SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
A ERA ESTALINISTA  NA URSS Colectivização e planificação da economia
Da Rússia dos czares à Rússia  dos sovietes ,[object Object],1905:  - derrota da Rússia na guerra contra o  Japão pela disputa da Manchúria; - fome e miséria. O povo pediu ao czar pão e trabalho, mas o czar mandou as suas tropas esmagarem a revolta Domingo Sangrento
O Domingo Sangrento (1905)
A revolução burguesa ,[object Object],Fome  e falta  de  víveres Descontentamento geral agravado pela participação da Rússia na 1.ª Guerra Mundial - Revoltas operárias e camponesas; - Motins no exército e na marinha. Instabilidade social e política
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Julho de 1917 : Kerenski obteve o apoio dos marxistas moderados e social-revolucionários, mas não conseguiu a paz. A oposição (sovietes) ganhou cada vez mais partidários e Kerenski perdeu-os.
Objectivos do comunismo ,[object Object],[object Object],[object Object],Para pôr fim às lutas de classes e instituir uma sociedade igualitária, sem classes. Ditadura do proletariado COMUNISMO
Lenine discursando às massas, em S. Pertersburgo
A Revolução Bolchevique ,[object Object],Operários, soldados, marinheiros e bolcheviques, liderados por Lenine e Trotsky, assaltaram o Palácio de Inverno e obrigaram o Governo Provisório a demitir-se. Formou-se de um novo governo designado por  Ditadura do Proletariado : = o poder nas mãos dos trabalhadores,  instrumento fundamental na luta de classes; = regime político que deverá anteceder a  sociedade sem classes.
Caricatura representando Lenine a varrer os símbolos do absolutismo e do capitalismo
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
A construção da URSS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Necessidade de novas medidas económicas.
[object Object],[object Object],O estado continuou a controlar os principais sectores da economia, mas permitiu a existência da  iniciativa privada : * existência de pequenas unidades privadas de    produção agrícola e industrial; * entrada de capitais e técnicos estrangeiros; * alguma liberdade de comércio (venda livre de    produtos agrícolas).
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Para tornar possível a sociedade sem classes
A criação da URSS ,[object Object],[object Object]
A URSS
A era estalinista na URSS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Colectivização e planificação da economia ,[object Object],Planificação Colectivização dos meios de produção
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Kolkhozes  = cooperativas de camponeses. Sovkhozes  = cooperativas do Estado exploradas em comum pelos camponeses.
Resistência à colectivização por parte dos  kulaks
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],1º Plano (1928-1932):  apostou na indústria pesada, na siderurgia, electrificação para a produção de máquinas e equipamentos técnicos; nacionalização da indústria; 2º plano (1933-1937):  e  3º plano (1939-1945)   [interrompido em 1940 pela 2ª Guerra Mundial]:  apostaram nos transportes, no comércio, na educação e na agricultura.
Desenvolvimento da indústria pesada na URSS
Distribuição dos investimentos no 1º plano quinquenal
A industrialização soviética passava pela “união do poder da ciência à energia criativa da classe trabalhadora”, como se divulga neste cartaz
Colectivização da economia
“ A todo o vapor na via da industrialização” -  Cartaz de propaganda à industrialização estalinista
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Nas vésperas da 2ª Guerra Mundial, a URSS era a 3ª maior potência mundial.
A repressão estalinista O regime estalinista era  repressivo , tal como os outros totalitarismos. ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Um campo de trabalhos forçados na Sibéria
Os  isbeques , trabalhadores escravos da era estalinista Evolução do número de prisioneiros políticos (1934-1952)
O culto da personalidade e a emulação socialista ,[object Object],[object Object],Autoria: Cristina Romba

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estalinismo
EstalinismoEstalinismo
Estalinismo
ines7391
 
Portugal Estado Novo
Portugal   Estado NovoPortugal   Estado Novo
Portugal Estado Novo
Carlos Vieira
 
A questão colonial e o 25 de abril
A questão colonial e o 25 de abrilA questão colonial e o 25 de abril
A questão colonial e o 25 de abril
Carlos Vieira
 

Mais procurados (20)

A Era Estalinista Na Urss
A Era Estalinista Na UrssA Era Estalinista Na Urss
A Era Estalinista Na Urss
 
Estalinismo
EstalinismoEstalinismo
Estalinismo
 
Portugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardasPortugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardas
 
Mundo capitalista
Mundo capitalistaMundo capitalista
Mundo capitalista
 
Frentes populares
Frentes popularesFrentes populares
Frentes populares
 
Implantação do Marxismo-Leninismo na Rússia
Implantação do Marxismo-Leninismo na RússiaImplantação do Marxismo-Leninismo na Rússia
Implantação do Marxismo-Leninismo na Rússia
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
 
A guerra fria
A guerra friaA guerra fria
A guerra fria
 
Era estalinista
Era estalinistaEra estalinista
Era estalinista
 
O Tempo Das Ditaduras
O Tempo Das DitadurasO Tempo Das Ditaduras
O Tempo Das Ditaduras
 
Crise 1929
Crise 1929Crise 1929
Crise 1929
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
 
Portugal Estado Novo
Portugal   Estado NovoPortugal   Estado Novo
Portugal Estado Novo
 
A questão colonial e o 25 de abril
A questão colonial e o 25 de abrilA questão colonial e o 25 de abril
A questão colonial e o 25 de abril
 
Pós 25 de abril
Pós 25 de abrilPós 25 de abril
Pós 25 de abril
 
China de Mao Tsé-Tung
China de Mao Tsé-TungChina de Mao Tsé-Tung
China de Mao Tsé-Tung
 
9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacional9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacional
 
Fim do modelo sovietico
Fim do modelo sovieticoFim do modelo sovietico
Fim do modelo sovietico
 
7 02 o_agudizar_anos 30
7 02 o_agudizar_anos 307 02 o_agudizar_anos 30
7 02 o_agudizar_anos 30
 
Estado novo
Estado novoEstado novo
Estado novo
 

Destaque (8)

Historia a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoHistoria a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumo
 
Os Gulags
Os GulagsOs Gulags
Os Gulags
 
Estado Novo 1
Estado Novo 1Estado Novo 1
Estado Novo 1
 
Módulo 7 anos 20, crash, fascismos, new deal
Módulo 7   anos 20, crash, fascismos, new dealMódulo 7   anos 20, crash, fascismos, new deal
Módulo 7 anos 20, crash, fascismos, new deal
 
Revolução soviética – ficha de trabalho e correção
Revolução soviética – ficha de trabalho  e correçãoRevolução soviética – ficha de trabalho  e correção
Revolução soviética – ficha de trabalho e correção
 
Salazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado NovoSalazar e o Estado Novo
Salazar e o Estado Novo
 
Ditadura Estalinista
Ditadura EstalinistaDitadura Estalinista
Ditadura Estalinista
 
História
HistóriaHistória
História
 

Semelhante a A Era Estalinista

Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª IvanoskaRevolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
elaineoliver12
 
Aimplantacaodomarxismoleninismo
AimplantacaodomarxismoleninismoAimplantacaodomarxismoleninismo
Aimplantacaodomarxismoleninismo
carneiro62
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slide
Isabel Aguiar
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
Janayna Lira
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
Janayna Lira
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
dmflores21
 
Socialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 anoSocialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 ano
AEDFL
 

Semelhante a A Era Estalinista (20)

Revolução soviética
Revolução soviéticaRevolução soviética
Revolução soviética
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª IvanoskaRevolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
 
A revolução russa
A revolução russaA revolução russa
A revolução russa
 
Aimplantacaodomarxismoleninismo
AimplantacaodomarxismoleninismoAimplantacaodomarxismoleninismo
Aimplantacaodomarxismoleninismo
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slide
 
A ConstruçãO Da UniãO SoviéTica
A ConstruçãO Da UniãO SoviéTicaA ConstruçãO Da UniãO SoviéTica
A ConstruçãO Da UniãO SoviéTica
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
A revolução soviética
A revolução soviéticaA revolução soviética
A revolução soviética
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
 
Socialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 anoSocialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 ano
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 

Mais de Rainha Maga

Hegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeiaHegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeia
Rainha Maga
 
Arte no paleolítico
Arte no paleolíticoArte no paleolítico
Arte no paleolítico
Rainha Maga
 
A antiga civilização egípcia
A antiga civilização egípciaA antiga civilização egípcia
A antiga civilização egípcia
Rainha Maga
 
Os Gregos no Século V a. C.
Os Gregos no Século V a. C.Os Gregos no Século V a. C.
Os Gregos no Século V a. C.
Rainha Maga
 

Mais de Rainha Maga (15)

Literacias dos media como pesquisar no google
Literacias dos media como pesquisar no googleLiteracias dos media como pesquisar no google
Literacias dos media como pesquisar no google
 
Literacias dos media como analisar um website
Literacias dos media como analisar um websiteLiteracias dos media como analisar um website
Literacias dos media como analisar um website
 
Estatística das bibliotecas escolares do agrupamento de Souselo
Estatística das bibliotecas escolares do agrupamento de SouseloEstatística das bibliotecas escolares do agrupamento de Souselo
Estatística das bibliotecas escolares do agrupamento de Souselo
 
Os descobrimentos Portugueses e a concorrência de Espanha
Os descobrimentos Portugueses e a concorrência de EspanhaOs descobrimentos Portugueses e a concorrência de Espanha
Os descobrimentos Portugueses e a concorrência de Espanha
 
Crise do Império Português no oriente
Crise do Império Português no orienteCrise do Império Português no oriente
Crise do Império Português no oriente
 
O capitalismo comercial no século XVII
O capitalismo comercial no século XVIIO capitalismo comercial no século XVII
O capitalismo comercial no século XVII
 
Ascensão da europa de noroeste: os Países Baixos e a Inglaterra no século XVII
Ascensão da europa de noroeste: os Países Baixos e a Inglaterra no século XVIIAscensão da europa de noroeste: os Países Baixos e a Inglaterra no século XVII
Ascensão da europa de noroeste: os Países Baixos e a Inglaterra no século XVII
 
União ibérica & restauração
União ibérica & restauraçãoUnião ibérica & restauração
União ibérica & restauração
 
Hegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeiaHegemonia e declínio da influência europeia
Hegemonia e declínio da influência europeia
 
O neolítico
O neolíticoO neolítico
O neolítico
 
Arte no paleolítico
Arte no paleolíticoArte no paleolítico
Arte no paleolítico
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
 
A arte egípcia
A arte egípciaA arte egípcia
A arte egípcia
 
A antiga civilização egípcia
A antiga civilização egípciaA antiga civilização egípcia
A antiga civilização egípcia
 
Os Gregos no Século V a. C.
Os Gregos no Século V a. C.Os Gregos no Século V a. C.
Os Gregos no Século V a. C.
 

Último

O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
VALMIRARIBEIRO1
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 

Último (20)

Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em criançasSlide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
Slide - HIV (1) edit.pptx hiv em crianças
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 

A Era Estalinista