Plano de ação gestão 2016 2019

1.353 visualizações

Publicada em

Queridos Amigos.
Com grande satisfação levo até vocês nosso Plano de Ação completo. Ele estará sempre em desenvolvimento e com a participação de todos.
E na eleição para diretores em 03/12/2015 no Colégio Estadual Ambrósio Bini. Não se esqueça VOTE CHAPA 1.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.353
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de ação gestão 2016 2019

  1. 1. 1 Estado do Paraná Secretaria de Estado da Educação – PR NRE – Área Metopolitana Norte COLÉGIO ESTADUAL AMBRÓSIO BINI - ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO - PLANO DE AÇÃO - GESTÃO 2016/2019 - Lindomar Miranda de Oliveira Anderson Ferreira da Silva ALMIRANTE TAMANDARÉ NOVEMBRO/2015.
  2. 2. 2 1. IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR a. Endereço da Escola Colégio Estadual Ambrosio Bini – EFM - Código: 00293 Endereço: Rua Bertolina Kendrik de Oliveira, 869, Bairro: Santa Terezinha. CEP: 83.501.150 - Telefone/fax: (041) 3657-1333 E-mail: attambrosio@seed.pr.gov.br Almirante Tamandaré - Código: 0040 Núcleo Regional de Educação – Área Metropolitana Norte- Código: 02 Entidade Mantenedora: GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ a. Organização da Escola O Colégio Estadual Ambrósio Bini, oferece cursos do nível fundamental e médio, na modalidade regular em três turnos (matutino, vespertino e noturno). O período matutino inicia-se às 7:30h às 12:00h, o período vespertino inicia-se as 13:00h e termina as 17:30h já o período noturno corresponde das 18:50h às 23:00h. b. Equipe de direção Direção atual: Direção Ivana Maria Barbosa Direção Auxiliar Valdirene Benício Moreira Candidatos a direção gestão 2016/2019: Direção Lindomar Miranda de Oliveira Direção Auxiliar Anderson Luiz Ferreira da Silva
  3. 3. 3 2. CARACTERIZAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR 2.1 APRESENTAÇÃO DA ESCOLA - PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS O Colégio Estadual Ambrósio Bini teve sua fundação no ano de 1950 sob a denominação de GRUPO ESCOLAR ALMIRANTE TAMANDARÉ e localizava-se na rua Emílio Johnson nº47. O Colégio Estadual Ambrósio Bini foi criado e autorizado a funcionar através do Decreto nº 4562/78 de 11/01/1978. Seu reconhecimento é regulamentado pela resolução 239/82 de 28/01/1982 e é mantido pela SEED-PR. Em 1997 o Colégio Estadual Ambrósio Bini mudou-se para o prédio situado à Rua Bertolina Kendrik de Oliveira nº893, em terreno adquirido pela Prefeitura Municipal de Almirante Tamandaré e construído em parceria com o Governo do Estado. A partir do ano de 2003 devido a comprometimento estrutural, o colégio funcionou provisoriamente em um prédio numa área cedida pelo Estado situado à Rua São Lucas, s/nº no Jardim Monte Santo. O Colégio passou por um momento de reestruturação, pois o prédio construído provisoriamente encontrava-se em estado precário não suportando mais demanda, porém no início de 2014 iniciou-se a reforma do atual prédio localizado na Rua Bertolina Kendrik de Oliveira, com entrega em novembro de 2014, no entanto mesmo com a entrega do prédio ainda não contamos com a sua plena conclusão. O colégio atualmente conta com equipamentos de informática, materiais esportivos e de escritório em estado razoável, além de 12 salas de aula, salas dos professores, biblioteca, sala multiuso e demais dependências. A equipe docente e funcionários atualmente é composta por uma Direção e Direção auxiliar, por 39 professores, por 4 pedagogos e 18 funcionários (8 agentes educacionais I e 10 agentes educacionais II). 2.2 LINHAS BÁSICAS DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DA ESCOLA A gestão do Colégio Estadual Ambrósio Bini é de caráter democrática, pautada nos princípios da participação coletiva (alunos, professores, funcionários e pais), nas tomadas de decisões que acontecem dentro da instituição, voltadas na busca de estratégias que propiciem a construção de aprendizagem por parte dos educandos. Dentre os objetivos estabelecidos no PPP, está o de formar sujeitos críticos capazes de transformar a realidade complexa em que estão inseridos, a partir do desenvolvimento da capacidade de aprender. A avaliação realizada durante o processo de ensino e aprendizagem é de caráter formativo, tendo como objetivo servir como parâmetro para o aperfeiçoamento da prática docente a partir dos resultados apresentados pelos educandos durante o trimestre. 2.3 INDICADORES. Os resultados apresentados pelas avaliações nacionais IDEB e SAEP nos últimos anos em que a média apresentada foi abaixo do esperado, revelam certa defasagem nas aprendizagens dos alunos. Com o objetivo de reestruturar pedagogicamente, a melhora
  4. 4. 4 das aprendizagens pensou-se em ações coletivas que condizentes a nossa realidade, as quais estão apresentadas. 3. JUSTIFICATIVA O presente plano de ação justifica-se pelo fato de que, nós na condição de professores desta instituição de ensino, temos identificado, nos últimos anos, a necessidade de contribuir na implementação de uma gestão democrática do CEAB. Anteriormente como alunos e agora como professores desta instituição buscaremos aprimorar os aspectos pedagógicos, administrativos e estruturais, visando uma educação de excelência e superando os índices de qualidade de ensino, que, no momento, encontram-se abaixo das expectativas, conforme revelam as avaliações educacionais externas. 4. OBJETIVOS Para que se cumpra o que ora é justificado neste plano de ação temos como objetivos:  Priorizar a Gestão Escolar tornando-a mais democrática, transparente e participativa;  Apresentar ações e estratégias para melhoria da qualidade de ensino, tendo como base a análise dos resultados das avaliações externas;  Otimizar o trabalho pedagógico tornando-o mais eficaz com base nas demandas que no momento se apregoa;  Organizar o espaço físico para melhor atender as necessidades da instituição de ensino; 5. METAS Considerando que a Resolução 3373/2015 apresenta como uma de suas normativas a avaliação da gestão escolar, pelo conselho escolar, após o primeiro biênio, delimitamos como meta inicial o fortalecimento dos órgãos colegiados (Conselho Escolar e APMF), para assegurar a transparência na gestão democrática e qualidade do ensino. Visando sempre a qualidade do ensino, participação ativa da comunidade, valorização do profissional escolar e gestão amplamente democrática, destacamos como metas:  Promover reuniões periódicas com os pais, professores e funcionários;  Reativação e fortalecimento do Grêmio estudantil;
  5. 5. 5  Criação de um boletim informativo com as ações da escola e a transparência da gestão.  Implantação de elementos de efetivo acompanhamento da vida escolar do aluno (portfólio, avaliações diagnósticas, relatórios, etc);  Realização de conselho de classe participativo, conforme previsto LDB 9394/1996 em seu artigo 12, inciso VI;  Reestruturação do Projeto Político Pedagógico e Regimento escolar;  Implantação das Salas de Recursos e de Apoio;  Busca de estratégias para promover a permanência, o sucesso e o combate da evasão escolar;  Melhora dos índices das avaliações externas como IDEB, PROVA BRASIL e ENEM;  Efetivação de uma gestão democrática transparente, com a participação da comunidade escolar na aplicação dos recursos financeiros;  Buscar uma escola acolhedora das diversidades;  Promover um espaço harmonioso de modo que professores e funcionários desenvolvam um sentimento de identificação com a instituição. 6. AÇÕES E ESTRATÉGIAS 6.1 GESTÃO DEMOCRÁTICA Visando estabelecer uma gestão em que a participação da comunidade de professores, alunos e pais nas tomadas de decisões dentro da instituição aconteçam, bem como com o objetivo de estabelecer em conjunto, atitudes que garantam a democracia e proporcione o aperfeiçoamento do processo de ensino e aprendizagem de modo a atender as expectativas presentes no projeto político pedagógico, delimitaram-se as seguintes propostas. - Desenvolver palestras com ex-aluno, empresários e políticos do município; - Estabelecer parcerias com empresas do município e a escola, com o objetivo de buscar oportunidade de emprego aos nossos jovens; - Realizar pesquisas e estudos para a possibilidade de implantação do ensino integral e profissionalizante; - Realizar estudos e reflexões sobre o regimento interno; - Construir estratégias coletivas com o objetivo de melhorar os índices do SAEP, IDEB e Prova Brasil, a partir dos resultados obtidos nos anos anteriores; 6.2 DIMENSÃO DA AVALIAÇÃO Por considerarmos a avaliação parte essencial do processo educacional temos as seguintes ações:
  6. 6. 6 - Criação de um portfólio para cada aluno, no qual o professor possa visualizar o processo percorrido em suas aprendizagens durante sua vida escolar; - Replanejamento trimestral das ações do professor com a participação dos alunos a partir das necessidades da turma; - Participação dos alunos na escolha dos critérios de avaliação, através da autoavaliação. - Diversificação das estratégias de avaliação de modo a potencializar os diferentes estilos de aprendizagem. - Promover reuniões periódicas com o objetivo de avaliar a gestão. 6.3 PRÁTICA PEDAGÓGICA Com o objetivo de desenvolver ações efetivas que proporcionem a melhora das práticas pedagógicas do Colégio Estadual Ambrósio Bini, em seus diferentes seguimentos, respeitando interesses e diferenças de nosso corpo docente, propomos: - Realizar encontros para discussão do plano de trabalho docente. - Reformulação do PPP (Projeto Político Pedagógico) e Regimento Escolar, de forma democrática e participativa, com o intuito de que todos repensem a filosofia da escola e a organização da mesma. - Realização de eventos que proporcionem a interação do corpo docente com a comunidade dos pais e/ou responsáveis pelos estudantes. - Viabilizar a implantação de salas de apoio e de recursos com o objetivo de auxiliar os alunos que estão apresentando dificuldade de aprendizagem. - Realizar consultas sobre a implantação do programa Mais Educação. - Promover palestras com especialistas em educação. - Criação da sala de hora de atividade. - Reestruturação da biblioteca do professor. - Buscar a ampliação do número de pedagogos. - Realizar reuniões periódicas. - Criação de uma rádio escola. - Fortalecimento do ensino noturno com cursos profissionalizante e o CELEM. - Resgate de eventos históricos do colégio como: Baile da Miss Brotinho, Festival de Talentos, Semanas Culturais, Feira de Ciências, Campeonatos Esportivos e Feira de Livros (semana de leitura). - Organização de passeios educacionais. - Organização e reativação da fanfarra. 6.4 ACESSO, PERMANÊNCIA e SUCESSO NA ESCOLA Fazer com que crianças e adolescentes permaneçam e consigam concluir os níveis de ensino em idade adequada, é um dos principais desafios da escola contemporânea. Para o sucesso neste quesito, propomos as seguintes ações: - Promover visitas do corpo docente junto às comunidades que a escola atende;
  7. 7. 7 - Identificar os problemas que dificultam a permanência dos alunos em nossa escola. - A partir dos problemas identificados, propor estratégias de combate à evasão escolar. - Estabelecer diálogo constante com o conselho tutelar, visando auxílio para atender ao programa de combate ao abandono escolar. - Criação de projetos para o período de contraturno. 6.5 AMBIENTE EDUCATIVO A escola como um local de vivência e convivência deve promover a educação que respeite os direitos humanos, tornando-se um espaço para reflexão dos direitos e deveres do cidadão em que é possível propor novas expectativas para uma sociedade mais justa e digna. Visando atender a dimensão Ambiente Educativo, propomos: - Estabelecer projetos que combata a discriminação e preconceito. - Aprofundamento dos estudos do ECA, sobre os direitos e deveres das crianças e adolescentes. - Apoio e incentivo para as atividades propostas pela equipe multidisciplinar, na valorização das culturas afro-brasileiras e indígenas. - Promover a inclusão e interação dos alunos com necessidades especiais. - Realizar palestras com especialistas que trabalham com a diversidade. - Projeto Cidadania em rede (realização de atividades que visem estabelecer um contato do indivíduo comum com o seu papel de cidadão na sociedade). - Estabelecer parcerias com instituições que venham oferecer profissionais ou acadêmicos para a realização de trabalhos em conjunto com a escola de modo a despertar atitudes voltadas para a prevenção em relação ao uso de álcool e outras drogas, compondo um trabalho educativo com alunos e pais da comunidade local de modo a atender e solucionar os problemas que estão presentes na escola. - Resgate de uma educação cívica (princípios morais e éticos). - Promover ambientes educacionais que possam estimular a aprendizagem e a vontade de aprender do aluno (salas ambientes, teatro, projeção e pesquisa) - Buscar acessibilidade da escola com construção de rampa e implantação de elevadores. - Criação do memorial do Colégio Ambrósio Bini. 6.6 FORMAÇÃO E CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS PROFISSIONAIS DA ESCOLA Por acreditarmos que todos os profissionais da escola exercem um importante papel no processo de ensino e aprendizagem, temos por objetivo elucidar propostas que visem uma interação maior da instituição e todos os seus seguimentos, assim sendo, pretendemos nessa gestão: - Realizar eventos de integração entre os profissionais da escola e a comunidade.
  8. 8. 8 - Buscar junto à entidade mantenedora a ampliação do quadro de funcionários, visando atender as necessidades da escola. - Realizar eventos de confraternização entre os profissionais da escola. - Homenagem no final do período letivo aos funcionários que em votação do grupo de professores, funcionários e alunos do grêmio foram considerados destaques pela sua função a partir de critérios específicos. - Realizar reuniões periódicas que possibilitem a criação de estratégias comuns voltadas para avaliações do trabalho realizado. - Aquisição de melhores instrumentos de trabalho para os agentes educacionais I e II. - Projeto de conscientização dos alunos a respeito da importância de manter o ambiente escolar asseado. - Digitalização e informatização de documentos históricos. - Consulta sobre a implantação do uniforme dos professores e funcionários não para padronização, mas visando a valorização e identificação com a escola. - Aquisição de materiais pedagógicos que venham de encontro as expectativas do aluno e à metodologia do professor. 6.7 AMBIENTE FÍSICO ESCOLAR Visando tornar o ambiente físico escolar um espaço limpo, arejado e agradável para o trabalho educacional temos como propostas: - Reaproveitamento dos recursos existentes que ainda apresentam bom estado de uso. - Melhora na qualidade na sala dos professores. - Otimização do espaço escolar aproveitando locais que no momento encontram-se ociosos. - Ativação dos laboratórios de Ciências, Artes e Informática. - Criação de uma estufa para as aulas de ciências. - Criação de uma sala para práticas esportivas (jogos, lutas, ginástica e dança). - Aquisição de materiais de ginástica. - Aquisição de materiais como rádio, caixa de som, mesa de som, microfone etc. - Viabilizar junto à entidade mantenedora o término da quadra esportiva. - Criar uma recepção escolar para o atendimento de pais e pessoas externas a escola. - Incentivar a efetivação da brigada escolar. - Aquisição de livros literatos e pesquisa. - Viabilização de um espaço para os livros didáticos. - Criação de novos espaços esportivos. - Realização de reuniões consultivas com a equipe docente, pais e alunos a respeito da aplicação de recursos financeiros. - Criação de um boletim informativo a respeito das ações realizadas na escola e seus respectivos gastos. - Ativação do site da escola.
  9. 9. 9 - Divulgação das atividades realizadas na escola por meio de redes sociais. - Projeto de reaproveitamento de resíduos sólidos. - Projeto para implementação da coleta seletiva. - Reaproveitamento da água da chuva através de cisternas e trabalhos que viabilizem a criatividade dos alunos a partir da conscientização e sustentabilidade. 7. AVALIAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO Por acreditarmos que as propostas anteriormente mencionadas atendem as necessidades do Colégio Estadual Ambrósio Bini, bem como o fato de sua aplicabilidade ser necessária para a transformação da prática educativa, deixamos que este plano de ação esteja aberto para discussões voltadas para possíveis sugestões, com reuniões trimestrais que serão realizadas por meio de consulta à comunidade escolar junto com entrega de boletins e/ou específicas para este fim. 8. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997b. PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação, Caderno: PROGRAMA DE COMBATE AO ABANDONO ESCOLAR – Curitiba – 2013. PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação, Subsídios para elaboração do Regimento Escolar – Curitiba – 2010. PARANÁ, Secretaria de Estado da Educação, Instrução nº 007/2010 - PPP – Projeto Político Pedagógico – Curitiba – 2010. PARANÁ, Colégio Estadual Ambrósio Bini, PPP – Projeto Político Pedagógico – Almirante Tamandaré - PR PARANÁ, Colégio Estadual Ambrósio Bini, Regimento Escolar – Almirante Tamandaré - PR COLARES, Maria Lília Imbiriba Sousa; PACÍFICO, Juracy Machado; ESTRELA, George Queiroga (org.) Gestão Escolar: Enfrentando os desafios cotidianos em escolas públicas. 1 ed. Curitiba: CRV, 2009. 206p.

×