Soneto


         Magro, de olhos azuis, carão moreno,
         Bem servido de pés, meão na altura,
         Triste de fac...
ESTRUTURA EXTERNA:

   •   1º. Momento/ parte: 2 quadras, 1º. terceto;
   •   2º. Momento / parte: 2º. terceto.

Esquema r...
ESTRUTURA INTERNA



       o    1ª parte,

           - Nesta parte, o sujeito poético esboça o seu auto-retrato (tema do...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Interpretação de um soneto de bocage

13.902 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.902
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
135
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Interpretação de um soneto de bocage

  1. 1. Soneto Magro, de olhos azuis, carão moreno, Bem servido de pés, meão na altura, Triste de facha, o mesmo de figura, Nariz alto no meio, e não pequeno; Incapaz de assistir num só terreno, Mais propenso ao furor do que à ternura, Bebendo em níveas, por taça escura, De zelos infernais letal veneno; Devoto incensador de mil deidades (Digo, de moças mil) num só momento, E somente no altar amando os frades; Eis Bocage em quem luz algum talento; Saíram dele mesmo estas verdades, Num dia em que se achou mais pachorrento. Bocage
  2. 2. ESTRUTURA EXTERNA: • 1º. Momento/ parte: 2 quadras, 1º. terceto; • 2º. Momento / parte: 2º. terceto. Esquema rimático: • abba, abba, cdc, dcd Tipos de rima: • emparelhada (bb), interpolada (aa), cruzada (cdc, dcd); • toda grave; • rica: talento/pachorrento; pobre: a restante; • consoante: toda.
  3. 3. ESTRUTURA INTERNA o 1ª parte, - Nesta parte, o sujeito poético esboça o seu auto-retrato (tema do poema) - Há dois momentos distintos: 1ª quadra, que respeita ao retrato físico; 2ª quadra e o primeiro terceto evidenciam o retrato psicológico. o 2ª parte - Nesta parte, o sujeito poético revela a sua identidade e as circunstâncias que proporcionaram a criação do soneto. - Aspectos psicológicos/ subjectividade: • inconstante; • triste; • propenso ao furor; • propenso a paixões amorosas; • anticlerical; • Bebendo… veneno. - Alguns recursos estilísticos: o adjectivação (magro, azuis, moreno, meão, triste, alto, pequeno, incapaz, propenso, níveas, escura, infernais, letal, devoto, pachorrento); antítese (vv 6, 7, 9/11); hipérbole (vv 9, 10

×