Proposta de RedaçãoA partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídosao longo d...
Nos últimos três dias de 2011, uma leva de 500 haitianos entrou ilegalmente no Brasil peloAcre, elevando para 1400 a quant...
imigrantes têm problemas em países europeus, além disso, este texto enfatizou o fato de essapopulação ser qualificada para...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ENEM 2012 - SOLUÇÃO DA REDAÇÃO

1.495 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.495
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ENEM 2012 - SOLUÇÃO DA REDAÇÃO

  1. 1. Proposta de RedaçãoA partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídosao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da línguaportuguesa sobre o tema O MOVEIMENTO IMIGRATÓRIO PARA O BRASIL NO SÉCULO XXI,apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organizee relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.Ao desembarcar no Brasil, os imigrantes trouxeram muito mais anseio de refazer suas vidastrabalhando nas lavouras de café e no início da indústria paulista. Nos séculos XIX e XX, osrepresentantes de mais de 70 nacionalidades e etnias chegaram com o sonho de “fazer aAmérica” e acabaram por contribuir expressivamente para a história do país e para culturabrasileira. Deles, o Brasil herdou sobrenomes, sotaques, costumes, comidas e vestimentas. Ahistória da migração humana não deve ser encarada como uma questão relacionadaexclusivamente ao passado: há a necessidade tratar sobre deslocamentos mais recentes.Disponível em: HTTP://museudaimigracao.org.br
  2. 2. Nos últimos três dias de 2011, uma leva de 500 haitianos entrou ilegalmente no Brasil peloAcre, elevando para 1400 a quantidade de imigrantes daquele país no município de Brasileia(AC). Segundo o secretário-adjunto de Justiça e Direitos Humanos do Acre, José HenriqueCorinto, os haitianos ocuparam a praça da cidade. A Defesa Civil do estado enviou galões deágua potável e alimentos, mas ainda não providenciou abrigo.A imigração ocorre porque o Haiti ainda não se recuperou dos estragos causados peloterremoto de janeiro de 2010. O primeiro grande grupo de haitianos chegou a Brasileia no dia14 de janeiro de 2011. Deste então, a entrada ilegal continua, mas eles não são expulsos:obtêm visto humanitário e conseguem tirar carteira de trabalho e CPF para morar e trabalhar noBrasil.Segundo Corinto, ao contrário do que se imagina, não são haitianos miseráveis que buscas oBrasil para viver, mas pessoas da classe média do Haiti e profissionais qualificados, comoengenheiros, professores, advogados, pedreiros, mestres de obras e carpinteiros. Porém, amaioria chega sem dinheiro.Os brasileiros sempre criticaram a forma como os países europeus tratavam imigrantes. Agora,chegou a nossa vez – afirma Corinto. Disponível em : HTTP://www.dpf.gov.br Trilha da CosturaOs imigrantes bolivianos, pelo último censo, são mais de 3 milhões, com população deaproximadamente 9,119 milhões de pessoas. A Bolívia em termos de IDH ocupa a posição de114º de acordo com os parâmetros estabelecidos pela ONU. O país está no centro da Américado Sul e é o mais pobre, sendo 70% da população considerada miserável. Os principais paísespara onde os bolivianos imigrantes dirigem-se são: Argentina, Brasil, Espanha e EstadosUnidos.Assim sendo, este é o quadro social em que se encontra a maioria da população Boliviana,estes dados já demonstraram que as motivações do fluxo de imigração não são políticas, maseconômicas. Como a maioria da população tem baixa qualificação, os trabalhos artesanais,culturais, de campo e de costura são os de mais fácil acesso. OLIVEIRA, R.T. Disponível em: HTTP://www.ipea.gov.bANÁLISE:- O tipo de redação cobrado no ENEM é o dissertativo-argumentativo, logo um texto baseadoem pontos de vista, argumentação, coerência e coesão. Caso o candidato não tenhadesenvolvido nenhuma dessas características provavelmente seu texto será eliminado oureceberá uma nota baixa.- A proposta de redação apresentou um estilo clássico, com três textos motivadores e umaimagem retratando a rota de imigração dos haitianos no Brasil. Além disso, vale salientar que oprimeiro texto apresentou a questão para o candidato de maneira objetiva, facilitando um poucoa vida de quem não tinha conhecimento desse tema. Já o segundo texto relembrava ocandidato que essa situação não é exclusiva do Brasil e que muitas vezes os brasileiros
  3. 3. imigrantes têm problemas em países europeus, além disso, este texto enfatizou o fato de essapopulação ser qualificada para o mercado de trabalho. No entanto, o terceiro vem de encontroao segundo e relata a situação precária que muitos imigrantes chegam ao país, sem educaçãoe com pouca qualificação, induzindo o leitor a associá-los ao aumento de problemas sociais.Assim, os textos apresentaram posições distintas sobre um mesmo assunto. Esse tipo dedisposição de textos é típico de propostas da USP, Fuvest, Unicamp, pois é um estilo clássicode apresentar textos-base. Se o ENEM usou textos com posições distintas, é porque querselecionar alunos que consigam refletir sobre o tema e não somente os que têm em mãosfórmulas básicas e prontas, copiando somente as ideias dos textos-base.- Por se tratar de uma redação dissertativa argumentativa o aluno deveria apresentar umposicionamento claro sobre o assunto. Isso não significa que a opinião deveria ser única eradical. O próprio governo sente dificuldades com este assunto, tanto é que no segundo textoum representante dos direitos humanos não demonstra claramente seu posicionamento. NOENTANTO, lembre-se sempre que não se pode ferir os DIREITOS HUMANOS.- Se o candidato se mostrasse favorável à aceitação dos imigrantes, o que a maioria fez, odesenvolvimento da redação seria um pouco mais simples. Este candidato poderia lembrar quenosso país sempre aceitou imigrantes e que durante o início da industrialização o Brasilincentivou a vinda de destes. Além disso, o candidato poderia ressaltar a importância dascomunidades imigrantes no contexto brasileiro, a região sul seria um ótimo exemplo. Tambémseria possível ressaltar o “jeito brasileiro” e a nossa capacidade de auxiliar quem precisa,principalmente em momentos de crise, o carisma brasileiro etc.- A forma mais difícil de escrever uma redação sobre este tema seria se o candidato semostrasse contrário à imigração. Não por falta de argumentos, pois estes existem aos montes:aumento da população de baixa renda, aumento da concorrência no mercado de trabalho, faltade moradia e, consequente, aumento do número de favelados e pedintes, possível aumento douso de drogas para “aliviar a dor” etc. O que pode ser preocupante sobre este caso é aproposta de intervenção. Ao longo dos anos, os corretores do ENEM têm se mostrado maisadeptos ao auxílio e à busca pelo bem comum. Portanto qualquer proposta que tenha comobase a prisão ou a deportação não colheria bons frutos. É claro, o corretor não tem que avaliara opinião do candidato, mas produzir um texto neste sentido com uma proposta de intervençãobem estruturada é para pessoas com um bom desenvolvimento da sua escrita, ou seja, aminoria dos candidatos.- A forma como o ENEM corrige a sua redação demonstra que existem duas característicasúnicas na correção da redação do Enem: Proposta de intervenção e Interdisciplinaridade.Nessa proposta fica óbvio a obrigatoriedade da intervenção e a relação com outras disciplinas(História e Geografia).

×