FORMAÇÃO E APRENDIZAGEM EM CONTEXTO DE TRABALHO                                    Sandra Pratas Rodrigues                ...
FORMAÇÃO E APRENDIZAGEM EM CONTEXTO DE TRABALHO                                  Sandra Pratas Rodrigues                  ...
FORMAÇÃO E APRENDIZAGEM EM CONTEXTO DE TRABALHO                  Sandra Pratas Rodrigues     Instituto da Educação da Univ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Resumo sandra rodrigues anselmo[1]

254 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
254
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumo sandra rodrigues anselmo[1]

  1. 1. FORMAÇÃO E APRENDIZAGEM EM CONTEXTO DE TRABALHO Sandra Pratas Rodrigues Instituto da Educação da Universidade de LisboaRESUMOIdeia atualmente consensual, o mundo do trabalho é um dos contextos da ação humana que maisefeitos educativos produz, merecendo um estudo mais alargado. Assumindo-se o fim daprimazia da escola, enquanto instituição designada pelo Estado para educar os seus cidadãos, aEducação de Adultos, enquanto campo de investigação, ganha contributos valiosos no estudodas mais diversas instituições que tenham uma intervenção preponderante neste domínio,nomeadamente as empresas onde os adultos trabalham e aprendem.Nesse espaço, onde se desenrola grande parte do tempo da sua vida ativa, o adulto adapta-se eresponde a exigências constantes, não só laborais (técnicas, operativas, relacionais e outras),mas também sociais. É também perante as mais variadas situações de trabalho que o adultoganha consciência dos seus deveres sociais, dos seus direitos de cidadania, do seu nível deflexibilidade e tolerância; é no contexto do seu trabalho que assume, muitas das vezes, a suanatureza reflexiva, crítica e criativa.No sentido de contribuir para o entendimento do potencial formativo de uma grande empresa, aautora está atualmente a desenvolver investigação nesta matéria, no âmbito do doutoramento emFormação de Adultos, pelo Instituto da Educação da Universidade de Lisboa. Com vista àproblematização em redor das relações estratégicas entre formação e trabalho, o estudo traça oretrato estrutural e cultural da organização, procurando explicitar os modelos e conceitos deorganização do trabalho, através da análise e caracterização das relações entre o sistema deprodução e os dispositivos de formação contínua da empresa.Assim, a investigação pretende contribuir para a confirmação empírica de uma tese: a formaçãoem contexto profissional desempenha um papel fundamental, não só no âmbito da formaçãoprofissional contínua, mas também no campo da educação de adultos, num sentido maisabrangente, uma vez que as suas componentes técnica, profissional e comportamental intervêmno processo de educação e, por inerência, de socialização ao longo da vida.Na sequência de uma relação prévia (externa, mas continuada) da investigadora com a empresa,foi estabelecido um protocolo de colaboração com a investigadora e o Instituto da Educação,viabilizando a metodologia de trabalho escolhida, o estudo de caso, com algumas característicasde pesquisa etnográfica. Esta metodologia tem permitido fazer uma aproximação gradual eexperiencial à realidade formativa, sobretudo através da observação direta e da participação emações internas de formação do Centro de Treino da Produção(PTC).
  2. 2. FORMAÇÃO E APRENDIZAGEM EM CONTEXTO DE TRABALHO Sandra Pratas Rodrigues Instituto da Educação da Universidade de LisboaEste Centro, construído com base em estruturas formativas em que predomina o não formal,fundamenta-se na assunção de que é preciso aproveitar as competências, o know how dostrabalhadores da própria empresa para garantir uma formação adequada aos que ali trabalham,numa lógica contínua, centralizadora e “de dentro para dentro”. Assim, a metodologia de estudovisa “conhecer por dentro” para fazer uma análise sobre a relação dinâmica entre a formação eos objetivos estratégicos da empresa, mas também de que modo a relação formação/trabalhodefine e caracteriza a empresa quanto aos modelos de organização do trabalho, numaaproximação às definições de organização qualificante e/ou aprendente.A problematização que se procura fazer passa por observar as dinâmicas e lógicas dominantesda formação, por reporte ao paradigma dos “saberes da ação”, que cada vez mais se instalamnestes contextos formativos, através de processos de transformação da experiência em saberexplícito e transferível, no reforço da importância e da formatividade da experiência e dassituações de trabalho. As grandes empresas sentem estas mudanças e promovem-nas,entendendo que a sua capacidade de adaptação e crescimento está refém da capacidade deadaptação e crescimento da sua massa humana, o que dependerá, em grande parte, dasestratégias de formação contínua que a organização levar a cabo.
  3. 3. FORMAÇÃO E APRENDIZAGEM EM CONTEXTO DE TRABALHO Sandra Pratas Rodrigues Instituto da Educação da Universidade de Lisboa

×