Principais habilidades para gerenciar pessoas nas organizações

1.296 visualizações

Publicada em

Apresentação em Power Point aos alunos do curso de Gestão Empresarial da Prospectar Cursos e Treinamentos (EAD)

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.296
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
135
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Principais habilidades para gerenciar pessoas nas organizações

  1. 1. Principais Habilidades Para Gerenciar Pessoas Nas Organizações
  2. 2. Principais Habilidades Gerenciais Hoje Já se Sabe Que os Funcionários Necessitam de Estímulos Para Produzirem e Cabe Aos Gerentes Criarem os Ambientes Onde os Colaboradores se Sintam Motivados a Alcançar Suas Metas O Gestor é Responsável Pelo Atingimento Dos Objetivos e, Por Isso Mesmo, Ele Deverá Saber Utilizar Bem as Ferramentas de Gestão Um Gerente Deverá Possuir Determinadas Habilidades Que os Permita Atuar Com Eficácia na Sua Função: HABILIDADES TÉCNICAS HABILIDADES HUMANAS HABILIDADES CONCEITUAIS
  3. 3. HABILIDADES TÉCNICAS:Trata-se Das Habilidades Mais Fáceis de Incorporar ao Perfil do Gerente, Pois Elas Podem Ser Adquiridas O Gestor Poderá Pagar Pelos Conhecimentos Técnicos Adquiridos Como Por Exemplo Um Curso de Gestão Empresarial, de Idiomas, Informática ou Outros Habilidades Humanas: São as Habilidades Mais Difíceis de Incorporar ao Perfil, Pois o Gerente Precisará “Querer” Desenvolvê-las O Gestor Precisará Conhecer o Comportamento Geral Das Pessoas de Seu Grupo de Tal Forma Que Ele Consiga Exercer a Liderança de Forma Suave, Mas Com Energia
  4. 4. Já se Sabe Que as Necessidades dos Funcionários São Incompatíveis Com as Exigências das Organizações Para a Empresa os Funcionários Trabalham Pouco e Ganham Muito e, Para os Empregados, Eles Trabalham Muito e Ganham Pouco E no Meio Desse Conflito Está o Gerente Que, Conhecendo Esse Conceito, Atuará Muito Mais Como um Mediador de Interesses Entre as Partes Sendo Assim, Podemos Concluir Que as Habilidades Humanas São Muito Mais Importantes Para um Gerente do Que as Habilidades Técnicas, Pois ao Exercer Sua Função Ele Estará Lidando Com Pessoas e Não Apenas Máquinas
  5. 5. CONCEITO DE “GERENCIAR”: Antigamente, Gerenciar Significava “a Arte de Obter Resultados Através Das Pessoas” Hoje, Gerenciar Significa Obter Resultados, Atendendo às Aspirações Das Pessoas
  6. 6. Hoje, a Arte de Gerenciar Pessoas Exige Muita Criatividade Por Parte dos Líderes, Pois em Vez de Controlar os Funcionários é Preciso ENERGIZÁ-LOS Gerenciar Exige Cada Vez Mais Criatividade e Domínio Técnico e, Diante Disso, é Necessário Que o Gestor Possua Capacidade de Criar
  7. 7. A Principal Função de Um Gerente é Saber “Energizar” as Pessoas ENERGIZAR Significa Atender às Aspirações Complexas de Uma Pessoa
  8. 8. Tipos de Aspirações: Aspirações Simples: Salário Compatível, Emprego Próximo à Casa, Conforto no Local de Trabalho, Garantias de Continuar Empregado, Justiça, Ambiente de Amizade e Atenção São as Condições Básicas de Um Emprego, Sem as Quais os Empregados Nem Aceitam Trabalhar
  9. 9. ASPIRAÇÕES COMPLEXAS As Pessoas Gostam de Ser Diferenciadas, de Terem o Seu Valor Reconhecido e de Enfrentar Desafios e Tarefas Difíceis Além Disso, os Funcionários Também Gostam de Aprender, Obtendo Crescimento Pessoal e Recompensas Financeiras Pelos Seus Esforços
  10. 10. Para “Energizar” as Pessoas, o Gerente Deve Perceber a “Prontidão” de Cada Um, Pois Existem Funcionários Que Estão Prontos e os Que Não Estão Prontos Os Funcionários Que Estão Prontos Têm Experiência Técnica e, os Que Não Estão Prontos, São os Inexperientes Dessa Forma, ao Cruzarmos as Duas Variáveis (Aspirações e Prontidão), Encontramos o Seguinte Quadro:
  11. 11. T I P O S D E P R O N T I D Ã O Experientes Inexperientes Simples Complexas ASPIRAÇÕES: Aprendizes FRIOS Potenciais Empreende dores
  12. 12. Tipos de Funcionários APRENDIZES São os Inexperientes e Que Só Têm Aspirações Simples Não Têm Experiência Profissional e Preferem Trabalhar Apenas Por Ser Perto de Casa e Pelo Pequeno Salário Trate-o Com Pouca Flexibilidade, Informando-o Detalhadamente Sobre o Que Fazer e Conferindo Se as Tarefas Foram Executadas Conforme o Escrito. Ou Seja, Use Supervisão Rígida
  13. 13. FRIOSSão Aqueles Funcionários Que Até Têm Experiência Profissional, Mas Possuem Aspirações Simples (Não Estão “Energizados”) Eles Sabem Trabalhar, Mas Não Vibram Com Isso Porque Devem Ter Sido Punidos na Sua Criatividade (em Empregos Anteriores) Envolva-o Nas Decisões, Fazendo Ele se Sentir Importante e Aumentando Sua Auto-Estima Seu Cuidado Não Deve Ser Técnico, Mas Humano e Ele Deve Ter Coragem de Errar
  14. 14. FUNCIONÁRIOS POTENCIAIS É o “Sonho” de Todo Gerente, Pois Embora Não Tenham Experiência Eles Têm Aspirações Complexas Eles Têm Iniciativa e Garra, Mas Ainda Não Estão Prontos Porque Não Possuem Experiência Na Verdade, Talvez Seja Preciso Reduzir um Pouco Essa “Garra” Para Que Eles Não Façam “Besteira” Precisam de Treinamento,de Instruções Claras, Acompanhamento Técnico e Envolvimento Com os Mais Experientes
  15. 15. EMPREENDEDORES São os Funcionários Que Têm Muita Experiência, Grandes Aspirações e Por Isso Não Devem Ser Tratados Com Rigidez, Controle e Nem Cobrança de Resultados Trate-o Com “Agradinhos” e Ele Ficará “Doente”, Pois a Energia Dele Não Vem de Você (é Dele Mesmo) Envolva-o nas Decisões e Dê-lhes Autonomia, Pois Eles São Capazes de Fazer Melhor Que Você Eles Precisam de Desafios, Tarefas Difíceis e Participação nos Resultados
  16. 16. Sendo Assim, o Gerente Não Pode se Conformar em Ter na Sua Equipe Apenas Aprendizes, Frios ou Potenciais Na Verdade, o Objetivo Principal de Um Gerente Deverá Ser o De Transformar Todos Eles em “EMPREENDEDORES”, Pois Assim Ele Só Cuidaria da Estratégia da Sua Empresa
  17. 17. OS GRUPOS: Todo Grupo Tem Diferença de Tamanho, de Objetivos e Tipos de Pessoas; Mas a Maior Diferença é a Que Passa Despercebida Pela Maioria Das Pessoas: _ Qual o Estágio de Desenvolvimento Que Ele se Encontra Agora? Todos os Grupos de Trabalho Atravessam Estágios Semelhantes, na Medida em Que Eles Passam de “Um Punhado de Indivíduos” – no Momento em Que Se Reúnem Pela 1ª Vez – Até o Estágio em Que Ela Funciona de Forma Coordenada e Eficaz Dessa Forma, Para Liderar um Grupo no Caminho de se Tornar Uma Equipe o Gerente Precisará Incorporar às Suas Habilidades Humanas o Perfil de Um “Desenvolvedor de Pessoas” e de Um “Facilitador de Grupos”. Ou Seja, o Gerente Precisará Conhecer as Habilidades Gerenciais Citadas Anteriormente

×