Imperialismo 2013

1.907 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.907
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Imperialismo 2013

  1. 1. ImperialismoNeocolonialismo
  2. 2. Neocolonialismo é o processo deexploração econômica e dominação política estabelecido pelas potências capitalistas emergentes ao longo do século XIX e início do século XX, que culmina com a partilha da África e da Ásia, (colonização da África e da Ásia).
  3. 3. NEOCOLONIALISMO Por que será que a Europa se torna imperialista???Século XIX Europa torna-se 2ª Revolução o continente Industrial mais poderoso...É preciso romper as fronteiras de outros países...
  4. 4. Fernanda Hernandes
  5. 5. Fernanda Hernandes
  6. 6. Partilha da África: Conferência de Berlim (1884-1885) Fernanda Hernandes
  7. 7. Fernanda Hernandes
  8. 8. Um dos grandes problemas do neocolonialismo é a forma como se deu a "partilha" dos territórios africanos, por exemplo. Ao dividir os territórios, os países invasores nãolevaram em consideração as diferenças culturais do continente, o que fez comque tribos rivais ficassem numa mesma região, agravando ainda mais as guerras civis africanas.
  9. 9. Observe que 60% desta divisão é constituído de retas ou de arcos de circunferência. Os estados africanosatuais, na sua maioria, não tem a mesma unidade cultural, lingüística.Existem casos em que um mesmo Estado abriga várias nações ou até uma única nação em dois ou mais Estados
  10. 10. A violência em que se deu a colonização provocou grandes distorções nas estruturas econômicas, sociais e culturais dos territórios dominados. A economia tradicional comunitária ou de subsistência foi totalmente desorganizada pela introdução de cultivos destinados a atender exclusivamente as necessidades das metrópoles. Intrigas entre etnias foram estimuladas e antigos reinos destruídos,vencidos pela superioridade militar dos colonizadores. Vários povos, antes auto-suficientes em alimentos, passaram a depender de produtos importados da metrópole
  11. 11. Imperialismo na Ásia
  12. 12. A Partilha da Ásia • Em geral, o modo de produção dos países asiáticos era formado pela união da pequena produção agrícola com a indústria doméstica, compondo pequenas comunidades economicamente auto-suficientes. O comércio de produtos europeus, principalmente os ingleses, destruiu rapidamente essa indústriaartesanal, ficando a população local na exclusivadependência da agricultura. Tornavam-se, assim, abastecedores de víveres e matérias-primas da Europa.
  13. 13. REVOLTAS COLONIAISResistência contra o Imperialismo
  14. 14. Guerra do Ópio (1839) : Ingleses e ChinesesEsta guerra foi iniciada pelos ingleses após as autoridadeschinesas, que já sabiam do mal causado por esta substância,terem queimado uma embarcação inglesa carregada de ópioTratado de Nanquim (1842) : 5 portos chineses abertos aocomércio inglês + Hong Kong
  15. 15. Revolta dos Cipaios (1857) : (Indianos X Ingleses) em xeque o domínio britânicoObjetivo: acabar com o Mas a revolta foiimperialismo britânico sufocada pelana Índia - LIBERDADE Inglaterra.
  16. 16. A Guerra dos Bôeres (1899 e 1902) – África do Sul (Ingleses X fundadores das repúblicas de Transvaal e Orange) Regiões ricas em jazidas de diamantes, ouro e ferro. As tropas inglesas devastavam e queimavam as propriedades ao longo da guerra. Os bôeres capturados (homens, mulheres e crianças) são colocados em campos de confinamento, onde morrem cerca de 20 mil pessoas.
  17. 17. Ideologia do Imperialismo• Etnocentrismo : europeus acreditavam que o colonialismo transmitia “o progresso econômico e cultural”• Teorias Racistas: raça branca era superior às outras.• Geopolítica: espaço vital para a sobrevivência.• Darwinismo Social: fortes dominam os mais fracos.
  18. 18. Arthur de Gobineau: um dos mais importantes teóricos do racismo no século XIXPara ele a mistura de raças era inevitável elevaria a raça humana a graus sempremaiores de degenerescência física eintelectual.O Brasil não tinha futuro, país marcado pelapresença de raças que julgava inferiores. Amistura racial daria origem a mestiços epardos degenerados e estéreis. Estacaracterística Esta característica já teriaselado a sorte do país: a degeneraçãolevaria ao desaparecimento da população.A única saída para os brasileiros, seria oincentivo à imigração de "raças" europeias,consideradas superiores

×