Avaliação 7 º ano

1.561 visualizações

Publicada em

Avaliação sobre o Ciclo do Ouro no Brasil Colônia (século XVII).

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.561
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.292
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação 7 º ano

  1. 1. 1 Avaliação de História – 7º ano E. E. Luiz Salgado Lima Professor Rodolfo Alves Pereira Nome: Turma: Data: Leia o texto abaixo e responda as perguntas de 1 a 4. Após 2 semanas, mineradores chilenos são encontrados vivos SANTIAGO (Reuters) - Um total de 33 mineradores presos há mais de duas semanas em uma mina no Chile, após um desmoronamento, disseram estar todos vivos em uma mensagem enviada por meio de uma sonda de perfuração, afirmaram neste domingo autoridades chilenas. O presidente chileno Sebastián Piñera disse que um pedaço de papel foi amarrado a uma sonda usada pelas equipes de resgate para perfurar até o local onde os mineradores estão localizados. Mas o governante ressaltou que levará meses para tirá-los de lá. Equipes de resgate planejam enviar pequenos tubos de plástico por um buraco com comida, gel hidratante e equipamentos de comunicação. No fundo da mina, há depósitos de água e poços de ventilação, que podem ajudar os mineradores a sobreviver. Parentes dos mineradores disseram que as equipes de resgate encontraram uma mensagem pintada em uma pequena sonda usada para perfurar cerca de 700 metros verticalmente na mina, confirmando que eles estão vivos na pequena mina de ouro e cobre perto da cidade de Copiapo, no norte do país. http://br.reuters.com/article/worldNews/idBRSPE67L09820100822? pageNumber=2&virtualBrandChannel=0&sp=true Acesso em 30 nov. 2010. 1 - Quantos mineradores ficaram presos na mina e há quanto tempo estavam lá respectivamente, de acordo com o texto? a) Mais de duas semanas e 33 mineradores b) duas semanas e 33 mineradores c) 33 mineradores e há duas semanas d) 33 mineradores e mais de duas semanas 2 – Os mineradores ficaram presos em uma mina de: a) Prata e cobre b) ouro e prata c) cobre e ouro d) cobre e prata 3 – O fato que culminou na prisão dos trabalhadores na mina foi: a) Uma explosão b) um desmoronamento c) uma enchente d) uma perfuração 4 – Como os mineradores soterrados se comunicavam com as pessoas da superfície? a) Algum minerador deveria ter um celular.
  2. 2. 2 b) Utilizavam um computador para enviar e-mail. c) Através de uma sonda que ligava a mina à superfície. d) Os mineradores perderam total contato com as pessoas da superfície. 5 - Imagens como a abaixo, cujo interior é oco, foram comuns na região das Minas Gerais durante o século XVIII. Sobre ela podemos dizer que: a) Se trata de uma estátua feita em madeira, provavelmente por algum artista da região das minas. b) Era utilizada para o contrabando de ouro, driblando a fiscalização colonial. c) Era utilizada somente por fiéis que guardavam relíquias em seu interior. d) O uso atual da expressão “santo do pau oco” deriva do uso desse objeto para a contravenção. Observe com muita atenção na imagem abaixo e responda as perguntas de 6 a 8. 6 – O tema principal da imagem é: a) O trabalho escravo. b) O controle dos brancos sobre os escravos. c) A exploração de uma mina de metais preciosos. d) A mão-de-obra branca presente no garimpo dos séculos XVII e XVIII. 7 – Sobre o trabalho pode-se afirmar que: a) Era executado por trabalhadores livres. b) Era realizado por escravos, majoritariamente. c) Era igualmente realizado por escravos e trabalhadores livres. d) Somente escravos trabalhavam nas minas de ouro. 8 – Na imagem há pouca vegetação em sua composição. Isso provavelmente ocorre porque:
  3. 3. 3 a) O local de garimpo sofria desmatamento e intervenções humanas. b) A área é bastante preservada. c) Não havia vegetação natural nessa área. d) O autor não quis destacar a vegetação da região em sua obra de arte e omitiu a presença da natureza. 9 – Analise as afirmações abaixo: I - A região das Minas recebeu um grande fluxo de pessoas e escravos a partir do século XVII. II - As Minas não sofreram um processo de urbanização. III – A coroa portuguesa cobrava os impostos sobre o ouro e sobre as demais atividades econômicas da população (quinto). IV – Graças à descoberta do ouro, as fronteiras da colônia portuguesa se expandiram ainda mais. V – O comércio de alimentos e o mercado interno não cresceram no chamado “ciclo do ouro”. São corretas as afirmações: a) I, II, IV e V. b) todas elas. C) I, III e IV. d) II, III e V. Vamos ler um trecho de um poema de Manuel Bandeira e, sem seguida, responda as perguntas de 10 a 12. Ouro Preto Ouro branco! Ouro preto! Ouro podre! De cada Ribeirão trepidante e de cada recosto De montanha o metal rolou na cascalhada Para o fausto (luxo, pompa) Del-Rei, para a glória do imposto Que resta do esplendor de outrora? Quase nada: Pedras... Templos que são fantasmas ao sol-posto. Esta agência postal era a Casa de Entrada... Este escombro foi um solar... Cinza e desgosto! 10 – Nos trechos “Ribeirão trepidante e de cada recosto” e “De montanha o metal rolou na cascalhada” o autor menciona duas formas utilizadas pelos garimpeiros para se obter os metais preciosos. Assinale a opção que apresente os métodos citados no poema, respectivamente.
  4. 4. 4 a) Perfuração de montanhas e aluvião. b) Aluvião e escavação de montanhas. c) Aluvião e busca superficial. d) Busca superficial e aluvião. 11 – No trecho “Para o fausto Del-Rei, para a glória do imposto” o autor nos sugere que: a) O rei de Portugal investia os impostos recolhidos na infraestrutura colonial, melhorando as cidades, estradas e portos. b) Os impostos recolhidos pela coroa dos mineradores eram gastos pelo rei com sua corte, com artigos de luxo etc. c) Os recolhedores de impostos ficavam felizes com os valores arrecadados. d) Os habitantes das minas pagavam os impostos ao rei com contentamento. 12 – Lendo a última estrofe do poema pode-se concluir que: a) A mineração deixou muita riqueza na área explorada. b) Além das igrejas, casarões e alguns monumentos que sobreviveram ao tempo, pouco da riqueza do ouro foi deixada na região das Minas. c) O esplendor da época áurea está presente até os dias atuais nas regiões mineradoras. d) Ainda se encontra muito ouro e pedras preciosas nas regiões das Minas. Bom trabalho!

×