SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Reinventing your Business Model.
Lisboa, 7 de Junho, 2017
Problem Solving
Rankia Funds Experience
Leandro Pereira, PhD PMP ROI
CEO da WINNING Scientific Management
Professor ISCTE Business School
© 2017 WINNING Scientific Management
O nosso expertise nos serviços oferecidos
Sustentado em normativos e procedimentos globalmente assumidos como prática a seguir.
2
Não somos quem julgamos que somos. Somos muito mais o
que os outros acham que nós somos, do que aquilo que
julgamos que somos.
António Damásio
© 2017 WINNING Scientific Management 4
Externalização: principal bloqueio à resolução de problemas.
Somos especialistas no trabalho dos outros.
Falta de Humildade
Intelectual
Fatalismo do Destino Falta de Condições Causas Externas
PROCURAMOS CONSTANTEMENTE OS DEFEITOS DOS
OUTROS PARA JUSTIFICAR O NOSSO INSUCESSO.
VIMOS O MAIS PEQUENO DEFEITO EM QUEM NOS RODEIA E
NÃO NOS APERCEBEMOS DAS NOSSAS MAIORES LIMITAÇÕES.
We are not the product of our circunstances. We are the
product of our decisions.
Stephen Covey
© 2017 WINNING Scientific Management 6
Como se perspetivam os Efeitos da Tomada de Decisão?
A diferença entre o Common Sense, a Tecnicidade e a Gestão Científica.
ESTIMATIVA
Tecnicidade
“BOAS PRÁTICAS”
Gestão Científica
“FACTOS”
PORQUÊSEXPECTATIVA
Senso Comum
“EMOÇÃO”
Duas pessoas diferentes chegariam à mesma conclusão.
Princípio de Gestão Científica de Donal Cooper
© 2017 WINNING Scientific Management 8
Gestão Científica para Suportar a Tomada de Decisão.
Os pressupostos são a maior barreira ao desenvolvimento da inteligência organizacional.
MATURIDADE NA TOMADA DE DECISÃO DA GESTÃO:
Jogos de Excel
Gestão Irresponsável
1
1.º Decisão
2.º Justificação
Histórico
Experimental
Interrogativo
Estimativas Independentes
Gestão Científica
3
Scientific Management:
Então… Efeito
Se… Causa
Management by Faith:
Pressupostos
Mediatismo
Concorrência
Atos de Fé e Expectativas
Gestão Incompetente
2
Então… Efeito
Se… Causa
“Scientific management promises to replace rules of thumb with accurate measurements.” Frederick
Taylor
A necessidade de crescer
rapidamente, de aumentar a
quota de mercado, de ganhar
margem obriga o gestor a
tomar permanentemente
decisões, numa tentativa
constante de atingir os
objetivos e prosperar. Muitas
organizações conseguem
atingi-los de forma rápida e
substancial, outros despendem
imensos recursos e tempo para
o fazer num processo recursivo
de tentativa-erro.
Organização Inteligente:
 Humildade Intelectual
 Abandonar Pressupostos
 Curiosidade Agressiva
 Customer-Centric
© 2017 WINNING Scientific Management 9
Atos de Fé e Método Científico.
Entre a opinião pessoal e a ciência há uma longa distância.
ATOS
DE FÉ
Falta de
Humildade
Falta de
Know-How
Falta de
Tempo
Falta de
Orçamento
Ansiedade
pelos
Resultados
Pressupost
os
CIÊNCIA
Humildade
Intelectual
Factos
Independê
ncia
Método
Validação
Causa-
Efeito
© 2017 WINNING Scientific Management
Gestão Científica.
São Métodos Científicos com vista a potenciar a eficiência e a eficácia operacional.
Frederick Taylor nasceu em 1856 em Filadélfia nos EUA e é conhecido mundialmente como o pai da gestão científica, ao
propor a utilização de métodos científicos na gestão das empresas com enfoque na eficiência e na eficácia operacional.
ENTÃOSE
AÇÃO
Hipótese
Sim? / Não? Quanto?
EFEITO 1
EFEITO 2
EFEITO 3
Métodos de Investigação em
Gestão
- Regression
Analysis
- …
Historico Experiencia
s
Interrogativo
- Control
Group
- …
- Survey
- …
PRINCIPAIS ESTUDOS:
 Formação contínua
 Planeamento dos
trabalhos
 Participação dos
colaboradores
 Procedimentos de
trabalho
 Supervisão construtiva
 Salário por objetivos
© 2017 WINNING Scientific Management 11
Resolução de Problemas.
90% da resolução de um problema reside no entendimento efetivo das suas causas.
PROBLEMA SOLUÇÃO
10% 90%
90% 10%
X
V
© 2017 WINNING Scientific Management 12
Resolução de Problemas.
Um processo lógico, racional e efetivo.
OPEN-UP
(“Abrir para cima”)
CLOSE-DOWN
(“Fechar para baixo”)
PROBLEMA SOLUÇÃO
- Formular o problema
- Entender as causas
- Gerar ideias
- Recolher informação
- Encontrar novas perspetivas
- Perguntar porquê, porquê, …
- Obter a visão do todo
- Garantir que a informação faz sentido
- Garantir entendimento do problema
- Partir o problema em subproblemas
- Caminhar sobre o problema (antes, depois, detalhe, todo)
- Começar a gerar ideias de solução
- Encontrar opções ou alternativas de solução
- Ponderar as alternativas e tradeoffs
- Preparar plano de ação
- Decidir
- Realizar follow-up
© 2017 WINNING Scientific Management 13
Perspetiva do Problema.
Duas pessoas a olhar pela mesma janela uma vê o céu azul e a outra vê um pântano!
© 2017 WINNING Scientific Management 14
Sete Passos para a Resolução de Problemas.
A severidade do problema pode conduzir-nos a mais formalismo.
1. Definir o problema.
2. Analisar as causas.
3. Gerar alternativas.
4. Avaliar cada alternativa.
5. Selecionar.
6. Implementar.
7. Validar eficácia.
Os problemas na vida das pessoas e das empresas não podem ser resolvidos
com arsenal militar. Precisamos de seguir o processo.
Peter Drucker
A minha maior força como consultor é ser ignorante e
fazer um par de perguntas.
Peter Drucker
© 2017 WINNING Scientific Management 16
Análise Causa-Efeito – Técnica de Fishbone.
O domínio das causas é crítico para o sucesso da intervenção.
1. IDENTIFICAR O PROBLEMA:
Anotar o problema exato que você enfrenta em detalhe. Sempre que necessário identificar quem está
envolvido, qual é o problema, e quando e onde ela ocorre. Escrever o problema numa caixa ao lado
uma folha de papel. Desenhar uma linha horizontal ao longo do papel da caixa. Este arranjo, parecendo
a cabeça e espinha de um peixe, dá-lhe espaço para desenvolver ideias.
2. DESCOBRIR QUAIS OS PRINCIPAIS FATORES ENVOLVIDOS:
Em seguida identificar os fatores que podem contribuir para o problema. Desenhar linhas fora da coluna
para cada fator, e rotulá-la. Estes podem ser pessoas envolvidas com o problema, sistemas,
equipamentos, materiais, forças externas, etc . Tente obter o maior número possíveil de fatores. Se
você está tentando resolver o problema como parte de um grupo, então esta pode ser um bom
momento para brainstorming.
3. IDENTIFICAR POSSÍVEIS CAUSAS:
Para cada um dos fatores considerados no estágio 2, fazer brainstorm das possíveis causas do
problema que pode estar relacionado com esse fator. Essas linhas mais pequenas identificam as
causas. Quando uma causa é grande ou complexo, então desdobrar um sub-causas.
4. ANALISAR O DIAGRAMA:
Nesta fase temos um diagrama com todas as possíveis causas do problema. Dependendo da
complexidade e importância do problema, podemos agora investigar as causas mais prováveis . Isso
pode envolver a criação de investigações, a realização de pesquisas, etc. Essas serão projetados para
testar se suas avaliações estiverem corretas.
© 2017 WINNING Scientific Management 17
5 Porquês
Os cinco porquês é considera conduz-nos à raiz do problema.
Exemplo:
Exemplo de um cliente que está insatisfeito. Usar as técnicas de 5 Why’s ajuda-nos a seguir o processo e identificar a causa do problema.
1. Porque é que o cliente está insatisfeito? Porque nós não entregamos os serviços quando dissemos que o íamos fazer.
2. Porque é que nós não conseguimos cumprir como os prazos que acordamos com o cliente? Porque o trabalho foi mais complexo do
que aquilo que estávamos à espera.
3. Porque é que o trabalho foi mais complexo do que o que estávamos à espera? Porque havia inovação no processo que
desconhecíamos.
4. Porque é que desconhecíamos que havia inovação? Porque analisamos demasiado superficial o problema.
5. Porque é que analisamos demasiado superficial o problema? Porque não temos uma metodologia estabelecida.
© 2017 WINNING Scientific Management 18
Técnica de Quebrar o Problema em Sub-Problemas.
Quebrar problemas complexos em partes mais pequenas isola e identifica o problema.
Grande
Problema
Problema 1.1 Problema 1.2 Problema 1.3
Problema
1.3.1
Problema
1.3.2
Problema
1.3.2
REDUZ COMPLEXIDADE RESOLVER PROBLEMAS PEQUENOS
Projeto tem um grande
atraso
Fase de construção
está atrasada 5
semanas
O fornecedor está com
dificuldade em cumprir o prazo
© 2017 WINNING Scientific Management 19
Princípio de Pareto (80/20).
Focar-nos naquilo que é relevante e não naquilo que é irrelevante.
© 2017 WINNING Scientific Management 20
Resolução de Problemas.
A resolução de problemas é um exercício de lógica e investigação.
PROBLEMA SOLUÇÃO
PASSADO FUTURO
… …
… … …
5 WHYS, FISHBONE, PARETO, OBSERVATION, MARKET STUDY
CAUSA 1: CAUSA 2: CAUSA 3:
… … …
IMPACTO 1: IMPACTO 2: IMPACTO 3:
…
TENDENCIA:
…
…
…
BENEFÍCIO 1:
BENEFICIO 2:
BENEFICIO 3:
----------
----------
----------
----------
----------
----------
© 2017 WINNING Scientific Management
Diminuição das
vendas
Sobrecusto
elevado dado o
volume de
vendas
Baixa
eficiência nos
processos
operacionais
25
Resolução de Problemas.
Um caso típico dos clientes saírem sem compras.
Aumento
das Vendas
Redução da
rotatividade
dos
colaborador
es
Aumento da
eficiência
operacionalVendas desceram 10% face ao período homólogo
Clientes saem
sem comprar
Formação em
Técnicas de
Negociação
PASSADO FUTURO
Pouca
Simpatia dos
Funcionários
Pouca
Disponibilida
de no
Atendimento
Não
Encontrou o
Produto
Survey aos Clientes sobre Satisfação:
Formação em
Inteligência
Emocional
© 2017 WINNING Scientific Management 22
Competências do Futuro.
Saber gerir problemas é complexos é a competência mais importante num talento.
O maior erro das organizações são os pressupostos.
Leandro Pereira
BECOME WINNERS TOGETHER.
Muito Obrigado!
Leandro.pereira@winning.pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Administração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisoriosAdministração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisoriosRosival Fagundes
 
MASP - Método de Análise e Solução de Problemas
MASP - Método de Análise e Solução de ProblemasMASP - Método de Análise e Solução de Problemas
MASP - Método de Análise e Solução de ProblemasMárcio Hosken
 
Processo Decisório - Análise e Solução de Problemas
Processo Decisório - Análise e Solução de ProblemasProcesso Decisório - Análise e Solução de Problemas
Processo Decisório - Análise e Solução de ProblemasINSTITUTO MVC
 
Solução criativa de problemas
Solução criativa de problemasSolução criativa de problemas
Solução criativa de problemasJairo Siqueira
 
Processo decisorio final_18_12_06 (2)
Processo decisorio final_18_12_06 (2)Processo decisorio final_18_12_06 (2)
Processo decisorio final_18_12_06 (2)Orlando Ramos
 
Resumo do livro "Sentido de Urgência"
Resumo do livro "Sentido de Urgência"Resumo do livro "Sentido de Urgência"
Resumo do livro "Sentido de Urgência"Rodney Nascimento
 
Apostila análise e síntese nível i v01
Apostila análise e síntese   nível i v01Apostila análise e síntese   nível i v01
Apostila análise e síntese nível i v01Gestaointeligente
 
Processo de Analise e Solucao de Problemas
Processo de Analise e Solucao de ProblemasProcesso de Analise e Solucao de Problemas
Processo de Analise e Solucao de ProblemasRogério Souza
 
Sentido de urgência
Sentido de urgênciaSentido de urgência
Sentido de urgênciazeusi9iuto
 
O Mapa da Causa Raiz - A ferramenta que alia eficácia e simplicidade na soluç...
O Mapa da Causa Raiz - A ferramenta que alia eficácia e simplicidade na soluç...O Mapa da Causa Raiz - A ferramenta que alia eficácia e simplicidade na soluç...
O Mapa da Causa Raiz - A ferramenta que alia eficácia e simplicidade na soluç...Rogério Campos Meira
 
Crise de mercado ou crise de gestão
Crise de mercado ou crise de gestãoCrise de mercado ou crise de gestão
Crise de mercado ou crise de gestãoGustavo Campos
 
[Material] Desafios e Hipóteses | Material de Apoio e Ferramentas - 2º Modulo
[Material] Desafios e Hipóteses |  Material de Apoio e Ferramentas - 2º Modulo[Material] Desafios e Hipóteses |  Material de Apoio e Ferramentas - 2º Modulo
[Material] Desafios e Hipóteses | Material de Apoio e Ferramentas - 2º ModuloTalmanyLeite
 
Gestão pela qualidade fundamentos básicos
Gestão pela qualidade fundamentos básicosGestão pela qualidade fundamentos básicos
Gestão pela qualidade fundamentos básicosElizabeth Esteves
 
Pesquisa Qualitativa
Pesquisa QualitativaPesquisa Qualitativa
Pesquisa QualitativaBruno Prass
 
2011 10-21 - 11 de 20 - explicação sobre o trabalho
2011 10-21 - 11 de 20 - explicação sobre o trabalho2011 10-21 - 11 de 20 - explicação sobre o trabalho
2011 10-21 - 11 de 20 - explicação sobre o trabalhoFernando Monteiro D'Andrea
 
Gestao de Projetos em uma Unidade de Saude
Gestao de Projetos em uma Unidade de SaudeGestao de Projetos em uma Unidade de Saude
Gestao de Projetos em uma Unidade de SaudeKenneth Corrêa
 
Missão Artemis | Preparação p/ o Módulo 3
Missão Artemis | Preparação p/ o Módulo 3Missão Artemis | Preparação p/ o Módulo 3
Missão Artemis | Preparação p/ o Módulo 3RhuanBorges
 

Mais procurados (19)

Administração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisoriosAdministração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisorios
 
Gestão da TI (23/04/2015)
Gestão da TI (23/04/2015)Gestão da TI (23/04/2015)
Gestão da TI (23/04/2015)
 
MASP - Método de Análise e Solução de Problemas
MASP - Método de Análise e Solução de ProblemasMASP - Método de Análise e Solução de Problemas
MASP - Método de Análise e Solução de Problemas
 
Processo Decisório - Análise e Solução de Problemas
Processo Decisório - Análise e Solução de ProblemasProcesso Decisório - Análise e Solução de Problemas
Processo Decisório - Análise e Solução de Problemas
 
Solução criativa de problemas
Solução criativa de problemasSolução criativa de problemas
Solução criativa de problemas
 
Processo decisorio final_18_12_06 (2)
Processo decisorio final_18_12_06 (2)Processo decisorio final_18_12_06 (2)
Processo decisorio final_18_12_06 (2)
 
Resumo do livro "Sentido de Urgência"
Resumo do livro "Sentido de Urgência"Resumo do livro "Sentido de Urgência"
Resumo do livro "Sentido de Urgência"
 
Apostila análise e síntese nível i v01
Apostila análise e síntese   nível i v01Apostila análise e síntese   nível i v01
Apostila análise e síntese nível i v01
 
Processo de Analise e Solucao de Problemas
Processo de Analise e Solucao de ProblemasProcesso de Analise e Solucao de Problemas
Processo de Analise e Solucao de Problemas
 
Sentido de urgência
Sentido de urgênciaSentido de urgência
Sentido de urgência
 
O Mapa da Causa Raiz - A ferramenta que alia eficácia e simplicidade na soluç...
O Mapa da Causa Raiz - A ferramenta que alia eficácia e simplicidade na soluç...O Mapa da Causa Raiz - A ferramenta que alia eficácia e simplicidade na soluç...
O Mapa da Causa Raiz - A ferramenta que alia eficácia e simplicidade na soluç...
 
Crise de mercado ou crise de gestão
Crise de mercado ou crise de gestãoCrise de mercado ou crise de gestão
Crise de mercado ou crise de gestão
 
Gestao de Projeto com gráfico burndown
Gestao de Projeto com gráfico burndownGestao de Projeto com gráfico burndown
Gestao de Projeto com gráfico burndown
 
[Material] Desafios e Hipóteses | Material de Apoio e Ferramentas - 2º Modulo
[Material] Desafios e Hipóteses |  Material de Apoio e Ferramentas - 2º Modulo[Material] Desafios e Hipóteses |  Material de Apoio e Ferramentas - 2º Modulo
[Material] Desafios e Hipóteses | Material de Apoio e Ferramentas - 2º Modulo
 
Gestão pela qualidade fundamentos básicos
Gestão pela qualidade fundamentos básicosGestão pela qualidade fundamentos básicos
Gestão pela qualidade fundamentos básicos
 
Pesquisa Qualitativa
Pesquisa QualitativaPesquisa Qualitativa
Pesquisa Qualitativa
 
2011 10-21 - 11 de 20 - explicação sobre o trabalho
2011 10-21 - 11 de 20 - explicação sobre o trabalho2011 10-21 - 11 de 20 - explicação sobre o trabalho
2011 10-21 - 11 de 20 - explicação sobre o trabalho
 
Gestao de Projetos em uma Unidade de Saude
Gestao de Projetos em uma Unidade de SaudeGestao de Projetos em uma Unidade de Saude
Gestao de Projetos em uma Unidade de Saude
 
Missão Artemis | Preparação p/ o Módulo 3
Missão Artemis | Preparação p/ o Módulo 3Missão Artemis | Preparação p/ o Módulo 3
Missão Artemis | Preparação p/ o Módulo 3
 

Semelhante a Reinventando seu Modelo de Negócios

DMAICS - A3 Solution Provider Course
DMAICS - A3 Solution Provider CourseDMAICS - A3 Solution Provider Course
DMAICS - A3 Solution Provider CourseFredjoger Mendes
 
Reestruturação Celle
Reestruturação CelleReestruturação Celle
Reestruturação Celleguestb286a9c
 
1º FASE - GP - Projetos.pdf
1º FASE -  GP - Projetos.pdf1º FASE -  GP - Projetos.pdf
1º FASE - GP - Projetos.pdfMarcos Rodrigues
 
12 e meio mandamentos da Pesquisa de Clima Organizacional
12 e meio mandamentos da Pesquisa de Clima Organizacional12 e meio mandamentos da Pesquisa de Clima Organizacional
12 e meio mandamentos da Pesquisa de Clima OrganizacionalAlvaro Mello
 
Processo Decisório e Solução de Problemas
Processo Decisório e Solução de ProblemasProcesso Decisório e Solução de Problemas
Processo Decisório e Solução de ProblemasINSTITUTO MVC
 
2018 10 26_mudanca_caordica
2018 10 26_mudanca_caordica2018 10 26_mudanca_caordica
2018 10 26_mudanca_caordicaCarlos Sousa
 
Gestão do conhecimento, Fatores críticos e modelo seci
Gestão do conhecimento, Fatores críticos e modelo seciGestão do conhecimento, Fatores críticos e modelo seci
Gestão do conhecimento, Fatores críticos e modelo seciMario Nascimento
 
Formação do físico aplicada na industria
Formação do físico aplicada na industriaFormação do físico aplicada na industria
Formação do físico aplicada na industriaArmando Alaminos Bouza
 
TDC2018SP | Gestao de Produto - Por que muitas empresas adotam práticas ageis...
TDC2018SP | Gestao de Produto - Por que muitas empresas adotam práticas ageis...TDC2018SP | Gestao de Produto - Por que muitas empresas adotam práticas ageis...
TDC2018SP | Gestao de Produto - Por que muitas empresas adotam práticas ageis...tdc-globalcode
 
Cinco tecnicas uteis para gerenciamento de projetos
Cinco tecnicas uteis para gerenciamento de projetosCinco tecnicas uteis para gerenciamento de projetos
Cinco tecnicas uteis para gerenciamento de projetosRalph Rassweiler
 
2010 Ecc ApresentaçãO Livro Liderando Com Metas FlexíVeis
2010 Ecc ApresentaçãO Livro Liderando Com Metas FlexíVeis2010 Ecc ApresentaçãO Livro Liderando Com Metas FlexíVeis
2010 Ecc ApresentaçãO Livro Liderando Com Metas FlexíVeisThiago de Assis Silva
 
Pensamentos de Peter Drucker
Pensamentos de Peter DruckerPensamentos de Peter Drucker
Pensamentos de Peter DruckerGustavo Campos
 
Mvs7.3 planejamento do diagnóstico
Mvs7.3  planejamento do diagnósticoMvs7.3  planejamento do diagnóstico
Mvs7.3 planejamento do diagnósticoauspin
 
Pesquisa Qualitativa Fatores Operacionais
Pesquisa Qualitativa Fatores OperacionaisPesquisa Qualitativa Fatores Operacionais
Pesquisa Qualitativa Fatores OperacionaisRodrigo Martins
 
Liderandocommetasflexiveis
LiderandocommetasflexiveisLiderandocommetasflexiveis
LiderandocommetasflexiveisGebhard Borck
 

Semelhante a Reinventando seu Modelo de Negócios (20)

DMAICS - A3 Solution Provider Course
DMAICS - A3 Solution Provider CourseDMAICS - A3 Solution Provider Course
DMAICS - A3 Solution Provider Course
 
Reestruturação Celle
Reestruturação CelleReestruturação Celle
Reestruturação Celle
 
1º FASE - GP - Projetos.pdf
1º FASE -  GP - Projetos.pdf1º FASE -  GP - Projetos.pdf
1º FASE - GP - Projetos.pdf
 
12 e meio mandamentos da Pesquisa de Clima Organizacional
12 e meio mandamentos da Pesquisa de Clima Organizacional12 e meio mandamentos da Pesquisa de Clima Organizacional
12 e meio mandamentos da Pesquisa de Clima Organizacional
 
Processo Decisório e Solução de Problemas
Processo Decisório e Solução de ProblemasProcesso Decisório e Solução de Problemas
Processo Decisório e Solução de Problemas
 
2018 10 26_mudanca_caordica
2018 10 26_mudanca_caordica2018 10 26_mudanca_caordica
2018 10 26_mudanca_caordica
 
Trabalho aula 30.10
Trabalho aula 30.10Trabalho aula 30.10
Trabalho aula 30.10
 
Gestão do conhecimento, Fatores críticos e modelo seci
Gestão do conhecimento, Fatores críticos e modelo seciGestão do conhecimento, Fatores críticos e modelo seci
Gestão do conhecimento, Fatores críticos e modelo seci
 
Formação do físico aplicada na industria
Formação do físico aplicada na industriaFormação do físico aplicada na industria
Formação do físico aplicada na industria
 
Estratégia alvaro borges
Estratégia   alvaro borgesEstratégia   alvaro borges
Estratégia alvaro borges
 
TDC2018SP | Gestao de Produto - Por que muitas empresas adotam práticas ageis...
TDC2018SP | Gestao de Produto - Por que muitas empresas adotam práticas ageis...TDC2018SP | Gestao de Produto - Por que muitas empresas adotam práticas ageis...
TDC2018SP | Gestao de Produto - Por que muitas empresas adotam práticas ageis...
 
Cinco tecnicas uteis para gerenciamento de projetos
Cinco tecnicas uteis para gerenciamento de projetosCinco tecnicas uteis para gerenciamento de projetos
Cinco tecnicas uteis para gerenciamento de projetos
 
2010 Ecc ApresentaçãO Livro Liderando Com Metas FlexíVeis
2010 Ecc ApresentaçãO Livro Liderando Com Metas FlexíVeis2010 Ecc ApresentaçãO Livro Liderando Com Metas FlexíVeis
2010 Ecc ApresentaçãO Livro Liderando Com Metas FlexíVeis
 
Pesquisa de marketing #4
Pesquisa de marketing #4Pesquisa de marketing #4
Pesquisa de marketing #4
 
Pensamentos de Peter Drucker
Pensamentos de Peter DruckerPensamentos de Peter Drucker
Pensamentos de Peter Drucker
 
Pensamentos de peterdrucker
Pensamentos de peterdruckerPensamentos de peterdrucker
Pensamentos de peterdrucker
 
Pesquisa g2
Pesquisa g2Pesquisa g2
Pesquisa g2
 
Mvs7.3 planejamento do diagnóstico
Mvs7.3  planejamento do diagnósticoMvs7.3  planejamento do diagnóstico
Mvs7.3 planejamento do diagnóstico
 
Pesquisa Qualitativa Fatores Operacionais
Pesquisa Qualitativa Fatores OperacionaisPesquisa Qualitativa Fatores Operacionais
Pesquisa Qualitativa Fatores Operacionais
 
Liderandocommetasflexiveis
LiderandocommetasflexiveisLiderandocommetasflexiveis
Liderandocommetasflexiveis
 

Mais de Rankia

Tikehau Equity Selection Retail - EN.pdf
Tikehau Equity Selection Retail - EN.pdfTikehau Equity Selection Retail - EN.pdf
Tikehau Equity Selection Retail - EN.pdfRankia
 
Cartera Erre qT
Cartera Erre qTCartera Erre qT
Cartera Erre qTRankia
 
Melchor Armenta | Rankia Markets Experience 2019
Melchor Armenta | Rankia Markets Experience 2019Melchor Armenta | Rankia Markets Experience 2019
Melchor Armenta | Rankia Markets Experience 2019Rankia
 
Lecciones de los Master Traders por Alejandro de Luis | Rankia Markets Experi...
Lecciones de los Master Traders por Alejandro de Luis | Rankia Markets Experi...Lecciones de los Master Traders por Alejandro de Luis | Rankia Markets Experi...
Lecciones de los Master Traders por Alejandro de Luis | Rankia Markets Experi...Rankia
 
Máquinas algorítmicas VS traders humanos por Giancarlo prisco | Rankia Market...
Máquinas algorítmicas VS traders humanos por Giancarlo prisco | Rankia Market...Máquinas algorítmicas VS traders humanos por Giancarlo prisco | Rankia Market...
Máquinas algorítmicas VS traders humanos por Giancarlo prisco | Rankia Market...Rankia
 
El mundo de las inversiones por Ioannis Kantartzis | Rankia Markets Experienc...
El mundo de las inversiones por Ioannis Kantartzis | Rankia Markets Experienc...El mundo de las inversiones por Ioannis Kantartzis | Rankia Markets Experienc...
El mundo de las inversiones por Ioannis Kantartzis | Rankia Markets Experienc...Rankia
 
¿Qué es Tradimo Interactive? por Gabriel Montalto | Rankia Markets Experience
¿Qué es Tradimo Interactive? por Gabriel Montalto | Rankia Markets Experience¿Qué es Tradimo Interactive? por Gabriel Montalto | Rankia Markets Experience
¿Qué es Tradimo Interactive? por Gabriel Montalto | Rankia Markets ExperienceRankia
 
Estructuras como forma de inversión por Pierre Michel Campos | Rankia Markets...
Estructuras como forma de inversión por Pierre Michel Campos | Rankia Markets...Estructuras como forma de inversión por Pierre Michel Campos | Rankia Markets...
Estructuras como forma de inversión por Pierre Michel Campos | Rankia Markets...Rankia
 
El precio de las acciones por Carlos Valverde | Rankia Markets Experience
El precio de las acciones por Carlos Valverde | Rankia Markets ExperienceEl precio de las acciones por Carlos Valverde | Rankia Markets Experience
El precio de las acciones por Carlos Valverde | Rankia Markets ExperienceRankia
 
Experiencias de un Trader Profesional por Alberto Chan | Rankia Markets Exper...
Experiencias de un Trader Profesional por Alberto Chan | Rankia Markets Exper...Experiencias de un Trader Profesional por Alberto Chan | Rankia Markets Exper...
Experiencias de un Trader Profesional por Alberto Chan | Rankia Markets Exper...Rankia
 
¿Cómo convertirse en un inversor ganador? por David Galán | Rankia Markets Ex...
¿Cómo convertirse en un inversor ganador? por David Galán | Rankia Markets Ex...¿Cómo convertirse en un inversor ganador? por David Galán | Rankia Markets Ex...
¿Cómo convertirse en un inversor ganador? por David Galán | Rankia Markets Ex...Rankia
 
Diversificación 360º de carteras por Ignacio Villalonga | Rankia Markets Expe...
Diversificación 360º de carteras por Ignacio Villalonga | Rankia Markets Expe...Diversificación 360º de carteras por Ignacio Villalonga | Rankia Markets Expe...
Diversificación 360º de carteras por Ignacio Villalonga | Rankia Markets Expe...Rankia
 
Diferentes maneras de operar en índices, divisas y materias primas por Sergio...
Diferentes maneras de operar en índices, divisas y materias primas por Sergio...Diferentes maneras de operar en índices, divisas y materias primas por Sergio...
Diferentes maneras de operar en índices, divisas y materias primas por Sergio...Rankia
 
Como afrontar el fin de año a través del trading por Sara Carbonell | Rankia ...
Como afrontar el fin de año a través del trading por Sara Carbonell | Rankia ...Como afrontar el fin de año a través del trading por Sara Carbonell | Rankia ...
Como afrontar el fin de año a través del trading por Sara Carbonell | Rankia ...Rankia
 
Técnico o Fundamental ¿Por qué no un método que combine ambos análisis? por J...
Técnico o Fundamental ¿Por qué no un método que combine ambos análisis? por J...Técnico o Fundamental ¿Por qué no un método que combine ambos análisis? por J...
Técnico o Fundamental ¿Por qué no un método que combine ambos análisis? por J...Rankia
 
Los ciclos y visión del mercado por Guillermo Higón | Rankia Markets Experien...
Los ciclos y visión del mercado por Guillermo Higón | Rankia Markets Experien...Los ciclos y visión del mercado por Guillermo Higón | Rankia Markets Experien...
Los ciclos y visión del mercado por Guillermo Higón | Rankia Markets Experien...Rankia
 
Presentacion castellon-2-Octubre
Presentacion castellon-2-OctubrePresentacion castellon-2-Octubre
Presentacion castellon-2-OctubreRankia
 
Presentacion madrid-26-septiembre
Presentacion madrid-26-septiembrePresentacion madrid-26-septiembre
Presentacion madrid-26-septiembreRankia
 
Presentacion leon-25 septiembre
Presentacion leon-25 septiembrePresentacion leon-25 septiembre
Presentacion leon-25 septiembreRankia
 
Tesis de inversión Signify - Quedada de foreros 2018
Tesis de inversión Signify - Quedada de foreros 2018Tesis de inversión Signify - Quedada de foreros 2018
Tesis de inversión Signify - Quedada de foreros 2018Rankia
 

Mais de Rankia (20)

Tikehau Equity Selection Retail - EN.pdf
Tikehau Equity Selection Retail - EN.pdfTikehau Equity Selection Retail - EN.pdf
Tikehau Equity Selection Retail - EN.pdf
 
Cartera Erre qT
Cartera Erre qTCartera Erre qT
Cartera Erre qT
 
Melchor Armenta | Rankia Markets Experience 2019
Melchor Armenta | Rankia Markets Experience 2019Melchor Armenta | Rankia Markets Experience 2019
Melchor Armenta | Rankia Markets Experience 2019
 
Lecciones de los Master Traders por Alejandro de Luis | Rankia Markets Experi...
Lecciones de los Master Traders por Alejandro de Luis | Rankia Markets Experi...Lecciones de los Master Traders por Alejandro de Luis | Rankia Markets Experi...
Lecciones de los Master Traders por Alejandro de Luis | Rankia Markets Experi...
 
Máquinas algorítmicas VS traders humanos por Giancarlo prisco | Rankia Market...
Máquinas algorítmicas VS traders humanos por Giancarlo prisco | Rankia Market...Máquinas algorítmicas VS traders humanos por Giancarlo prisco | Rankia Market...
Máquinas algorítmicas VS traders humanos por Giancarlo prisco | Rankia Market...
 
El mundo de las inversiones por Ioannis Kantartzis | Rankia Markets Experienc...
El mundo de las inversiones por Ioannis Kantartzis | Rankia Markets Experienc...El mundo de las inversiones por Ioannis Kantartzis | Rankia Markets Experienc...
El mundo de las inversiones por Ioannis Kantartzis | Rankia Markets Experienc...
 
¿Qué es Tradimo Interactive? por Gabriel Montalto | Rankia Markets Experience
¿Qué es Tradimo Interactive? por Gabriel Montalto | Rankia Markets Experience¿Qué es Tradimo Interactive? por Gabriel Montalto | Rankia Markets Experience
¿Qué es Tradimo Interactive? por Gabriel Montalto | Rankia Markets Experience
 
Estructuras como forma de inversión por Pierre Michel Campos | Rankia Markets...
Estructuras como forma de inversión por Pierre Michel Campos | Rankia Markets...Estructuras como forma de inversión por Pierre Michel Campos | Rankia Markets...
Estructuras como forma de inversión por Pierre Michel Campos | Rankia Markets...
 
El precio de las acciones por Carlos Valverde | Rankia Markets Experience
El precio de las acciones por Carlos Valverde | Rankia Markets ExperienceEl precio de las acciones por Carlos Valverde | Rankia Markets Experience
El precio de las acciones por Carlos Valverde | Rankia Markets Experience
 
Experiencias de un Trader Profesional por Alberto Chan | Rankia Markets Exper...
Experiencias de un Trader Profesional por Alberto Chan | Rankia Markets Exper...Experiencias de un Trader Profesional por Alberto Chan | Rankia Markets Exper...
Experiencias de un Trader Profesional por Alberto Chan | Rankia Markets Exper...
 
¿Cómo convertirse en un inversor ganador? por David Galán | Rankia Markets Ex...
¿Cómo convertirse en un inversor ganador? por David Galán | Rankia Markets Ex...¿Cómo convertirse en un inversor ganador? por David Galán | Rankia Markets Ex...
¿Cómo convertirse en un inversor ganador? por David Galán | Rankia Markets Ex...
 
Diversificación 360º de carteras por Ignacio Villalonga | Rankia Markets Expe...
Diversificación 360º de carteras por Ignacio Villalonga | Rankia Markets Expe...Diversificación 360º de carteras por Ignacio Villalonga | Rankia Markets Expe...
Diversificación 360º de carteras por Ignacio Villalonga | Rankia Markets Expe...
 
Diferentes maneras de operar en índices, divisas y materias primas por Sergio...
Diferentes maneras de operar en índices, divisas y materias primas por Sergio...Diferentes maneras de operar en índices, divisas y materias primas por Sergio...
Diferentes maneras de operar en índices, divisas y materias primas por Sergio...
 
Como afrontar el fin de año a través del trading por Sara Carbonell | Rankia ...
Como afrontar el fin de año a través del trading por Sara Carbonell | Rankia ...Como afrontar el fin de año a través del trading por Sara Carbonell | Rankia ...
Como afrontar el fin de año a través del trading por Sara Carbonell | Rankia ...
 
Técnico o Fundamental ¿Por qué no un método que combine ambos análisis? por J...
Técnico o Fundamental ¿Por qué no un método que combine ambos análisis? por J...Técnico o Fundamental ¿Por qué no un método que combine ambos análisis? por J...
Técnico o Fundamental ¿Por qué no un método que combine ambos análisis? por J...
 
Los ciclos y visión del mercado por Guillermo Higón | Rankia Markets Experien...
Los ciclos y visión del mercado por Guillermo Higón | Rankia Markets Experien...Los ciclos y visión del mercado por Guillermo Higón | Rankia Markets Experien...
Los ciclos y visión del mercado por Guillermo Higón | Rankia Markets Experien...
 
Presentacion castellon-2-Octubre
Presentacion castellon-2-OctubrePresentacion castellon-2-Octubre
Presentacion castellon-2-Octubre
 
Presentacion madrid-26-septiembre
Presentacion madrid-26-septiembrePresentacion madrid-26-septiembre
Presentacion madrid-26-septiembre
 
Presentacion leon-25 septiembre
Presentacion leon-25 septiembrePresentacion leon-25 septiembre
Presentacion leon-25 septiembre
 
Tesis de inversión Signify - Quedada de foreros 2018
Tesis de inversión Signify - Quedada de foreros 2018Tesis de inversión Signify - Quedada de foreros 2018
Tesis de inversión Signify - Quedada de foreros 2018
 

Reinventando seu Modelo de Negócios

  • 1. Reinventing your Business Model. Lisboa, 7 de Junho, 2017 Problem Solving Rankia Funds Experience Leandro Pereira, PhD PMP ROI CEO da WINNING Scientific Management Professor ISCTE Business School
  • 2. © 2017 WINNING Scientific Management O nosso expertise nos serviços oferecidos Sustentado em normativos e procedimentos globalmente assumidos como prática a seguir. 2
  • 3. Não somos quem julgamos que somos. Somos muito mais o que os outros acham que nós somos, do que aquilo que julgamos que somos. António Damásio
  • 4. © 2017 WINNING Scientific Management 4 Externalização: principal bloqueio à resolução de problemas. Somos especialistas no trabalho dos outros. Falta de Humildade Intelectual Fatalismo do Destino Falta de Condições Causas Externas PROCURAMOS CONSTANTEMENTE OS DEFEITOS DOS OUTROS PARA JUSTIFICAR O NOSSO INSUCESSO. VIMOS O MAIS PEQUENO DEFEITO EM QUEM NOS RODEIA E NÃO NOS APERCEBEMOS DAS NOSSAS MAIORES LIMITAÇÕES.
  • 5. We are not the product of our circunstances. We are the product of our decisions. Stephen Covey
  • 6. © 2017 WINNING Scientific Management 6 Como se perspetivam os Efeitos da Tomada de Decisão? A diferença entre o Common Sense, a Tecnicidade e a Gestão Científica. ESTIMATIVA Tecnicidade “BOAS PRÁTICAS” Gestão Científica “FACTOS” PORQUÊSEXPECTATIVA Senso Comum “EMOÇÃO”
  • 7. Duas pessoas diferentes chegariam à mesma conclusão. Princípio de Gestão Científica de Donal Cooper
  • 8. © 2017 WINNING Scientific Management 8 Gestão Científica para Suportar a Tomada de Decisão. Os pressupostos são a maior barreira ao desenvolvimento da inteligência organizacional. MATURIDADE NA TOMADA DE DECISÃO DA GESTÃO: Jogos de Excel Gestão Irresponsável 1 1.º Decisão 2.º Justificação Histórico Experimental Interrogativo Estimativas Independentes Gestão Científica 3 Scientific Management: Então… Efeito Se… Causa Management by Faith: Pressupostos Mediatismo Concorrência Atos de Fé e Expectativas Gestão Incompetente 2 Então… Efeito Se… Causa “Scientific management promises to replace rules of thumb with accurate measurements.” Frederick Taylor A necessidade de crescer rapidamente, de aumentar a quota de mercado, de ganhar margem obriga o gestor a tomar permanentemente decisões, numa tentativa constante de atingir os objetivos e prosperar. Muitas organizações conseguem atingi-los de forma rápida e substancial, outros despendem imensos recursos e tempo para o fazer num processo recursivo de tentativa-erro. Organização Inteligente:  Humildade Intelectual  Abandonar Pressupostos  Curiosidade Agressiva  Customer-Centric
  • 9. © 2017 WINNING Scientific Management 9 Atos de Fé e Método Científico. Entre a opinião pessoal e a ciência há uma longa distância. ATOS DE FÉ Falta de Humildade Falta de Know-How Falta de Tempo Falta de Orçamento Ansiedade pelos Resultados Pressupost os CIÊNCIA Humildade Intelectual Factos Independê ncia Método Validação Causa- Efeito
  • 10. © 2017 WINNING Scientific Management Gestão Científica. São Métodos Científicos com vista a potenciar a eficiência e a eficácia operacional. Frederick Taylor nasceu em 1856 em Filadélfia nos EUA e é conhecido mundialmente como o pai da gestão científica, ao propor a utilização de métodos científicos na gestão das empresas com enfoque na eficiência e na eficácia operacional. ENTÃOSE AÇÃO Hipótese Sim? / Não? Quanto? EFEITO 1 EFEITO 2 EFEITO 3 Métodos de Investigação em Gestão - Regression Analysis - … Historico Experiencia s Interrogativo - Control Group - … - Survey - … PRINCIPAIS ESTUDOS:  Formação contínua  Planeamento dos trabalhos  Participação dos colaboradores  Procedimentos de trabalho  Supervisão construtiva  Salário por objetivos
  • 11. © 2017 WINNING Scientific Management 11 Resolução de Problemas. 90% da resolução de um problema reside no entendimento efetivo das suas causas. PROBLEMA SOLUÇÃO 10% 90% 90% 10% X V
  • 12. © 2017 WINNING Scientific Management 12 Resolução de Problemas. Um processo lógico, racional e efetivo. OPEN-UP (“Abrir para cima”) CLOSE-DOWN (“Fechar para baixo”) PROBLEMA SOLUÇÃO - Formular o problema - Entender as causas - Gerar ideias - Recolher informação - Encontrar novas perspetivas - Perguntar porquê, porquê, … - Obter a visão do todo - Garantir que a informação faz sentido - Garantir entendimento do problema - Partir o problema em subproblemas - Caminhar sobre o problema (antes, depois, detalhe, todo) - Começar a gerar ideias de solução - Encontrar opções ou alternativas de solução - Ponderar as alternativas e tradeoffs - Preparar plano de ação - Decidir - Realizar follow-up
  • 13. © 2017 WINNING Scientific Management 13 Perspetiva do Problema. Duas pessoas a olhar pela mesma janela uma vê o céu azul e a outra vê um pântano!
  • 14. © 2017 WINNING Scientific Management 14 Sete Passos para a Resolução de Problemas. A severidade do problema pode conduzir-nos a mais formalismo. 1. Definir o problema. 2. Analisar as causas. 3. Gerar alternativas. 4. Avaliar cada alternativa. 5. Selecionar. 6. Implementar. 7. Validar eficácia. Os problemas na vida das pessoas e das empresas não podem ser resolvidos com arsenal militar. Precisamos de seguir o processo. Peter Drucker
  • 15. A minha maior força como consultor é ser ignorante e fazer um par de perguntas. Peter Drucker
  • 16. © 2017 WINNING Scientific Management 16 Análise Causa-Efeito – Técnica de Fishbone. O domínio das causas é crítico para o sucesso da intervenção. 1. IDENTIFICAR O PROBLEMA: Anotar o problema exato que você enfrenta em detalhe. Sempre que necessário identificar quem está envolvido, qual é o problema, e quando e onde ela ocorre. Escrever o problema numa caixa ao lado uma folha de papel. Desenhar uma linha horizontal ao longo do papel da caixa. Este arranjo, parecendo a cabeça e espinha de um peixe, dá-lhe espaço para desenvolver ideias. 2. DESCOBRIR QUAIS OS PRINCIPAIS FATORES ENVOLVIDOS: Em seguida identificar os fatores que podem contribuir para o problema. Desenhar linhas fora da coluna para cada fator, e rotulá-la. Estes podem ser pessoas envolvidas com o problema, sistemas, equipamentos, materiais, forças externas, etc . Tente obter o maior número possíveil de fatores. Se você está tentando resolver o problema como parte de um grupo, então esta pode ser um bom momento para brainstorming. 3. IDENTIFICAR POSSÍVEIS CAUSAS: Para cada um dos fatores considerados no estágio 2, fazer brainstorm das possíveis causas do problema que pode estar relacionado com esse fator. Essas linhas mais pequenas identificam as causas. Quando uma causa é grande ou complexo, então desdobrar um sub-causas. 4. ANALISAR O DIAGRAMA: Nesta fase temos um diagrama com todas as possíveis causas do problema. Dependendo da complexidade e importância do problema, podemos agora investigar as causas mais prováveis . Isso pode envolver a criação de investigações, a realização de pesquisas, etc. Essas serão projetados para testar se suas avaliações estiverem corretas.
  • 17. © 2017 WINNING Scientific Management 17 5 Porquês Os cinco porquês é considera conduz-nos à raiz do problema. Exemplo: Exemplo de um cliente que está insatisfeito. Usar as técnicas de 5 Why’s ajuda-nos a seguir o processo e identificar a causa do problema. 1. Porque é que o cliente está insatisfeito? Porque nós não entregamos os serviços quando dissemos que o íamos fazer. 2. Porque é que nós não conseguimos cumprir como os prazos que acordamos com o cliente? Porque o trabalho foi mais complexo do que aquilo que estávamos à espera. 3. Porque é que o trabalho foi mais complexo do que o que estávamos à espera? Porque havia inovação no processo que desconhecíamos. 4. Porque é que desconhecíamos que havia inovação? Porque analisamos demasiado superficial o problema. 5. Porque é que analisamos demasiado superficial o problema? Porque não temos uma metodologia estabelecida.
  • 18. © 2017 WINNING Scientific Management 18 Técnica de Quebrar o Problema em Sub-Problemas. Quebrar problemas complexos em partes mais pequenas isola e identifica o problema. Grande Problema Problema 1.1 Problema 1.2 Problema 1.3 Problema 1.3.1 Problema 1.3.2 Problema 1.3.2 REDUZ COMPLEXIDADE RESOLVER PROBLEMAS PEQUENOS Projeto tem um grande atraso Fase de construção está atrasada 5 semanas O fornecedor está com dificuldade em cumprir o prazo
  • 19. © 2017 WINNING Scientific Management 19 Princípio de Pareto (80/20). Focar-nos naquilo que é relevante e não naquilo que é irrelevante.
  • 20. © 2017 WINNING Scientific Management 20 Resolução de Problemas. A resolução de problemas é um exercício de lógica e investigação. PROBLEMA SOLUÇÃO PASSADO FUTURO … … … … … 5 WHYS, FISHBONE, PARETO, OBSERVATION, MARKET STUDY CAUSA 1: CAUSA 2: CAUSA 3: … … … IMPACTO 1: IMPACTO 2: IMPACTO 3: … TENDENCIA: … … … BENEFÍCIO 1: BENEFICIO 2: BENEFICIO 3: ---------- ---------- ---------- ---------- ---------- ----------
  • 21. © 2017 WINNING Scientific Management Diminuição das vendas Sobrecusto elevado dado o volume de vendas Baixa eficiência nos processos operacionais 25 Resolução de Problemas. Um caso típico dos clientes saírem sem compras. Aumento das Vendas Redução da rotatividade dos colaborador es Aumento da eficiência operacionalVendas desceram 10% face ao período homólogo Clientes saem sem comprar Formação em Técnicas de Negociação PASSADO FUTURO Pouca Simpatia dos Funcionários Pouca Disponibilida de no Atendimento Não Encontrou o Produto Survey aos Clientes sobre Satisfação: Formação em Inteligência Emocional
  • 22. © 2017 WINNING Scientific Management 22 Competências do Futuro. Saber gerir problemas é complexos é a competência mais importante num talento.
  • 23. O maior erro das organizações são os pressupostos. Leandro Pereira
  • 24. BECOME WINNERS TOGETHER. Muito Obrigado! Leandro.pereira@winning.pt