LOGÍSTICA - Visão Sistêmica e Gerenciamento da Cadeia Logística)

604 visualizações

Publicada em

Parte da aula aos alunos do curso de Pós Graduação em Logística na Universidade Estácio de Sá

Publicada em: Negócios
2 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
604
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
2
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

LOGÍSTICA - Visão Sistêmica e Gerenciamento da Cadeia Logística)

  1. 1. Visão Sistêmica da Logística As Empresas São Consideradas Sistemas Abertos, Pois Elas Interagem Com o Meio Externo a Fim de Extraírem os Recursos Materiais, Financeiros e de Pessoal Para Poderem Funcionar São Formadas Por Subsistemas Representados Pelos Seus Setores e Departamentos, os Quais Devem Atuar Integrados a Fim de Atingirem Suas Metas As “Entradas” Sã os Recursos Extraídos do Meio Externo Como Pessoas, Matérias Primas, Informações e Capital O “Processamento” Ocorre Dentro Das Empresas Através dos Procedimentos e Das Tecnologias Usadas Para a Transformação Dos Recursos As “Saídas” São o Resultado do Processo, Como os Produtos e/ou Serviços Que São Destinados ao Ambiente Externo
  2. 2. É Formada Pelo Conjunto de Empresas Que Participam da Movimentação das Matérias Primas, da Produção e da Distribuição do Produto Final Aos Clientes Na Cadeia Logística Existem Três (3) Subsistemas: Distribuição Física SUPRIMENTOS PRODUÇÃO O Gerente de Logística Cuida Não Apenas do Fluxo de Matérias Primas, Estoques e Produtos Finais Como Também da Integração das Informações e Finanças Sendo Assim, a Gestão Deve Ocorrer Tanto na Horizontal (Buscando a Integração Entre os Setores) Quanto na Vertical (Orientando a Integração Entre os Diversos Níveis da Hierarquia)
  3. 3. Porém, Muitos Gerentes Desconhecem os Objetivos Estratégicos da Empresa, Embora Seja Sua Responsabilidade Conduzir Os Destinos de Seu Departamento O Resultado é Que Cada Gestor Acaba Definindo Suas Próprias Metas, Correndo o Risco de Caminharem em Separado, Demonstrando Desintegração e Ferindo o Conceito de “Sistema” Isso Atingirá a Lucratividade da Organização Com Impactos na Sua Competitividade, Pois o Produto Final Disponibilizado Aos Clientes é Fruto do Esforço de Todos os Departamentos Resumindo: _ o Mau Funcionamento de um Setor Pode Comprometer Toda Organização. Logo, a Integração Interna é Condição Básica Para a Externa da Empresa, Com Seus Fornecedores, Atacadistas, Varejistas e Clientes Finais
  4. 4. Portanto, a Logística Está Associada à Gestão de Uma Série de Atividades Funcionais Que, Com a Evolução do Conceito, Incorpora Novos Arranjos e Maneiras de Gerir Essa “Cadeia” Mas, Atualmente, Gerir Essa Cadeia Significa Integrar Todas as Suas Etapas. Ou Seja, a Logística de Suprimento, de Produção e de Distribuição, Podendo-se Acrescentar a Logística Reversa LOGÍSTICA de SUPRIMENTOS É Responsável Pelo Abastecimento dos Materiais Necessários Ao Funcionamento da Empresa Até o Momento em Que Eles São Entregues, Pois a Partir Daí Começa a Logística de Produção ( Logística Interna)
  5. 5. LOGÍSTICA de PRODUÇÃO É Toda Movimentação de Materiais Que Visa à Fabricação de Produtos, Compreendendo a Aquisição de Materiais, Transporte, Recebimento e Desenvolvimento de Fornecedores Nessa Etapa o Setor de Compras (Por Estar em Contato Com os Fornecedores) Desempenha Um Papel Importante na Integração Entre Empresa e Fornecedores, Promovendo a Integração da Cadeia de Suprimentos O Departamento de Vendas (ou Marketing), Por Estar em Contato Com os Atacadistas, Varejistas e Consumidores Finais Desempenha Um Papel Integrador na Logística de Produção
  6. 6. LOGÍSTICA de DISTRIBUÇÃO Após o Produto Estar na Área de Expedição da Empresa, o Profissional de Logística Trabalha Junto ao de Marketing Para Cumprirem os Fundamentos da Logística. Isto é, o Produto Certo, no Lugar Que o Cliente Deseja, Com Qualidade, Quantidade e Custo Competitivo Nesse Momento é Necessário Analisar Aspectos Como: Que Tipo de Transporte Será Utilizado? Qual Sistema de Informações Usado? Qual é o Nível de Serviços à Disposição dos Clientes?Qual é a Formação Técnica Das Pessoas Envolvidas?
  7. 7. LOGÍSTICA REVERSA É a Área da Logística Que Trata do Retorno Dos Produtos, Das Embalagens ou Dos Materiais ao Seu Centro Produtivo ou ao Seu Centro de Distribuição A Preocupação Com a Preservação do Meio Ambiente Faz Com Que a Legislação Ambiental Brasileira Caminhe no Sentido da Conscientização e Responsabilidade Das Empresas Pelo Ciclo de Vida de Seus Produtos A Logística Reversa de Pós-Consumo Ocorre Quando o Produto Foi Utilizado Até a Sua Exaustão. Ou Seja, Quando Ele Perde as Propriedades Para o Qual Foi Fabricado e, Daí, Ele (ou Sua Embalagem) Poderá Ser Reciclado
  8. 8. Nesse Contexto Exige-se Que o Gestor Apresente o Seguinte Perfil: Agir Sempre Com Ética, Pensando de Forma Estratégica e Desenvolvendo Credibilidade Técnica e Humana Saber Negociar e Agir Politicamente Ter Conhecimento Sistêmico da Empresa. Isto é, Conhecer os Planos Estratégicos e a Tecnologia Utilizada Ter Interesse Pelo Negócio, Lealdade às Pessoas, Sabendo Administrar os Conflitos Existentes na Equipe Aceitar os Processos de Aprendizagem Normalmente, Face o Dinamismo Organizacional Contribuir Para o Desenvolvimento de Produtos e Processos Socioambientalmente Corretos

×