“A estagnação não é de todo a solução”       Portugal enfrenta actualmente uma situação de crise económica e social. Oteci...
Apesar disso apenasem 1973, com a instalaçãoda crise do petróleo erecessão económica, é queeste   sistema    produtivodesp...
áreas do conhecimento fulcrais para o sucesso dos seus clientes, nomeadamente nagestão de operações, logística, metodologi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A estagnação não é de todo a solução

203 visualizações

Publicada em

Portugal enfrenta actualmente uma situação de crise económica e social. O tecido empresarial português vê-se obrigado a lutar contra quebras nas vendas, escassez de recursos financeiros e um mercado global extremamente competitivo. Neste panorama é crucial que as empresas optimizem processos, poupem recursos e alinhem a sua proposta de valor com as necessidades dos clientes. Não sendo possível obter economias de escala, competindo com base na quantidade produzida, a solução passa necessariamente pela aposta na qualidade do produto, inovação e resposta rápida às variações da procura do consumidor.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
203
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A estagnação não é de todo a solução

  1. 1. “A estagnação não é de todo a solução” Portugal enfrenta actualmente uma situação de crise económica e social. Otecido empresarial português vê-se obrigado a lutar contra quebras nas vendas,escassez de recursos financeiros e um mercado global extremamente competitivo.Neste panorama é crucial que as empresas optimizem processos, poupem recursos ealinhem a sua proposta de valor com as necessidades dos clientes. Não sendo possívelobter economias de escala, competindo com base na quantidade produzida, a soluçãopassa necessariamente pela aposta na qualidade do produto, inovação e respostarápida às variações da procura do consumidor. Perante o clima de incerteza que nos afecta a estagnação não é de todo asolução e conduz inevitavelmente ao fracasso. A gestão Lean apresenta-se como umafilosofia que orienta as empresas para a adopção de uma cultura organizacional demelhoria contínua. Esta filosofia de gestão surgiu na Toyota no final dos anos 40, alturaem que o Japão se encontrava devastado pela segunda grande guerra, necessitandourgentemente de ultrapassar as dificuldades em que se encontrava. As restrições decapital na Toyota e os baixos volumes exigidos pelo mercado japonês não justificavamos grandes lotes de produção comuns nos concorrentes Ford e General Motors. Paraalém disso a força de trabalho japonesa nunca aceitaria as condições de trabalhooferecidas nas linhas de produção em massa do ocidente. Estas condicionantes forçaram uma adaptação e contribuíram para odesenvolvimento de um novo sistema produtivo apelidado de Toyota ProductionSystem (TPS), sistema que mais tarde originou o termo Lean Manufacturing. Estesistema de produção focava-se na identificação e eliminação de desperdícios e naadição de valor ao produto, permitindo uma rápida capacidade de resposta, reduçãode custos e aumento da qualidade do produto.
  2. 2. Apesar disso apenasem 1973, com a instalaçãoda crise do petróleo erecessão económica, é queeste sistema produtivodesperta atenções a nívelmundial, uma vez que aToyota consegue recuperare sair da crise rapidamente.Mais do que uma merasolução para superar os Ilustração 1 - Toyota Production System (Imagem retirada deproblemas com que a empresa www.1000ventures.com)se deparava, esta filosofia deprodução “magra” fez da Toyota o maior construtor de automóveis a nível mundial.Devido ao seu sucesso irrefutável tem sido um sistema de gestão adoptado pordiversas empresas, não só no ramo industrial mas também na área dos serviços. Tendoconsciência dos benefícios inerentes à correcta aplicação da filosofia Lean não é difícilperceber que se trata de uma abordagem de excelência para combater as dificuldadesque se abatem sobre inúmeras PMEs em Portugal. A RM consulting, empresa de consultoriasediada em Aveiro, conhece as potencialidades dafilosofia Lean e trabalha desde 2004 com base nosseus princípios fundamentais. Composta por umaequipa multifuncional com experiência no sectoroferece um serviço inovador aos seus clientes,actuando através da aplicação de metodologias dafilosofia Lean e integrando também a área daeficiência e certificação energética. Uma vez que uma transformação Lean requereinvariavelmente uma revolução cultural no seio das empresas e uma fortecomponente de treino dos recursos humanos, a RM fornece formação de relevo em
  3. 3. áreas do conhecimento fulcrais para o sucesso dos seus clientes, nomeadamente nagestão de operações, logística, metodologias e gestão Lean, gestão da qualidade edesenvolvimento de competências pessoais. Com o objectivo de tornar esta mudançapara melhor um processo sustentável e porque a melhoria contínua não tem fim, a RMpossui e desenvolve ainda software de gestão alinhado com as necessidades dos seusclientes, permitindo-lhes poupar tempo e dinheiro. Através desta abordagem holística e actuando com base no rigor e qualidadedo serviço, a RM visa ser um parceiro catalisador do sucesso dos seus clientes,acrescentando valor aos seus produtos e/ou serviços permitindo-lhe estar sempre àfrente do futuro. O cubo de Rubik, símbolo da RM, representa a filosofia que guia estaempresa aveirense. No cubo procura-se conseguir, reorganizando os vários cubos maispequenos, ter uma cor em cada face do cubo sem qualquer recurso exterior.Analogamente o cubo representa o trabalho que é necessário para, sem recorrer ainvestimento ou outros meios, melhorar uma empresa e pô-la no caminho do sucesso,eliminando desperdícios e acrescentando valor. Se pretende reduzir custos, optimizarprocessos, aumentar o lucro e tornar a sua empresa mais competitiva não perca maistempo. Inicie hoje a sua jornada rumo à melhoria contínua contactando a RM. Diogo Magalhães RM consulting  www.rm.com.pt  rm@rm.com.pt  234 35 11 45

×