SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
O Renascimento e a  formação da mentalidade moderna Séculos XV e XVI Profª Cristina Romba
Localização espácio temporal ,[object Object],[object Object],[object Object],Profª Cristina Romba
Por quê em Itália? ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Profª Cristina Romba
A difusão do Renascimento ,[object Object],Profª Cristina Romba
Descobrir o Mundo… descobrir o Homem ,[object Object],Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],Os novos valores do Renascimento Deus escolheu o Homem […] e, colocando-o no centro do Mundo disse-lhe: […]. És tu que segundo os teus desejos e o teu discernimento, podes escolher […].  Pico della Mirandola,  Sobre a dignidade do Homem , 1486 Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],No nosso tempo, todas as matérias nos interessam. Aprendemos grego (sem o qual ninguém se pode considerar sábio), hebraico e latim. Considero indispensável que aprendas estas línguas. Rabelais,  Cartas de Gargântua  a Pantagruel ,  1534 Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],[…]. Quanto à Natureza, quero que a estudes cuidadosamente: deves conhecer os peixes que enchem os mares e as aves que voam nos céus; as árvores de todas as florestas e as ervas de todos os campos; os metais ocultos  no ventre da Terra e as pedras preciosas de todos os continentes. […] Depois, mais cuidadosamente ainda, estuda os livros dos médicos gregos, árabes e latinos […] e através da prática da anatomia, procura conhecer esse outro mundo que é o homem. Rabelais,  Cartas de Gargântua a Pantagruel ,  1534 Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],Nunca os nossos antepassados […] imaginaram que viria o tempo em que o Ocidente conheceria o Oriente como agora conhece. Os escritores antigos escreveram sobre isso tantas fábulas que se pensava ser impossível navegar até ao Oriente. […] Como a  experiência  é a mãe de todas as coisas, por ela soubemos radicalmente a verdade. Duarte Pacheco Pereira,  Esmeraldo de Situ Orbis , 1505 Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],Se alguém julgar que falo com mais atrevimento do que verdade, venha inspeccionar comigo as vidas humanas […]. Este mete no ventre tudo quanto ganha, poucos dias depois, passa fome. Aquele não vê a felicidade senão no sono e no ócio. […] Os negociantes mentem, roubam, defraudam, enganam e consideram-se pessoas muito importantes, porque andam com os dedos cheios de anéis de ouro. […] Erasmo de Roterdão,  Elogio da Loucura , 1511 Profª Cristina Romba
Em síntese… ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],O Homem do Renascimento era um Homem com uma nova mentalidade, curioso, crítico, multifacetado. Profª Cristina Romba
Alargamento da compreensão da Natureza ,[object Object],[object Object],[object Object],-  Atitude crítica  face à realidade; - Todo o conhecimento deverá ser confirmado pela  razão , pela  observação  e pela  experiência . Mentalidade racionalista Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Profª Cristina Romba
Produção literária humanista ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Literatura Literatura  Tratados de política Literatura Pintura, arquitectura, escultura, física, anatomia... “ Itália Profª Cristina Romba
Produção literária humanista ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Literatura Crítica social Literatura  Literatura, crítica social Teatro, poesia Romance de cavalaria Profª Cristina Romba
Produção literária humanista ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Poesia épica e lírica Literatura de viagens Tratados de medicina e farmacopeia Literatura de viagens “ Teatro Matemática, Astronomia... Crítica social Correspondência Literatura (poesia)  Portugal Profª Cristina Romba
A arte renascentista ,[object Object],[object Object],[object Object],Sob o mecenato dos  Médicis Sob o mecenato dos Papas Profª Cristina Romba
Arquitectura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Ordem Proporção Elementos estruturais e decorativos Profª Cristina Romba
Características da arquitectura ,[object Object],[object Object],Basílica de S. Pedro , Vaticano, Roma Profª Cristina Romba
[object Object],Profª Cristina Romba
Igreja da Graça , Évora Aleta Frontão triangular Friso Arco de volta perfeita Abóbada de berço Cornija Balaustrada Pilastra Profª Cristina Romba
[object Object],Profª Cristina Romba
Pintura Grandes inovações ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Dois grandes focos de pintura Uma grande inovação ,[object Object],Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Outra grande inovação Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],Leonardo da Vinci,  A Virgem com o Menino e Santa Ana Profª Cristina Romba
Características da pintura ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Rafael,  Madona no prado , 1505 Profª Cristina Romba
Van Eyck,  A Virgem e o Chanceler Rolin , 1485 Da Vinci,  A Virgem dos Rochedos , 1506 Profª Cristina Romba
Sandro Botticelli,  Primavera Profª Cristina Romba
Miguel Ângelo Capela Sistina, Vaticano O fresco Profª Cristina Romba
O retrato ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Profª Cristina Romba
Escultura ,[object Object],[object Object],[object Object],Miguel Ângelo,  David Características Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],Miguel Ângelo,  Pietà Profª Cristina Romba
Os temas na pintura e na escultura ,[object Object],[object Object],[object Object],Profª Cristina Romba
O Renascimento em Portugal Claustro do Convento de Cristo, Tomar Claustro da Sé de Viseu  Profª Cristina Romba
Igreja da Misericórdia, Guimarães Igreja dos Grilos, Porto Profª Cristina Romba
Quando o gótico-manuelino se encontra com o renascimento Convento de Cristo, Tomar Profª Cristina Romba
PORTUGAL: a persistência do Gótico e o Manuelino ,[object Object],[object Object],[object Object],Profª Cristina Romba
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Os elementos decorativos são, essencialmente: Janela do Convento de Cristo, Tomar Profª Cristina Romba
Torre de Belém, Lisboa Profª Cristina Romba
Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa Profª Cristina Romba

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reforma Protestante e Contra Reforma
Reforma Protestante e Contra ReformaReforma Protestante e Contra Reforma
Reforma Protestante e Contra Reforma
Luiz Henrique Ferreira
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
cindy1977
 
Geografia A 11 ano - Transportes
Geografia A 11 ano - TransportesGeografia A 11 ano - Transportes
Geografia A 11 ano - Transportes
Raffaella Ergün
 
Rede urbana nacional
Rede urbana nacionalRede urbana nacional
Rede urbana nacional
Cacilda Basto
 
Arte do Renascimento em Portugal
Arte do Renascimento em PortugalArte do Renascimento em Portugal
Arte do Renascimento em Portugal
Carlos Vieira
 
A cultura do palacio
A cultura do palacioA cultura do palacio
A cultura do palacio
Ana Barreiros
 

Mais procurados (20)

O Barroco
O BarrocoO Barroco
O Barroco
 
Reforma Protestante e Contra Reforma
Reforma Protestante e Contra ReformaReforma Protestante e Contra Reforma
Reforma Protestante e Contra Reforma
 
F3 a cultura e o iluminismo em portugal
F3 a cultura e o iluminismo em portugalF3 a cultura e o iluminismo em portugal
F3 a cultura e o iluminismo em portugal
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
FunçõEs Urbanas
FunçõEs UrbanasFunçõEs Urbanas
FunçõEs Urbanas
 
Geografia A 11 ano - Transportes
Geografia A 11 ano - TransportesGeografia A 11 ano - Transportes
Geografia A 11 ano - Transportes
 
Rede urbana nacional
Rede urbana nacionalRede urbana nacional
Rede urbana nacional
 
03 historia a_revisões_módulo_3
03 historia a_revisões_módulo_303 historia a_revisões_módulo_3
03 historia a_revisões_módulo_3
 
Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesa
 
A sociedade no Antigo Regime
A sociedade no Antigo RegimeA sociedade no Antigo Regime
A sociedade no Antigo Regime
 
Arte do Renascimento em Portugal
Arte do Renascimento em PortugalArte do Renascimento em Portugal
Arte do Renascimento em Portugal
 
A cultura do palco
A cultura do palcoA cultura do palco
A cultura do palco
 
Reformas pombalinas: educação
Reformas pombalinas: educaçãoReformas pombalinas: educação
Reformas pombalinas: educação
 
A cultura do palacio
A cultura do palacioA cultura do palacio
A cultura do palacio
 
9ºano - As atividades económicas
9ºano - As atividades económicas9ºano - As atividades económicas
9ºano - As atividades económicas
 
Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
 
Antigo regime
Antigo regimeAntigo regime
Antigo regime
 
Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)Problemas urbanos, soluções (2)
Problemas urbanos, soluções (2)
 
Teoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de DescartesTeoria racionalista de Descartes
Teoria racionalista de Descartes
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 

Destaque

A expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequênciasA expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequências
Carla Teixeira
 
CorrecçãO Ficha
CorrecçãO FichaCorrecçãO Ficha
CorrecçãO Ficha
Hist8
 
O mundo industrializado no
O mundo industrializado noO mundo industrializado no
O mundo industrializado no
maria40
 
A antiga civilização egípcia
A antiga civilização egípciaA antiga civilização egípcia
A antiga civilização egípcia
Rainha Maga
 
A abertura ao mundo - expansão
A abertura ao mundo -  expansãoA abertura ao mundo -  expansão
A abertura ao mundo - expansão
Lucilia Fonseca
 
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica ~ ApresentaçãO De Slides
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica ~ ApresentaçãO De SlidesDa Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica ~ ApresentaçãO De Slides
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica ~ ApresentaçãO De Slides
oliviaguerra
 
Liberalismo económico powerpoint
Liberalismo económico powerpointLiberalismo económico powerpoint
Liberalismo económico powerpoint
maria40
 

Destaque (20)

Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
Sociedade Medieval
Sociedade MedievalSociedade Medieval
Sociedade Medieval
 
A expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequênciasA expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequências
 
CorrecçãO Ficha
CorrecçãO FichaCorrecçãO Ficha
CorrecçãO Ficha
 
As trocas intercontinentais[1]
As trocas intercontinentais[1]As trocas intercontinentais[1]
As trocas intercontinentais[1]
 
O mundo industrializado no
O mundo industrializado noO mundo industrializado no
O mundo industrializado no
 
Especiarias
EspeciariasEspeciarias
Especiarias
 
A Contra-Reforma Católica
A Contra-Reforma CatólicaA Contra-Reforma Católica
A Contra-Reforma Católica
 
Revisao 9 D Sb
Revisao 9 D SbRevisao 9 D Sb
Revisao 9 D Sb
 
A Sociedade Europeia nos séculos IX a XII
A Sociedade Europeia nos séculos IX a XIIA Sociedade Europeia nos séculos IX a XII
A Sociedade Europeia nos séculos IX a XII
 
A expansao portuguesa 01
A expansao portuguesa 01A expansao portuguesa 01
A expansao portuguesa 01
 
Anos 20
Anos 20Anos 20
Anos 20
 
A Reforma
A ReformaA Reforma
A Reforma
 
As Reformas Religiosas
As Reformas ReligiosasAs Reformas Religiosas
As Reformas Religiosas
 
A antiga civilização egípcia
A antiga civilização egípciaA antiga civilização egípcia
A antiga civilização egípcia
 
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso PortuguêsO Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
O Mundo Industrializado no século XIX e o Caso Português
 
A Civilização Romana
A Civilização RomanaA Civilização Romana
A Civilização Romana
 
A abertura ao mundo - expansão
A abertura ao mundo -  expansãoA abertura ao mundo -  expansão
A abertura ao mundo - expansão
 
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica ~ ApresentaçãO De Slides
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica ~ ApresentaçãO De SlidesDa Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica ~ ApresentaçãO De Slides
Da Queda Da Monarquia à ImplantaçãO Da RepúBlica ~ ApresentaçãO De Slides
 
Liberalismo económico powerpoint
Liberalismo económico powerpointLiberalismo económico powerpoint
Liberalismo económico powerpoint
 

Semelhante a O renascimento e a formação da mentalidade moderna

O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
s80
 
Cap06 classicismo
Cap06 classicismoCap06 classicismo
Cap06 classicismo
whybells
 
Contextualização Lusíadas
Contextualização LusíadasContextualização Lusíadas
Contextualização Lusíadas
Antónia Mancha
 
A produção cultural do renascimento parte 2
A produção cultural do renascimento parte 2A produção cultural do renascimento parte 2
A produção cultural do renascimento parte 2
Carla Teixeira
 
O renascimento italiano
O renascimento italianoO renascimento italiano
O renascimento italiano
Susana Simões
 
Caderno Diário Renascimento
Caderno Diário Renascimento Caderno Diário Renascimento
Caderno Diário Renascimento
Escoladocs
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
JosPedroSilva11
 

Semelhante a O renascimento e a formação da mentalidade moderna (20)

O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
 
Camões e o seu tempo
Camões e o seu tempoCamões e o seu tempo
Camões e o seu tempo
 
Renascimento: Formação da mentalidade moderna
Renascimento: Formação da mentalidade modernaRenascimento: Formação da mentalidade moderna
Renascimento: Formação da mentalidade moderna
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
 
Renascimento cultural e científico
Renascimento cultural e científico Renascimento cultural e científico
Renascimento cultural e científico
 
Cap06 classicismo
Cap06 classicismoCap06 classicismo
Cap06 classicismo
 
26 - Renascimento
26 - Renascimento26 - Renascimento
26 - Renascimento
 
Renascimento2
Renascimento2Renascimento2
Renascimento2
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Contextualização Lusíadas
Contextualização LusíadasContextualização Lusíadas
Contextualização Lusíadas
 
Módulo 5 - Contexto Histórico Profissional
Módulo 5 - Contexto Histórico ProfissionalMódulo 5 - Contexto Histórico Profissional
Módulo 5 - Contexto Histórico Profissional
 
O Renascimento
O RenascimentoO Renascimento
O Renascimento
 
Renascimento
Renascimento Renascimento
Renascimento
 
A produção cultural do renascimento parte 2
A produção cultural do renascimento parte 2A produção cultural do renascimento parte 2
A produção cultural do renascimento parte 2
 
A mentalidade renascentista.pptx
A mentalidade renascentista.pptxA mentalidade renascentista.pptx
A mentalidade renascentista.pptx
 
O renascimento italiano
O renascimento italianoO renascimento italiano
O renascimento italiano
 
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 O Renascimento e a formação da mentalidade moderna. O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 
Caderno Diário Renascimento
Caderno Diário Renascimento Caderno Diário Renascimento
Caderno Diário Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
 

Mais de Rainha Maga

Hegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeiaHegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeia
Rainha Maga
 
Arte no paleolítico
Arte no paleolíticoArte no paleolítico
Arte no paleolítico
Rainha Maga
 
Os Gregos no Século V a. C.
Os Gregos no Século V a. C.Os Gregos no Século V a. C.
Os Gregos no Século V a. C.
Rainha Maga
 
A Era Estalinista
A Era EstalinistaA Era Estalinista
A Era Estalinista
Rainha Maga
 

Mais de Rainha Maga (16)

Literacias dos media como pesquisar no google
Literacias dos media como pesquisar no googleLiteracias dos media como pesquisar no google
Literacias dos media como pesquisar no google
 
Literacias dos media como analisar um website
Literacias dos media como analisar um websiteLiteracias dos media como analisar um website
Literacias dos media como analisar um website
 
Estatística das bibliotecas escolares do agrupamento de Souselo
Estatística das bibliotecas escolares do agrupamento de SouseloEstatística das bibliotecas escolares do agrupamento de Souselo
Estatística das bibliotecas escolares do agrupamento de Souselo
 
Os descobrimentos Portugueses e a concorrência de Espanha
Os descobrimentos Portugueses e a concorrência de EspanhaOs descobrimentos Portugueses e a concorrência de Espanha
Os descobrimentos Portugueses e a concorrência de Espanha
 
Crise do Império Português no oriente
Crise do Império Português no orienteCrise do Império Português no oriente
Crise do Império Português no oriente
 
O capitalismo comercial no século XVII
O capitalismo comercial no século XVIIO capitalismo comercial no século XVII
O capitalismo comercial no século XVII
 
Ascensão da europa de noroeste: os Países Baixos e a Inglaterra no século XVII
Ascensão da europa de noroeste: os Países Baixos e a Inglaterra no século XVIIAscensão da europa de noroeste: os Países Baixos e a Inglaterra no século XVII
Ascensão da europa de noroeste: os Países Baixos e a Inglaterra no século XVII
 
União ibérica & restauração
União ibérica & restauraçãoUnião ibérica & restauração
União ibérica & restauração
 
Hegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeiaHegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeia
 
O neolítico
O neolíticoO neolítico
O neolítico
 
Arte no paleolítico
Arte no paleolíticoArte no paleolítico
Arte no paleolítico
 
A arte egípcia
A arte egípciaA arte egípcia
A arte egípcia
 
Os Gregos no Século V a. C.
Os Gregos no Século V a. C.Os Gregos no Século V a. C.
Os Gregos no Século V a. C.
 
O Tempo Das Ditaduras
O Tempo Das DitadurasO Tempo Das Ditaduras
O Tempo Das Ditaduras
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
 
A Era Estalinista
A Era EstalinistaA Era Estalinista
A Era Estalinista
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 

Último (20)

Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 

O renascimento e a formação da mentalidade moderna

  • 1. O Renascimento e a formação da mentalidade moderna Séculos XV e XVI Profª Cristina Romba
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23. Igreja da Graça , Évora Aleta Frontão triangular Friso Arco de volta perfeita Abóbada de berço Cornija Balaustrada Pilastra Profª Cristina Romba
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29. Van Eyck, A Virgem e o Chanceler Rolin , 1485 Da Vinci, A Virgem dos Rochedos , 1506 Profª Cristina Romba
  • 30. Sandro Botticelli, Primavera Profª Cristina Romba
  • 31. Miguel Ângelo Capela Sistina, Vaticano O fresco Profª Cristina Romba
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36. O Renascimento em Portugal Claustro do Convento de Cristo, Tomar Claustro da Sé de Viseu Profª Cristina Romba
  • 37. Igreja da Misericórdia, Guimarães Igreja dos Grilos, Porto Profª Cristina Romba
  • 38. Quando o gótico-manuelino se encontra com o renascimento Convento de Cristo, Tomar Profª Cristina Romba
  • 39.
  • 40.
  • 41. Torre de Belém, Lisboa Profª Cristina Romba
  • 42. Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa Profª Cristina Romba