CONECTIVOS:os elos de um    texto                Prof. Fernanda                    Braga
CONECTIVOS: OS ELOS DE UM TEXTO  • De forma geral, eles são classificados    em:  Preposição  Conjunção
CONJUNÇÃOA conjunção, além de ligar palavras ou orações, dá uma direçãoargumentativa ao texto e estabelece uma relação sem...
EXEMPLOSSaio feliz e volto cansada.Arrumei a casa e fui ao cinema.Estarei em casa, mas não vou atendê-lo.Caso ou viajo?Faz...
João teimou como um burro.Vou ao baile, mesmo que chova.Se ele comesse, eu cozinharia.Conforme lhe disse, viajarei amanhã....
POLISSEMIA DAS CONJUNÇÕESFalou com a professora e arrependeu-se.Estava triste e disfarçava.Estudou muito, e foi aprovada.S...
Dormia como um anjo.Como era pobre não pode estudar.Ensinava os colegas como o mestre o orientou.
PROVAS – CEFET2010 - As questões a seguir se referem ao texto abaixo:Texto IPor uma globalização mais humanaA globalização...
Todo o planeta é praticamente coberto por um únicosistema técnico, tornado indispensável à produção e aointercâmbio e fund...
Daí a ilusão de vivermos num mundo sem fronteiras, umaaldeia global. Na realidade, as relações chamadasglobais são reserva...
Não cabe, todavia, perder a esperança, porque osprogressos técnicos obtidos neste fim de século 20, seusados de uma outra ...
QUESTÃO 01Pode-se afirmar que, no mundo atual, as(o)a) técnicas são facilmente compartilhadas.b) fronteiras entre as naçõe...
QUESTÃO 02Sobre o texto, pode-se afirmar que:I- O autor mostra-se incrédulo na capacidade humanade utilizar bem os avanços...
QUESTÃO 03São características da composiçãoargumentativa do texto,EXCETOa) oposição de ideias.b) referências históricas.c)...
QUESTÃO 04O pronome sublinhado refere-se ao termo colocado entreparênteses em:a) "O processo de intercâmbio entre países, ...
2011 - As questões abaixo se referem ao texto a seguir:Texto IA evolução das teoriasOs cientistas têm todo tipo de explica...
Em seu lugar, uma série de hipóteses mais ousadas tem ganhadoespaço no meio científico. A mais recente é que devemos nossa...
Isso não quer dizer que elas não tenham mérito. Se nãosoubéssemos cozinhar, por exemplo, nosso maxilar teria de sermuito m...
QUESTÃO 01Ao abordar as teorias sobre evolução humana, aautora tem comoprincipal propósitoa) divulgar as formulações pouco...
QUESTÃO 02A “evolução das teorias” a que se refere o títuloé justificada, no texto,pelaa) disputa por espaços de divulgaçã...
QUESTÃO 03NÃO há manifestação do ponto de vista daautora na seguinte passagem:c)“Todas essas teses são ótimas.”b) “O poleg...
NÃO há marcas da linguagem coloquial em:a) Ora, Dashiell Hammett, criador de Sam Spade,achava tudo isso meio que bobagem, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Conjunções provas cefet

792 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
792
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conjunções provas cefet

  1. 1. CONECTIVOS:os elos de um texto Prof. Fernanda Braga
  2. 2. CONECTIVOS: OS ELOS DE UM TEXTO • De forma geral, eles são classificados em: Preposição Conjunção
  3. 3. CONJUNÇÃOA conjunção, além de ligar palavras ou orações, dá uma direçãoargumentativa ao texto e estabelece uma relação semântica entre asorações.
  4. 4. EXEMPLOSSaio feliz e volto cansada.Arrumei a casa e fui ao cinema.Estarei em casa, mas não vou atendê-lo.Caso ou viajo?Fazemos hora extra ou seremos demitidos.Ela é nova, portanto não irá namorar.Não brinque com fogo, porque é perigoso.Eu disse que ele viriaComo ela gritou não disse nada.
  5. 5. João teimou como um burro.Vou ao baile, mesmo que chova.Se ele comesse, eu cozinharia.Conforme lhe disse, viajarei amanhã.Ela comeu tanto que passou mal.Quando o filme começara, ela sentiu-se mal.Estudamos bastante a fim de que passássemos novestibular.Quanto mais economizava, mais sentia prazer.
  6. 6. POLISSEMIA DAS CONJUNÇÕESFalou com a professora e arrependeu-se.Estava triste e disfarçava.Estudou muito, e foi aprovada.Saiu do escritório e foi para casa.
  7. 7. Dormia como um anjo.Como era pobre não pode estudar.Ensinava os colegas como o mestre o orientou.
  8. 8. PROVAS – CEFET2010 - As questões a seguir se referem ao texto abaixo:Texto IPor uma globalização mais humanaA globalização é o estágio supremo da internacionalização. Oprocesso de intercâmbio entre países, que marcou odesenvolvimento do capitalismo desde o período mercantil dosséculos 17 e 18, expande-se com a industrialização, ganhanovas bases com a grande indústria, nos fins do século 19, e,agora, adquire mais intensidade, mais amplitude e novas feições.O mundo inteiro torna-se envolvido em todo tipo de troca:técnica, comercial, financeira, cultural.Vivemos um novo período na história da humanidade. A basedessa verdadeira revolução é o progresso técnico, obtido emrazão do desenvolvimento científico e baseado na importânciaobtida pela tecnologia, a chamada ciência da produção.
  9. 9. Todo o planeta é praticamente coberto por um únicosistema técnico, tornado indispensável à produção e aointercâmbio e fundamento do consumo, em suas novasformas. Graças às novas técnicas, a informação pode sedifundir instantaneamente por todo o planeta, e oconhecimento do que se passa em um lugar é possível emtodos os pontos da Terra. A produção globalizada e ainformação globalizada permitem a emergência de umlucro em escala mundial, buscado pelas firmas globais queconstituem o verdadeiro motor da atividade econômica.Tudo isso é movido por uma concorrência superlativa entreos principais agentes econômicos – a competitividade.Num mundo assim transformado, todos os lugares tendema tornar-se globais, e o que acontece em qualquer pontodo ecúmeno (parte habitada da Terra) tem relação com oacontece em todos os demais.
  10. 10. Daí a ilusão de vivermos num mundo sem fronteiras, umaaldeia global. Na realidade, as relações chamadasglobais são reservadas a um pequeno número deagentes, os grandes bancos e empresas transnacionais,alguns Estados, as grandes organizações internacionais.Infelizmente, o estágio atual da globalização estáproduzindo ainda mais desigualdades. E, ao contrário doque se esperava, crescem o desemprego, a pobreza, afome, a insegurança do cotidiano, num mundo que sefragmenta e onde se ampliam as fraturas sociais.A droga, com sua enorme difusão, constitui um dosgrandes flagelos desta época. O mundo parece, agora,girar sem destino. É a chamada globalização perversa.Ela está sendo tanto mais perversa porque as enormespossibilidades oferecidas pelas conquistas científicas etécnicas não estão sendo adequadamente usadas.
  11. 11. Não cabe, todavia, perder a esperança, porque osprogressos técnicos obtidos neste fim de século 20, seusados de uma outra maneira, bastariam para produzirmuito mais alimentos do que a população atualnecessita e, aplicados à medicina, reduziriamdrasticamente as doenças e a mortalidade.Um mundo solidário produzirá muitos empregos,ampliando um intercâmbio pacífico entre os povos eeliminando a belicosidade do processo competitivo,que todos os dias reduz a mão-de-obra. É possívelpensar na realização de um mundo de bem-estar,onde os homens serão mais felizes, um outro tipo deglobalização.Milton Santos – Folha Online - 08 de junho de 2009.
  12. 12. QUESTÃO 01Pode-se afirmar que, no mundo atual, as(o)a) técnicas são facilmente compartilhadas.b) fronteiras entre as nações foram abolidas.c) lucro tornou-se acessível a empresas do mundointeiro.d) informações são monopolizadas por determinadasnações.
  13. 13. QUESTÃO 02Sobre o texto, pode-se afirmar que:I- O autor mostra-se incrédulo na capacidade humanade utilizar bem os avanços tecnológicos.II- A globalização perversa opõe-se a um ideal de usocomum do progresso da ciência.III- As relações globais são estabelecidas entreempresas de diferentes portes e diversos ramos.IV- Os avanços científicos do mundo atual não sãoutilizados em toda sua potencialidade.Estão corretas apenas as afirmativasa) I e II.b) I e III.c) II e IV.d) III e IV.
  14. 14. QUESTÃO 03São características da composiçãoargumentativa do texto,EXCETOa) oposição de ideias.b) referências históricas.c) utilização de dados concretos.d) apresentação de solução hipotética.
  15. 15. QUESTÃO 04O pronome sublinhado refere-se ao termo colocado entreparênteses em:a) "O processo de intercâmbio entre países, que marcouo desenvolvimento do capitalismo (...)". (ENTRE PAÍSES)b) "(...) e o conhecimento do que se passa em um lugar épossível em todos os pontos da Terra." (OCONHECIMENTO)c) "É possível pensar na realização de um mundo debem-estar, onde os homens serão mais felizes (...)". (NAREALIZAÇÃO)d) "(...) crescem o desemprego, a pobreza, a fome, ainsegurança do cotidiano, num mundo que se fragmentae onde se ampliam as fraturas sociais." (NUM MUNDO)
  16. 16. 2011 - As questões abaixo se referem ao texto a seguir:Texto IA evolução das teoriasOs cientistas têm todo tipo de explicação para o surgimento doshumanos – da dança à rebeldia adolescente. Alguma delas vairesistir à pressão seletiva?O que nos tornou humanos? Até pouco tempo atrás, haviapoucas teorias para explicar o salto evolutivo que conferiu anossos ancestrais a capacidade de raciocinar. O polegaropositor era uma candidata – deu a um grupo de hominídeos achance de fazer movimentos de pinça, com os quais pôdeproduzir ferramentas. Outra tese era a linguagem. Apossibilidade de falar nos fez criar símbolos, a essênciade uma cultura. Uma terceira teoria era a vida em grupo. Anecessidade de memorizar rostos e saber quem era fiel, quemtraía, quem estava acima ou abaixo na hierarquia social teriadado origem a nossa inteligência. Todas essas teses sãoótimas. Mas não chamam mais a atenção.
  17. 17. Em seu lugar, uma série de hipóteses mais ousadas tem ganhadoespaço no meio científico. A mais recente é que devemos nossainteligência... aos animais. Em artigo na revista CurrentAntropology, a americana Pat Shipman, da Universidade daPensilvânia, diz que nossos ancestrais tiveram de entender ocomportamento dos animais porque eram presas e, a partir dacriação de ferramentas, também predadores. “Esse entendimentolevou à linguagem e, em um último estágio, à domesticação dosanimais”, me disse Shipman por e-mail.Se você acha essa ideia esquisita, que tal a tese de que nósviramos humanos porque aprendemos a cozinhar? Ou porquegostamos de música? Ou – a minha preferida – porque nossosadolescentes são mais chatos que os adolescentes dos outrosanimais? Todas elas foram defendidas nos últimos dois anos.A evolução das teorias sobre nossa evolução tem um motivo: aseleção natural das pautas de revistas científicas. Quanto maisinusitada a proposta, mais chance de chamar a atenção – e deser publicada.
  18. 18. Isso não quer dizer que elas não tenham mérito. Se nãosoubéssemos cozinhar, por exemplo, nosso maxilar teria de sermuito mais desenvolvido para mastigar alimentos duros e nossoestômago teria de ser maior (como o dos chimpanzés).Sobrariam menos espaço e energia para o cérebro.O problema não é com as teorias inusitadas em si, mas com opróprio fato de procurar a atividade isolada que nos tornouhumanos. “Procurar por um único aspecto é perda de tempo”,diz o psicólogo americano Michael Gazzaniga, da Universidadeda Califórnia. “Posso falar porque já tentei”. E ainda tenta.Gazzaniga hoje aposta que nos tornamos humanos ao aprendera controlar impulsos e postergar o prazer.“Cada evento em nossa evolução, seja cantar, cozinhar oudomesticar animais, é consequência de uma necessidade, quelevou à outra”, diz o etólogo Eduardo Ottoni, da Universidade deSão Paulo. E a necessidade de criar teorias, de onde terávindo?BUSCATO, Marcela. Revista Época, Rio de Janeiro, 23 ago. 2010, n. 640, p. 132.
  19. 19. QUESTÃO 01Ao abordar as teorias sobre evolução humana, aautora tem comoprincipal propósitoa) divulgar as formulações pouco convencionais.b) criticar a proliferação exagerada dessas teses.c) discutir o fato de elas se pautarem num aspectoisolado.d) explicitar os princípios em que se apoia cada umadelas.
  20. 20. QUESTÃO 02A “evolução das teorias” a que se refere o títuloé justificada, no texto,pelaa) disputa por espaços de divulgação.b) busca cada vez maior de precisão.c) descoberta de tecnologias inovadoras.d) conquista de contínuos avanços científicos.
  21. 21. QUESTÃO 03NÃO há manifestação do ponto de vista daautora na seguinte passagem:c)“Todas essas teses são ótimas.”b) “O polegar opositor era uma candidata...”c) “Ou – a minha preferida – porque nossosadolescentes são mais chatos que osadolescentes dos outros animais?”d) “O problema não é com as teoriasinusitadas em si, mas com o próprio fato deprocurar a atividade isolada que nos tornouhumanos.”
  22. 22. NÃO há marcas da linguagem coloquial em:a) Ora, Dashiell Hammett, criador de Sam Spade,achava tudo isso meio que bobagem, que nenhumdesses detetives estava sequer próximo do que, narealidade, era o trabalho de um detetive.b) “Sam Spade é bem isso. Recusa qualquer charme,qualquer romantismo, qualquer glamour. É frio, etrata a investigação como um processo defarejamento. É um sabujo.”c) “Tem outro ingrediente importante nesse novo tipode policial criado por Hammett, que seria a gostosafatal...”d) “Ou seja, se é para ter charme, bota o cara noVelho Continente e estamos conversados.”

×