Aula 11 reformas e reformadores

2.228 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.228
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.359
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 11 reformas e reformadores

  1. 1. REFORMAS E REFORMADORES Prof. Dalton Jr.
  2. 2. ABUSOS DA IGREJA CATÓLICA Vimos que desde o período medieval a igreja católica era uma poderosa instituição. Além do controle de vários aspectos da vida das pessoas, a igreja ainda mantinha um tribunal que punia os que ela considerava “herege”. Além disso, alguns membros da igreja católica faziam um comércio fraudulento de artigos religiosos. Vendiam objetos dizendo ser pedaços de ossos do jumento montado por Jesus, pedaços de um ano qualquer dizendo ser do manto de Maria, e ainda padres e bispos vendiam indulgências, isto é, perdão dos pecados.
  3. 3. PALAVRAS DE JOHN TETZEL, VENDEDOR DE INDULGÊNCIAS: “ASSIM QUE AS MOEDAS BATEM NO FUNDO DE MINHA SACOLA, A ALMA DO FIEL ENTRA PARA O CÉU”
  4. 4. OS PRIMEIROS REFORMADORES  Wycliffe (1320-1384): Era inglês, formado em teologia pela universidade de Oxford. Sua crítica estava voltada para o acúmulo de riquezas por parte de padres, bispos e do papa. Foi perseguido pelo tribunal da inquisição, se retirou da inglaterra e traduziu a Bíblia para o inglês.  John Huss(1369-1415): Foi professor e reitor da universidade de Praga (Rep. Tcheca), e se tornou conhecido por traduzir a Bíblia para o tcheco. Por suas críticas a vida luxuosa do alto clero, John Huss foi preso e queimado pela inquisição.
  5. 5. MARTINHO LUTERO  Lutero estudou Direito, mas largou o curso para se dedicar a Teologia. Ingressou em um convento agostiniano, e aos 29 anos se tronou Doutor em teologia.  A maior critica de Lutero com relação a igreja era a venda da salvação através das indulgências. Em 1517 o papa promete que aquele que desse dinheiro para a construção da nova Basílica de São Pedro receberia total perdão dos pecados, e Lutero fica revoltado com a ideia.  Indignado, Lutero pregou na porta de sua paróquia as 95 teses, documento com duras críticas a igreja.
  6. 6. TESE 86 “Por que o papa, cuja fortuna hoje é maior do que a dos romanos ricos, não constrói com seu próprio dinheiro ao menos esta Basílica de São Pedro, em vez de fazê-lo com o dinheiro dos pobres fiéis?”
  7. 7. IGREJA E DOUTRINA DE LUTERO Doutrina Luterana 1- Somente a fé em Deus salva as pessoas. 2- A Bíblia deve ser interpretada por cada qual. 3- O batismo e eucaristia são os dois únicos sacramentos. 4- O culto aos santos e a santidade do papa não tem fundamentos 5- Qualquer membro da igreja pode se casar. Além disso, Lutero permite o empréstimo de dinheiro a juros, o que agrada muito a burguesia “alemã” e incentiva a impressão de livros e a educação, já que cada pessoa deveria ter uma Bíblia e conseguir interpretá-la através de sua própria leitura. Doutrina Luterana 1- Somente a fé em Deus salva as pessoas. 2- A Bíblia deve ser interpretada por cada qual. 3- O batismo e eucaristia são os dois únicos sacramentos. 4- O culto aos santos e a santidade do papa não tem fundamentos 5- Qualquer membro da igreja pode se casar.
  8. 8. REFORMA NA INGLATERRA  A reforma na Inglaterra está ligada ao processo de centralização do poder. Depois da derrota na guerra dos Cem anos (França x Inglaterra), os ingleses mergulham novamente em uma disputa de poder, a Guerra das Duas Rosas (Lancaster x York)  Ao final a família Lancaster sai vitoriosa, e o Rei Henrique Tudor assume o poder. Suas principais medidas, apoiado pela burguesia é a centralização do poder, já que esses conflitos haviam enfraquecido a nobreza inglesa.
  9. 9. HENRIQUE TUDOR Logo depois de assumir o poder, seu nome muda para Henrique VII.
  10. 10. HENRIQUE VIII  Filho e sucessor de Henrique VII, Henrique VIII continua o processo de centralização do poder.  A reforma foi conduzida pelo próprio rei, tudo começou quando Henrique VIII pediu ao papa que anulasse seu casamento com Catarina de Aragão, alegando que essa não lhe dava um filho homem.  Ao ter seu pedido negado, ele percebe a chance de romper com a igreja, pois iria se livrar da interferência política e econômica da instituição.  Em 1531 ele rompe com a Igreja Católica, e se casa com Ana Bolena.
  11. 11.  Ao saber disso o papa o excomungou. O parlamento inglês em comum acordo com Henrique VIII, reagiu aprovando o ato de supremacia (1534), que declara o rei como chefe da Igreja Anglicana.  As primeiras medidas do rei forma confiscar as terras e bens da igreja católica na Inglaterra, presenteando burgueses e nobres. Assim o rei acumulava prestígio, poder político e econômico. Catarina de Aragão Ana Bolena
  12. 12. CALVINISMO  Predestinação  Enriquecimento como dádiva divina.  Desenvolvimento do Capitalismo
  13. 13. PROTESTANTES X CATÓLICOS

×