Citoesqueleto
e
Movimento celular
Citoesqueleto
O que é, e composição:
O citoesqueleto é uma estrutura
celular, espécie de rede, composta
por um conjunto de...
Por que três tipos de filamento?
Microfilamentos, microtúbulos e filamentos intermediários
possuem cada um características...
microtúbulos
Os microtúbulos (tubos ocos e
compridos) são maiores do
que os demais componentes
do citoesqueleto.
São eles ...
filamentos intermediários
Os filamentos intermediários
estão no meio termo, em
relação a sua forma, se
comparados com os
m...
Microfilamentos
Os microfilamentos ajudam a
manter o vigor e a forma
celular; dão suporte mecânico
e colaboram na
moviment...
Funções na célula
• - Manutenção e organização celular, tanto em sua forma quanto em
seu conteúdo. É responsável também pe...
Proteína do citoesqueleto
Actina também chamados de
microfilamentos, são polímeros
helicoidais de duas cadeias. São
estrut...
tubulina
Citoesqueleto
Citoesqueleto
Citoesqueleto
Citoesqueleto
Citoesqueleto
Citoesqueleto
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Citoesqueleto

199 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
199
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Citoesqueleto

  1. 1. Citoesqueleto e Movimento celular
  2. 2. Citoesqueleto O que é, e composição: O citoesqueleto é uma estrutura celular, espécie de rede, composta por um conjunto de três tipos diferentes de filamentos proteicos. São eles: microtúbulos, filamentos intermediários e microfilamentos. Composição do citoesqueleto O citoesqueleto é formado basicamente por duas proteínas: actina e tubulina.
  3. 3. Por que três tipos de filamento? Microfilamentos, microtúbulos e filamentos intermediários possuem cada um características próprias de resistência a tensões, flexibilidade e estabilidade. Todos os filamentos do citoesqueleto são formados através da polimerização (vide glossário) de proteínas. Todos podem polimerizar-se e despolimerizar-se rapidamente; entretanto, os filamentos intermediários podem suportar níveis de tensão e deformação que causariam a ruptura de microfilamentos e microtúbulos.
  4. 4. microtúbulos Os microtúbulos (tubos ocos e compridos) são maiores do que os demais componentes do citoesqueleto. São eles os responsáveis tanto pela forma celular quanto pela movimentação que ocorre nas células. Agem também na movimentação dos cílios e flagelos.
  5. 5. filamentos intermediários Os filamentos intermediários estão no meio termo, em relação a sua forma, se comparados com os microtúbulos e microfilamentos. Sendo mais grosso do que os microfilamentos e mais fino do que os microtúbulos. Tem a função de manter as organelas celulares em seus lugares.
  6. 6. Microfilamentos Os microfilamentos ajudam a manter o vigor e a forma celular; dão suporte mecânico e colaboram na movimentação; contribuem com funções da membrana plasmática; agem na contração muscular; migração de células embrionárias; combate a infecções e nos processos de cicatrização da pele.
  7. 7. Funções na célula • - Manutenção e organização celular, tanto em sua forma quanto em seu conteúdo. É responsável também pela movimentação das células; • - Dá forma a célula; • - Possibilita o movimento circular do citoplasma no interior da célula, atuando no processo de transporte de substâncias; • - Permite a união das células; • - O citoesqueleto das células presentes nos músculos atua do processo de contração muscular; • - Formação e movimentação de flagelos e cílios; • - Em amebas e algumas espécies de protozoários, o citoesqueleto é responsável pela movimentação ameboide. • - No processo de divisão celular, participam da movimentação dos cromossomos.
  8. 8. Proteína do citoesqueleto Actina também chamados de microfilamentos, são polímeros helicoidais de duas cadeias. São estruturas flexíveis e dinâmicas, com diâmetro de 5 a 9nm, organizados na forma defeixes lineares, redes bidimensionais e géis tridimensionais. Embora os filamentos de actina estejam distribuídos por toda a célula, eles estão mais concentrados no córtex logo abaixo da membrana plasmática. O córtex celular, camada situada logo abaixo da membrana plasmática, é formada por filamentos de actina e por uma variedade de proteínas que se ligam à actina. Esta camada rica em actina controla a forma e os movimentos de superfície da maioria das células animais.
  9. 9. tubulina

×