Simulado 31400787239 exercicio

722 visualizações

Publicada em

bom

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
722
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Simulado 31400787239 exercicio

  1. 1. 01 - (MACK SP/2002) Num trecho de 500 m, um ciclista percorreu 200 m com velocidade constante de 72 km/h e o restante com velocidade constante de 10 m/s. A velocidade escalar média do ciclista no percurso todo foi: a) 29 km/h b) 33 km/h c) 36 km/h d) 40 km/h e) 45 km/h 02 - (UNIFOR CE/2009) É dado o gráfico s x t para certo movimento retilíneo. A velocidade média no intervalo de 1,0 s a 4,0 s é, em m/s, a) 48 b) 16 c) −12 d) −16 e) −48 03 - (FEI SP/2000) Dois barcos a motor possuem a mesma velocidade quando estão em um lago. Quando colocados em um rio, um barco sobe o rio enquanto o outro desce. Se a potência desenvolvida pelos motores for a mesma, um observador, na margem do rio, avista um barco com velocidade 10 m/s e outro com velocidade 5 m/s. Determinar: A velocidade da correnteza. a) 6,0 m/s b) 7,0 m/s c) 7,5 m/s d) 2,5 m/s e) 3,0 m/s 04 - (PUC RS) As informações a seguir referem-se a um movimento retilíneo realizado por um objeto qualquer. I. a velocidade vetorial pode mudar de sentido. II. a velocidade vetorial tem sempre módulo constante. III. a velocidade vetorial tem direção constante. A alternativa que representa corretamente o movimento retilíneo é: a) I, II e III b) somente III c) somente II d) II e III e) somente I e III 05 - (PUC RS/2001) Um projétil é disparado horizontalmente do alto de um prédio de 80 m de altura, com velocidade inicial de 50 m/s, conforme a figura abaixo. Considerando-se g = 10 m/s2 , e desprezando-se o atrito com o ar, o objeto atinge o solo num ponto distante do prédio em aproximadamente: a) 100 m b) 200 m c) 300 m d) 400 m e) 500 m 06 - (EFOA MG/1999) A figura abaixo mostra três trajetórias de uma bola de futebol que é chutada de um mesmo ponto. Sejam “t” representando o tempo de permanência da bola no ar, “Vv” a componente vertical da velocidade inicial da bola e “Vh” a componente horizontal da velocidade inicial. Em relação a estas três grandezas físicas e considerando as três trajetórias a, b e c acima, livres da resistência do ar, pode-se concluir que: a) ta < tb < tc, Vva = Vvb = Vvc, Vha = Vhb = Vhc. b) ta = tb = tc, Vva = Vvb = Vvc, Vha < Vhb < Vhc. c) ta = tb = tc, Vva = Vvb = Vvc, Vha > Vhb > Vhc. d) ta = tb = tc, Vva < Vvb < Vvc, Vha < Vhb = Vhc. e) ta < tb < tc, Vva < Vvb < Vvc, Vha = Vhb > Vhc. Nome: _____________________________________________________ Escore Bruto_______ Média____________ Simulado 3 – Prof. Fabricio Scheffer
  2. 2. 07 - (UFRN/2007) Informações diagnósticas sobre a estrutura do corpo humano podem ser obtidas pela ultra-sonografia. Nessa técnica, um pulso de ultra-som é emitido por um transdutor através do corpo e é medido o intervalo de tempo entre o instante da emissão desse pulso e o da recepção dos pulsos refletidos pelas interfaces dos órgãos internos. A figura representa um exame de ultra-sonografia, no qual o transdutor colocado na altura do pescoço de um paciente, cujo diâmetro da artéria carótida se deseja medir, emite pulsos com velocidade de 1,5 x 105 cm/s. Mostram-se, também, os tempos em que os pulsos refletidos pela pele do paciente e pelas paredes anterior e posterior da sua carótida foram detectados. É correto afirmar que o diâmetro da carótida do paciente, na altura do pescoço, mede: a) 0,15 cm b) 1,5 cm c) 0,25 cm d) 2,25 cm 08 - (FATEC SP/2012) Isabela combinou de se encontrar com seu primo Mateo no ponto de ônibus. Ela mora a 1 km do ponto, e ele a 2,5 km do mesmo ponto de ônibus, conforme figura a seguir: Mateo ligou para Isabela e a avisou que sairia de casa às 12 h 40 min. Para chegar ao local marcado no mesmo horário que seu primo, Isabela deve sair de sua casa aproximadamente às Considere que ambos caminhem com a mesma velocidade em módulo de 3,6 km/h. a) 13 h 00 min. b) 13 h 05 min. c) 13 h 10 min. d) 13 h 15 min. e) 13 h 25 min. 09 - (UFOP MG/2010) Em um terremoto, são geradas ondas S (transversais) e P (longitudinais) que se propagam a partir do foco do terremoto. As ondas S se deslocam através da Terra mais lentamente do que as ondas P. Sendo a velocidade das ondas S da ordem de 3 km/s e a das ondas P da ordem de 5 km/s através do granito, um sismógrafo registra as ondas P e S de um terremoto. As primeiras ondas P chegam 2,0 minutos antes das primeiras ondas S. Se as ondas se propagaram em linha reta, a que distância ocorreu o terremoto? a) 600 km b) 240 km c) 15 km d) 900 km 10 - (UFLA MG/1998) O velocímetro de um automóvel ao passar em frente a uma escola registra a velocidade de 80 km/h. Um carro da polícia, parado em frente à escola, parte imediatamente atrás do infrator com uma aceleração constante de 8 (km/h)/s. Supondo que o infrator mantenha sua velocidade constante, o tempo necessário para a polícia alcançá-lo é de a) 10 s b) 20 s c) 30 s d) 15 s e) 25 s 11 - (UNIFOR CE/2001) A velocidade de uma partícula que se movimenta em linha reta, a partir da origem das posições, é representada em função do tempo pelo gráfico abaixo. Para esta partícula, o gráfico correto da posição em função do tempo é: S(m) 2 0 2 4 6 t(s) a. S(m) 2 0 2 4 6 t(s) b. S(m) 3 0 2 4 6 t(s) c. 6 S(m) 4 0 2 4 6 t(s) d. 6 Simulado 3 – Prof. Fabricio Scheffer
  3. 3. 12 - (UNIFENAS MG/2001) Um móvel parte do repouso com aceleração constante e, em 2 segundos de movimento, se desloca 24 metros. A velocidade desse móvel no instante 2 segundos do movimento é: a) 6 m/s. b) 12 m/s. c) 24 m/s. d) -24 m/s, e) -12 m/s, 13 - (UFF RJ/1992) Três engrenagens de raios R1, R2 = (3/2) R1 e R3 = (2/3}R1 estão conectadas tal como indicado na figura abaixo. A razão ω1/ω3 entre as velocidades angulares da primeira e terceira engrenagens é: a) 1/3 b) 1/2 c) 2/3 d) 1 e) 3/2 14 - (MACK SP/2002) Em um experimento verificamos que certo corpúsculo descreve um movimento circular uniforme de raio 6 m, percorrendo 96 m em 4 s. O período do movimento desse corpúsculo é aproximadamente: a) 0,8 s b) 1,0 s c) 1,2 s d) 1,6 s e) 2,4 s 15 - (UFC CE/2000) Considere um relógio de pulso em que o ponteiro dos segundos tem um comprimento, rs = 7 mm, e o ponteiro dos minutos tem um comprimento, rm = 5 mm (ambos medidos a partir do eixo central do relógio). Sejam, vs a velocidade da extremidade do ponteiro dos segundos, e vm, a velocidade da extremidade do ponteiro dos minutos. A razão vs/vm é igual a: a) 35 b) 42 c) 70 d) 84 e) 96 16 - (FMTM MG/2003) A figura mostra um carrinho A, com massa mA, que pode se mover sem atrito sobre outro carro, no qual está fixa uma roldana. O carrinho A está ligado por um fio ideal, passando pela roldana, a um corpo B de massa 3 kg. Quando o conjunto todo está sob uma aceleração a, o carrinho A e o corpo B não se movem em relação ao carrinho maior e a parte do fio entre o corpo B e a roldana forma um ângulo de 53° com a horizontal. Nestas condições, a vale, em m/s2 , Dados: g = 10 m/s2 , sen 53° = 0,8 e cos 53° = 0,6 a) 2,5 . b) 3 . c) 5 . d) 7,5 . e) 10 . 17 - (FUVEST SP/2000) Um carrinho é largado do alto de uma montanha russa, conforma a figura. A B g Ele se movimenta, sem atrito e sem soltar-se dos trilhos, até atingir o plano horizontal. Sabe-se que os raios de curvatura da pista em A e B são iguais. Considere as seguintes afirmações: I. No ponto A, a resultante das forças que agem sobre o carrinho é dirigida para baixo. II. A intensidade da força centrípeta que age sobre o carrinho é maior em A do que em B. III. No ponto B, o peso do carrinho é maior do que a intensidade da força normal que o trilho exerce sobre ele. Está correto apenas o que se afirma em: a) I b) II c) III d) I e III e) II e III 18 - (UFJF MG/1998) Um corpo de massa 900 kg está se movendo na direção vertical, puxado por uma corda inextensível. Quando o corpo tem aceleração para cima de 2 m/s2 , a tensão na corda é a metade daquela que ela suporta sem se romper. A aceleração que fará a corda se romper é: a) 1 m/s2 b) 2 m/s2 c) 10 m/s2 d) 14 m/s2 e) 4 m/s2 . 19 - (UNIFICADO RJ/1994) Uma pedra é solta no interior de um líquido. A velocidade com que ela desce verticalmente varia, em função do tempo, segundo o gráfico abaixo. 1,4 0,70 v(m/s) t(s) De acordo com as informações fornecidas pelo gráfico, podemos afirmar que: Simulado 3 – Prof. Fabricio Scheffer
  4. 4. a) a força de resistência que líquido exerce sobre a pedra aumenta com a velocidade. b) a força de resistência que o líquido exerce sobre a pedra diminui com a velocidade. c) a pedra adquire aceleração constante e não-nula a partir de t = 0,7s. d) no instante t = 0,7s, a aceleração da pedra vale 2,0 m/s2 . e) até atingir uma velocidade constante, a pedra se deslocou de 0,98m. 20 - (PUC PR/2001) O diagrama abaixo representa a força resultante atuando sobre um corpo de massa 4 kg em função do deslocamento sofrido pelo corpo.O movimento é retilíneo e no ponto A a velocidade é nula. É correto afirmar: a) No trecho BC o movimento é uniformemente acelerado. b) No trecho BC o movimento é uniforme. c) No trecho AB a velocidade é constante. d) No trecho CD a velocidade é nula. e) No trecho AB o movimento é uniformemente acelerado. 21 - (PUC PR/1998) Sobre o bloco A de massa 2 kg atua a força vertical F. O bloco B, de massa 4 kg, é ligado ao A por um fio inextensível de massa desprezível e alta resistência a tração. Adote g = 10 m/s² Considere as proposições: I. Se F = 60 N, o sistema está em equilíbrio e a tração do fio é 50 N. II. Se F = 120 N, o sistema está em movimento acelerado e a tração do fio é 20 N. III. Se F = 0, o sistema tem uma aceleração de 10 m/s² e a tração no fio é nula. IV. Se F = 60 N, o sistema está em equilíbrio e a tração no fio é 40 N. a) Apenas I está correta. b) Apenas I, II e III estão corretas. c) Apenas III e IV estão corretas. d) Apenas IV está correta. e) Todas estão corretas. 22 - (UNIFOR CE/2001) Um corpo de 2,0 kg está apoiado sobre um plano inclinado de 37°, com o qual o coeficiente de atrito dinâmico é 0,25. Por meio de uma força F , paralela ao plano inclinado, ele é arrastado plano acima com velocidade constante. A intensidade dessa força F é, em newtons, Dados: g = 10 m/s2 sen 37° = 0,60 cos 37° = 0,80 a) 4,0 b) 12 c) 16 d) 20 e) 32 23 - (UFLA MG/1998) Um corpo A de 10 kg de massa é unido a um outro corpo B de massa M por um fio leve e inextensível, conforme mostra a figura abaixo. A B Considerando que o coeficiente de atrito estático entre as superfícies em contato é µe = 0,30 e g = 10m/s2 , então a massa máxima de B para que o sistema permaneça em equilíbrio é de a) 5,0 kg b) 10 kg c) 3,0 kg d) 8,0 kg e) 4,0 kg 24 - (FEI SP/2000) Na montagem abaixo qual o mínimo coeficiente de atrito entre o bloco de 2 kg e o plano horizontal, para que o sistema permaneça em equilíbrio? a) µ min 0,5 b) µmin 0,75 c) µmin 1,0 d) µmin 1,25 e) µmin 1,5 25 - (UNESP) Uma automóvel se desloca em uma estrada, da esquerda para a direita, com movimento acelerado. O sentido das forças de atrito que a estrada faz sobre as rodas do carro é indicado na figura a seguir: É correto afirmar que: a) o carro tem tração nas quatro rodas. b) o carro tem tração traseira. c) o carro tem tração dianteira. d) o carro está com o motor desligado. e) a situação apresentada é impossível de acontecer. Simulado 3 – Prof. Fabricio Scheffer

×