3° ano - Roteiro de cinema

883 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
883
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3° ano - Roteiro de cinema

  1. 1. Roteiro de Cinema Prof. Fernanda Braga
  2. 2. Algumas definições:O roteiro conta a história de um filme, mas não é aprópria história."Roteiro: Documento que contem o texto de filmecinematográfico, vídeo, programa de rádio, etc." -Dicionário Novo Aurélio"O Roteiro Audiovisual é um documento escrito quedesenvolve uma história e indica como deve realizar-se uma obra para um meio que transmitemensagens através de som e imagem, como ocinema e a televisão." Fernando Marés de Souza
  3. 3. Finalidade do roteiro:O roteiro será o documento chave, onde todos os outrosprofissionais envolvidos com a realização de um produtoaudiovisual basearão seu trabalho."Roteiro é (...) um discurso verbal, escrito de forma apermitir a pré-visualização do filme por parte do diretor, dosatores, dos técnicos e dos possíveis financiadores. Uminstrumento de trabalho e de convencimento. (...) Umautopia criativa a serviço de um objetivo fundamentalmenteeconômico: uma boa definição não só de roteiro, mas daprópria essência do cinema." - Giba Assis Brasil
  4. 4. Como escrever um roteiro:1) Título das cenasAparecem no começo de cada cena e deveminformar as configurações da mesma. São formadaspor três elementos principais: INT. ou EXT., local etempo. Por exemplo:EXT. PRAÇA DA CIDADE – DIAINT. ou EXT. informam se a cena ocorre em locaisfechados (interiores) ou abertos (exteriores). O localavisa de forma resumida a localização da cena.O tempo é, normalmente, DIA ou NOITE, mas emcasos específicos pode informar a hora. O título dascenas deve ser escrito em letras maiúsculas e comespaços e hífens entre o local e o tempo. Não seesqueça que uma nova cena ocorre toda vez que otempo, local ou ambos mudarem.
  5. 5. 2) Ação/DescriçãoDescreve o que acontece dentro de uma cena,quais personagens estão envolvidos e sempredeve serescrito no presente. Se a ação ocorreuno passado, essa informação deve estar no títuloda cena. Todo título de cena deve conter umadescrição a baixo, mesmo que for de apenas umalinha. Exemplo:EXT. PRAÇA DA CIDADE – DIAPEDRO e VITOR brincam na praça enquantoJOÃO compra um sorvete de morango.
  6. 6. 3) Nome dos personagensO nome do personagem deve aparecer comletras maiúsculas acima de cada diálogo em queeste for falar. Você pode ter personagensmenores, que não possuem nome, mas mesmoassim devem ser identificados. Por exemplo:PEDESTRE, POLICIAL. Se há mais de umindivíduo do mesmo tipo, numere-os da seguinteforma: CRIANÇA #1, CRIANÇA #2 ou BOMBEIRO#4, etc.
  7. 7. 4) DiálogosSão as palavras ditas ou imaginadas pelospersonagens. Esses são os quatro elementosbásicos de um roteiro de cinema.PEDRO Ei, VITOR! Você se lembra do meu primoVINICIUS? Ele vem me visitar semana que vemcom minha TIA. Por que você não vai lá em casapara vê-lo também?
  8. 8. Quando os reunimos, o resultado deve ser esse:EXT. PRAÇA DA CIDADE – DIAPEDRO e VITOR brincam na praça enquantoJOÃO compra um sorvete de morango.PEDRO Ei, VITOR! Você se lembra do meu primoVINICIUS? Ele vem me visitar semana que vemcom minha TIA. Por que você não vai lá em casapara vê-lo também? Podemos chamar o JOÃO ejogar vídeo game juntos.
  9. 9. FALTA DE ELEMENTOS DO ROTEIRO:(a) falta de divisão de cenas, ou divisão incorreta ouconfusa, dificultando a visualização das mudanças decenário. (b) falta de narração, ou narração imprecisa, provocandofuros na visualização das ações, ou não entendimento damotivação dos personagens; (c) falta de descrição dos personagens e cenários queaparecem pela primeira vez, dificultando a visualização; (d) falta de falas ou falas em discurso indireto, ou apenasreferidas; (e) falta de rubricas, quando for necessário indicar o tomda fala ou a ação desenvolvida pelo personagem durante afala.
  10. 10. De que filme é este início de roteiro?1 EXT. CASA DE ALMEIDINHA - DIA 1Abrimos com a imagem de um FACÃO sendo afiado.CARACTERES em superposição: 1981Ouve-se o murmúrio de VOZES alegres, vozes CANTANDOum samba acompanhado de um BATUQUE. Não vemos aspessoas. Mas os sons deixam claro que se trata de umambiente festivo. A letra do samba tem como tema: comida.MÃOS NEGRAS amarram com um barbante a PERNA de umGALO.O galo é imponente e vistoso. Alternamos o galo --incomodado por ter a perna amarrada -- a imagens quesugerem a preparação de um almoço:ÁGUA FERVENDO numa enorme panela.O galo parece reagir à imagem anterior.
  11. 11. OBS: ESTAS PRIMEIRAS CENAS SERÃOINTERCALADAS COM AS CARTELAS DE CRÉDITO.1. INT QUARTO DIAO despertador toca, na mesinha de cabeceira. A mão deuma mulher aciona a trava. Esta ação é repetida três ouquatro vezes numa montagem rápida, vista emângulos ligeiramente diferentes. O despertador silencia.HELENA senta-se na cama. Fica alguns segundos com osbraços cruzados, o corpo dobrado sobre os joelhos. Emseguida, balança a cabeça, espantando o sono e olha parao lado.CLÁUDIO continua dormindo. Ela tira as cobertas deCláudio e dá um cutucão em seu ombro. Cláudio abre oolho com esforço. Helena não diz nada, apenas vira odespertador para ele e sai do quarto. Reação de Cláudio.
  12. 12. EXT. BEL AIR BAY CLUB - Pacific Palisades, CA - MANHÃÉ uma bela manhã de primavera nos Palisades. no altoas falésias, com vista sobre o Oceano Pacífico, fica aexclusivo BEL AIR Bay Club. Trabalhadores agitados noquintal gramado. Um quarteto de cordas aquece. Umaequipe de floristas organizam arranjos de centro de mesa.BANQUETEIROS definir as toalhas de linho branco ...INT. Suíte nupcial - DIAUm simples, vestido de noiva clássico pendura na porta deum armário em esta suíte nupcial ensolarada. Sentado àmesa de maquiagem, rodeada por suas damas de honra, éa noiva bonita, TRACY TURNER. Ela está ocupada fazendoa maquiagem. Só então, o pai de Tracy entra na suíte.MR. TURNERAlguma notícia do Doug?
  13. 13. Ao som de tambores, a partir de uma grande distância, cadavez mais alto.Imagem aumenta gradualmente:Estamos voando através da névoa, uma floresta começa aaparecer embaixo.VOZ Quando eu estava lá no VA hospital, com um grandeburaco soprado através no meio da minha vida, eu comeceia ter esses sonhos de voar.Estamos muito baixo sobre a floresta, agora, deslizandorápido.VOZ (V.O.)Mais cedo ou mais tarde, porém, você sempre tem paraacordar ...CORTA PARA: EXT. CIDADE - NOITE

×