Festa junina

207 visualizações

Publicada em

Aula lúdica sobre a origem da festa junina.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Festa junina

  1. 1. A influência brasileira na tradição da festa pode ser percebida na alimentação, quando foram introduzidos o aipim (mandioca), milho, jenipapo, o leite de coco e também nos costumes, como o forró, o boi-bumbá, a quadrilha e o tambor de crioula. Mas não foi somente a influência brasileira que permaneceu nas comemorações juninas.
  2. 2. Mas não foi somente a influência brasileira que permaneceu nas comemorações juninas. Os franceses, por exemplo, acrescentaram à quadrilha, passos e marcações inspirados na dança da nobreza europeia. Já os fogos de artifício, que tanto embelezam a festa, foram trazidos pelos chineses. A dança de fitas, bastante comum no sul do Brasil, é originária de Portugal e da Espanha.A quadrilha foi absorvida da França
  3. 3. No entanto, aqui a dança é realizada ao ar livre e os participantes obedecem às marcas ditadas por um organizador de dança. Para os católicos, a fogueira, que é maior símbolo das comemorações juninas, tem suas raízes em um trato feito pelas primas Isabel e Maria. Para avisar Maria sobre o nascimento de São João Batista e assim ter seu auxílio após o parto, Isabel acendeu uma fogueira sobre o monte.
  4. 4. SÃO JOÃO: DIA 24 DE JUNHO Santo muito comemorado no mês de junho é São João. Esse santo é o responsável pelo título de "santo festeiro", por isso, no dia 24 de junho, dia do seu nascimento, as festas são recheadas de muita dança, em especial o forró.
  5. 5. Os negros e os índios que viviam no Brasil não tiveram dificuldade em se adaptar às festas juninas, pois são muito parecidas com as de suas culturas. Aos poucos, as festas juninas foram sendo difundidas em todo o território do Brasil, mas foi no nordeste que se enraizou, tornando-se forte na nossa cultura. Nessa região, as comemorações são bem acirradas – duram um mês, e são realizados vários concursos para eleger os melhores grupos que dançam a quadrilha. Além disso, proporcionam uma grande movimentação de turistas em seus Estados, aumentando as rendas da região.
  6. 6. Comemoração Com o passar dos anos, as festas juninas ganharam outros símbolos característicos. Como é realizada num mês mais frio, enormes fogueiras passaram a ser acesas para que as pessoas se aquecessem em seu redor. Várias brincadeiras entraram para a festa, como o pau de sebo, o correio elegante, os fogos de artifício, o casamento na roça, entre outros, com o intuito de animar ainda mais a festividade.
  7. 7. s Comidas típicas dessa festa tornaram-se presentes em razão das boas colheitas na safra de milho. Com esse cereal são desenvolvidas várias receitas, como bolos, caldos, pamonhas, bolinhos fritos, curau, pipoca, milho cozido, canjica, dentre outros.
  8. 8. •Bolo de MilhoVerde •Baba de moça •Biscoito de Polvilho •Pipoca •Curau •Pamonha •Canjica •Milho Cozido •Suco de milho verde •Quentão (bebida feita com gengibre, pinga e canela) •Batata Doce Assada •Bolo de Fubá •Bom-bocado •Broa de Fubá •Cocada •Cajuzinho •Doce de Abóbora •Doce de batata-doce •Maria-mole •Pão de batata •Pastel Junino •Pé de moleque •Pinhão •Cuscuz •Quebra Queixo •Quindim •Rosquinhas de São João •Vinho Quente •Churros •Espetinho As principais bebidas e comidas de Festa Junina:
  9. 9. Brincadeiras de festa junina: Pescaria A pescaria é uma das brincadeiras mais tradicionais de Festa Junina. Ela é simples e bem divertida. Basta recortar peixes de papel grosso (tipo papelão) e colocar números neles. Devemos colocar uma argola na boca do peixe e enterrá-lo num recipiente grande com areia. Devemos deixar apenas a argola para fora e o número deve ficar encoberto pela areia. Os participantes recebem varas de pescar. Ganha a brincadeira aquele que pescar a maior quantidade de peixes ou com maior número de pontos. Em quermesses é também comum dar prêmios (brindes) aos participantes que pescam os peixes.
  10. 10. Corrida do saco Também muito tradicional, consiste numa corrida onde os participantes devem pular dentro de um saco de estopa (saco de farinha, por exemplo). Quem atingir a reta final primeiro ganha a partida. É possível também fazer a corrida em duplas. Corrida do Saci-Pererê Parecida com a corrida do saco, porém os participantes devem correr apenas num pé. Jogo do rabo do burro Este jogo é bem divertido. Usamos um burro desenhado em madeira ou papelão. O participante deve, com os olhos vendados, colocar o rabo no burro no local certo. O participante deve ser girado algumas vezes para perder a referência.
  11. 11. Derrubando latas Basta colocar várias latas vazias num muro. Os participantes tentam derrubar as latas atirando bolas feitas com meias.Vence quem derrubar mais latas. Correio Elegante Os organizadores da brincadeira servem como intermediários na entrega de bilhetes com mensagens de amor, amizade, paquera ou apenas brincadeira. Pau de sebo Esta brincadeira está quase sempre presente em todas Festas Juninas. Os organizadores da festa colocam um tronco de árvore grande fincado no chão. Passam neste tronco algum tipo de cera ou sebo de boi. No topo do pau de sebo, coloca-se algum brinde de valor ou uma nota de dinheiro. A brincadeira fica interessante, pois a maioria dos participantes não conseguem subir e escorregam.
  12. 12. Quebra-pote Um pote de cerâmica fina é recheado de doces e balas. Esse pote é amarrado em uma trave de madeira. O participante (geralmente criança), de olhos vendados, e munido de uma madeira comprida tentará acertar e quebrar o pote. Quando isso acontece todos podem correr para pegar as guloseimas. Corrida do Ovo na colher Um ovo de galinha é colocado numa colher de sopa. Os participantes devem atingir a linha de chegada levando a colher com o cabo na boca, sem derrubar o ovo.
  13. 13. Conclusões sobre as manifestações culturais A diversidade cultural regional do Brasil é imensa, cada local tem sua história, seus costumes suas festas. Estas atividade enriquecem todo o teritório brasileiro, pois a quantidade de atividades folclóricas existentes no país é que torna ele este gigante multi-cultural. As aulas também, passaram a ser mais dinâmicas, proporcionando ao aluno experiências concretas do dia-a-dia oportunizando condições de se tornar um ser ativo, pensante, participativo, critico, liberando sua criatividade e permitindo-lhe condições de analisar e valorizar a sua própria vivência.
  14. 14. Referências Bibliiográficas http://brasilescola.uol.com.br/detalhes- festa-junina/origem-festa-junina.htm http://culturadonordeste.blogspot.com.br/2 012/06/festa-junina.html https://pt.wikipedia.org/wiki/Comidas_t%C3 %ADpicas_de_festa_junina http://www.suapesquisa.com/musicacultura /brincadeiras_festa_junina.htm

×