Orações Subordinadas Adverbiais

1.277 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
99
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orações Subordinadas Adverbiais

  1. 1. Período compostoPeríodo composto Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
  2. 2. Oração subordinada adverbial É aquela que se encaixa na oração principal, funcionando como adjunto adverbial. Observe: Todos chegaram agora. sujeito V.I Adj. Adv. tempo • O período acima é um período simples, a oração é absoluta. • O adjunto adverbial é uma função própria do advérbio.
  3. 3. Observação: A oração subordinada adverbial liga-se: • ao verbo da oração principal; • através de conjunção subordinativa que não seja a conjunção integrante (esta última introduz a oração subordinada substantiva).
  4. 4. O adjunto adverbial pode ser constituído por uma oração in- teira, como no caso que segue: Observe: Todos chegaram /quando a cerimônia estava começando. 1 2 No caso, o período é composto por duas orações: • A oração 2 encaixa-se como adjunto adverbial do verbo chegaram da oração 1. • Como o adjunto adverbial é uma função própria do advérbio, a oração 2 classifica-se como:  subordinada: porque está encaixada em outra, funcionando como termo desta.  adverbial: porque está desempenhando uma função própria do advérbio.
  5. 5. Classificação das orações subordinadas adverbiais 1. Oração subordinada adverbial causal Indica a causa provocadora do processo expresso pelo verbo da oração principal. Ex.: A sessão foi suspensa / porque faltou energia elétrica. 1 2 1. Oração principal 2. Oração subordinada adverbial causal Principais conjunções: porque, visto que, que, como, etc.
  6. 6. 2. Oração subordinada adverbial consecutiva Indica uma conseqüência decorrente do processo expresso pelo verbo da oração principal. Falaram tão mal do filme / que ele nem entrou em cartaz. 1 2 1. Oração principal 2. Oração subordinada adverbial consecutiva. Principais conjunções: que (normalmente precedido de tão, tal, tanto, tamanho...)
  7. 7. 3. Oração subordinada adverbial condicional Manifesta uma condição sob a qual se efetua o processo expresso pelo verbo da oração principal. Deixe um recado / se você não me encontrar em casa. 1 2 1. Oração principal 2. Oração subordinada adverbial condicional Principais conjunções: se, caso, desde que, contanto que, sem que (= se não), ...
  8. 8. 4. Oração subordinada adverbial concessiva Concede ou admite uma condição contrária ao processo expresso pelo verbo da oração principal. Vencemos o inimigo, / embora ele fosse mais forte. 1 2 1. Oração principal2. Oração subordinada adverbial concessiva Principais conjunções: embora, ainda que, se bem que, conquanto, mesmo que, que ...
  9. 9. 5. Oração subordinada adverbial conformativa Estabelece uma relação de adequação ou conformidade com o processo expresso pelo verbo da oração principal. Tudo ocorreu / como estava previsto. 1 2 1. Oração principal 2. Oração subordinada adverbial conformativa Principais conjunções: conforme, como, segundo, consoante...
  10. 10. 6. Oração subordinada adverbial comparativa Estabelece uma relação de comparação com o processo expresso pelo verbo da oração principal, manifestando uma situação de igualdade, inferioridade ou superioridade entre os dois pólos comparados. Recebeu a todos / como um anfitrião. (receberia) 1 2 1. Oração principal 2. Oração subordinada adverbial comparativa Principais conjunções: como, que, do que...
  11. 11. 7. Oração subordinada adverbial final Indica a finalidade para a qual se destina o processo do verbo da oração principal. Os índios usaram as armas / para que não invadissem suas terras. 1 2 1. Oração principal 2. Oração subordinada adverbial final Principais conjunções: para que, a fim de que, que, ...
  12. 12. 8. Oração subordinada adverbial temporal Demarca em que tempo ocorreu o processo expresso pelo verbo da oração principal. Todos fugiam para o abrigo / quando soava o alarme. 1 2 1. Oração principal 2. Oração subordinada adverbial final Principais conjunções: quando, enquanto, logo que, depois que, antes que, desde que ...
  13. 13. 9. Oração subordinada adverbial proporcional Estabelece uma relação de proporcionalidade com o processo expresso pelo verbo da oração principal. Aumenta a tensão / à medida que a esquadra se aproxima. 1 2 1. Oração principal 2. Oração subordinada adverbial proporcional Principais conjunções: à medida que, à proporção que, quanto mais... mais, quanto mais ... menos... Etc.
  14. 14. Observação: A subordinada adverbial possui uma liberdade de colocação muito grande, podendo vir antes, no meio ou depois da oração principal. Exemplo: • Embora seja possível, é pouco provável uma terceira guerra. • É pouco provável, embora seja possível, uma terceira guerra. • É pouco provável uma terceira guerra, embora seja possível.
  15. 15. O uso da vírgula entre a oração principal e a subordinada adverbial  Nem sempre é obrigatório, mas sempre é correto o uso da vírgula entre as orações subordinadas adverbiais e a oração principal.  Se a oração subordinada adverbial vier depois da principal, pode-se dispensar a vírgula.

×