Informativo do Mandato - Edição 68 - Ano 10 - Dezembro 2012                                                               ...
2Crime sexual contra                                                 Deputada debatecriança só prescreve                  ...
3Mutirão devolve autoestimaàs vítimas de escalpelamento                                                                   ...
4                                                                                                                         ...
5 Deputada Janete recebe prêmio na Itália   Socialistas amapaenses   são reconhecidos pela   atuação socioambiental   A de...
6Câmara analisa mineraçãoem terras indígenas                                                                              ...
7Deputada Janete investe naconstrução de creches    Defensora da educação         dia nacional, 23,6% das crian-infantil e...
8 Deputada Janete cobra solução  para manter empregos da Jari                                                             ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Portavoz

546 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
546
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
264
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portavoz

  1. 1. Informativo do Mandato - Edição 68 - Ano 10 - Dezembro 2012 Leonardo Prado/Secom Socialistas renunciam ao 14º e 15º salários A deputada Janete Capiberibe (PSB/AP) renunciou ao 14º e 15º salários pagos anualmente aos parlamentares. A deputada socialista protocolou o pe- dido dia 06 de novembro, a Câmara o deferiu dia 19 e comunicou à parla- mentar dia 21 novembro. Os salários adicionais previstos no Regimento In- terno da Câmara dos Deputados e chamados de “ajuda de custo” que seriam pagos à deputada Janete vão ficar nos cofres públicos. A renúncia vale para todo este mandato, a partir de agora. O senador João Capiberibe também recusou esses salários extras.“O mundo procuraexperiências como asque tivemos no Amapá” Rodolfo Oliveira/Agência Pará Uma das integrantes da delegação brasileira à Rio+20, em junho, a deputadaJanete Capiberibe saiu otimista com a participação da sociedade na formulaçãode comportamentos e políticas para o desenvolvimento sustentável. “Isso resultanuma massa crítica muito forte que, com certeza, promove mudanças pontuais elocais para uma sociedade menos desigual, mais justa e que faça uso das riquezasnaturais sem acabar com elas”. Vanguarda – A deputada Janete faz questão de destacar que as diretrizes daRio92, somadas às experiências suas e do senador João Capiberibe no Chile, Ca-nadá, Moçambique – durante o exílio forçado pela ditadura civil-militar – Per-nambuco e Acre, foram fundamentais para formatar o Projeto de Desenvolvimen-to Sustentável do Amapá - PDSA, vanguarda como política de governo naqueleestado, entre 1995 a 2002. Sizan Luis Emissário – A deputada acompanhou o governador Camilo Capi- “O mundo procura uma beribe na entrega da Carta da Amazônia ao secretário-geral da ONU Ban Ki-moon, por intermédio do secretário executivo da ONU para experiência parecida com a Rio +20, Brince La Londe, e à ministra das Relações Internacionais, a que tivemos no Amapá, Ideli Salvatti. O governador amapaense foi o emissário dos governa- durante oito anos, durante dores da Amazônia. o governo do Capi, quando Twitter: @Janete4040 e @janete_nacamara os indicadores de qualidade JANETE facebookjanete.capiberibe www.janetecapiberibe.com.br Deputada Janete integrou a delegação da de vida cresceram”. NA WEB dep.janetecapiberibe@camara.leg.br Câmara dos Deputados
  2. 2. 2Crime sexual contra Deputada debatecriança só prescreve sustentabilidade nadepois dos 18 anos Desde o dia 18 de maio está em vigor a Lei 12.650, que al- Alemanhatera o prazo para prescrição dos crimes sexuais contra crian- A deputada federal Janete risco à integridade dos povos tar as matérias primas natu-ças e adolescentes. Pela Lei, a prescrição do crime começará Capiberibe viajou à Alema- indígenas, repudiou a anistia rais.a contar apenas a partir da data em que a vítima completa 18 nha em missão oficial pela aos desmatamentos e crimes A deputada Janete e o senadoranos, a não ser que já tenha sido proposta ação penal ou que Comissão da Amazônia, In- ambientais, as ocupações ile- João Capiberibe reuniram-sea ação já tenha transitado em julgado. A lei surgiu da CPI da tegração Nacional e de De- gais para a produção agrope- com o Embaixador brasileiroPedofilia, da Câmara. senvolvimento Regional da cuária e a redução das áreas Everton Vieira Vargas e com Câmara dos Deputados. Ela de preservação permanente e o Chefe do Departamento da participou, em Berlim, do de- de reserva legal na Amazônia. América Latina no Ministé-Deputada bate “Sustentabilidade Sem Fronteiras – Alianças Euro- Como contraponto, apresen- tou as experiências positivas rio do Exterior, Embaixador Bernhard Graf von Walder-Janete apoia o peias de Clima e outras ex- periências de vanguarda”, a do Amapá, como o projeto das parteiras tradicionais e o see, e participaram do “29º Forum Globale – RIO+20”,desmatamento zero convite de ONGs ligadas às questões socioambientais. incentivo à cadeia produtiva florestal que gerou empregos no Ministério do Exterior da Alemanha.A deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP) apoia o pro- A socialista alertou para o e distribuiu renda, sem esgo-jeto de lei de iniciativa popular que pretende instituir o des-matamento zero no Brasil. A adesão pode ser feita em http://www.ligadasflorestas.com.br/. No final de novembro, mais de600 mil eleitores já tinham assinado, mas é preciso chegar a 1 Transporte determinamilhão e 400 mil apoios.Pelo projeto, municípios, estados, Distrito Federal e Uniãoficarão proibidos de autorizar desmatamentos em qualquer estudo para crédito aosfloresta nativa. Só será autorizado corte em casos de projetosde manejo, defesa civil, segurança nacional, interesse social e estaleiros tradicionais Sizan Luisutilidade pública.Deputada elogiacrescimento do PSBA deputada Janete Capiberibe considera positivo o crescimen-to do PSB com a eleição dos socialiastas às Prefeituras e Câ-maras de Vereadores no estado do Amapá. A partir de janeiro,serão administradas pelo PSB a prefeitura de Itaubal, pelaprefeita Ester, a de Oiapoque, pelo prefeito Miguel, e a de Serrado Navio, pelo prefeito Zé Maria. O PSB ocupa os cargos device-prefeito em Vitoria do Jari (Magno Bastos), Porto Grande(Leyde) e Calçoene (Jeida). São 26 vereadores socialistas elei-tos, 3 deles na capital. Ministro Passos (c) é simpático à linha de crédito especial Em audiência à deputada Ja- nha de crédito subsidiada aos 12 anos para pagar e rebate deTransferência de nete Capiberibe, o Ministro dos Transportes Paulo Passos deter- pequenos e médios estaleiros tradicionais da Amazônia com- até 50% subsidiado pelo Tesou- ro Nacional. Os motores velhosservidores está minou à Secretaria de Fomen- to para Ações de Transporte a posta com parte dos recursos do Fundo da Marinha Mercan- serviriam como parte do paga- mento. “O principal objetivo épronta para ser retomada dos estudos relativos ao anteprojeto que pretende te que deve financiar cerca de R$ 30 bilhões em projetos até renovar a frota artesanal ribei- rinha, torná-la mais segura evotada criar uma linha de crédito com recursos do Fundo da Marinha 2014. A proposta já foi debatida reduzir o risco de acidentes, es- pecialmente aqueles com escal-A Proposta de Emenda à Constituição – PEC – 111/2011 está Mercante e subsídio do Tesouro em 2008 e 2009 por um gru- pelamentos”, explica a deputa-pronta para ser votada pelo Plenário da Câmara. Se for apro- Nacional dirigida aos pequenos po de trabalho proposto pela da Janete, presidente da Frentevada, os servidores que estavam no exercício da função, quando e médios estaleiros tradicionais deputada Janete e criado pelo Parlamentar pelo Desenvolvi-os ex-Territórios do Amapá e de Roraima tornaram-se estados, da Amazônia. Ministério dos Transportes. mento da Navegação Fluvial nae os que ingressaram regularmente até 1993, serão incorporados Anteprojeto – Cria uma li- Previa até 3 anos de carência, Amazônia.à administração pública federal. A proposta visa regularizar aspendências com a situação funcional desses servidores, enqua-drando-os em cargos equivalentes aos existentes para os órgãos e Ministro faz elogio ao governador Camilocarreiras do poder executivo da União. O Ministro Passos elogiou o desempenho O ministro disse que até o final de 2010, oMunicípios – A deputada Janete apresentou um projeto para in- do governo do Amapá ao tratar das obras ro- Amapá “tinha um departamento de estradascluir servidores municipais do ex-território em quadro da União, doviárias, como a BR 156 e o acesso à ponte e rodagens todo enrolado”.atendendo servidores de Santana, Laranjal do Jari, Mazagão, binacional Brasil/Guiana. Ao ser informado sobre o crescimentoAmapá, Calçoene, Oiapoque e Macapá que trabalharam nas Afirmou que fez à presidenta da Repú- periódico das vagas de emprego com carteiraprefeituras do território. Em Macapá, foram contados 1.157 ser- blica Dilma Rousseff elogios ao governador assinada no Amapá, creditou o desempenhovidores ativos, 243 inativos e 143 pensionistas que esperam ser Camilo, por que ele promoveu “mudanças às ações do governo do estado.transferidos para a União, como prevê a Constituição Federal. da água para o vinho” na gestão do estado.
  3. 3. 3Mutirão devolve autoestimaàs vítimas de escalpelamento Márcia do Carmo Cinco anos após as mulhe- lham sem cobrar pelos proce-res vítimas de escalpelamento dimentos. O custo das cirur-saírem do anonimato, quando gias, transporte, hospedagemparticiparam da II Conferên- e alimentação das pacientes,cia Nacional de Políticas para acompanhantes, médicos eas Mulheres e a deputada fe- voluntários foi pago pelo Go-deral Janete Capiberibe (PSB/ verno do Amapá, através dasAP) apresentou o projeto que Secretarias de Saúde e de In-se tornou a Lei 11.970/2009, clusão e Mobilização Social.aconteceu no Amapá o maior As pacientes recebem hos-mutirão de cirurgias plásticas pedagem de qualidade e ali-reparadoras da Região Norte. mentação balanceada em um Com recursos do Governo dos melhores hotéis de Ma-do Amapá e convênio com a capá, além dos cuidados mé-Defensoria Pública da União dicos e assistência hospitalar(DPU) e Sociedade Brasi- diários de profissionais dasleira de Cirurgias Plásticas Secretarias de Saúde e de In- Letícia Barros(SBCP), 47 pacientes foram clusão e Mobilização Social.operadas e estão sob acom- Além disso, para poderem sepanhamento. Cinco crianças manter na capital e concluir oreceberão tratamento pago tratamento até o final, forampelo Governo do Estado, em incluídas no programa RendaSão Paulo. para Viver Melhor e recebem Os médicos e enfermeiros R$ 311,00 mensais. 47 mulheres passaram por cirurgias Deputada Janete visitoue técnicos, voluntários, traba- as pacientes durante a recuperação Antônio SenaRealidade – Eliana Rodrigues mora no bairro do Araxá, masse acidentou quando morava em Breves, interior do Pará. “Eunão esperava que um dia fosse realizar esse sonho, por que éum tratamento muito caro. Me sinto privilegiada e acreditoque vai mudar minha estética e minha vida. Já sofri muitospreconceitos. Agora vai ser diferente, minha vida vai mudarpra melhor”. Superação – “Esta é uma ação ousada na área da saúde. É uma demonstração que a saúde está superando as dificuldades que o atual governo herdou, que a saúde está melhorando”, afirma a deputada Janete. Para ela, o mutirão de cirurgias reparadoras “devolve a autoestima às pessoas que foram vítimas. É um compromisso do governador Camilo que se realiza”. Chico Terra Estrutura – Para a defensora Luciane Strada, que desde 2005 atua em defe- sa dos direitos das mulheres vítimas de escalpelamento, o compromisso do Governo do Estado foi decisivo. “Este mutirão foi o maior e melhorDignidade – Rosinete Serrão diz que a avaliação e as cirurgias estruturado que realizamos na regiãoestavam sendo esperadas há muitos anos. “O mutirão mostra o Norte. A estrutura física e a equipecompromisso do governador Camilo e da deputada Janete com médica mostram que podem ir além,a melhoria da qualidade de vida e dignidade das mulheres que no sentido de viabilizar outros proje-sofreram deformações com escalpelamento. As cirurgias vão tos”.reparar a estética e os danos causados nesse desastre fluvial”.
  4. 4. 4 Sizan Luis Atenção às crianças e Deputada quer investigar a adolescentes exploração de meninasAções captam recursos para melhorar atendimento índias A deputada Janete Capiberi- ção de crianças e adolescentes to é de R$ 5,3 milhões, mais a A deputada Janete Capiberibe acionou a CPI do Tráfico de Pes-be e a presidente da Fundação no Amapá. contrapartida do Governo do soas e a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da CâmaraEstadual da Criança e do Ado- A presidente do FCRIA en- Estado, já garantida pelo gover- dos Deputados para investigarem a denúncia de que meninaslescente – FCRIA, Dinete Pan- tregou o projeto do centro de nador Camilo Capiberibe. índias das tribos tariana, uanana, tucano e baré estariam sendo internação que terá 3 mil me- A deputada Janete reser- exploradas sexualmente, vendidas e traficadas em São Gabrieltoja, reuniram-se com a titular da Cachoeira, Amazonas, na fronteira com a Colômbia.da Secretaria Nacional de Pro- tros quadrados, com blocos vou mais R$ 1 milhão das suas Segundo a missionária irmã Justina Zanato, os crimes ocor-moção dos Direitos da Criança para atendimento ao público vi- emendas individuais para cons- reriam “em troca de um pacote de balas ou uma camiseta,e do Adolescente da Presidência sitante, administrativo, unidade truir uma unidade de abrigo em enquanto os criminosos agem impunes”. As denúncias nãoda República, Angélica Goulart, policial, de internação, pedagó- semiliberdade para 30 internos. estariam sendo investigadas pela polícia local. A notícia ganhoubuscando melhorar a interna- gico e de lazer. O investimen- repercussão nacional. Sizan Luis Acompanhado pela Dignidade das pessoas deputada federal Janete Capiberibe (PSB/ AP), o governador com deficiência Camilo assinou, dia 7 de novembro, com a Ministra da Secretaria de Direitos Humanos Maria do Rosário, a adesão do Amapá ao Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver sem Limite. Com ações desenvolvidas por 15 ministérios e a participação do Conselho Nacional de dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o Plano tem o objetivo de implantar iniciativas e intensificar ações que já são desenvolvidas. Prevê investir R$ 7,6 bilhões até 2014 nos estados parceiros.
  5. 5. 5 Deputada Janete recebe prêmio na Itália Socialistas amapaenses são reconhecidos pela atuação socioambiental A deputada Janete Ca- to e da Green Cross Italia. quilombolas, ribeirinhos e complementar 131/2009, Cuomo, a possibilidade depiberibe recebeu, dia 03 de Janete é autora da Lei Es- indígenas, o que motivou que instituiu a transparência constituir uma relação cola-junho, o Prêmio Nacional tadual da Proteção e Acesso sua indicação ao prêmio. nas contas públicas. Cafiero borativa entre Sorrento e ode Ecologia “Verde Am- à Biodiversidade do Ama- Transparência – O di- manifestou a vontade de co- Governo do Amapá.biente 2012”, entregue pela pá, das Leis Federais de pre- retor-chefe do serviço an- nhecer de perto o sistema A deputada Janete e o se-Verdi Ambiente e Società venção ao escalpelamento e timáfia de Napoli Federico brasileiro para adequá-lo nador Capiberibe viajaram(VAS), com apoio do Mi- da materialização do voto Cafiero de Raho entregou ao combate à corrupção, na a convite do senador italia-nistério do Meio Ambiente, eletrônico; é incentivado- ao senador Capiberibe a província de Napoli. no Guido Policci, presidenteTerra e Mar da Itália, região ra dos arranjos produtivos menção especial do Prê- Cidadãs irmãs - Os par- da associação ambientalistada Campania, Província de da floresta e defensora dos mio Nacional de Ecologia lamentares brasileiros deba- italiana Verdi Ambiente eNápoles, Prefeitura de Ná- direitos humanos e das po- “Verde Ambiente 2012”. Ele teram com o prefeito da ci- Società (VAS), responsávelpoles, Prefeitura de Sorren- pulações tradicionais, como manifestou interesse na lei dade de Sorrento, Giuseppe pelo custeio da viagem. Avançam as negociações para cooperação entre o Amapá e a Itália Jorge Júnior O Amapá recebeu, em novembro, a delegação italiana que veio conhecer as potencialidades do Estado nos setores do desenvolvimento socioeconômico sustentável, turismo, educação, ciência e tecnologia. Eles foram recebidos na Universidade Estadual do Amapá (UEAP) pela reitora Maria Lúcia Borges, pela deputada Janete Capiberibe, pelo senador João Capiberibe, por agentes administrativos do Governo do Amapá e técnicos da UEAP. Na delegação italiana estavam o senador Guido Pollice, o presidente da Confederação de Agricultura da Itália, Giuseppe Politi e o secretário para assuntos da América Latina, Luigi Sposito. Desde a chegada à Macapá, a delegação italiana reuniu- se com comunidades agrícolas e grupos de gestão da indústria, comércio, mineração, turismo, estatais e outros segmentos. A ideia do intercâmbio surgiu na viagem da deputada Janete e do senador Capiberibe à Itália, quando foram premiados por sua militância socioambiental. Delegação italiana veio conhecer potencialidades do estado
  6. 6. 6Câmara analisa mineraçãoem terras indígenas Sizan Luis O Amapá vai sediar um Se- Congresso Nacional, que de- minário da Comissão Especial termina a obrigatoriedade de do Projeto de Lei 1.610/1996 serem ouvidas as populações para debater a mineração em tradicionais sempre que hou- terras indígenas. A proposta é ver intervenção nos territórios da deputada Janete Capiberi- que ocupam, sendo-lhes ga- be que quer realizar reuniões rantido o poder de veto. em todas as terras indígenas A deputada e as lideranças do país para que os povos in- indígenas consideram que a dígenas debatam o projeto de regulamentação da explora- lei. A ideia tem a concordân- ção mineral nas TIs deve ser cia da FUNAI. Assim, o Brasil tratada no Estatuto dos Povos cumpriria a convenção 169, Indígenas, em tramitação des- da Organização Internacional de 1991 na Câmara dos De- do Trabalho – OIT, ratificada putados, e não em proposta pelo país e confirmada pelo paralela.Deputada Janete tratou da mineração com a presidente da FUNAI Marta AzevedoEscritora Eliete Ferrer A convite do governador Camilo Capiberibe, da depu- tada Janete Capiberibe e do senador João Capiberibe, alança livro em Macapá escritora Eliete Ferrer lançou, durante a primeira Feira do Livro do Amapá – FLAP, a coletânea “68 – A geração que Jorge Júnior queria mudar o Mundo”. A obra organizada pela escritora Eliete Ferrer foi destaque na 1ª Feira do Livro do Amapá - FLAP. É uma coletânea de 100 episódios ocorridos durante a ditadura civil-militar cujos escritores são as próprias víti- mas. São narrativas sobre tor- tura e repressão detalhando fatos ocorridos com pessoas que discordavam da ditadura civil-militar. A escritora também conta no livro a perseguição que a levou ao exílio, numa trajetó- ria muito parecida com a que viveu o casal Capiberibe, pre- so e torturado, tendo que fugir do país, em exílio que durou 9 anos. Duas centenas do livro foram autografadas durante a FLAP “Comissão da A deputada Janete Capiberibe comemorou a instalação da memória e o respeito à Nação”. A deputada integra a Comissão reescrever a história”. A Comissão está apurando as Verdade é sinal Comissão Nacional da Verdade, dia 16 de Maio, em solenidade Parlamentar Memória Verdade e Justiça da Câmara dos Deputados, violações aos direitos humanos cometidos entre 1946 e 1988, de respeito à no Palácio do Planalto. “Instalar a Comissão da Verdade é dar colaborativa com a Comissão Nacional. período que inclui a ditadura civil-militar,e apresentará um Nação” um passo para consolidar a democracia, com transparência A presidente Dilma Rousseff afirmou que a Comissão da relatório com a narrativa e as conclusões sobre os crimes e sem versões manipuladas que Verdade não é motivada por “ódio”, cometidos. comprometam a verdade, a “revanchismo” ou “desejo de
  7. 7. 7Deputada Janete investe naconstrução de creches Defensora da educação dia nacional, 23,6% das crian-infantil e autora do projeto ças de 0 a 3 anos estão matri-de lei para criar o Fundo Na- culadas em creches: 20 vezescional da Educação Infantil mais que em Macapá.(FUNAEI), a deputada JaneteCapiberibe (PSB/AP) desti- Vitórias – Diferente da ca-nou R$ 5 milhões e 400 mil pital, foram construídas trêsdas suas emendas parlamenta- creches, em Santana, com in-res para construir creches no vestimento de R$ 1,5 milhãoestado. Sozinha, responde por de emendas da deputada Ja-90% das emendas para este nete e outros R$ 57,9 mil defim, no Amapá. contrapartida do Governo do Conforme da Lei de Di- Estado. As creches estão aten-retrizes e Bases da Educa- dendo 612 crianças e empre-ção, a educação fundamental, gam 75 professores e assisten-incluindo-se aí as creches, é tes nos bairros Nova União,responsabilidade dos municí- Parque das Laranjeiras e Iga-pios. rapé da Fortaleza. Macapá – Para a capital, Em setembro, começouMacapá, a socialista reservou a funcionar a creche Profes-R$ 2 milhões para construir sora Vivalda, em Calçoene,4 creches nos bairros Cidade construída com R$ 300 mil deNova, Cuba de Asfalto e Novo emenda da socialista e R$ 30Horizonte e na Comunida- mil de contrapartida do Go-de Quilombola do Curiaú. A verno do Estado. Emendas daprefeitura perdeu o prazo e os Laranjal do Jari recebeu R$ socialistarecursos desta última. Com 500 mil da deputada Janete e melhoraminvestimento de R$ 500 mil R$ 12 mil de contrapartida do aprendizado dasem cada instituição, poderiam Governo do Estado para a cre- criançasatender, juntas, cerca de 800 che que está pronta para sercrianças. Mas nenhuma delas inaugurada no Bairro Sarney.foi construída. Perdas – Vitória do Jari Pelo Censo de 2010 do havia recebido R$ 500 mil eIBGE, Macapá tem 39 mil 219 Cutias, R$ 300 mil de emen-crianças de zero a quatro anos, das para que fosse construídamas apenas 1,2% delas (490, uma creche em cada cidade,segundo dados do Censo Es- mas as prefeituras perderamcolar/MEC/2011) frequentam os prazos para acessar os re-uma creche, a maioria (355) cursos.durante um só turno. Pela mé- Em Calçoene, creche começou a funcionar em Setembro Investimento de R$ 254 R$10 milhões para a Saúde no Amapá mil reabre fábrica de O ministro da Saúde Alexandre Padilha confirmou à deputada Janete e ao senador João Capiberibe a liberação de R$ 7,2 milhões que serão usados na compra de equipamentos polpas, em Santana médico-hospitalares: R$6,4 milhões são para o Hospital Estadual de Santana e R$ 809 mil para o hospital de Laranjal do Jari. Os recursos vão reestruturar a rede hospitalar local e atender à demanda nos hospitais es- A Cooperativa de Produtores Rurais da Ilha de Santana taduais, além de implantar o “Projeto Suporte” a ser desenvolvido pelo Instituto Nacional reabriu, em agosto, a fábrica de polpas que estava paralisada de Traumatologia e Orto- há dois anos. São R$ 254 mil de investimento; R$ 144 mil de pedia (INTO), no Amapá. emenda da deputada Janete Capiberibe e de R$ 100 mil do A deputada Janete pediu a Governo do Estado do Amapá. liberação de R$ 2 milhões A Cooperativa tem 35 associados, administrará a fábrica e 650 mil das emendas que em parceria com a Associação de Agricultores de Santana e apresentou ao orçamento comercializa os produtos em Santana e Macapá. de 2012 para comprar equi- Capacitação – De agosto a outubro, os produtores pamentos na área de saúde. participaram de sete cursos: empreendedorismo, logística, Outros R$ 350 mil que se- relações humanas, qualidade e atendimento ao cliente, rão aplicados no programa reposição de embalagem, manipulação e higienização de Visão Para Todos já foram alimentos e informática. empenhados pelo Fundo Nacional da Saúde.
  8. 8. 8 Deputada Janete cobra solução para manter empregos da Jari Renato Alves/MTE A deputada Janete Capi- Celulose; e ao presidente doberibe (PSB/AP) cobra provi- Grupo Orsa, Sérgio Amoroso,dências do Governo Federal sobre os objetivos do plano depara a suspensão das ativida- modernização da fábrica dedes da Jari Celulose, anuncia- celulose.da pelo Grupo Orsa para ja- Ameaça – A suspensão dasneiro de 2013. atividades por um período Deputados da Bancada Fe- de 10 meses, anunciada peloderal do Amapá das Comis- Grupo Orsa, põe em riscosões da Amazônia, Integração os empregos de 1.537 traba-Nacional e de Desenvolvimen- lhadores da indústria e duasto Regional e da Comissão de subsidiárias, além de 6 milTrabalho, Administração e empregos nas empresas pres-Serviço Público vão criar sub- tadoras de serviço na cadeiacomissões para cuidar do as- produtiva da celulose. Segun-sunto. Um grupo de trabalho do o SINTRACEL – Sindicatoreunirá parlamentares, gesto- dos Trabalhadores nas Indús-res públicos municipais, esta- trias de Celulose, Papel, Pastaduais e federais, representan- de Madeira para Papel, Pape-tes da empresa e do sindicato lão e Cortiça dos Estados dopara buscar soluções à ameaça Pará e Amapá – cerca de 100 Deputada Janete foi com sindicalistas ao MTE pedir soluções ao ministrode suspensão das atividades mil pessoas terão sua rendada indústria instalada no Vale afetada, já que 70% das vagas tes de muito esforço; do so-do Jari. de emprego e 50% do PIB de erguimento do estado para a Segundo os dados do CAGED/MTE, foram gerados 5 Os deputados oficiaram Laranjal e Vitória do Jari de- retomada dos investimentos mil 709 novos empregos, de janeiro até outubro destepedidos de informação ao penderiam da atividade. públicos que, por si, movi- ano. Crescimento de 8,4%, enquanto a média nacionalBanco Nacional de Desenvol- “As demissões da Jari Ce- mentam a economia na inicia- é de 4,46%. Em 2011, houve um saldo de 7 mil 604vimento Econômico e Social – lulose, se ocorrerem, vão, de tiva privada”, afirma a deputa- empregos novos; crescimento de 12,47%, enquanto aBNDES sobre o financiamen- uma vez, acabar com dois da Janete. média nacional foi de 5,47%.to de R$ 145 milhões à Jari anos de conquistas resultan-II Encontro Internacional de “As parteiras tradicionais são um patrimônio humano partos (novas técnicas, higiene, prevenções, uso correto dosParteiras atinge objetivos e social do nosso Estado. Não compreendo como elas foram equipamentos médicos) e, ao fi- nal do curso, cada uma recebeu Antônio Sena abandonadas durante tanto um kit parteira, do programa tempo. São mulheres guerrei- Rede Cegonha, do Ministério ras, corajosas e, sobretudo, de da Saúde. presença insubstituível nas lo- O evento foi coordenado calidades onde a saúde é difícil pelas Secretarias de Inclusão e de chegar, como nas longínquas Mobilização Social, da Saúde, beiras de rio, nas aldeias, nas IEPA (Instituto de Pesquisas brenhas das florestas... A partir Científicas e Tecnológicas do de agora elas terão todo o apoio Estado do Amapá) e Escola de e ajuda do Estado para cumpri- Administração Pública do Es- rem sua missão”. A declaração é tado. da deputada federal Janete Ca- A deputada Janete, respon- piberibe durante o II Encontro sável pela implantação do Pro- Internacional das Parteiras Tra- jeto Parteiras, no Amapá, entre dicionais, em maio. 1995 e 2002, quando recebeu Mais de 90 parteiras fre- o Prêmio Paulo Freire, super- quentaram oficinas sobre pro- visionou todas as etapas do IINo Amapá, parteiras são reconhecidas e tem ajuda de custo mensal cedimentos de assistência a Encontro. Informativo do mandato parlamentar da deputada federal Janete Capiberibe – PSB/AP Câmara dos Deputados – Anexo IV – Gabinete 209 70 160 900 – Brasília – DF 9912170931/2007-DR/BSB Tel (61) 3215 5209 – Fax (61) 3215 2209 CÂMARA DOS DEPUTADOS dep.janetecapiberibe@camara.gov.br - @janete4040

×