Entrevistador e entrevistado

531 visualizações

Publicada em

Apresentação aos alunos do curso de gestão empresarial (EAD) da Prospectar Cursos e Treinamrntos

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
531
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
101
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Entrevistador e entrevistado

  1. 1. O ENTREVISTADOR DEVE SER: Uma Pessoa Com Boa Cultura Geral Uma Pessoa Com Raciocínio Rápido Uma Pessoa Com Uma Grande Percepção Sobre o Comportamento Humano
  2. 2. Antes da Entrevista, o Selecionador Deve Eliminar Todas as Influências Negativas Como Preconceitos Culturais, Sociais, Sexo, Cor e Outros Os Problemas Pessoais, as Antipatias, as Opiniões Particulares, os Julgamentos Sem Fundamento, os Medos e as Pressões Para Realizar Uma Devem Ficar de Fora da Entrevista Boa Entrevista, o Selecionador Deve Conhecer Todos os Dados Sobre o Candidato, o Que a Empresa Espera Dele e o Que Ela Quer Obter da Entrevista Inicialmente, o Candidato Deverá Ser Deixado à Vontade, Pois – na Maioria Das Vezes – Ele Está Tenso Investigue Primeiro a Aparência do Candidato e Sua Postura Corporal
  3. 3. Num Segundo Momento, o Entrevistador Deverá Sondar Como Foi o Trabalho Anterior do Candidato, a Fim de Prever Como Será Sua Conduta na Organização Ele Também Deverá Investigar o Grau de Escolaridade do Candidato, a Fim de Saber Se é Compatível com a Exigência do Cargo O Selecionador Deverá Investigar as Habilidades do Candidato, Sua Vida Familiar, a Vida Social (a Fim de Perceber Como se Relaciona em Equipe) e Sua Saúde Atual e Anterior (a Fim de Perceber Se o Candidato Pode Trabalhar Sob Pressão) Finalmente, o Entrevistador Deverá Sondar Sobre a Vida Passada do Candidato, a Fim de Traçar um Perfil Sobre a Sua Personalidade. Sondar Sua Honestidade e Se Ele Tem Tendências a Mentiras. Principalmente Se o Candidato Tem Potencial Para Realizar as Tarefas Exigidas
  4. 4. Atenção aos “Mecanismos de Defesa” do Candidato Geralmente, o Candidato Procura Satisfazer Suas Necessidades, Formando Uma Cadeia de Forças de “Auto-Proteção” (Defesa de Suas Fraquezas) e, Por Isso Mesmo, Ele Procurará “Vender” Uma Imagem Ele Tentará Manipular Positiva Suas Informações e Simular Um Personagem Que Ele NÃO É, Falsificando Essas Informações Sobre Si Mesmo Sua Memória Tende a Esquecer Fatos Desagradáveis ou Distorcer Informações Sobre Seu Passado, Tornando-o “Mais Agradável” Sendo Assim, Para Desenvolver Uma Entrevista Eficaz, Deve-se Antes Criar Um “Ambiente Favorável”, o Qual Deverá Ser Mantido Durante Toda a Entrevista
  5. 5. Ajude a Pessoa a Sentir-se a Vontade e Com Disposição Para Falar MOSTRE FRANQUEZA Faça Perguntas Abertas Identifique o Relacionamento do(a) Candidato(a) Com Seus Antigos Colegas
  6. 6. IDENTIFIQUE: Como o(a) Candidato(a) se Ajustava ao Cargo Anteriormente Ocupado. Os Motivos de Sua Saída do Emprego Anterior Peça um Relato de Cada Atividade Desenvolvida na Empresa Anterior, Observando Suas Principais Realizações
  7. 7. Pergunta é a Principal Ferramenta do Entrevistador Mas Isso Requer Técnica, Perfeição e Treinamento Dessa Forma, o Entrevistador Deverá Ter Objetivos Claros, Amplo Vocabulário e Saber Usar as Palavras Com Precisão Sua Linguagem Deve Estar à Altura do Candidato. Isto é, Ele Não Deve Utilizar Uma Linguagem Muito Técnica Para o Homem Comum Nem Uma Linguagem Muito Simples Para Um Candidato Superior O Entrevistador Deve Ter Algum Tipo de Controle Para Evitar Que o Candidato Fale Livremente, Desperdiçando Tempo Cinco (5) Minutos Para Uma Entrevista Preliminar (de Triagem). Trinta (30) Minutos Para Uma Entrevista Simples, Com Candidatos à Nível Médio. Sessenta (60) Minutos Para Uma Entrevista Psicológica, Com Candidatos Complexos – Para Cargos Gerenciais
  8. 8. COMO PREPARAR UMA ENTREVISTA? Obtenha a Descrição do Cargo Para o Qual Vai Selecionar Prepare Um Esquema de Desenvolvimento da Entrevista, Estipulando Um Determinado Tempo Para Cada Assunto Observe se Existem Problemas Com Essa Função Como Alto Turn- Over, Falta de Cooperação de Outros Funcionários, Tipo de Supervisão Existente, Disciplina Exigida e Outros Elabore Perguntas Abertas, Mantendo a Entrevista Sob Controle e Não Permita Que o Candidato Faça Divagações Não Fale Mais do Que Dez Por Cento do Tempo de Duração da Entrevista
  9. 9. Roteiro de Uma Entrevista: Histórico Profissional (40% do tempo): Avalie – em Ordem Cronológica – a História Profissional do Candidato, Observando se Houve Progresso Nos Cargos Ocupados, Seus Sucessos Profissionais e Seus Fracassos Histórico Educacional (20% do tempo): Avalie – em Ordem Cronológica – a Formação Cultural e o Treinamento do Candidato, Observando Sua Orientação Vocacional, Suas Matérias Preferidas e Suas Atividades Extracurriculares Histórico Familiar (20% do tempo): Avalie os Antecedentes Familiares, o Temperamento, o Caráter dos Pais e o “Status” Socioeconômico da Família Ajustamento Social (20% do tempo): Avalie o Candidato Perante Sua Família, à Sociedade e Aos Grupos Sociais, Políticos e Religiosos. Avalie Sua classe Social, Sua Estabilidade Econômica e Suas Atividades Associativas
  10. 10. Testes Que Podem Ser Aplicados Fluência Verbal: Solicitar Que a Pessoa Fale, Por Exemplo, de 1 a 2 Minutos Sobre Determinado Assunto Memória: Pronunciar Umas 20 Palavras e Verificar Quantas a Pessoa se Lembra. Neste Teste a Pessoa Deve Lembrar de 30 a 50 Por Cento (em Média) Distinção das Cores: Fazer Com Que Ele Observe o Ambiente Por Algum Tempo (2 a 3 minutos) e Verificar o Maior Número Possível de Objetos Com a Mesma Cor de Uma Escolhida Pelo Entrevistador Aptidões Específicas: a Pessoa Deve Saber Realizar Trabalhos Referentes à Profissão Escolhida; Isto é, Espera-se de Um Carpinteiro Que, Pelo Menos, Ele Saiba Segurar Um Martelo

×