Etiqueta social e do trabalho

9.843 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.843
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
135
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
317
Comentários
0
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Etiqueta social e do trabalho

  1. 1. Cep Senac 903 DFRecepcionistas em meios de HospedagemInstrutora: Kelly Sabina Fernandes Profª Kelly Sabrina Fernandes
  2. 2. O que é? É um código de relacionamento, e como tal, o seu conhecimento, e uso, só pode melhorar o nosso dia-a-dia. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  3. 3. Etiqueta São gestos de bom senso, sinceridade e carinho agrupados de forma a facilitar e embelezar a nossa vida. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  4. 4. Etiqueta Gentileza é diferente de cortês, afável ou simpático, é mais sutil, é o fundamento de todas as regras de boa convivência social. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  5. 5. POSTURA CORPORAL Costas retas Viver bem começa por sentir-se bem. E a postura é fundamental. Costas retas, queixo erguido e aquele ar de quem está sempre de bem com a vida? é melhor aproveitar a paisagem ao redor do que ficar contando as pedras do caminho, mas cuidado! Não vá exagerar. Deixe as costas confortavelmente retas, que a elegância e a fluidez no andar vão surgir naturalmente! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  6. 6. POSTURA CORPORAL Em pé: o que eu faço com essas mãos? Algumas pessoas nunca sabem o que fazer com as mãos. Em geral, são pessoas tímidas, que se sentem inseguras e usam a gesticulação como forma de esconder essa insegurança. Mas, é perfeitamente possível treinar e aprender a usar os gestos com moderação. Costas retas, ombros erguidos e braços pendentes com suavidade. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  7. 7. POSTURA CORPORAL As mãos podem ficar à frente do corpo, um pouco abaixo da linha da cintura e até mesmo apoiadas uma na outra. Os homens podem fazer isso com as mãos para trás. Apoiar as duas mãos na cintura, imitando açucareiro, não pode. Nem apoiar uma mão só, como uma xícara de chá. Enrolar uma mecha de cabelo ou roer unhas também está fora de questão para quem quer ser elegante. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  8. 8. POSTURA CORPORAL Sentado: pernas, para que te quero? Ao se sentar, procure não entrelaçar as pernas num ato de contorcionismo. Além de feio, é incômodo. Mantenha as pernas paralelas e, se for cruzá-las, certifique-se de que a postura não pareça forçada. Colocar os pés em cima de uma mesinha ou na cadeira da frente é uma tentação que deve ser contida a todo custo; Profª Kelly Sabrina Fernandes
  9. 9. POSTURA CORPORAL Num ambiente muito íntimo, pode-se usar um banquinho próprio para essa finalidade. As pernas também podem se transformar em um problema quando a gente está pé. Algumas pessoas ficam numa posição totalmente torta, se equilibrando em cima de uma perna só e jogando o peso de um lado para outro. O ideal é apoiar o peso do corpo nas duas pernas, porque isso transmite uma sensação de segurança e tranqüilidade, tornando a conversa mais agradável. Não demonstrando cansaço. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  10. 10. POSTURA CORPORALOlhos nos olhos Como é importante o olhar! É o nosso primeiro contato com qualquer pessoa e deve transmitir o máximo de simpatia. Olhe sempre nos olhos da outra pessoa, sem medo. Claro que não é para ficar lançando olhares sedutores (a não ser que essa seja a intenção), mas as pessoas percebem a diferença entre um olhar caloroso e um olhar indiferente. Você não percebe? Profª Kelly Sabrina Fernandes
  11. 11. POSTURA CORPORALOlhos nos olhos Óculos escuros podem ser lindos, mas devem ser usados sob o sol, ao ar livre. E horrível entrar em um ambiente fechado de óculos escuros. Mesmo que você seja fotofóbico, existem as lentes fotocromáticas, que ficam mais claras quando se entra em um ambiente mais escuro. Pode ser moderninho, mas nem cantor de rock deve usar óculos escuros à noite. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  12. 12. POSTURA CORPORAL:Distância É muito importante manter uma distância correta das pessoas. Se você ficar muito longe, numa postura reservada, vai criar uma verdadeira barreira que dificulta o entendimento e uma relação agradável. Se ficar muito perto, é uma invasão de privacidade, muito próxima da violência. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  13. 13. POSTURA CORPORAL:Distância Pegar pelas lapelas, tocar no braço, falar ao ouvido, tudo isso tem uma grande chance de transformar você num interlocutor insuportável. O ideal é manter uma distância de mais ou menos 50 centímetros, seja em pé ou sentado. É uma distância confortável que, em geral, as pessoas de bom senso respeitam sem perceber Profª Kelly Sabrina Fernandes
  14. 14. “A gentileza é a essênciado ser humano. Quem não ésuficientemente gentil nãoé suficientemente humano.”Joseph Joubert Profª Kelly Sabrina Fernandes
  15. 15. AFABILIDADE E CORTESIA Simplesmente simpatia Simpatia é fundamental em qualquer situação. É ela que aproxima as pessoas e torna a vida da gente muito mais fácil. Infelizmente não há uma regra para ser simpático, mas preocupar-se com o bem- estar das pessoas, sem dúvida, é um bom começo. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  16. 16. Obrigada, desculpe e porfavor  “Obrigada”, “desculpe” e “por favor” são três expressõezinhas simples que podem transformar o mundo num lugar muito melhor para se viver.  Não é por acaso que as mães preocupadas ensinam seus filhos a usar essas palavras desde cedo. Crianças que sabem usar essas expressões se transformam em sucesso instantâneo assim que abrem a boca.  Já reparou?  Abuse do “obrigada”, “desculpe” e “por favor”, porque você só tem a ganhar Profª Kelly Sabrina Fernandes
  17. 17. “Aprendi silêncio com os falantes, tolerância com os intolerantes, e gentileza com os rudes ; ainda, estranho, sou ingrato a esses professores.” Kalil Gibran Profª Kelly Sabrina Fernandes
  18. 18. Bom humor Sair por aí de cara fechada, emburrado feito um buldogue, só vai piorar o seu dia. Sorria, nem que seja necessário um esforço sobre- humano para isso. Manter o bom humor, além de melhorar o seu relacionamento com as outras pessoas, faz você ficar jovem por mais tempo (a ciência comprova isso). Se for muito difícil sorrir, pelo menos esteja aberto ao sorriso. Já ajuda. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  19. 19. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  20. 20. Tolerância No premiado filme A Lista de Schindler, numa frase que, sozinha, já valeria um Oscar, o protagonista diz: “Tem o poder quem sabe perdoar”. É bom ter em mente que ninguém é perfeito, e o próximo a errar pode ser você. OK, tudo tem seus limites. Não dá para ser tolerante com vizinho fazendo festa às duas e quinze da manhã, por exemplo. Ser tolerante não significa ser trouxa. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  21. 21. Gentileza Ser gentil é diferente de ser cortês, afável ou simpático. É algo muito mais sutil, o fundamento de todas as regras de boa convivência social. Ser gentil pode ser entendido como estar interessado nos pequenos problemas cotidianos dos outros e fazer o possível para amenizá-los. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  22. 22. Gentileza Só não vale ser o gentil profissional, aquele que guarda na manga um gesto gentil pré- fabricado e usa permanentemente aquele sorriso mecânico que não sobe aos olhos. Mesmo as pessoas mais ingênuas percebem a diferença. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  23. 23. sorriso mecânicoProfª Kelly Sabrina Fernandes
  24. 24. VISUAL Coerência e bom senso Para facilitar a escolha da roupa e impedir que algumas ocasiões se transformem em um dilema, existem alguns trajes que são mais ou menos padronizados. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  25. 25. VISUAL Para homens: Esporte: camisa sem gravata ou suéter de malha. Passeio: terno (para pessoas mais formais) ou calça clara com blazer escuro, com gravata (para os mais informais). Até as dezoito horas, cores claras, como bege ou cinza. A partir daí, só preto ou azul marinho. O grafite é uma boa opção para todas as ocasiões. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  26. 26. VISUAL Passeio completo: terno escuro com camisa branca e uma gravata superdiscreta. Black tie: smoking. Summer só se estiver um dia muito quente, em pleno verão e numa festa ao ar livre. E, por favor, gravata e faixa sempre pretas. Qualquer variação é, no mínimo, perigosa. Gala: smoking ou casaca (raramente usada hoje em dia). Profª Kelly Sabrina Fernandes
  27. 27. Passeio completo: terno escuro com camisa branca e umagravata superdiscreta. Preste muita atenção a largura, aoscomprimentos das mangas, das calças, o tamanho do ombro deveficar “certinho” se não você vai parecer o Didi! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  28. 28. Esporte: camisa sem gravata ou suéterde malha. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  29. 29. Passeio: terno Profª Kelly Sabrina Fernandes
  30. 30. Black tie: smoking Profª Kelly Sabrina Fernandes
  31. 31. Para mulheresEsporte: calça comprida e pantalonas. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  32. 32. Para mulheresEsporte conjuntos de saia e blusa. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  33. 33. PASSEIO: vestidos, tailleur, sapatosscarpim de salto médio, bolsa pequena. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  34. 34. Recepção: os mesmos do trajepasseio, só que confeccionados em tecidos nobres, tomo crepe, tafetá, veludo, jérsei, organza e brocados. Aqui, podem-se usar enfeites de cabeça, como tiaras com pedras ou uma fivela de pérolas, exceção feita pura as festas com membros da nobreza presentes. Aí apenas às princesas é permitido enfeitar a cabeça. Chique, não? Profª Kelly Sabrina Fernandes
  35. 35. Black tie: vestidos e maissofisticação. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  36. 36. Maquiagem No dia-a-dia, siga a tendência, para não correr o risco de ficar com a cara de quem acabou de chegar dos anos 70. Atualmente, predomina a naturalidade. A boa maquiagem realça os seus pontos fortes e disfarça o que não está tão bom, principalmente durante o dia. A noite, você pode carregar um pouco mais, sem exageros. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  37. 37. No trabalho Profª Kelly Sabrina Fernandes
  38. 38. Para noite: Profª Kelly Sabrina Fernandes
  39. 39. Cabelos Se você é adepta das tinturas, todo o cuidado com as raízes. Nada mais deselegante do que um cabelo tingido mal retocado. Praticidade não é elegância. Não corte o seu cabelo curtinho, “porque é mais prático”, se ele não combina com o seu tipo de rosto. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  40. 40. Perfume Excesso de perfume causa o efeito contrário ao desejado. Durante o dia, é melhor usar uma água de colônia mais suave. Se você não abre mão de sua essência preferida, o segredo é diluí-la em um pouco de água, o suficiente para amenizar o perfume. A essência pura, em todo o seu esplendor, é mais indicada para a noite. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  41. 41. Bijuterias Atenção: não use peças muito grandes pela manhã, de jeito nenhum. Até o meio-dia, é brinco colado na orelha, pulseira e colar discretíssimos. Depois desse horário, o mundo é seu! Duas dicas: brincos grandes e colares ficam melhor em pessoas altas, e as bijuterias combinando entre si são sempre mais elegantes. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  42. 42. Comportamento Gentileza é fundamental, e bom senso é indispensável. Em qualquer porta, quem sai tem preferência em relação a quem entra, não importando sexo ou idade, pela obvia questão de facilitar a circulação. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  43. 43.  Fora isso, a regra é conhecida: primeiro os mais velhos, depois as mulheres, e por último os marmanjos. Segurar a porta é muito simpático, mas cuidado para não ficar na frente de quem está entrando, porque atravanca e anula a gentileza. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  44. 44. Abrindo Portas Abrir as portas sempre com muita suavidade. Para que matar de susto quem já está no lugar onde você está entrando? Quando alguém abrir a porta para você, passe mesmo. Não fique naquela de “você primeiro”. Agradeça sorrindo e passe. Simples, não? Profª Kelly Sabrina Fernandes
  45. 45. Filas Se alguém furar a fila na sua frente, reclame! Primeiro com delicadeza e, se não der resultado, chame o gerente, a segurança e rode a baiana. Furar fila é a maior falta de civilidade que pode existir. Não deixe barato. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  46. 46. Pontualidade Pontualidade é importante até para as noivas no dia do casamento. Mais ainda quando se trata de cinemas, teatros e concertos. No cinema: nada mais chato do que aqueles atrasadinhos que passam na frente da tela no início do filme, quando estamos começando a entender quem é quem. Nos teatros, e também nos concertos, atraso deveria ser punido com multa. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  47. 47. Pontualidade Não só atrapalha o público, como também tira a concentração de quem está no palco. É imperdoável. Atrasou? Espere pelo primeiro intervalo para se sentar. E se não tiver intervalo? O certo seria voltar outro dia - mas será que alguém faz isso? Profª Kelly Sabrina Fernandes
  48. 48. No cinema, no teatro, emeventos: Ao comer no cinema, faça o mínimo de barulho possível. Jamais colocar os pés nas poltronas da frente. Conversas nem pensar Cochilo, se acontecer não roncar, e não fique na 1ª fila. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  49. 49. No cinema, no teatro, emeventos Aplausos, em concertos só ao final da peça, no teatro quando gostar das cenas. Se você já assistiu o filme não comente. Crises alérgicas, fazer o mínimo de barulho possível, se for forte retire-se. Discrição com namoros, é desagradável ouvir beijos estalados em lugares públicos! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  50. 50. Escadas e Elevadores NUNCA! Parar nas escadas, nem sentar! É um local de circulação. Homem deve descer na frente e subir atrás da mulher para ampará-la, caso aconteça algum imprevisto. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  51. 51. Escadas Profª Kelly Sabrina Fernandes
  52. 52. elevadores Nunca segurar o elevador para conversar Evitar conversar no elevador Segurar a porta quando alguém está chegando Use escadas para subir um andar, e se for descer até dois andares Profª Kelly Sabrina Fernandes
  53. 53. Trânsito Respeitar TODAS as leis de trânsito Dar passagem Não estacione em vagas de idoso e deficientes Estacionar em uma vaga Ao dar carona, pergunte se o ar está agradável Bom senso com buzina Som automotivo, não seja um trio elétrico ambulante. Jamais fumar no carro na presença de não fumantes, até porque por lei precisamos estar com as duas mãos no volante! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  54. 54. No Carro Com motorista o correto é sentar atrás do lado direito. Casais ambos no banco de trás. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  55. 55. Transporte coletivo Espalhar-se, dirigir-se até a porta quando for desembarcar. Não atrapalhar a passagem o espaço é compartilhado. Ler jornal sem atrapalhar os outros. Dar preferencias aos idosos, gestantes, pessoas com deficiência. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  56. 56. Salão de beleza Não é sala de visita, nem divã de terapeuta! Pechincha, fazê-lo com elegância, em particular. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  57. 57. Presente Pedir para pessoa escolher o presente, é deselegante, se você não tem intimidade para presentear prefira dar cartões presente. Só peça para escolher se for alguém da família. No trabalho cuidado ao presentear no amigo- secreto. Respeite o limite de preço, dar um presente mais caro soa como arrogância, se pegar um superior nada de puxasaquismo! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  58. 58. Reclamações Reclamar diretamente a um superior, com classe, educação sem armar um circo. Atualmente temos muitos recursos, os estabelecimentos de forma geral estão mais interados do código de defesa do consumidor, quando algo estiver errado e não for resolvido conversando procure os seus direitos. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  59. 59. Restaurantes Qual restaurante? Restaurantes elegantes, no máximo quatro pessoas. Reserve com antecedência, traje adequado. Restaurantes mais simples, cantinas, grupos maiores. Procure reservar para não ficar horas esperando, principalmente em datas especiais. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  60. 60. Restaurantes Chegando ao restaurante Dirigir-se calmamente para a mesa indicada, com discrição! Nada gestos espalhafatosos, falar alto...homem entra na frente e fala com o maître. Grupos grandes devem ser evitados, pausar a cnversa ao entrar no restaurante, retomá-la após todos estarem acomodados, não tumultuar o ambiente, é muito desagradável para quem já está no local. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  61. 61. Restaurante Empregados: Maître d´hotel, geralmente usa uniforme diferente, recebe os clientes encaminha `a mesa, tira os pedidos, tira dúvidas sobre guarnições, sugere pratos e repassa aos garçons. Garçom: uniforme diferente do Maître. Cumim: é o auxiliar do garçom, em geral o cliente não fala com ele, costuma usar gravata branca, e tira as louças da mesa. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  62. 62. Restaurante Sommelier : especialista em vinhos indica o vinho que melhor harmoniza com o prato escolhido, cuida da adega e faz as compras de vinhos e espumantes. Na ausência desse, o maître assume a função. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  63. 63. Restaurante, tipos de serviço Self-service do inglês autoserviço. Bufê americano o prato vem pronto. Serviço à Inglesa, onde o garçom serve pelo lado esquerdo, diretamente da travessa ao prato. Serviço à Francesa onde o garçom nos apresenta a travessa e nós nos servimos. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  64. 64. Restaurantes, consultando ocardápio Dirigir perguntas sobre os pratos ao maître, jamais deixá-lo plantado! Nem os garçons são funções em que o profissional tem que cumprir muitas tarefas, e atender a TODOS, e não só `a você! Isso vale também para as comissárias do bordo, e tripulantes de navios! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  65. 65. Fumantes Fumar em locais permitidos. Em ambientes coletivos, mesmo em áreas abertas a lei proíbe. Então não porque todos estão fumando que você vai acender um cigarro e fumar normalmente, levante-se vá para um lugar afastado, seus amigos não fumantes agradecem. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  66. 66. Almoço de trabalho Escolha um restaurante neutro, que agrade a todos os tipos de paladar, não muito sofisticado pode soar como arrogância, próximo ao trabalho, com serviço rápido e um ambiente tranquilo. Chegar primeiro que o convidado e esperá-lo. Em geral paga a conta quem convidou, mas pode ser dividida, não se faça de desentendido, pegue a carteira rapidinho! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  67. 67. No restaurante NUNCA deixe uma pessoa comendo sozinha, peça algo para acompanhar, nem que seja um suco. Cumprimente as pessoas com um aceno discreto, nada de dar a mão, beijinhos...as pessoas estão comendo, não devem ser interrompidas, nem devemos dar a nossa mão “suja da rua” para a pessoa. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  68. 68. No restaurante Nada de bater papo em pé, no meio do restaurante. Atrapalha o serviço é desagradável para quem está à mesa. Fale baixo, não é “festa do chopp” ! Dar gorjeta é preciso sim! E chic! Confira a conta, discretamente, e sem desconfiança. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  69. 69. No restaurante Meninas, passar batom seco ao ir ao restaurante, para evitar aquelas marcas de batom no guardanapo e nas taças. Na etiqueta tradicional homens fazem o pedido e recebem a conta. Embora as mulheres já tenham conquistado muito em todas as áreas, ás vezes é bom deixarmos os homens fazer o papel que lhes cabe, sem crises de feminismo! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  70. 70. Comunicação, apresentações Mais jovens são apresentados ao mais velhos. – Este é o Pedro (15 anos) Sr. Alberto (67 anos). Homem é apresentado para a mulher. – Este é o Sr. Abílio, Sra. Lúcia. Pessoas “menos importantes” são apresentadas para as “mais importantes” (principalmente no ambiente de trabalho). As pessoas devem ser apresentadas pelos seus nomes, não por apelidos ou cargos! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  71. 71. Comunicação, apresentações Auto-apresentação com informalidade apenas diga o seu nome. O Anfitrião deve apresentar as pessoas e acrescentar algumas informações sobre a pessoa, que está sendo apresentada. Nunca apresentar como EX “de alguma coisa, ou de alguém”. Sempre informar o que a pessoa faz agora, e não falar com quem a pessoa se relaciona (amorosamente). Profª Kelly Sabrina Fernandes
  72. 72. Como cumprimentar É um ato muito expressivo, deve ser caloroso, já é de nossa cultura. Basta um sorriso sincero, olhos nos olhos e um aperto de mãos firmes, e o resto acontece. Na recepção de Hotel, JAMAIS tomaremos a iniciativa de um aperto de mãos só retribuiremos se a iniciativa vier do hóspede. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  73. 73. Como cumprimentar Aperto de mãos, com firmeza. A mulher quem deve tomar a iniciativa, se ela não o fizer o homem deve apenas acenar com a cabeça. Em restaurantes com as pessoas já acomodadas, não se deve cumprimentar com aperto de mãos. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  74. 74. Aperto de mãos sincero Profª Kelly Sabrina Fernandes
  75. 75. Olhos nos olhos Profª Kelly Sabrina Fernandes
  76. 76. Como cumprimentar Três beijinhos, só com quem se tem muita intimidade. Não surpreenda quem você não conhece muito bem com esta demonstração de carinho, pois para a pessoa pode ser uma invasão! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  77. 77. Como cumprimentar Beija mão, o rapaz deve beijar a mão somente das Sra. Casadas, deve-se somente encostar os lábios, somente em ambientes formais. Mulheres que merecem: a anfitriã, a sogra, membros da realeza, ou da nobreza. Ao receber beijo na mão, deve-se manter a naturalidade. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  78. 78. Como cumprimentar. Lembre-se de que na recepção do Hotel vamos atender pessoas de culturas diferentes, é importante conhecer e respeitá-las . Essas experiências nos fazem crescer muito como profissionais e como pessoas! Profª Kelly Sabrina Fernandes
  79. 79. Na Índia, “Namaste:O Deus que está emmim cumprimenta o Deus que está emvocê!” Profª Kelly Sabrina Fernandes
  80. 80. No Japão o cumprimento vem dasartes marciais. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  81. 81. Conversação Cuidado com o tom de voz, o volume, e mesmo que você seja descendente de Italianos ou Árabes, contenha os gestos. Mesmo que sua bisavó só fale alemão se estiver em público, traduza o que ela está dizendo. É muito desagradável para os outros à mesa não entender e sentir-se excluído da conversa. Ou em outro país auxilie sempre a conversa. Na recepção quando for conversar com o colega na presença do hóspede estrangeiro, fale a língua do hóspede, para que não haja desconfiança. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  82. 82. No trabalho NOVO EMPREGO: A aparência É preciso bom senso para saber adequar o visual à sua atividade. Fique de olho na maneira como os colegas mais antigos se vestem. É sempre um bom referencial. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  83. 83. TELEFONE Horários Para que um telefonema seja sempre bem vindo, é fundamental prestar atenção aos horários. Ligue sempre entre as dez e as vinte e duas horas. Antes das dez da manhã, as pessoas ainda estão organizando o seu dia, e parar para atendê-lo atrapalha mesmo. Sem falar que sempre se corre o risco de a pessoa ainda estar dormindo. E Depois das dez da noite? Será que o assunto é tão importante assim? Profª Kelly Sabrina Fernandes
  84. 84. Celular: o que pode e o que nãopodePODE:•Emcafés•Nocarro(depreferênciasozinhoecomo carroparado)•Emsalasdeesperaefilasdebanco,etc...•Sozinhonob anheiro•Emcasadeamigos,atendendoepedindolicença•Numailhadeserta Profª Kelly Sabrina Fernandes
  85. 85. Celular: o que não podeNÃO PODE: EM SALA DE AULA•Emrestaurantes(namesa)é super desagradável, como se a pessoa a sua frente não tivesse importância alguma.•Nocabeleireiro(emvozalta)•Noteatro,nocinema,emconcertos(nemnasaladeespera)•Andandonarua•Emfestas,recepçõesoureuniõesíntimas•Napraia (anãoserqueestejaabsolutamentedeserta) Profª Kelly Sabrina Fernandes
  86. 86. No trabalhoVá devagar! Vocêchegoucheiodeenergia,querendoseenturmar econhecermuitagentenova.Issoéótimo,massempr eébomirdevagar.Nonovoemprego, você é a novidade, e as pessoas sempre têm uma certaresistência ao desconhecido. Não invada o espaço de ninguém nemtente ficaríntimologonoprimeirodia! Aos poucos você vai perceber qual é o seu espaço. Demonstraransiedadesóvaicomplicarsuavida. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  87. 87. O grande reformadorIsso é muito comum com os recém-formados: chegar ao novoemprego achando que pode transformar o mundo, cheio de novasmetodologias,querendomudartodasasdiret rizes.Vocêatépodetentarfazer isso, mas não de uma só vez. Funciona muito mais quando vocêvai devagar e as pessoas nem sentem que as mudanças estão sendofeitas.Afinal,nãoéprecisochocarninguém,n ãoé? Profª Kelly Sabrina Fernandes
  88. 88. "Onde eu trabalhava era assim..." Seoseuúltimoempregoeratãobomassim,porquev ocêsaiudelá?Essahistóriade ficarcomparandotudoémuitochata,além dedarsempre a impressão de que você não dá valor à empresa que ocontratou.Nuncauseo"ondeeutrabalhavaeraassi m".Aliás,issonãointeressaa ninguém. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  89. 89. QUANDOVOCÊÉOCHEFESeja gentil Se gentileza é importante na vida, para um chefe é umaobrigação. Melhora o ambiente de trabalho, aumenta a produtividade,faz tudo funcionar com mais agilidade e principalmente cria umambientereceptivoàssuasinstruções(chefe gentilnãomanda,instrui). Profª Kelly Sabrina Fernandes
  90. 90. Tom de vozA voz do chefe já é naturalmenteaterrorizante, e você nãoprecisapiorarasituação.Presteatenção:oschefesquetêmaqueletomde vozfranciscano conseguem resultadosmuito maiseficientes do queaquelescomvozdetrovão. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  91. 91. CARTÃOPROFISSIONAL O seu cartão profissional mostra não apenas quem você é mastambémcomoéaempresaondevocêtrabal ha.Portanto,maisumavez, clarezaeobjetividadesãoindispensáveis. Profª Kelly Sabrina Fernandes
  92. 92. bibliografia ClaudiaMatarazzo, Etiqueta sem frescura. http://chic.ig.com.br/acho-chic , site Glória Kalil Alô, chics!, Glória Kalil Sugestão de Leitura: O Monge e o Executivo - Uma História Sobre a Essência da Liderança, Hunter, James C. Profª Kelly Sabrina Fernandes

×