SlideShare uma empresa Scribd logo
Gestão Administrativa na Empresa Veterinária
Definição do negócio
Consultório ou Clínica?
Atendimento Clínico
Veterinário
Vacinação Banho e Tosa
Internação
Venda de
Medicamentos e
Alimentos
Cirurgias
Foco de Mercado
Classe Social:
predominância de
A e B.
Faixa etária:
entre 25 a 50
anos.
Maioria:
mulheres
Legislação
• Decreto Nº 40.400 CFMV, salientando a obrigatoriedade da
presença de um médico veterinário responsável
• Resolução Nº 1015 CFMV estabelece condições para o
funcionamento de estabelecimentos médicos veterinários
• Dúvidas entrar em contato com Assessoria Técnica CRMV
• Obedecer as duas – Check list
Legislação
Check List
Utilizado pelo
CRMV SP
Durante
Fiscalização
em
Clínica
E
Consultórios
Legislação
• Resolução Nº 844 CFMV - atestado sanitário
• Resolução Nº1069 CFMV - RT
• Resolução Nº 1071 CFMV – documentos emitidos pelos serviços
veterinários de clínica e cirurgia destinados aos animais de companhia
• Resolução Nº 1000 CFMV – EUTANÁSIA
• CÓDIGO SANITÁRIO ESTADUAL – SP DECRETO 12342/78;
– Principais focos: Esterilização / lavagem, fluxo – depende da clínica,
descarte de resíduos, controle zoonoses. Controle medicamentos!!
Análise subjetiva – depende avaliador...
• SIPEAGRO – MAPA – Controle de medicamentos veterinários de uso
restrito. Não há posicionamento dos CRMVs.
Seleção de contador e advogado
Requisitos para a
escolha destes
profissionais:
São profissionais
que se atualizam
constantemente
sobre as
mudanças na
legislação?
São profissionais
confiáveis? Vão
tratar com
informações
confidenciais e
estratégicas de
sua empresa e
pessoais.
Busque
informações no
Conselho Regional
de Contabilidade
e na Ordem dos
Advogados do
Brasil (OAB) de
seu Estado.
Verifique se são
reconhecidos
pelas suas
entidades e se
não há
reclamações
contra eles.
Confira se
costumam fazer
contrato de
prestação de
serviços, que
estabelecem
direitos e deveres
das duas partes.
Seleção de Pontos de definição para início do
processo
A escolha da espécie
societária (sociedade simples
ou empresária) e do tipo
societário ( individual, LTDA.,
S.A., EIRELI etc.) é sua
responsabilidade.
Verifique a forma mais
conveniente em termos de
responsabilização e incidência
fiscal de cada caso.
Seleção de Pontos de definição para início do
processo
Será Empresário
Individual ou
Sociedade?
Quem serão os sócios,
qual será a
participação no
capital social de cada
um ?
Será preciso
contratar um médico
veterinário para ser o
responsável técnico?
Como farão a divisão
de
lucros/remuneração
dos sócios?
Há alguma restrição
para empresas no
local em que será
instalada?
O imóvel onde será a
sede da empresa está
regularizado perante
a prefeitura?
Qual será o nome da
empresa?
Esse nome está
disponível na Junta
Comercial?
O Contrato Social
Forma de integralização das cotas
Tipo de sociedade
Nomes e responsabilidades de cada sócio
Capital inicial
Atividades
Nome da empresa
O Contrato Social
• Advogado ou contador para elaborar este documento – CUIDADO!
• Gestão SEMPRE em conjunto, para que não haja riscos de má gestão
causada por um sócio, sem o conhecimento do outro.
• Assinado, com firma reconhecida em cartório, rubricado por todos os
sócios da empresa e por duas testemunhas.
• Deverá ter o visto de um advogado - Estatuto da Micro e Pequena
Empresa dispensa.
• Solicitado por bancos para a abertura de conta bancária, por fornecedores
para estabelecer limite de crédito e por órgãos governamentais das três
instâncias (federal, estadual, municipal) para autorizar o funcionamento
da empresa.
‘Processo de Abertura e Legalização
• 1º Passo:
• Consulta Prévia de Local para Fins de Alvará de Funcionamento
Verificar se:
– Existem pendências ou restrições que impeçam a constituição
da empresa (base de operação) no endereço pretendido;
– A atividade pretendida é compatível com a lei de zoneamento;
– Fornecer endereço ou número de contribuinte do IPTU (Imposto
Predial e Territorial Urbano) e atividade empresarial para análise
da administração regional ou prefeitura municipal.
Processo de Abertura e Legalização
• 2º Passo:
• Busca de Nome Empresarial Idêntico ou Semelhante
– Escolha até 03 (três) nomes alternativos para consulta na Junta
Comercial ou Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas.
Processo de Abertura e Legalização
• 3º Passo:
• Elaboração do Contrato Social (Apenas para Sociedade Empresária) ou
Requerimento de Empresário (Empresa Individual);
– Verificar as exigências do Conselho Regional quanto à elaboração do
Contrato Social;
– Registro da sociedade no Cartório de Registro Civil das Pessoas
Jurídicas.
– Averbação do contrato social junto ao Conselho Regional antes de
registrá-lo no Cartório Civil das Pessoas Jurídicas.
– No caso de Empresário Individual, não há Contrato Social e sim
Requerimento de Empresário.
Processo de Abertura e Legalização
• 4º Passo:
• Registro da Empresa e Proteção ao Nome Empresarial
– Junta Comercial ou Cartório de Registro de Pessoa Jurídica.
– É entregue o NIRE (Número de Identificação do Registro de
Empresa), etiqueta ou carimbo contendo um número que é
fixado no ato constitutivo.
– Para Empresário Individual: Fazer o registro de empresário
individual e o seu enquadramento como Microempresa (ME) ou
Empresa de Pequeno Porte (EPP). Apresentar o Requerimento
de Empresário e o enquadramento como ME ou EPP na Junta
Comercial.
Processo de Abertura e Legalização
• 5º Passo:
• Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) e Secretaria da
Receita Federal (SRF)
Não será
emitido cartão
CNPJ caso haja:
• Ausência do código da CNAE-Fiscal
(Classificação Nacional de Atividades
Econômicas - Fiscal).
• Sócios ou responsável da pessoa jurídica com
inscrição cancelada ou inexistente no CPF.
• Sócios ou responsável de pessoa jurídica
vinculados à empresa inapta ou suspensa no
CNPJ.
• Omissão de declaração(ões) DIPJ (Declaração
de Informações da Pessoa Jurídica).
Processo de Abertura e Legalização
• 6º Passo:
• Alvará de Licença / Corpo de Bombeiros
• Para liberar o funcionamento da empresa, normalmente as
prefeituras exigem inspeção, vistoria técnica e o respectivo Alvará
de Licença do Corpo de Bombeiros.
Entrar em
contato com
o Corpo de
Bombeiros
do
município
Informar
metragem
de área
construída
Efetuar o
pagamento
da taxa
ME isenta
de taxa
Entregar o
formulário
preenchido
ao Corpo de
Bombeiros e
anexar
comprov de
pagamento
Processo de Abertura e Legalização
• 7º Passo:
• Alvarás
– Os estabelecimentos veterinários somente poderão funcionar
mediante licença de funcionamento, cadastro fiscal e alvará
expedido pela autoridade sanitária competente - VISA. Exige
Manual de Boas Práticas (MBP / POPs);
– ME isenta de taxa de inscrição e renovação VISA em alguns
municípios.
Processo de Abertura e Legalização
• 8º Passo:
• Inscrição Estadual – Obrigatório de houver comércio de
produtos.
A Inscrição Estadual (IE) é
obrigatória para empresas dos
setores do comércio, sendo
necessária para se inscrever no
ICMS (Imposto sobre Circulação
de Mercadorias e Serviços).
O cadastro é feito na Secretaria
Estadual da Fazenda.
Grande parte dos estados possui
convênio com a Receita Federal,
permitindo obter a IE junto com
o CNPJ, por meio de um cadastro
único.
IMPORTANTE: em alguns
estados, a inscrição estadual
deve ser solicitada antes do
alvará de funcionamento.
Processo de Abertura e Legalização
• 9º Passo:
• Inscrição na Previdência Social (INSS)
• Simultaneamente com a inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa
Jurídica (CNPJ) ou perante o INSS no prazo de 30 dias contados do
início de suas atividades.
• O não cumprimento sujeita o responsável à multa, conforme
julgada a gravidade da infração.
Processo de Abertura e Legalização
• 10º Passo: Documentos Fiscais
– Verifique com seu contador o modelo mais indicado e a
obrigatoriedade de adoção para o seu caso.
Bloco de Notas Fiscais
• Necessita obter a
Autorização para
Impressão de
Documentos Fiscais –
AIDF para a gráfica
confeccionar as Notas
Fiscais.
• Após impressão, é
obrigatório apresentar
a Declaração da
Gráfica Autorizada na
repartição fiscal.
• POUCO UTILIZADO
EM SP - DESUSO
Nota fiscal eletrônica (NF-e)
•É obrigatória em alguns
estados e para empresas
de alguns segmentos.
•Não precisa fornecer notas
no papel e passa a utilizar
um documento fiscal
digital.
•Elimina o custo da compra
de talonários e pode
simplificar gestão contábil
com a ajuda de softwares
que se encarregam de
emitir, certificar e
armazenar as NF-es.
Cupom Fiscal
• Empresa deve ter sistema PAF
(Programa Aplicativo Fiscal) que
faz comunicação com a
impressora fiscal (ECF) e
comanda impressões de
cupons, cancelamentos,
descontos concedidos etc.
• Para ativar um PDV:
• Lacrar a impressora fiscal
(ECF) junto à secretaria
estadual de fazenda (SEFAZ).
• Informar qual é o fabricante e
a versão do software
homologado (PAF).
• O processo burocrático pode
demorar de 1 a 20 dias,
dependendo do estado.
• A instalação e configuração
técnica são feitas em menos de
1 dia.
Processo de Abertura e Legalização
• 11º Passo:
• Inscrição no Sindicato Patronal
– Contador sugere sindicato para o qual irá recolher a
Contribuição Sindical.
– Há mais de um Sindicato autorizado a representar determinada
categoria.
– Pesquisar prós e contras da convenção coletiva de cada um
deles.
– Preferência ao que tenha piso salarial menor e/ou mais
flexibilidade em relação à legislação trabalhista.
– Verifique na Entidade Sindical Patronal se a contribuição é
obrigatória para empresas inscritas no SIMPLES.
Processo de Abertura e Legalização
Com a legalização do Consultório ou da Clínica Veterinária perante o
Conselho Regional de Medicina Veterinária e pela autoridade municipal,
ela estará apta a adquirir e utilizar drogas sob controle especial.
Todo estabelecimento cuja atividade necessite da participação de Médico
Veterinário está obrigado a registrar-se no Conselho de Medicina
Veterinária da região em que se localiza.
Notificar abertura do consultório veterinário à autoridade sanitária de sua
jurisdição, nos termos da legislação vigente.
Código de Defesa do Consumidor
• Lei nº 12.291, de 20 de julho de 2010 todo
estabelecimento comercial e de prestação de serviços no
território nacional deve, obrigatoriamente, disponibilizar
um exemplar do Código de Defesa do Consumidor aos
seus clientes.
• O código pode ser disponibilizado impresso ou através de
um terminal de computador para consulta dos clientes,
de fácil acesso. É preciso divulgar a existência do serviço
de livre consulta, utilizando um cartaz na própria loja,
por exemplo.
Tributos PJ fora do Simples Nacional – HOSPITAL VET
ISS (QN)- 2 a 5% - alíquota estabelecida pelo Município
IRPJ - 15% sobre o lucro presumido, equivalente a 32% do
faturamento (Lucro Presumido) - Adicional ao IRPJ - 10%
sobre o lucro que exceder R$ 20.000,00 mensais, R$
60.000,00 trimestrais ou R$ 240.000,00 anuais, de acordo com
a periodicidade do regime de apuração.
CSLL - 9% (Lucro presumido), equivalente a 32% do
faturamento, 9% sobre o lucro líquido (Lucro Real)
PIS - 0,65% (Lucro Presumido), 1,65% (Lucro Real) Prog Integração social
COFINS - 3,0% (Lucro Presumido), 7,60% (Lucro Real) Contribuição p/
financ/ Seguridade Social
ICMS – 18% em SP.
Consultório - PF
Inscrição Municipal de autônomo;
NFe;
Recolhe ISSQN – 2% a 5%;
Inscrição VISA e BOMBEIROS – pagamento de taxas
Registro CRMV – não paga anuidade;
IRPF -Até R$1.903,98 isento IR, acima varia 7,5% a 27%
(acima R$4.664,68).
Clínica – PF – APENAS EM SP!!
Inscrição Municipal
NFe;
Recolhe ISSQN -2% a 5%;
Registra CRMV - NÃO PAGA ANUIDADE CRMV, apenas CRR
anualmente;
Inscrição VISA e BOMBEIROS – pagamento de taxas
Pode necessitar de parecer do CRMV SP – Diversas
Prefeituras não reconhecem ou desconhecem essa
situação.
IRPF -Até R$1.903,98 isento IR, acima varia 7,5% a 27%
(acima R$4.664,68).
Clínica – PJ
CRMV – paga anuidade;
Inscrição VISA e BOMBEIROS – pagamento de taxas, se não for
ME
Enquadramento no SIMPLES Nacional
Guia DAS - IMPOSTOS – IRPJ, CSLL, COFINS, INSS E ISS –
ALÍQUOTA PREST SERVIÇO DE 6 A 17% (aumento recente)
Credenciamento de Cartões de Crédito
Entrar em
contato com o
credenciador.
Possuir conta
corrente em
nome da
empresa (conta
poupança não
funciona).
Ter contrato
social da
empresa.
Infraestrutura
que suporte a
instalação do
terminal: linha
telefônica ou
internet
Tarifas absurdas!!
CC – 4,3%
CD – 3.5%
+ 6 X – 4,8%
Seguros
• Contrate apólices de seguros para proteger seu patrimônio e
investimento
– Responsabilidade Civil – PJ / PF – Protege contra eventuais
problemas no exercício da profissão;
– Seguro Empresarial – Proteção equipamentos, prédios,
estoque;
– DIT – Diária de Incapacidade Temporária
Maiores informações:
www.amaiscorretora.com.br
Corretora especializada no segmento veterinário.
Contratação de Colaboradores
• Recepcionistas, tratadores, tosadores e técnicos
CBO
5 -TRABALHADORES DOS SERVIÇOS, VENDEDORES DO COMÉRCIO EM
LOJAS E MERCADOS
51 -TRABALHADORES DOS SERVIÇOS
519 -OUTROS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DIVERSOS
5193 -Trabalhadores de serviços veterinários, de higiene e estética de
animais domésticos
5193-05 - Auxiliar de veterinário
5193-15 - Banhista de animais domésticos
5193-20 - Tosador de animais domésticos
Contratação de Colaboradores
CBO Classificação Brasileira de Ocupações
Descrição:
Realizam procedimentos de enfermagem veterinária.
preparam animais e materiais para procedimentos
veterinários, tosam, banham e enfeitam animais,impam
ouvidos, dentes e olhos de animais. Atendem clientes,
proprietários dos animais e administram o local de
trabalho. Trabalham em conformidade com normas e
procedimentos de segurança, higiene e saúde.
Contratação de Colaboradores
CBO Classificação Brasileira de Ocupações
Descrição:
Realizam procedimentos de enfermagem veterinária.
preparam animais e materiais para procedimentos
veterinários, tosam, banham e enfeitam animais,impam
ouvidos, dentes e olhos de animais. Atendem clientes,
proprietários dos animais e administram o local de
trabalho. Trabalham em conformidade com normas e
procedimentos de segurança, higiene e saúde.
** Curso Livre não reconhecido pelo CRMV
Contratação de Colaboradores
CBO Veterinário - 2233-05
Descrição:
Clínica Médica em todas as suas especialidades.
Lei 4950, de 22 Abril de 1966
Fala da remuneração do Médico Veterinário
Monique Rodrigues Cesário Silva
CRMV SP 7650
monique@clinicao.com.br
Obrigada!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Laboratorio clinico veterinario
Laboratorio clinico veterinarioLaboratorio clinico veterinario
Laboratorio clinico veterinario
barbara_barbi
 
Cistite Intersticial Felina e Síndrome de pandora
Cistite Intersticial Felina e Síndrome de pandoraCistite Intersticial Felina e Síndrome de pandora
Cistite Intersticial Felina e Síndrome de pandora
Carolina Trochmann
 
Patologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutorPatologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutor
Marília Gomes
 
Osteologia Veterinária
Osteologia VeterináriaOsteologia Veterinária
Osteologia Veterinária
Patrícia Oliver
 
Patologia do Sistema Respiratório
Patologia do Sistema RespiratórioPatologia do Sistema Respiratório
Patologia do Sistema Respiratório
Raimundo Tostes
 
Gatos e raças de gatos
Gatos e raças de gatosGatos e raças de gatos
Gatos e raças de gatos
Angelina Cambrige
 
Medicina de aves selvagens
Medicina de aves selvagensMedicina de aves selvagens
Medicina de aves selvagens
Marília Gomes
 
Cartilha bem estar animal - publico externo -
Cartilha bem estar animal -  publico externo -Cartilha bem estar animal -  publico externo -
Cartilha bem estar animal - publico externo -
Ministério Público de Santa Catarina
 
Auxiliar de veterinário
Auxiliar de veterinárioAuxiliar de veterinário
Auxiliar de veterinário
SescPaulo
 
Treinamento Atendimento à Clientes
Treinamento Atendimento à ClientesTreinamento Atendimento à Clientes
Treinamento Atendimento à Clientes
aavbatista
 
Gatos não são cães!
Gatos não são cães!Gatos não são cães!
Gatos não são cães!
Carolina Trochmann
 
Antibioticos completo.pdf
Antibioticos completo.pdfAntibioticos completo.pdf
Antibioticos completo.pdf
DanieleDantas15
 
Exame fisico geral
Exame fisico geralExame fisico geral
Exame fisico geral
Jamile Vitória
 
Posse ou guarda responsável
Posse ou guarda responsávelPosse ou guarda responsável
Posse ou guarda responsável
Projeto Bicho de Rua Grisolia
 
Apresentação membro torácico
Apresentação membro torácicoApresentação membro torácico
Apresentação membro torácico
Med. Veterinária 2011
 
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociadorNEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
Wandick Rocha de Aquino
 
Leucograma - Anclivepa 2011
Leucograma - Anclivepa 2011Leucograma - Anclivepa 2011
Leucograma - Anclivepa 2011
Ricardo Duarte
 
Exame clínico equinos
Exame clínico equinosExame clínico equinos
Exame clínico equinos
Marcos Stopa
 
PapoVet - Neurofobias Clínicas
PapoVet - Neurofobias ClínicasPapoVet - Neurofobias Clínicas
PapoVet - Neurofobias Clínicas
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Caes e gatos
Caes e gatosCaes e gatos
Caes e gatos
Sarah Lemes
 

Mais procurados (20)

Laboratorio clinico veterinario
Laboratorio clinico veterinarioLaboratorio clinico veterinario
Laboratorio clinico veterinario
 
Cistite Intersticial Felina e Síndrome de pandora
Cistite Intersticial Felina e Síndrome de pandoraCistite Intersticial Felina e Síndrome de pandora
Cistite Intersticial Felina e Síndrome de pandora
 
Patologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutorPatologias do sistema reprodutor
Patologias do sistema reprodutor
 
Osteologia Veterinária
Osteologia VeterináriaOsteologia Veterinária
Osteologia Veterinária
 
Patologia do Sistema Respiratório
Patologia do Sistema RespiratórioPatologia do Sistema Respiratório
Patologia do Sistema Respiratório
 
Gatos e raças de gatos
Gatos e raças de gatosGatos e raças de gatos
Gatos e raças de gatos
 
Medicina de aves selvagens
Medicina de aves selvagensMedicina de aves selvagens
Medicina de aves selvagens
 
Cartilha bem estar animal - publico externo -
Cartilha bem estar animal -  publico externo -Cartilha bem estar animal -  publico externo -
Cartilha bem estar animal - publico externo -
 
Auxiliar de veterinário
Auxiliar de veterinárioAuxiliar de veterinário
Auxiliar de veterinário
 
Treinamento Atendimento à Clientes
Treinamento Atendimento à ClientesTreinamento Atendimento à Clientes
Treinamento Atendimento à Clientes
 
Gatos não são cães!
Gatos não são cães!Gatos não são cães!
Gatos não são cães!
 
Antibioticos completo.pdf
Antibioticos completo.pdfAntibioticos completo.pdf
Antibioticos completo.pdf
 
Exame fisico geral
Exame fisico geralExame fisico geral
Exame fisico geral
 
Posse ou guarda responsável
Posse ou guarda responsávelPosse ou guarda responsável
Posse ou guarda responsável
 
Apresentação membro torácico
Apresentação membro torácicoApresentação membro torácico
Apresentação membro torácico
 
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociadorNEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
NEGOCIAÇÃO - 20 características indispensáveis de um bom negociador
 
Leucograma - Anclivepa 2011
Leucograma - Anclivepa 2011Leucograma - Anclivepa 2011
Leucograma - Anclivepa 2011
 
Exame clínico equinos
Exame clínico equinosExame clínico equinos
Exame clínico equinos
 
PapoVet - Neurofobias Clínicas
PapoVet - Neurofobias ClínicasPapoVet - Neurofobias Clínicas
PapoVet - Neurofobias Clínicas
 
Caes e gatos
Caes e gatosCaes e gatos
Caes e gatos
 

Destaque

Caderno - Anemias
Caderno - AnemiasCaderno - Anemias
Aplasia de Medula Óssea: Diagnóstico e Tratamento
Aplasia de Medula Óssea: Diagnóstico e TratamentoAplasia de Medula Óssea: Diagnóstico e Tratamento
Aplasia de Medula Óssea: Diagnóstico e Tratamento
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e ComercializaçãoPapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
PapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
PapoVet - Animais Selvagens - RapinantesPapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
PapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Apostila - Câncer Mamário em cadelas e gatas
Apostila - Câncer Mamário em cadelas e gatasApostila - Câncer Mamário em cadelas e gatas
Apostila - Câncer Mamário em cadelas e gatas
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Abordagem clinico-cirurgica
Abordagem clinico-cirurgicaAbordagem clinico-cirurgica
Abordagem clinico-cirurgica
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Ceratite pigmentosa em Cães - Qualittas
Ceratite pigmentosa em Cães - QualittasCeratite pigmentosa em Cães - Qualittas
Ceratite pigmentosa em Cães - Qualittas
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Marketing Digital para Clinicas Veterinárias e Pet Shops
Marketing Digital para Clinicas Veterinárias e Pet ShopsMarketing Digital para Clinicas Veterinárias e Pet Shops
Marketing Digital para Clinicas Veterinárias e Pet Shops
FarejaPet
 
Administracao Clinica Veterinaria
Administracao Clinica VeterinariaAdministracao Clinica Veterinaria
Administracao de clinicas veterinarias e Pet Shops
Administracao de clinicas veterinarias e Pet ShopsAdministracao de clinicas veterinarias e Pet Shops
Administracao de clinicas veterinarias e Pet Shops
Ecommerce School - Cursos de Ecommerce e Redes Sociais
 

Destaque (10)

Caderno - Anemias
Caderno - AnemiasCaderno - Anemias
Caderno - Anemias
 
Aplasia de Medula Óssea: Diagnóstico e Tratamento
Aplasia de Medula Óssea: Diagnóstico e TratamentoAplasia de Medula Óssea: Diagnóstico e Tratamento
Aplasia de Medula Óssea: Diagnóstico e Tratamento
 
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e ComercializaçãoPapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
 
PapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
PapoVet - Animais Selvagens - RapinantesPapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
PapoVet - Animais Selvagens - Rapinantes
 
Apostila - Câncer Mamário em cadelas e gatas
Apostila - Câncer Mamário em cadelas e gatasApostila - Câncer Mamário em cadelas e gatas
Apostila - Câncer Mamário em cadelas e gatas
 
Abordagem clinico-cirurgica
Abordagem clinico-cirurgicaAbordagem clinico-cirurgica
Abordagem clinico-cirurgica
 
Ceratite pigmentosa em Cães - Qualittas
Ceratite pigmentosa em Cães - QualittasCeratite pigmentosa em Cães - Qualittas
Ceratite pigmentosa em Cães - Qualittas
 
Marketing Digital para Clinicas Veterinárias e Pet Shops
Marketing Digital para Clinicas Veterinárias e Pet ShopsMarketing Digital para Clinicas Veterinárias e Pet Shops
Marketing Digital para Clinicas Veterinárias e Pet Shops
 
Administracao Clinica Veterinaria
Administracao Clinica VeterinariaAdministracao Clinica Veterinaria
Administracao Clinica Veterinaria
 
Administracao de clinicas veterinarias e Pet Shops
Administracao de clinicas veterinarias e Pet ShopsAdministracao de clinicas veterinarias e Pet Shops
Administracao de clinicas veterinarias e Pet Shops
 

Semelhante a Gestão Administrativa na Empresa Veterinária

Abertura de empresa_aula_
Abertura de empresa_aula_Abertura de empresa_aula_
Abertura de empresa_aula_
Claudio Parra
 
Abertura de empresas
Abertura de empresasAbertura de empresas
Abertura de empresas
FaustoRegisMelo
 
Calcula e formalização do seu negócio
Calcula e formalização do seu negócioCalcula e formalização do seu negócio
Calcula e formalização do seu negócio
calculaonline
 
Abertura de uma Empresa.pdf
Abertura de uma Empresa.pdfAbertura de uma Empresa.pdf
Abertura de uma Empresa.pdf
SoniaEdithSolano
 
Empresa cp
Empresa cpEmpresa cp
Empresa cp
stcnsaidjv
 
Roteiro para registro de sociedade simples
Roteiro para registro de sociedade simplesRoteiro para registro de sociedade simples
Roteiro para registro de sociedade simples
Danilo Abrantes
 
Aula03
Aula03Aula03
Cartilha empreendedor 2016
Cartilha empreendedor 2016Cartilha empreendedor 2016
Cartilha empreendedor 2016
Universidade Federal de Pernambuco
 
Seminário Prestação de Contas das Entidades do Terceiro Setor – APF/CRC – O T...
Seminário Prestação de Contas das Entidades do Terceiro Setor – APF/CRC – O T...Seminário Prestação de Contas das Entidades do Terceiro Setor – APF/CRC – O T...
Seminário Prestação de Contas das Entidades do Terceiro Setor – APF/CRC – O T...
APF - Associação Paulista de Fundações
 
Apresentação GEGAR
Apresentação GEGARApresentação GEGAR
Apresentação GEGAR
Thiago Santos
 
Montarempresa
MontarempresaMontarempresa
Montarempresa
Penttágono
 
Bora abrir uma empresa no Brasil.pdf
Bora abrir uma empresa no Brasil.pdfBora abrir uma empresa no Brasil.pdf
Bora abrir uma empresa no Brasil.pdf
Fabio Campos
 
Balanço de abertura e escrituração
Balanço de abertura e escrituraçãoBalanço de abertura e escrituração
Balanço de abertura e escrituração
zeramento contabil
 
Palestra Nota Fiscal Eletronica
Palestra Nota Fiscal EletronicaPalestra Nota Fiscal Eletronica
Palestra Nota Fiscal Eletronica
JOSÉ ROBERTO CASTANHEIRA CAMARGO
 
Empresario individual
Empresario individualEmpresario individual
Empresario individual
Aiua Reis Queiroz
 
Slides aspectos abertura alteração e baixa
Slides aspectos abertura alteração e baixaSlides aspectos abertura alteração e baixa
Slides aspectos abertura alteração e baixa
yurineres7
 
Cartilha do EI 2013
Cartilha do EI 2013Cartilha do EI 2013
Cartilha do EI 2013
Sebrae RJ
 
Como Abrir uma Empresa Simples
Como Abrir uma Empresa SimplesComo Abrir uma Empresa Simples
Como Abrir uma Empresa Simples
Érico Machado
 
Como participar de Licitação Pública
Como participar de Licitação PúblicaComo participar de Licitação Pública
Como participar de Licitação Pública
Mais Por Arte
 
Simposio empresas odontológicas
Simposio empresas odontológicasSimposio empresas odontológicas
Simposio empresas odontológicas
Thiago Dant
 

Semelhante a Gestão Administrativa na Empresa Veterinária (20)

Abertura de empresa_aula_
Abertura de empresa_aula_Abertura de empresa_aula_
Abertura de empresa_aula_
 
Abertura de empresas
Abertura de empresasAbertura de empresas
Abertura de empresas
 
Calcula e formalização do seu negócio
Calcula e formalização do seu negócioCalcula e formalização do seu negócio
Calcula e formalização do seu negócio
 
Abertura de uma Empresa.pdf
Abertura de uma Empresa.pdfAbertura de uma Empresa.pdf
Abertura de uma Empresa.pdf
 
Empresa cp
Empresa cpEmpresa cp
Empresa cp
 
Roteiro para registro de sociedade simples
Roteiro para registro de sociedade simplesRoteiro para registro de sociedade simples
Roteiro para registro de sociedade simples
 
Aula03
Aula03Aula03
Aula03
 
Cartilha empreendedor 2016
Cartilha empreendedor 2016Cartilha empreendedor 2016
Cartilha empreendedor 2016
 
Seminário Prestação de Contas das Entidades do Terceiro Setor – APF/CRC – O T...
Seminário Prestação de Contas das Entidades do Terceiro Setor – APF/CRC – O T...Seminário Prestação de Contas das Entidades do Terceiro Setor – APF/CRC – O T...
Seminário Prestação de Contas das Entidades do Terceiro Setor – APF/CRC – O T...
 
Apresentação GEGAR
Apresentação GEGARApresentação GEGAR
Apresentação GEGAR
 
Montarempresa
MontarempresaMontarempresa
Montarempresa
 
Bora abrir uma empresa no Brasil.pdf
Bora abrir uma empresa no Brasil.pdfBora abrir uma empresa no Brasil.pdf
Bora abrir uma empresa no Brasil.pdf
 
Balanço de abertura e escrituração
Balanço de abertura e escrituraçãoBalanço de abertura e escrituração
Balanço de abertura e escrituração
 
Palestra Nota Fiscal Eletronica
Palestra Nota Fiscal EletronicaPalestra Nota Fiscal Eletronica
Palestra Nota Fiscal Eletronica
 
Empresario individual
Empresario individualEmpresario individual
Empresario individual
 
Slides aspectos abertura alteração e baixa
Slides aspectos abertura alteração e baixaSlides aspectos abertura alteração e baixa
Slides aspectos abertura alteração e baixa
 
Cartilha do EI 2013
Cartilha do EI 2013Cartilha do EI 2013
Cartilha do EI 2013
 
Como Abrir uma Empresa Simples
Como Abrir uma Empresa SimplesComo Abrir uma Empresa Simples
Como Abrir uma Empresa Simples
 
Como participar de Licitação Pública
Como participar de Licitação PúblicaComo participar de Licitação Pública
Como participar de Licitação Pública
 
Simposio empresas odontológicas
Simposio empresas odontológicasSimposio empresas odontológicas
Simposio empresas odontológicas
 

Mais de Instituto Qualittas de Pós Graduação

Papo Vet - Dermatite Atópica A Importância Da Barreira Cutânea
 Papo Vet - Dermatite Atópica A Importância Da Barreira Cutânea Papo Vet - Dermatite Atópica A Importância Da Barreira Cutânea
Papo Vet - Dermatite Atópica A Importância Da Barreira Cutânea
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Doenças Dermatológicas Associadas A Distúrbios Endócrinos
Doenças Dermatológicas Associadas A Distúrbios EndócrinosDoenças Dermatológicas Associadas A Distúrbios Endócrinos
Doenças Dermatológicas Associadas A Distúrbios Endócrinos
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Dermatopatias Crônicas em Cães
Dermatopatias Crônicas em CãesDermatopatias Crônicas em Cães
Dermatopatias Crônicas em Cães
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
A Importância E As Precauções Da Vigilância Sanitária Na Clínica Veterinária
 A Importância E As Precauções Da Vigilância Sanitária Na Clínica Veterinária A Importância E As Precauções Da Vigilância Sanitária Na Clínica Veterinária
A Importância E As Precauções Da Vigilância Sanitária Na Clínica Veterinária
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Meu Paciente Está Com Leishmaniose. E Agora?
Meu Paciente Está Com Leishmaniose. E Agora?Meu Paciente Está Com Leishmaniose. E Agora?
Meu Paciente Está Com Leishmaniose. E Agora?
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Tumores da Cavidade Oral
Tumores da Cavidade Oral Tumores da Cavidade Oral
Tumores da Cavidade Oral
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
A Saúde Começa Pela Boca
 A Saúde Começa Pela Boca A Saúde Começa Pela Boca
A Saúde Começa Pela Boca
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Tratamento da dor crônica em cães e gatos: estamos fazendo certo?
Tratamento da dor crônica em cães e gatos: estamos fazendo certo?Tratamento da dor crônica em cães e gatos: estamos fazendo certo?
Tratamento da dor crônica em cães e gatos: estamos fazendo certo?
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Abordagem diagnóstica e terapêutica do prurido em gatos
Abordagem diagnóstica e terapêutica do prurido em gatosAbordagem diagnóstica e terapêutica do prurido em gatos
Abordagem diagnóstica e terapêutica do prurido em gatos
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas finalFatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Obesidade... complicou! O que fazer?
Obesidade... complicou! O que fazer?Obesidade... complicou! O que fazer?
Obesidade... complicou! O que fazer?
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Avaliação Hepática
Avaliação HepáticaAvaliação Hepática
Simpósio de Cardiologia
Simpósio de CardiologiaSimpósio de Cardiologia
Simpósio de Cardiologia
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Opióides
OpióidesOpióides
Acupuntura i ching
Acupuntura  i chingAcupuntura  i ching
Eab e fluidoterapia
Eab e fluidoterapiaEab e fluidoterapia
Papo Vet - Rótulos De Produtos De Origem Animal - Leitura E Compreensão
Papo Vet - Rótulos De Produtos De Origem Animal - Leitura E CompreensãoPapo Vet - Rótulos De Produtos De Origem Animal - Leitura E Compreensão
Papo Vet - Rótulos De Produtos De Origem Animal - Leitura E Compreensão
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Simpósio de Anestesia
Simpósio de AnestesiaSimpósio de Anestesia
Convulsao
ConvulsaoConvulsao
Emergências Do Trato Urinário
Emergências Do Trato UrinárioEmergências Do Trato Urinário
Emergências Do Trato Urinário
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 

Mais de Instituto Qualittas de Pós Graduação (20)

Papo Vet - Dermatite Atópica A Importância Da Barreira Cutânea
 Papo Vet - Dermatite Atópica A Importância Da Barreira Cutânea Papo Vet - Dermatite Atópica A Importância Da Barreira Cutânea
Papo Vet - Dermatite Atópica A Importância Da Barreira Cutânea
 
Doenças Dermatológicas Associadas A Distúrbios Endócrinos
Doenças Dermatológicas Associadas A Distúrbios EndócrinosDoenças Dermatológicas Associadas A Distúrbios Endócrinos
Doenças Dermatológicas Associadas A Distúrbios Endócrinos
 
Dermatopatias Crônicas em Cães
Dermatopatias Crônicas em CãesDermatopatias Crônicas em Cães
Dermatopatias Crônicas em Cães
 
A Importância E As Precauções Da Vigilância Sanitária Na Clínica Veterinária
 A Importância E As Precauções Da Vigilância Sanitária Na Clínica Veterinária A Importância E As Precauções Da Vigilância Sanitária Na Clínica Veterinária
A Importância E As Precauções Da Vigilância Sanitária Na Clínica Veterinária
 
Meu Paciente Está Com Leishmaniose. E Agora?
Meu Paciente Está Com Leishmaniose. E Agora?Meu Paciente Está Com Leishmaniose. E Agora?
Meu Paciente Está Com Leishmaniose. E Agora?
 
Tumores da Cavidade Oral
Tumores da Cavidade Oral Tumores da Cavidade Oral
Tumores da Cavidade Oral
 
A Saúde Começa Pela Boca
 A Saúde Começa Pela Boca A Saúde Começa Pela Boca
A Saúde Começa Pela Boca
 
Tratamento da dor crônica em cães e gatos: estamos fazendo certo?
Tratamento da dor crônica em cães e gatos: estamos fazendo certo?Tratamento da dor crônica em cães e gatos: estamos fazendo certo?
Tratamento da dor crônica em cães e gatos: estamos fazendo certo?
 
Abordagem diagnóstica e terapêutica do prurido em gatos
Abordagem diagnóstica e terapêutica do prurido em gatosAbordagem diagnóstica e terapêutica do prurido em gatos
Abordagem diagnóstica e terapêutica do prurido em gatos
 
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas finalFatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
 
Obesidade... complicou! O que fazer?
Obesidade... complicou! O que fazer?Obesidade... complicou! O que fazer?
Obesidade... complicou! O que fazer?
 
Avaliação Hepática
Avaliação HepáticaAvaliação Hepática
Avaliação Hepática
 
Simpósio de Cardiologia
Simpósio de CardiologiaSimpósio de Cardiologia
Simpósio de Cardiologia
 
Opióides
OpióidesOpióides
Opióides
 
Acupuntura i ching
Acupuntura  i chingAcupuntura  i ching
Acupuntura i ching
 
Eab e fluidoterapia
Eab e fluidoterapiaEab e fluidoterapia
Eab e fluidoterapia
 
Papo Vet - Rótulos De Produtos De Origem Animal - Leitura E Compreensão
Papo Vet - Rótulos De Produtos De Origem Animal - Leitura E CompreensãoPapo Vet - Rótulos De Produtos De Origem Animal - Leitura E Compreensão
Papo Vet - Rótulos De Produtos De Origem Animal - Leitura E Compreensão
 
Simpósio de Anestesia
Simpósio de AnestesiaSimpósio de Anestesia
Simpósio de Anestesia
 
Convulsao
ConvulsaoConvulsao
Convulsao
 
Emergências Do Trato Urinário
Emergências Do Trato UrinárioEmergências Do Trato Urinário
Emergências Do Trato Urinário
 

Último

Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
marcos oliveira
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docxPlanejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
Planejamento_Anual_Ensino_Fundamental_2020.docx
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 

Gestão Administrativa na Empresa Veterinária

  • 2. Definição do negócio Consultório ou Clínica? Atendimento Clínico Veterinário Vacinação Banho e Tosa Internação Venda de Medicamentos e Alimentos Cirurgias
  • 3. Foco de Mercado Classe Social: predominância de A e B. Faixa etária: entre 25 a 50 anos. Maioria: mulheres
  • 4. Legislação • Decreto Nº 40.400 CFMV, salientando a obrigatoriedade da presença de um médico veterinário responsável • Resolução Nº 1015 CFMV estabelece condições para o funcionamento de estabelecimentos médicos veterinários • Dúvidas entrar em contato com Assessoria Técnica CRMV • Obedecer as duas – Check list
  • 5. Legislação Check List Utilizado pelo CRMV SP Durante Fiscalização em Clínica E Consultórios
  • 6. Legislação • Resolução Nº 844 CFMV - atestado sanitário • Resolução Nº1069 CFMV - RT • Resolução Nº 1071 CFMV – documentos emitidos pelos serviços veterinários de clínica e cirurgia destinados aos animais de companhia • Resolução Nº 1000 CFMV – EUTANÁSIA • CÓDIGO SANITÁRIO ESTADUAL – SP DECRETO 12342/78; – Principais focos: Esterilização / lavagem, fluxo – depende da clínica, descarte de resíduos, controle zoonoses. Controle medicamentos!! Análise subjetiva – depende avaliador... • SIPEAGRO – MAPA – Controle de medicamentos veterinários de uso restrito. Não há posicionamento dos CRMVs.
  • 7. Seleção de contador e advogado Requisitos para a escolha destes profissionais: São profissionais que se atualizam constantemente sobre as mudanças na legislação? São profissionais confiáveis? Vão tratar com informações confidenciais e estratégicas de sua empresa e pessoais. Busque informações no Conselho Regional de Contabilidade e na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de seu Estado. Verifique se são reconhecidos pelas suas entidades e se não há reclamações contra eles. Confira se costumam fazer contrato de prestação de serviços, que estabelecem direitos e deveres das duas partes.
  • 8. Seleção de Pontos de definição para início do processo A escolha da espécie societária (sociedade simples ou empresária) e do tipo societário ( individual, LTDA., S.A., EIRELI etc.) é sua responsabilidade. Verifique a forma mais conveniente em termos de responsabilização e incidência fiscal de cada caso.
  • 9. Seleção de Pontos de definição para início do processo Será Empresário Individual ou Sociedade? Quem serão os sócios, qual será a participação no capital social de cada um ? Será preciso contratar um médico veterinário para ser o responsável técnico? Como farão a divisão de lucros/remuneração dos sócios? Há alguma restrição para empresas no local em que será instalada? O imóvel onde será a sede da empresa está regularizado perante a prefeitura? Qual será o nome da empresa? Esse nome está disponível na Junta Comercial?
  • 10. O Contrato Social Forma de integralização das cotas Tipo de sociedade Nomes e responsabilidades de cada sócio Capital inicial Atividades Nome da empresa
  • 11. O Contrato Social • Advogado ou contador para elaborar este documento – CUIDADO! • Gestão SEMPRE em conjunto, para que não haja riscos de má gestão causada por um sócio, sem o conhecimento do outro. • Assinado, com firma reconhecida em cartório, rubricado por todos os sócios da empresa e por duas testemunhas. • Deverá ter o visto de um advogado - Estatuto da Micro e Pequena Empresa dispensa. • Solicitado por bancos para a abertura de conta bancária, por fornecedores para estabelecer limite de crédito e por órgãos governamentais das três instâncias (federal, estadual, municipal) para autorizar o funcionamento da empresa.
  • 12. ‘Processo de Abertura e Legalização • 1º Passo: • Consulta Prévia de Local para Fins de Alvará de Funcionamento Verificar se: – Existem pendências ou restrições que impeçam a constituição da empresa (base de operação) no endereço pretendido; – A atividade pretendida é compatível com a lei de zoneamento; – Fornecer endereço ou número de contribuinte do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e atividade empresarial para análise da administração regional ou prefeitura municipal.
  • 13. Processo de Abertura e Legalização • 2º Passo: • Busca de Nome Empresarial Idêntico ou Semelhante – Escolha até 03 (três) nomes alternativos para consulta na Junta Comercial ou Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas.
  • 14. Processo de Abertura e Legalização • 3º Passo: • Elaboração do Contrato Social (Apenas para Sociedade Empresária) ou Requerimento de Empresário (Empresa Individual); – Verificar as exigências do Conselho Regional quanto à elaboração do Contrato Social; – Registro da sociedade no Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas. – Averbação do contrato social junto ao Conselho Regional antes de registrá-lo no Cartório Civil das Pessoas Jurídicas. – No caso de Empresário Individual, não há Contrato Social e sim Requerimento de Empresário.
  • 15. Processo de Abertura e Legalização • 4º Passo: • Registro da Empresa e Proteção ao Nome Empresarial – Junta Comercial ou Cartório de Registro de Pessoa Jurídica. – É entregue o NIRE (Número de Identificação do Registro de Empresa), etiqueta ou carimbo contendo um número que é fixado no ato constitutivo. – Para Empresário Individual: Fazer o registro de empresário individual e o seu enquadramento como Microempresa (ME) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP). Apresentar o Requerimento de Empresário e o enquadramento como ME ou EPP na Junta Comercial.
  • 16. Processo de Abertura e Legalização • 5º Passo: • Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) e Secretaria da Receita Federal (SRF) Não será emitido cartão CNPJ caso haja: • Ausência do código da CNAE-Fiscal (Classificação Nacional de Atividades Econômicas - Fiscal). • Sócios ou responsável da pessoa jurídica com inscrição cancelada ou inexistente no CPF. • Sócios ou responsável de pessoa jurídica vinculados à empresa inapta ou suspensa no CNPJ. • Omissão de declaração(ões) DIPJ (Declaração de Informações da Pessoa Jurídica).
  • 17. Processo de Abertura e Legalização • 6º Passo: • Alvará de Licença / Corpo de Bombeiros • Para liberar o funcionamento da empresa, normalmente as prefeituras exigem inspeção, vistoria técnica e o respectivo Alvará de Licença do Corpo de Bombeiros. Entrar em contato com o Corpo de Bombeiros do município Informar metragem de área construída Efetuar o pagamento da taxa ME isenta de taxa Entregar o formulário preenchido ao Corpo de Bombeiros e anexar comprov de pagamento
  • 18. Processo de Abertura e Legalização • 7º Passo: • Alvarás – Os estabelecimentos veterinários somente poderão funcionar mediante licença de funcionamento, cadastro fiscal e alvará expedido pela autoridade sanitária competente - VISA. Exige Manual de Boas Práticas (MBP / POPs); – ME isenta de taxa de inscrição e renovação VISA em alguns municípios.
  • 19. Processo de Abertura e Legalização • 8º Passo: • Inscrição Estadual – Obrigatório de houver comércio de produtos. A Inscrição Estadual (IE) é obrigatória para empresas dos setores do comércio, sendo necessária para se inscrever no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). O cadastro é feito na Secretaria Estadual da Fazenda. Grande parte dos estados possui convênio com a Receita Federal, permitindo obter a IE junto com o CNPJ, por meio de um cadastro único. IMPORTANTE: em alguns estados, a inscrição estadual deve ser solicitada antes do alvará de funcionamento.
  • 20. Processo de Abertura e Legalização • 9º Passo: • Inscrição na Previdência Social (INSS) • Simultaneamente com a inscrição no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) ou perante o INSS no prazo de 30 dias contados do início de suas atividades. • O não cumprimento sujeita o responsável à multa, conforme julgada a gravidade da infração.
  • 21. Processo de Abertura e Legalização • 10º Passo: Documentos Fiscais – Verifique com seu contador o modelo mais indicado e a obrigatoriedade de adoção para o seu caso. Bloco de Notas Fiscais • Necessita obter a Autorização para Impressão de Documentos Fiscais – AIDF para a gráfica confeccionar as Notas Fiscais. • Após impressão, é obrigatório apresentar a Declaração da Gráfica Autorizada na repartição fiscal. • POUCO UTILIZADO EM SP - DESUSO Nota fiscal eletrônica (NF-e) •É obrigatória em alguns estados e para empresas de alguns segmentos. •Não precisa fornecer notas no papel e passa a utilizar um documento fiscal digital. •Elimina o custo da compra de talonários e pode simplificar gestão contábil com a ajuda de softwares que se encarregam de emitir, certificar e armazenar as NF-es. Cupom Fiscal • Empresa deve ter sistema PAF (Programa Aplicativo Fiscal) que faz comunicação com a impressora fiscal (ECF) e comanda impressões de cupons, cancelamentos, descontos concedidos etc. • Para ativar um PDV: • Lacrar a impressora fiscal (ECF) junto à secretaria estadual de fazenda (SEFAZ). • Informar qual é o fabricante e a versão do software homologado (PAF). • O processo burocrático pode demorar de 1 a 20 dias, dependendo do estado. • A instalação e configuração técnica são feitas em menos de 1 dia.
  • 22. Processo de Abertura e Legalização • 11º Passo: • Inscrição no Sindicato Patronal – Contador sugere sindicato para o qual irá recolher a Contribuição Sindical. – Há mais de um Sindicato autorizado a representar determinada categoria. – Pesquisar prós e contras da convenção coletiva de cada um deles. – Preferência ao que tenha piso salarial menor e/ou mais flexibilidade em relação à legislação trabalhista. – Verifique na Entidade Sindical Patronal se a contribuição é obrigatória para empresas inscritas no SIMPLES.
  • 23. Processo de Abertura e Legalização Com a legalização do Consultório ou da Clínica Veterinária perante o Conselho Regional de Medicina Veterinária e pela autoridade municipal, ela estará apta a adquirir e utilizar drogas sob controle especial. Todo estabelecimento cuja atividade necessite da participação de Médico Veterinário está obrigado a registrar-se no Conselho de Medicina Veterinária da região em que se localiza. Notificar abertura do consultório veterinário à autoridade sanitária de sua jurisdição, nos termos da legislação vigente.
  • 24. Código de Defesa do Consumidor • Lei nº 12.291, de 20 de julho de 2010 todo estabelecimento comercial e de prestação de serviços no território nacional deve, obrigatoriamente, disponibilizar um exemplar do Código de Defesa do Consumidor aos seus clientes. • O código pode ser disponibilizado impresso ou através de um terminal de computador para consulta dos clientes, de fácil acesso. É preciso divulgar a existência do serviço de livre consulta, utilizando um cartaz na própria loja, por exemplo.
  • 25. Tributos PJ fora do Simples Nacional – HOSPITAL VET ISS (QN)- 2 a 5% - alíquota estabelecida pelo Município IRPJ - 15% sobre o lucro presumido, equivalente a 32% do faturamento (Lucro Presumido) - Adicional ao IRPJ - 10% sobre o lucro que exceder R$ 20.000,00 mensais, R$ 60.000,00 trimestrais ou R$ 240.000,00 anuais, de acordo com a periodicidade do regime de apuração. CSLL - 9% (Lucro presumido), equivalente a 32% do faturamento, 9% sobre o lucro líquido (Lucro Real) PIS - 0,65% (Lucro Presumido), 1,65% (Lucro Real) Prog Integração social COFINS - 3,0% (Lucro Presumido), 7,60% (Lucro Real) Contribuição p/ financ/ Seguridade Social ICMS – 18% em SP.
  • 26. Consultório - PF Inscrição Municipal de autônomo; NFe; Recolhe ISSQN – 2% a 5%; Inscrição VISA e BOMBEIROS – pagamento de taxas Registro CRMV – não paga anuidade; IRPF -Até R$1.903,98 isento IR, acima varia 7,5% a 27% (acima R$4.664,68).
  • 27. Clínica – PF – APENAS EM SP!! Inscrição Municipal NFe; Recolhe ISSQN -2% a 5%; Registra CRMV - NÃO PAGA ANUIDADE CRMV, apenas CRR anualmente; Inscrição VISA e BOMBEIROS – pagamento de taxas Pode necessitar de parecer do CRMV SP – Diversas Prefeituras não reconhecem ou desconhecem essa situação. IRPF -Até R$1.903,98 isento IR, acima varia 7,5% a 27% (acima R$4.664,68).
  • 28. Clínica – PJ CRMV – paga anuidade; Inscrição VISA e BOMBEIROS – pagamento de taxas, se não for ME Enquadramento no SIMPLES Nacional Guia DAS - IMPOSTOS – IRPJ, CSLL, COFINS, INSS E ISS – ALÍQUOTA PREST SERVIÇO DE 6 A 17% (aumento recente)
  • 29. Credenciamento de Cartões de Crédito Entrar em contato com o credenciador. Possuir conta corrente em nome da empresa (conta poupança não funciona). Ter contrato social da empresa. Infraestrutura que suporte a instalação do terminal: linha telefônica ou internet Tarifas absurdas!! CC – 4,3% CD – 3.5% + 6 X – 4,8%
  • 30. Seguros • Contrate apólices de seguros para proteger seu patrimônio e investimento – Responsabilidade Civil – PJ / PF – Protege contra eventuais problemas no exercício da profissão; – Seguro Empresarial – Proteção equipamentos, prédios, estoque; – DIT – Diária de Incapacidade Temporária Maiores informações: www.amaiscorretora.com.br Corretora especializada no segmento veterinário.
  • 31. Contratação de Colaboradores • Recepcionistas, tratadores, tosadores e técnicos CBO 5 -TRABALHADORES DOS SERVIÇOS, VENDEDORES DO COMÉRCIO EM LOJAS E MERCADOS 51 -TRABALHADORES DOS SERVIÇOS 519 -OUTROS TRABALHADORES DE SERVIÇOS DIVERSOS 5193 -Trabalhadores de serviços veterinários, de higiene e estética de animais domésticos 5193-05 - Auxiliar de veterinário 5193-15 - Banhista de animais domésticos 5193-20 - Tosador de animais domésticos
  • 32. Contratação de Colaboradores CBO Classificação Brasileira de Ocupações Descrição: Realizam procedimentos de enfermagem veterinária. preparam animais e materiais para procedimentos veterinários, tosam, banham e enfeitam animais,impam ouvidos, dentes e olhos de animais. Atendem clientes, proprietários dos animais e administram o local de trabalho. Trabalham em conformidade com normas e procedimentos de segurança, higiene e saúde.
  • 33. Contratação de Colaboradores CBO Classificação Brasileira de Ocupações Descrição: Realizam procedimentos de enfermagem veterinária. preparam animais e materiais para procedimentos veterinários, tosam, banham e enfeitam animais,impam ouvidos, dentes e olhos de animais. Atendem clientes, proprietários dos animais e administram o local de trabalho. Trabalham em conformidade com normas e procedimentos de segurança, higiene e saúde. ** Curso Livre não reconhecido pelo CRMV
  • 34. Contratação de Colaboradores CBO Veterinário - 2233-05 Descrição: Clínica Médica em todas as suas especialidades. Lei 4950, de 22 Abril de 1966 Fala da remuneração do Médico Veterinário
  • 35. Monique Rodrigues Cesário Silva CRMV SP 7650 monique@clinicao.com.br Obrigada!!