Energia renovável - Placas e instalações solares

693 visualizações

Publicada em

Breve introdução sobre as energias renováveis com destaque para as placas solar e sistema fotovoltaico.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
693
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Energia renovável - Placas e instalações solares

  1. 1. Energia renovável PLACAS E INSTALAÇÕES SOLARES
  2. 2. Sobre a energia solar
  3. 3. Edmond Becquerel RELAÇÃO COM A GERAÇÃO DE ELETRICIDADE O avanço científico decisivo para a criação das placas solares como as conhecemos se deu em 1839, quando o francês Edmond Becquerel descobriu o efeito fotovoltaico, que mostra como a eletricidade é gerada por meio do sol. Ele colocou sob a luz solar dois eletrodos mergulhados em uma solução eletrônica (basicamente uma pilha) e percebeu que a exposição ás partículas de luz solar (fótons) gerava um aumento na corrente elétrica (voltaica).
  4. 4. Introduzindo o Silício Dois anos após a teoria de Einstein ter sido comprovada por experimento em 1916, o cientista polonês Jan Czochralski fez outra descoberta fundamental para o surgimento das placas fotovoltaicas. Ele desenvolveu um método de purificação do silício que aumentou sua eficiência como semicondutor. Não é atoa que o elemento empresta seu nome ao maior polo de vanguarda tecnológica do mundo, o Vale do Silício (Califórnia). O material transmite mais de 95% dos comprimentos de ondas das radiações infravermelhas e é o mais empregado na fabricação das células solares, transistores para chips e circuitos eletrônicos.
  5. 5. Primeira Placa Solar (1953) A primeira placa de silício para a geração de energia elétrica surgiria, oficialmente, em 1953 nos Estados Unidos. Criada pelos pesquisadores Daryl Chapin, Calvin Fuller e Gerald Pearson no laboratório da companhia telefônica Bell, a placa fotovoltaica era destinada a abastecer pequenos dispositivos e convertia cerca de 4% da irradiação solar em eletricidade, evoluindo pouco depois para 11%. Na época, o jornal The New York Times declarou “o começo de uma nova era” que levará eventualmente á percepção de que a energia solar pode ser coletada de forma ilimitada para o uso das civilizações.
  6. 6. Como funciona as placas fotovoltaicas Cada placa é composta por várias partes menores, as células fotovoltaicas (geralmente, lâminas finas e quebradiças de silício colocadas entre chapas de vidro), que recebem a luz solar e a transformam em energia elétrica. É nas células que o fenômeno fotoelétrico acontece. Uma célula solar sozinha produz meio volt. Várias células devem ser associadas em série para formar uma placa a fim de que seja obtida a energia necessária.
  7. 7. Aplicações promissoras das placas fotovoltaicas

×