SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
RECURSOS HUMANOSRECURSOS HUMANOS
RECURSOS HUMANOSRECURSOS HUMANOS
““É UM CONJUNTO DEÉ UM CONJUNTO DE
PRINCÍPIOSPRINCÍPIOS
TÉCNICOS QUE VISATÉCNICOS QUE VISA
CONTRIBUIR PARACONTRIBUIR PARA
ATRAIR, MANTER,ATRAIR, MANTER,
MOTIVAR, TREINARMOTIVAR, TREINAR
E DESENVOLVER OE DESENVOLVER O
PATRIMÔNIOPATRIMÔNIO
HUMANO DASHUMANO DAS
ORGANIZAÇÕES”ORGANIZAÇÕES”
Planejamento dePlanejamento de
Recursos Humanos:Recursos Humanos:
Planejamento dasPlanejamento das
Necessidades Futuras.Necessidades Futuras.
Planejamento Para aPlanejamento Para a
Rotatividade Futura.Rotatividade Futura.
Planejamento Para Treinamento ePlanejamento Para Treinamento e
Desenvolvimento.Desenvolvimento.
Planejamento Para Recrutamento,Planejamento Para Recrutamento,
Seleção e Demissões.Seleção e Demissões.
QUEM IRÁ
TRABALHAR NA
ORGANIZAÇÃO?
O Que as PessoasO Que as Pessoas
Farão?Farão?
Como Manter asComo Manter as
PessoasPessoas
Trabalhando?Trabalhando?
Como Treinar e DesenvolverComo Treinar e Desenvolver
as Pessoas na Organização?as Pessoas na Organização?
RECRUTAMENTO:
““É o Processo de AtrairÉ o Processo de Atrair
Candidatos Com asCandidatos Com as
Características e asCaracterísticas e as
Habilidades Adequadas ParaHabilidades Adequadas Para
Preencher Vagas naPreencher Vagas na
Empresa”.Empresa”.
Principais Fontes de Pesquisa ParaPrincipais Fontes de Pesquisa Para
Captar Candidatos:Captar Candidatos:
Escolas.Escolas. Internet.Internet. Consultorias deConsultorias de
R.H.R.H.
Anúncios emAnúncios em
Jornais.Jornais.
Bancos de CurriculunsBancos de Curriculuns.
TÉCNICAS DE SELEÇÃO:TÉCNICAS DE SELEÇÃO:
Entrevistas.Entrevistas.
TestesTestes
Psicotécnicos.Psicotécnicos.
Prova deProva de
ConhecimentosConhecimentos
DinâmicaDinâmica
de Grupode Grupo.
TÉCNICAS GERAIS DETÉCNICAS GERAIS DE
ENTREVISTAS:ENTREVISTAS:
Atenção aoAtenção ao
“Mecanismo de“Mecanismo de
Defesa” doDefesa” do
Candidato.Candidato.
Saber Formular as Perguntas Certas.Saber Formular as Perguntas Certas.
Controlar o TempoControlar o Tempo
Para CadaPara Cada
Entrevista.Entrevista.
Preparar a Entrevista.Preparar a Entrevista.
CRIAR UM “ROTEIRO” PARA A ENTREVISTA.CRIAR UM “ROTEIRO” PARA A ENTREVISTA.
O ENTREVISTADOR DEVE SER:
Uma Pessoa Com Boa Cultura Geral.Uma Pessoa Com Boa Cultura Geral.
Uma Pessoa ComUma Pessoa Com
Raciocínio RápidoRaciocínio Rápido..
Uma Pessoa ComUma Pessoa Com
AguçadaAguçada
Percepção SobrePercepção Sobre
o Comportamentoo Comportamento
Humano.Humano.
Investigue PrimeiroInvestigue Primeiro
a Aparência doa Aparência do
Candidato.Candidato.
Observe SuaObserve Sua
Postura CorporalPostura Corporal..
Pergunte-lhe SobrePergunte-lhe Sobre
Seu TrabalhoSeu Trabalho
Anterior.Anterior.
SUAS HABILIDADES, SUA VIDASUAS HABILIDADES, SUA VIDA
SOCIAL E FAMILIARSOCIAL E FAMILIAR
Ajude a Pessoa a Sentir-se aAjude a Pessoa a Sentir-se a
Vontade e ComVontade e Com DisposiçãoDisposição ParaPara
Falar.Falar.
MOSTREMOSTRE
FRANQUEZA.FRANQUEZA.
Faça Perguntas Abertas.Faça Perguntas Abertas.
Identifique oIdentifique o
Relacionamento do(a)Relacionamento do(a)
Candidato(a) Com SeusCandidato(a) Com Seus
Antigos Colegas.Antigos Colegas.
Como o(a) Candidato(a) se Ajustava aoComo o(a) Candidato(a) se Ajustava ao
Cargo Anteriormente Ocupado.Cargo Anteriormente Ocupado.
IDENTIFIQUE:IDENTIFIQUE:
Os Motivos deOs Motivos de
Sua Saída.Sua Saída.
Peça um Relato de CadaPeça um Relato de Cada
Atividade Desenvolvida naAtividade Desenvolvida na
Empresa Anterior,Empresa Anterior,
Observando SuasObservando Suas
Principais Realizações.Principais Realizações.
TREINAMENTO:
““Qualquer ProcedimentoQualquer Procedimento
Que Vise Promover (eQue Vise Promover (e
Aumentar) o AprendizadoAumentar) o Aprendizado
Entre os Funcionários deEntre os Funcionários de
Uma Empresa, ObjetivandoUma Empresa, Objetivando
Adquirir Habilidades ParaAdquirir Habilidades Para
um determinado Cargoum determinado Cargo”.”.
OBJETIVOS DOOBJETIVOS DO
TREINAMENTO:TREINAMENTO:
Impulsionar a Eficiência.
Incrementar a
Produtividade.Aumentar a Qualidade.
Promover a Segurança.Diminuir Refugos.
MODALIDADES DE TREINAMENTOS:MODALIDADES DE TREINAMENTOS:
TreinamentoTreinamento
Presencial.Presencial.
Treinamento àTreinamento à
Distância.Distância.
TREINAMENTO EM SERVIÇO.TREINAMENTO EM SERVIÇO.
Rodízio deRodízio de
Funcionários.Funcionários.
Visitas Técnicas.Visitas Técnicas.
Palestras,Palestras,
Congressos,Congressos,
Seminários eSeminários e
Conferências.Conferências.
PLANEJAMENTO DEPLANEJAMENTO DE
TREINAMENTO:TREINAMENTO:
•Para Que Treinar?Para Que Treinar?
• Quem Treinar?Quem Treinar?
• Em Que Treinar?Em Que Treinar?
• COMOCOMO
TREINAR?TREINAR?
• Quando Treinar?
• QUEM VAIQUEM VAI
TREINAR?TREINAR?
DEPARTAMENTO PESSOAL:
Pode SerDividido Em:Pode SerDividido Em:
Recrutamento eRecrutamento e
Seleção.Seleção.
Registro deRegistro de
Funcionários.Funcionários.
FiscalizaçãoFiscalização
Trabalhista.Trabalhista.
DEMISSÕESDEMISSÕES
Folha de Pagamento.Folha de Pagamento.
TRABALHADOTRABALHADO
RR
AUTÔNOMO:AUTÔNOMO:
Exerce AtividadeExerce Atividade
Profissional ou PrestaProfissional ou Presta
Serviços (semServiços (sem
remuneração) aremuneração) a
Empresas, ou àEmpresas, ou à
Pessoas Físicas.Pessoas Físicas.
Não Existe Vinculação de HoráriosNão Existe Vinculação de Horários
ou Subordinação à Alguém.ou Subordinação à Alguém.
TRABALHADORTRABALHADOR
TEMPORÁRIOTEMPORÁRIO
Contratado PorTempo Limitado, Conseqüência daContratado PorTempo Limitado, Conseqüência da
Necessidade de Algumas Empresas ObteremMão-de-Necessidade de Algumas Empresas ObteremMão-de-
Obra Extra, emDeterminadas Épocas.Obra Extra, emDeterminadas Épocas.
As Relações de TrabalhoAs Relações de Trabalho
se Dão Através dasse Dão Através das
Empresas Prestadoras deEmpresas Prestadoras de
Serviços (Agências deServiços (Agências de
Empregos).Empregos).
As “Agências” São asAs “Agências” São as
Responsáveis PelasResponsáveis Pelas
Relações de Trabalho EntreRelações de Trabalho Entre
Ambos.Ambos.
REMUNERAÇÃOREMUNERAÇÃO
É Todo Provento LegalÉ Todo Provento Legal
Ganho Pelo Empregado,Ganho Pelo Empregado,
em Função de Umem Função de Um
Contrato de TrabalhoContrato de Trabalho
Pago Pelo Empregador -Pago Pelo Empregador -
ou Por Terceiros.ou Por Terceiros.
Décimo Terceiro SalárioDécimo Terceiro Salário
Adicional de Insalubridade.Adicional de Insalubridade.
Salário Família, Salário Maternidade
13º Salário, Abono Pecuniário.13º Salário, Abono Pecuniário.
BENEFICIÁRIOS DABENEFICIÁRIOS DA
PREVIDÊNCIA SOCIAL:PREVIDÊNCIA SOCIAL:
SEGURADOSSEGURADOS: Exercem: Exercem
Trabalho Remunerado,Trabalho Remunerado,
ContribuIndo Para o INSS.ContribuIndo Para o INSS.
DEPENDENTESDEPENDENTES: V: Vivem da Remuneraçãoivem da Remuneração
do Trabalhador e, Por Lei, Têm Direito àdo Trabalhador e, Por Lei, Têm Direito à
Esse Amparo, Pois Dependem DessaEsse Amparo, Pois Dependem Dessa
Remuneração do “Segurado” ParaRemuneração do “Segurado” Para
SobreviveremSobreviverem..

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Motivacao e Felicidade no Ambiente de Trabalho
Motivacao e Felicidade no Ambiente de TrabalhoMotivacao e Felicidade no Ambiente de Trabalho
Motivacao e Felicidade no Ambiente de TrabalhoWebgoal
 
SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!
SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!
SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!Sergio Grunbaum
 
VOCÊ DE A a Z! Aprenda a utilizar o modelo de negócios pessoal num processo d...
VOCÊ DE A a Z! Aprenda a utilizar o modelo de negócios pessoal num processo d...VOCÊ DE A a Z! Aprenda a utilizar o modelo de negócios pessoal num processo d...
VOCÊ DE A a Z! Aprenda a utilizar o modelo de negócios pessoal num processo d...Paula Quaiser
 
Liderança Inspiradora - Como Inovar na Gestão de Pessoas
Liderança Inspiradora - Como Inovar na Gestão de PessoasLiderança Inspiradora - Como Inovar na Gestão de Pessoas
Liderança Inspiradora - Como Inovar na Gestão de PessoasAdeildo Caboclo
 
Intraempreendedorismo e marketing interno
Intraempreendedorismo e marketing internoIntraempreendedorismo e marketing interno
Intraempreendedorismo e marketing internoLuciana Rezende
 
Empreendendo com Caos e Ordem - QConSP 2012
Empreendendo com Caos e Ordem - QConSP 2012Empreendendo com Caos e Ordem - QConSP 2012
Empreendendo com Caos e Ordem - QConSP 2012Joao Bosco
 
Atitude - SIPAT 2014 - Petrobras
Atitude - SIPAT 2014 - PetrobrasAtitude - SIPAT 2014 - Petrobras
Atitude - SIPAT 2014 - PetrobrasRicardo Vernaglia
 
Marketing Pessoal e Planejamento de Carreira
Marketing Pessoal e Planejamento de CarreiraMarketing Pessoal e Planejamento de Carreira
Marketing Pessoal e Planejamento de CarreiraMiguel Mazzoni
 
3 passos para encontrar colaboradores de alto desempenho
3 passos para encontrar colaboradores de alto desempenho3 passos para encontrar colaboradores de alto desempenho
3 passos para encontrar colaboradores de alto desempenhoLeonardo Seabra
 
1 Gestão de Pessoas Liderança e Motivação O contexto da liderança
1 Gestão de Pessoas Liderança e Motivação O contexto da liderança1 Gestão de Pessoas Liderança e Motivação O contexto da liderança
1 Gestão de Pessoas Liderança e Motivação O contexto da liderançafarmwaine
 
Plano de Carreira nos dias de hoje
Plano de Carreira nos dias de hojePlano de Carreira nos dias de hoje
Plano de Carreira nos dias de hojeEli Rodrigues
 
“Para ser um empreendedor não tem idade!”
“Para ser um empreendedor não tem idade!”“Para ser um empreendedor não tem idade!”
“Para ser um empreendedor não tem idade!”Heloisa Motoki
 
Como tomar decisões em equipe
Como tomar decisões em equipeComo tomar decisões em equipe
Como tomar decisões em equipeWebgoal
 
Como fazer um plano de carreira
Como fazer um plano de carreiraComo fazer um plano de carreira
Como fazer um plano de carreiraPortal_Ecaderno
 
Ebook felicidade no_trabalho
Ebook felicidade no_trabalhoEbook felicidade no_trabalho
Ebook felicidade no_trabalhofioravanti_sandra
 
Plano de Carreira
Plano de CarreiraPlano de Carreira
Plano de CarreiraCompanyWeb
 

Mais procurados (20)

Técnicas Para Motivar Equipes
Técnicas Para Motivar EquipesTécnicas Para Motivar Equipes
Técnicas Para Motivar Equipes
 
(12) acerte no curriculum e na entrevista
(12) acerte no curriculum e na entrevista(12) acerte no curriculum e na entrevista
(12) acerte no curriculum e na entrevista
 
Motivacao e Felicidade no Ambiente de Trabalho
Motivacao e Felicidade no Ambiente de TrabalhoMotivacao e Felicidade no Ambiente de Trabalho
Motivacao e Felicidade no Ambiente de Trabalho
 
SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!
SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!
SUCESSO PROFISSIONAL, AI VOU EU!
 
VOCÊ DE A a Z! Aprenda a utilizar o modelo de negócios pessoal num processo d...
VOCÊ DE A a Z! Aprenda a utilizar o modelo de negócios pessoal num processo d...VOCÊ DE A a Z! Aprenda a utilizar o modelo de negócios pessoal num processo d...
VOCÊ DE A a Z! Aprenda a utilizar o modelo de negócios pessoal num processo d...
 
2) empregabilidade
2) empregabilidade2) empregabilidade
2) empregabilidade
 
Liderança Inspiradora - Como Inovar na Gestão de Pessoas
Liderança Inspiradora - Como Inovar na Gestão de PessoasLiderança Inspiradora - Como Inovar na Gestão de Pessoas
Liderança Inspiradora - Como Inovar na Gestão de Pessoas
 
Intraempreendedorismo e marketing interno
Intraempreendedorismo e marketing internoIntraempreendedorismo e marketing interno
Intraempreendedorismo e marketing interno
 
Empreendendo com Caos e Ordem - QConSP 2012
Empreendendo com Caos e Ordem - QConSP 2012Empreendendo com Caos e Ordem - QConSP 2012
Empreendendo com Caos e Ordem - QConSP 2012
 
Atitude - SIPAT 2014 - Petrobras
Atitude - SIPAT 2014 - PetrobrasAtitude - SIPAT 2014 - Petrobras
Atitude - SIPAT 2014 - Petrobras
 
Marketing Pessoal e Planejamento de Carreira
Marketing Pessoal e Planejamento de CarreiraMarketing Pessoal e Planejamento de Carreira
Marketing Pessoal e Planejamento de Carreira
 
3 passos para encontrar colaboradores de alto desempenho
3 passos para encontrar colaboradores de alto desempenho3 passos para encontrar colaboradores de alto desempenho
3 passos para encontrar colaboradores de alto desempenho
 
1 Gestão de Pessoas Liderança e Motivação O contexto da liderança
1 Gestão de Pessoas Liderança e Motivação O contexto da liderança1 Gestão de Pessoas Liderança e Motivação O contexto da liderança
1 Gestão de Pessoas Liderança e Motivação O contexto da liderança
 
Plano de Carreira nos dias de hoje
Plano de Carreira nos dias de hojePlano de Carreira nos dias de hoje
Plano de Carreira nos dias de hoje
 
“Para ser um empreendedor não tem idade!”
“Para ser um empreendedor não tem idade!”“Para ser um empreendedor não tem idade!”
“Para ser um empreendedor não tem idade!”
 
Empregabilidade
EmpregabilidadeEmpregabilidade
Empregabilidade
 
Como tomar decisões em equipe
Como tomar decisões em equipeComo tomar decisões em equipe
Como tomar decisões em equipe
 
Como fazer um plano de carreira
Como fazer um plano de carreiraComo fazer um plano de carreira
Como fazer um plano de carreira
 
Ebook felicidade no_trabalho
Ebook felicidade no_trabalhoEbook felicidade no_trabalho
Ebook felicidade no_trabalho
 
Plano de Carreira
Plano de CarreiraPlano de Carreira
Plano de Carreira
 

Semelhante a Recursos Humanos: Princípios, Planejamento e Gestão

Arh 4-rotatividade-120925063051-phpapp01
Arh 4-rotatividade-120925063051-phpapp01Arh 4-rotatividade-120925063051-phpapp01
Arh 4-rotatividade-120925063051-phpapp01Priscila Alves
 
Gestão wm
Gestão wmGestão wm
Gestão wmWRM2013
 
Gestão estratégica do tempo - #DNAD2014 - Setembro 2014
Gestão estratégica do tempo  - #DNAD2014 - Setembro 2014Gestão estratégica do tempo  - #DNAD2014 - Setembro 2014
Gestão estratégica do tempo - #DNAD2014 - Setembro 2014Luís Caramurú
 
Curso de Recursos Humanos
Curso de Recursos HumanosCurso de Recursos Humanos
Curso de Recursos Humanosavanterh
 
Empreendedorismo, start ups e desenvolvimento de talentos
Empreendedorismo, start ups e desenvolvimento de talentosEmpreendedorismo, start ups e desenvolvimento de talentos
Empreendedorismo, start ups e desenvolvimento de talentosdomingosdesign
 
21 10 - liderança em instituições públicas habilidades comportamentais - joel...
21 10 - liderança em instituições públicas habilidades comportamentais - joel...21 10 - liderança em instituições públicas habilidades comportamentais - joel...
21 10 - liderança em instituições públicas habilidades comportamentais - joel...Thiago Souza Santos
 
TCC - QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE MÉDIO PORTE NO MUNICÍP...
TCC -  QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE MÉDIO PORTE NO MUNICÍP...TCC -  QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE MÉDIO PORTE NO MUNICÍP...
TCC - QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE MÉDIO PORTE NO MUNICÍP...MarcosSouza358307
 
Psicologia organizacional
Psicologia organizacionalPsicologia organizacional
Psicologia organizacionalAJESM
 
1a aula comportamento organizacional mba rh 2014-1
1a aula comportamento organizacional   mba rh 2014-11a aula comportamento organizacional   mba rh 2014-1
1a aula comportamento organizacional mba rh 2014-1Ana Gabriela Ribeiro Dezan
 

Semelhante a Recursos Humanos: Princípios, Planejamento e Gestão (20)

Arh 4-rotatividade-120925063051-phpapp01
Arh 4-rotatividade-120925063051-phpapp01Arh 4-rotatividade-120925063051-phpapp01
Arh 4-rotatividade-120925063051-phpapp01
 
Como Recrutar, Selecionar, Orientar e Motivar Funcionários Nas Empresas
Como Recrutar, Selecionar, Orientar e Motivar Funcionários Nas EmpresasComo Recrutar, Selecionar, Orientar e Motivar Funcionários Nas Empresas
Como Recrutar, Selecionar, Orientar e Motivar Funcionários Nas Empresas
 
Livro 2 Gerenciamento
Livro 2 GerenciamentoLivro 2 Gerenciamento
Livro 2 Gerenciamento
 
1589
15891589
1589
 
Gestaode pessoas[1]
Gestaode pessoas[1]Gestaode pessoas[1]
Gestaode pessoas[1]
 
Gestão wm
Gestão wmGestão wm
Gestão wm
 
O DNA das Culturas Matadoras
O DNA das Culturas MatadorasO DNA das Culturas Matadoras
O DNA das Culturas Matadoras
 
Gestão estratégica do tempo - #DNAD2014 - Setembro 2014
Gestão estratégica do tempo  - #DNAD2014 - Setembro 2014Gestão estratégica do tempo  - #DNAD2014 - Setembro 2014
Gestão estratégica do tempo - #DNAD2014 - Setembro 2014
 
Curso de Recursos Humanos
Curso de Recursos HumanosCurso de Recursos Humanos
Curso de Recursos Humanos
 
RH na Prática
RH na PráticaRH na Prática
RH na Prática
 
Empreendedorismo, start ups e desenvolvimento de talentos
Empreendedorismo, start ups e desenvolvimento de talentosEmpreendedorismo, start ups e desenvolvimento de talentos
Empreendedorismo, start ups e desenvolvimento de talentos
 
Gestão de pessoas i
Gestão de pessoas iGestão de pessoas i
Gestão de pessoas i
 
Projeto integrador assistente de pessoal
Projeto integrador   assistente de pessoalProjeto integrador   assistente de pessoal
Projeto integrador assistente de pessoal
 
21 10 - liderança em instituições públicas habilidades comportamentais - joel...
21 10 - liderança em instituições públicas habilidades comportamentais - joel...21 10 - liderança em instituições públicas habilidades comportamentais - joel...
21 10 - liderança em instituições públicas habilidades comportamentais - joel...
 
TCC - QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE MÉDIO PORTE NO MUNICÍP...
TCC -  QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE MÉDIO PORTE NO MUNICÍP...TCC -  QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE MÉDIO PORTE NO MUNICÍP...
TCC - QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO EM UMA EMPRESA DE MÉDIO PORTE NO MUNICÍP...
 
Coching para RH e Gestão de Pessoas
Coching para RH e Gestão de PessoasCoching para RH e Gestão de Pessoas
Coching para RH e Gestão de Pessoas
 
Psicologia organizacional
Psicologia organizacionalPsicologia organizacional
Psicologia organizacional
 
1a aula comportamento organizacional mba rh 2014-1
1a aula comportamento organizacional   mba rh 2014-11a aula comportamento organizacional   mba rh 2014-1
1a aula comportamento organizacional mba rh 2014-1
 
Fayolismo
FayolismoFayolismo
Fayolismo
 
Cinco Passos Para Melhorar a Gestão de Pessoas e Processos
Cinco Passos Para Melhorar a Gestão de Pessoas e ProcessosCinco Passos Para Melhorar a Gestão de Pessoas e Processos
Cinco Passos Para Melhorar a Gestão de Pessoas e Processos
 

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas

Mais de PROFIGESTÃO - Profissionais em Gestão de Empresas e Pessoas (20)

Comportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de TrabalhoComportamento em Ambientes de Trabalho
Comportamento em Ambientes de Trabalho
 
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes SociaisComo Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
Como Utilizar o Marketing nas Redes Sociais
 
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
Ambiente Empreendedor nas Corporações e a Proposta de Um Modelo de Inovação P...
 
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes CorporativosPostura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
Postura e Imagem Profissional em Ambientes Corporativos
 
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
Psicologia do Trabalho (Uma Introdução ao Estudo do Comportamento e da Person...
 
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptxO Processo de Transporte de Cargas.pptx
O Processo de Transporte de Cargas.pptx
 
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptxConceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
Conceitos, Evolução e Processos Logísticos.pptx
 
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas OrganizacõesA Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
A Criatividade Como Estratégia Competitiva Nas Organizacões
 
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
A Ciência Política e as Implicações Filosóficas, Sociológicas e Jurídicas no ...
 
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptxTécnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
Técnicas de Relacionamentos Interpessoais.pptx
 
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptxA Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
A Identidade Visual na Criação de Uma Marca.pptx
 
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptxGestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
Gestão Financeira Para Pequenas Empresas.pptx
 
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptxA Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
A Contabilidade Como Instrumento Gerencial.pptx
 
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptxProgramação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
Programação Neurolinguística – História, Competências e Pressupostos.pptx
 
DINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptxDINÂMICA de GRUPO.pptx
DINÂMICA de GRUPO.pptx
 
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptxAUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
AUXILIAR DE ESCRITÓRIO.pptx
 
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptxDESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
DESENVOLVIMENTO PESSOAL no TRABALHO.pptx
 
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptxINTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
INTELIGÊNCIA de NEGÓCIOS.pptx
 
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptxA Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
A Controladoria Voltada a Avaliação de Desempenho nas Empresas.pptx
 
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
Psicologia Organizacional (Histórico, Conceitos e Clima)
 

Recursos Humanos: Princípios, Planejamento e Gestão

  • 2. RECURSOS HUMANOSRECURSOS HUMANOS ““É UM CONJUNTO DEÉ UM CONJUNTO DE PRINCÍPIOSPRINCÍPIOS TÉCNICOS QUE VISATÉCNICOS QUE VISA CONTRIBUIR PARACONTRIBUIR PARA ATRAIR, MANTER,ATRAIR, MANTER, MOTIVAR, TREINARMOTIVAR, TREINAR E DESENVOLVER OE DESENVOLVER O PATRIMÔNIOPATRIMÔNIO HUMANO DASHUMANO DAS ORGANIZAÇÕES”ORGANIZAÇÕES”
  • 3. Planejamento dePlanejamento de Recursos Humanos:Recursos Humanos: Planejamento dasPlanejamento das Necessidades Futuras.Necessidades Futuras. Planejamento Para aPlanejamento Para a Rotatividade Futura.Rotatividade Futura. Planejamento Para Treinamento ePlanejamento Para Treinamento e Desenvolvimento.Desenvolvimento. Planejamento Para Recrutamento,Planejamento Para Recrutamento, Seleção e Demissões.Seleção e Demissões.
  • 4. QUEM IRÁ TRABALHAR NA ORGANIZAÇÃO? O Que as PessoasO Que as Pessoas Farão?Farão? Como Manter asComo Manter as PessoasPessoas Trabalhando?Trabalhando? Como Treinar e DesenvolverComo Treinar e Desenvolver as Pessoas na Organização?as Pessoas na Organização?
  • 5. RECRUTAMENTO: ““É o Processo de AtrairÉ o Processo de Atrair Candidatos Com asCandidatos Com as Características e asCaracterísticas e as Habilidades Adequadas ParaHabilidades Adequadas Para Preencher Vagas naPreencher Vagas na Empresa”.Empresa”. Principais Fontes de Pesquisa ParaPrincipais Fontes de Pesquisa Para Captar Candidatos:Captar Candidatos: Escolas.Escolas. Internet.Internet. Consultorias deConsultorias de R.H.R.H. Anúncios emAnúncios em Jornais.Jornais. Bancos de CurriculunsBancos de Curriculuns.
  • 6. TÉCNICAS DE SELEÇÃO:TÉCNICAS DE SELEÇÃO: Entrevistas.Entrevistas. TestesTestes Psicotécnicos.Psicotécnicos. Prova deProva de ConhecimentosConhecimentos DinâmicaDinâmica de Grupode Grupo.
  • 7. TÉCNICAS GERAIS DETÉCNICAS GERAIS DE ENTREVISTAS:ENTREVISTAS: Atenção aoAtenção ao “Mecanismo de“Mecanismo de Defesa” doDefesa” do Candidato.Candidato. Saber Formular as Perguntas Certas.Saber Formular as Perguntas Certas. Controlar o TempoControlar o Tempo Para CadaPara Cada Entrevista.Entrevista. Preparar a Entrevista.Preparar a Entrevista. CRIAR UM “ROTEIRO” PARA A ENTREVISTA.CRIAR UM “ROTEIRO” PARA A ENTREVISTA.
  • 8. O ENTREVISTADOR DEVE SER: Uma Pessoa Com Boa Cultura Geral.Uma Pessoa Com Boa Cultura Geral. Uma Pessoa ComUma Pessoa Com Raciocínio RápidoRaciocínio Rápido.. Uma Pessoa ComUma Pessoa Com AguçadaAguçada Percepção SobrePercepção Sobre o Comportamentoo Comportamento Humano.Humano.
  • 9. Investigue PrimeiroInvestigue Primeiro a Aparência doa Aparência do Candidato.Candidato. Observe SuaObserve Sua Postura CorporalPostura Corporal.. Pergunte-lhe SobrePergunte-lhe Sobre Seu TrabalhoSeu Trabalho Anterior.Anterior. SUAS HABILIDADES, SUA VIDASUAS HABILIDADES, SUA VIDA SOCIAL E FAMILIARSOCIAL E FAMILIAR
  • 10. Ajude a Pessoa a Sentir-se aAjude a Pessoa a Sentir-se a Vontade e ComVontade e Com DisposiçãoDisposição ParaPara Falar.Falar. MOSTREMOSTRE FRANQUEZA.FRANQUEZA. Faça Perguntas Abertas.Faça Perguntas Abertas. Identifique oIdentifique o Relacionamento do(a)Relacionamento do(a) Candidato(a) Com SeusCandidato(a) Com Seus Antigos Colegas.Antigos Colegas.
  • 11. Como o(a) Candidato(a) se Ajustava aoComo o(a) Candidato(a) se Ajustava ao Cargo Anteriormente Ocupado.Cargo Anteriormente Ocupado. IDENTIFIQUE:IDENTIFIQUE: Os Motivos deOs Motivos de Sua Saída.Sua Saída. Peça um Relato de CadaPeça um Relato de Cada Atividade Desenvolvida naAtividade Desenvolvida na Empresa Anterior,Empresa Anterior, Observando SuasObservando Suas Principais Realizações.Principais Realizações.
  • 12. TREINAMENTO: ““Qualquer ProcedimentoQualquer Procedimento Que Vise Promover (eQue Vise Promover (e Aumentar) o AprendizadoAumentar) o Aprendizado Entre os Funcionários deEntre os Funcionários de Uma Empresa, ObjetivandoUma Empresa, Objetivando Adquirir Habilidades ParaAdquirir Habilidades Para um determinado Cargoum determinado Cargo”.”. OBJETIVOS DOOBJETIVOS DO TREINAMENTO:TREINAMENTO: Impulsionar a Eficiência. Incrementar a Produtividade.Aumentar a Qualidade. Promover a Segurança.Diminuir Refugos.
  • 13. MODALIDADES DE TREINAMENTOS:MODALIDADES DE TREINAMENTOS: TreinamentoTreinamento Presencial.Presencial. Treinamento àTreinamento à Distância.Distância. TREINAMENTO EM SERVIÇO.TREINAMENTO EM SERVIÇO. Rodízio deRodízio de Funcionários.Funcionários. Visitas Técnicas.Visitas Técnicas. Palestras,Palestras, Congressos,Congressos, Seminários eSeminários e Conferências.Conferências.
  • 14. PLANEJAMENTO DEPLANEJAMENTO DE TREINAMENTO:TREINAMENTO: •Para Que Treinar?Para Que Treinar? • Quem Treinar?Quem Treinar? • Em Que Treinar?Em Que Treinar? • COMOCOMO TREINAR?TREINAR? • Quando Treinar? • QUEM VAIQUEM VAI TREINAR?TREINAR?
  • 15. DEPARTAMENTO PESSOAL: Pode SerDividido Em:Pode SerDividido Em: Recrutamento eRecrutamento e Seleção.Seleção. Registro deRegistro de Funcionários.Funcionários. FiscalizaçãoFiscalização Trabalhista.Trabalhista. DEMISSÕESDEMISSÕES Folha de Pagamento.Folha de Pagamento.
  • 16. TRABALHADOTRABALHADO RR AUTÔNOMO:AUTÔNOMO: Exerce AtividadeExerce Atividade Profissional ou PrestaProfissional ou Presta Serviços (semServiços (sem remuneração) aremuneração) a Empresas, ou àEmpresas, ou à Pessoas Físicas.Pessoas Físicas. Não Existe Vinculação de HoráriosNão Existe Vinculação de Horários ou Subordinação à Alguém.ou Subordinação à Alguém.
  • 17. TRABALHADORTRABALHADOR TEMPORÁRIOTEMPORÁRIO Contratado PorTempo Limitado, Conseqüência daContratado PorTempo Limitado, Conseqüência da Necessidade de Algumas Empresas ObteremMão-de-Necessidade de Algumas Empresas ObteremMão-de- Obra Extra, emDeterminadas Épocas.Obra Extra, emDeterminadas Épocas. As Relações de TrabalhoAs Relações de Trabalho se Dão Através dasse Dão Através das Empresas Prestadoras deEmpresas Prestadoras de Serviços (Agências deServiços (Agências de Empregos).Empregos). As “Agências” São asAs “Agências” São as Responsáveis PelasResponsáveis Pelas Relações de Trabalho EntreRelações de Trabalho Entre Ambos.Ambos.
  • 18. REMUNERAÇÃOREMUNERAÇÃO É Todo Provento LegalÉ Todo Provento Legal Ganho Pelo Empregado,Ganho Pelo Empregado, em Função de Umem Função de Um Contrato de TrabalhoContrato de Trabalho Pago Pelo Empregador -Pago Pelo Empregador - ou Por Terceiros.ou Por Terceiros. Décimo Terceiro SalárioDécimo Terceiro Salário Adicional de Insalubridade.Adicional de Insalubridade. Salário Família, Salário Maternidade 13º Salário, Abono Pecuniário.13º Salário, Abono Pecuniário.
  • 19. BENEFICIÁRIOS DABENEFICIÁRIOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL:PREVIDÊNCIA SOCIAL: SEGURADOSSEGURADOS: Exercem: Exercem Trabalho Remunerado,Trabalho Remunerado, ContribuIndo Para o INSS.ContribuIndo Para o INSS. DEPENDENTESDEPENDENTES: V: Vivem da Remuneraçãoivem da Remuneração do Trabalhador e, Por Lei, Têm Direito àdo Trabalhador e, Por Lei, Têm Direito à Esse Amparo, Pois Dependem DessaEsse Amparo, Pois Dependem Dessa Remuneração do “Segurado” ParaRemuneração do “Segurado” Para SobreviveremSobreviverem..