a luz me mostra e o que ela esconde. Como o artista utiliza a luz, o brilho e a opacidade em sua obra? O escuro é aquilo que está escondido, o claro aquilo que precisa ser visualizado de imediato. O que ocorre quando em uma mesma imagem encontramos o claro e o escuro?Será que o Artista quer aumentar a dramaticidade de sua obra, ressaltar a beleza de uma forma ou simplesmente harmonizar sua composição? O que ocorre nesta obra?
  • 6. Análise formal: Quais formas e o que me dizem? Análise formal: Como são as formas utilizada pelo artista? São geométricas, precisas, imprecisas,volumosas, tridimensionais, bidimensionais, expansivas ou tímidas? Como é a relação entre as formas? Ele cria um contraste entre precisão e imprecisão? O que podemos continuar falando desta obra?
  • 7. Análise cromática: Porque o artista usou estas cores e não outras na obra? Como são estas cores? São vivazes, são escurras, claras, seguem um tom gritante ou um tom sereno? Que ambiente que as cores conseguem criar em relação ao tema trabalhado?Existe cor? Exisate predominância de uma única cor? Porque?
  • 8. Análise volumétrica: Onde é cheio e onde é vazio? O conceito de volume é aquele em que a imagem salta da tela, causando a idéia de tridimensionalidade. Há muitas maneiras de se conseguir o efeito de volume: usando linhas, usando sombras, através do claro e do escuro, através de formas cheias ou vazias. Como o artistas se utiliza do volume? O que ele busca?
  • 9. Análise gráfico estrutural: Quais são os ruídos da obra? : Existem ruídos na obra? Ela é limpa, ou possui texturas? São texturas gráficas ou reais? Qual a relação destas texturas com o todo da obra? Porque elas são usadas?
  • 10. Análise de elementos estruturais: Como é feita a obra? Análise plana: Qual é a forma escolhida pelo artista para acolher sua idéia? Qual é o espaço pictórico? Porque ele escolheu esta forma?A obra é bi ou tridimensional? Por que?Existem outro elementos que extrapolam esta forma escolhida? Porque? Quais materiais foram usados?
  • 11. Análise espacial: Como estão distribuídas as formas pelo espaço? Se usarmos uma linha imaginária encarando os elementos como pontos, criaremos uma composição geométrica? Que figura geométrica que surge? Porque? Qual é a relação entre fundo e frente? O que o fundo produz na imagem que está na frente? Como as formas da obra dialogam entre si?
  • 12. Após a análise dos elementos visuais de uma obra, partimos então para a conexão das informações, buscando um sentido plástico ou simbólico. Plástico, porque quando nos deparamos com uma obra abstrata não precisamos tentar encontrar um sentido para ela, pois é como se o artista estivesse nos oferecendo um alimento cozinhado por ele e deveremos então degustá-lo, ou seja, sentir o prazer visual que sua obra nos oferece. Por outro lado, se a obra possui um tema narrativo, onde encontramos formas configuradas, aquelas que batemos os olhos e compreendemos, então precisamos analisar seu conteúdo simbólico. Ao analisar este conteúdo, vamos expor todos os porques de cada elemento , buscando uma justificativa, adicionando à nossa análise as informações que temos do artista, de sua época e também nossas impressões pessoais