Raios ultravioleta

5.526 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.526
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
187
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Raios ultravioleta

  1. 1. Física e Química
  2. 2.  Cerca de 5% da energia mandada pelo Sol consiste nesta radiação, mas a maior parte da que incide sobre a Terra é filtrada pelo ozono na atmosfera. Existem três tipos desta radiação, UV-A, UV-B e UV-C.
  3. 3.  é a que tem as frequências mais baixas, é responsável, por exemplo, pelo processo de bronzeamento da pele.
  4. 4.  tem as frequências intermédias, apesar de corresponder a uma pequeníssima parte da radiação solar que atinge a superfície da terra, é muito perigosa. Uma exposição prolongada a esta radiação pode provocar doenças graves na pele ou nos olhos, por exemplo. Grande parte da radiação UV-B é absorvida pelo ozono (gás atmosférico que se encontram em maior concentração numa camada estratosfera), não atingindo a superfície da terra. A chamada camada de ozono funciona como um filtro para as perigosas radiações UV-B, tornando assim viável a vida na terra.
  5. 5.  que tem as maiores frequências, é totalmente absorvida pela atmosfera, não atingindo a superfície da terra. Existem porém aparelhos capazes de gerar radiações UV-C cujas propriedades bactericidas são aproveitadas na purificação de águas e na esterilização de alguns produtos.
  6. 6.  Esta radiação é impregnada principalmente em tubos fluorescentes, mas também em aplicações médicas que incluem lâmpadas germicidas, o tratamento do Raquitismo e doenças de pele, enriquecimento de leite e ovos com vitamina D.
  7. 7.  Embora a exposição excessiva aos raios UV possa ser prejudicial, em pequenas quantidades ela é benéfica. Isso porque esses raios estimulam a produção de vitamina D pelo organismo. Esta vitamina promove a absorção do cálcio, mineral essencial para a boa formação de dentes e ossos.
  8. 8.  Os raios UV podem causar sérios danos à saúde, como o envelhecimento precoce, o cancro de pele, problemas oculares e até mesmo alterações no sistema imunológico.
  9. 9. Os raios UV-B são responsáveis por queimaduras napele, ou seja, por aquelas manchas vermelhas eardidas que surgem quando vamos à praia semprotetor solar. Já os raios UV-A não provocam essareação superficial. Porém, são capazes de penetrarem camadas mais profundas. A exposição excessivaa esses raios, ao longo do tempo, danifica a pele efavorece o surgimento de cancro.
  10. 10.  Ao atingir os olhos, essa radiação pode provocar o surgimento da catarata, doença caracterizada por lesões oculares que tornam o cristalino (espécie de lente dos nossos olhos) opaco, levando à perda parcial ou total da visão.
  11. 11.  Os cientistas estimam que, para cada 1% de perda da camada de ozono, podem surgir cerca de 50 mil novos casos de cancro e 100 mil problemas oftalmológicos ao redor do mundo.
  12. 12.  Faça uma exposição progressiva ao sol, começando por período curtos nos primeiros dias; Evite a exposição aos raios solares mais fortes (entre as 11 horas e as 16h30);
  13. 13.  Use óculos escuros que ofereçam uma protecção eficaz; Utilize sempre um protector solar adequado à sua pele e aplique-o 30 minutos antes de se expor ao sol, para que tenha tempo de penetrar na pele;
  14. 14.  Volte a aplicar o protector durante o dia, principalmente depois de ir à água; Não use perfume, loção da barba ou cosméticos que contenham álcool: tornam a pele mais sensível ao sol;
  15. 15.  Beba líquidos com frequência, pois ajudam a hidratar o corpo e a pele.
  16. 16.  Trabalho Realizado por: Rafael Santos Nº2526 PMP11.14 João Martins Nº2518 PMP11.14 Luís Ponte Nº2520 PMP11.14 Orientado por: Prof. Elsa Reis

×