O que é isso, companheiro? 
Fernando Gabeira Profª. Josi
O QUE É ISSO, COMPANHEIRO? 
CONTEXTO 
• Publicada em 1979 (Anistia) Relato sobre o período 
da Ditadura Militar no Brasil....
Fique ligado! 
Antecedentes ao Golpe
É PRECISO SABER
É PRECISO SABER 
MR-8: o Movimento Revolucionário Oito de Outubro (MR-8) foi uma organização 
brasileira de orientação mar...
É PRECISO SABER 
Anistia 
O governo do general João Baptista Figueiredo (1979-1985), durante 
o período da Ditadura Milita...
VOLTEMOS AO LIVRO! 
O QUE É ISSO, COMPANHEIRO? 
Autor: Fernando Gabeira. 
Escola literária: Lit. Contemporânea. 
Ano de pu...
PERSONAGENS 
Fernando Gabeira - Militante do Movimento 
Revolucionário 08 de Outubro (MR-8). 
Jornalista (Jornal do Brasi...
Gênero, linguagem e estilo 
Caráter memorialístico 
Relato informal, conversa com o leitor 
“O amigo(a) talvez fosse muito...
Narrativa não-linear 
“Irarrazabal chama-se a rua por onde 
caminhávamos em setembro. É um nome 
inesquecível porque jamai...
Estrutura da Obra: 16 capítulos: 
1 a 14: – Análise da conjuntura política brasileira; – 
Resistência contra a ditadura: d...
Cap. 15: Babilônia, Babilônia – Sequestro do 
Embaixador dos EUA (Charles Burke Elbrick) – 
Gabeira: Intelectual, não Guer...
Manifesto do MR-8 Grupos revolucionários detiveram 
hoje o Sr. Charles Burke Elbrick, embaixador dos Estados 
Unidos, leva...
Fique ligado! 
Leia a íntegra do manifesto redigido por 
Franklin Martins
Cap.16: Onde o Filho chora e a mãe não ouve – 
“Geladeira” / Transferência para SP – Prisão, 
interrogatórios – Tortura: C...
O que é
O que é
O que é
O que é
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O que é

153 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
153
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O que é

  1. 1. O que é isso, companheiro? Fernando Gabeira Profª. Josi
  2. 2. O QUE É ISSO, COMPANHEIRO? CONTEXTO • Publicada em 1979 (Anistia) Relato sobre o período da Ditadura Militar no Brasil. • Golpe Militar (1964) • 1968 / Morte de Édson Luís • Participa do sequestro do embaixador estadunidense, Charles Elbrinck, em 1969. • É preso, [posteriormente] torturado e exilado em 1970. • Liberado em 1970, junto com 39 presos políticos, em troca da libertação do embaixador alemão Ehrenfried Von Holleben, sequestrado pelos militantes.
  3. 3. Fique ligado! Antecedentes ao Golpe
  4. 4. É PRECISO SABER
  5. 5. É PRECISO SABER MR-8: o Movimento Revolucionário Oito de Outubro (MR-8) foi uma organização brasileira de orientação marxista-leninista que promoveu combate armado contra a ditadura militar, tendo como instalação de um Estado socialista no Brasil. Seu nome é inspirado no dia em que Ernesto Che Guevara foi preso na Bolívia.O grupo revolucionário de esquerda nasceu no estado da Guanabara, no Rio de Janeiro, a partir do golpe militar promovido no país em 1964 Ação Libertadora Nacional (ALN) é uma organização política de ideologia socialista que participou da luta armada contra a ditadura. Surgiu no fim de 1967, com a saída de Carlos Marighella do Partido Comunista Brasileiro, após sua participação na conferência da Organização Latino-Americana de Solidariedade (OLAS) em Havana. Seus ideais de luta contra a ditadura militar e pela instalação de um regime socialista no Brasil eram constantemente disseminados para a população por meio de panfletagem e discursos. Em seu programa de ação a Ação Libertadora Nacional autodefinia-se da seguinte forma: Todos nós somos guerrilheiros, terroristas e assaltantes e não homens que dependem de votos de outros revolucionários ou de quem quer que seja para se desempenharem do dever de fazer a revolução. O centralismo democrático não se aplica a Organizações revolucionárias como a nossa.
  6. 6. É PRECISO SABER Anistia O governo do general João Baptista Figueiredo (1979-1985), durante o período da Ditadura Militar, já mostrava ser mais conciliatório com os contrários ao regime instaurado. Depois de muita violência, tortura e repressão política por parte dos militares, em seu governo, Figueiredo promulgou a lei nº 6.683, que ficaria conhecida como Lei da Anistia, no dia 28 de agosto de 1979. O artigo 1º da lei concedia anistia a “todos (...) no período de 2 de setembro de 1961 a 15 de agosto de 1979 que cometeram crimes políticos ou conexos com estes (...) punidos com fundamento em Atos Institucionais e complementares”.
  7. 7. VOLTEMOS AO LIVRO! O QUE É ISSO, COMPANHEIRO? Autor: Fernando Gabeira. Escola literária: Lit. Contemporânea. Ano de publicação: 1979. Gênero: Texto memorialístico Narração: 1ª pessoa Divisão da Obra: 16 capítulos Local: Rio de Janeiro/ São Paulo/Chile
  8. 8. PERSONAGENS Fernando Gabeira - Militante do Movimento Revolucionário 08 de Outubro (MR-8). Jornalista (Jornal do Brasil e em um outro jornal clandestino) Vários são os nomes citados pelo narrador, dentre eles: Dominguinho (militante com menos de 16 anos de idade); Zé Roberto, Vera (tornou-se sua companheira); Edson Luiz; Maringhela; Márcia, a loura dos assaltos; Elias; Dona Luiza (empregada de Gabeira); Toledo; Helena ( moça que servira de avalista); Ana (dona da casa em que Gabeira ficara após o sequestro do embaixador dos EUA); Paulo; frei Tito; Mário Alves e tantos outros militantes; Capitão Albernaz: cabo Mariani; Charles Burke Elbrick (embaixador dos EUA).
  9. 9. Gênero, linguagem e estilo Caráter memorialístico Relato informal, conversa com o leitor “O amigo(a) talvez fosse muito jovem em 64. Eu mesmo achei a morte de Getúlio um barato só porque nos deram um dia livre na escola. Um golpe de estado, entretanto, mexe com a vida de milhares de pessoas. Gente sendo presa, gente fugindo, gente perdendo o emprego, gente aparecendo para ajudar, novas amizades, ressentimentos ...”
  10. 10. Narrativa não-linear “Irarrazabal chama-se a rua por onde caminhávamos em setembro. É um nome inesquecível porque jamais conseguimos pronunciá-lo corretamente em espanhol e porque foi ali, pela primeira vez, que vimos passar um caminhão cheio de cadáveres. Era uma tarde de 1973, em Santiago do Chile [...]” (flashes)
  11. 11. Estrutura da Obra: 16 capítulos: 1 a 14: – Análise da conjuntura política brasileira; – Resistência contra a ditadura: divisão interna da esquerda. – Relatos da atividade como jornalista; – Episódios históricos (Golpe, morte de Édson Luís, Passeata do 100 mil) – Guerrilha conta o Regime “Chega um momento em que o narrador precisa ajustar melhor suas linhas, tensionar melhor o seu arco, tirar alguns efeitos técnicos. Todos esperam isso dele, sobretudo na hora da emoção”
  12. 12. Cap. 15: Babilônia, Babilônia – Sequestro do Embaixador dos EUA (Charles Burke Elbrick) – Gabeira: Intelectual, não Guerrilheiro. Figura apenas vigiando o Embaixador no cárcere. – Sensibilidade para o drama humano: Gabeira solta a arma durante a conversa com o Embaixador.
  13. 13. Manifesto do MR-8 Grupos revolucionários detiveram hoje o Sr. Charles Burke Elbrick, embaixador dos Estados Unidos, levando- o para algum lugar do país, onde o mantêm preso. Este ato não é um episódio isolado. Ele se soma aos inúmeros atos revolucionários já levados a cabo: assaltos a bancos, nos quais se arrecadam fundos para a revolução, tomando de volta o que os banqueiros tomam do povo e de seus empregados; ocupação de quartéis e delegacias, onde se conseguem armas e munições para a luta pela derrubada da ditadura; invasões de presídios, quando se libertam revolucionários, para devolvê-los à luta do povo; explosões de prédios que simbolizam a opressão; e o justiçamento de carrascos e torturadores. [...]
  14. 14. Fique ligado! Leia a íntegra do manifesto redigido por Franklin Martins
  15. 15. Cap.16: Onde o Filho chora e a mãe não ouve – “Geladeira” / Transferência para SP – Prisão, interrogatórios – Tortura: Cap. Albernaz – Tranferência para o DOPS, depois para o RJ – Conversa com um Guarda que se diz cansado (participara da perseguição que resultou na morte de um estudante) – Sequestro do Cônsul Japonês – Sequestro do Embaixador Alemão – Exílio : “Tchau Brasil.”

×