SlideShare uma empresa Scribd logo

Titulação 2014

1 de 17
Baixar para ler offline
Prof. Luciane Soares 
2014
I. Introdução 
PAG. 227 
A titulação é um método de análise quantitativa que determina 
a concentração de uma solução problema (TITULADO) a partir 
do VOLUME de uma solução cuja CONCENTRAÇÃO é conhecida 
(TITULANTE).
A titulação é muito empregada na determinação da 
concentração de ácidos e bases. Quando se deseja determinar 
a concentração de um ácido, utiliza-se uma solução padrão de 
uma base. Conhecendo o volume gasto da solução padrão, 
calcula-se a quantidade de matéria presente em certo volume 
da solução-problema. Isso só é possível, porque cada mol do 
íon H+ reage com 1 mol de OH-. 
ÁCIDO + BASE SAL + ÁGUA 
Exemplos: 
HC (aq) + NaOH (aq) NaC (aq) + H2O () 
H2SO4 (aq) + 2 KOH (aq) K2SO4 (aq) + 2 H2O ()
Para se fazer a adição progressiva do titulante, é utilizada uma 
BURETA, que é um tubo graduado com uma torneira na sua 
extremidade. Abrindo e fechando a torneira controla-se a 
quantidade do titulante que escorre para um erlenmeyer.
Mas como saber o momento certo de parar a titulação, ou seja, 
não adicionar mais a solução padrão? Para isso é necessário usar 
um indicador ácido-base, que muda de cor dependendo do faixa 
de pH. A mudança de cor do indicador, também chamada de 
VIRAGEM, indica que o PONTO DE EQUIVALÊNCIA foi atingido, 
ou seja: 
quantidade em mol de H+ = quantidade em mol de OH-O 
ponto de equivalência só 
ocorrerá em pH = 7 se a titulação 
envolver um ácido forte e uma base forte. 
Quando a titulação envolve um ácido 
fraco e uma base forte, o ponto de 
equivalência ocorre em pH maior que 7. 
Quando a titulação envolve um ácido 
forte e uma base fraca, o ponto de 
equivalência ocorre em pH menor que 7.
A escolha do indicador é fundamental para o 
sucesso na determinação da concentração de 
ácidos e bases. São escolhidos indicadores que 
possuem a viragem próxima ao ponto de 
equivalência. 
No caso de titulações envolvendo ácido e base 
forte, deve-se escolher indicadores que possuem 
a viragem próxima a pH=7, no qual ocorre a 
neutralização do ácido ou da base.

Recomendados

Relatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de PrecipitaçãoRelatório - Volumetria de Precipitação
Relatório - Volumetria de PrecipitaçãoDhion Meyg Fernandes
 
Texto nº 3 Volumetria de Neutralização
Texto nº 3   Volumetria de NeutralizaçãoTexto nº 3   Volumetria de Neutralização
Texto nº 3 Volumetria de NeutralizaçãoMarta Pinheiro
 
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.
Relatório - Volumetria de Complexação: determinação de dureza da água.Dhion Meyg Fernandes
 
Determinação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTADeterminação da dureza total de água com EDTA
Determinação da dureza total de água com EDTAAdrianne Mendonça
 
Relatorio 3 leite de magnésia
Relatorio 3  leite de magnésiaRelatorio 3  leite de magnésia
Relatorio 3 leite de magnésiaDianna Grandal
 
Prática 1 tensão superficial 1 - relatório diandra
Prática 1   tensão superficial 1 - relatório diandraPrática 1   tensão superficial 1 - relatório diandra
Prática 1 tensão superficial 1 - relatório diandraRafaela Campos de Souza
 
Relatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoRelatório prática 1 volumetria de neutralização
Relatório prática 1 volumetria de neutralizaçãoAna Morais Nascimento
 
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometriaRelatório - volumetria de óxido-redução permanganometria
Relatório - volumetria de óxido-redução permanganometriaFernanda Borges de Souza
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreDhion Meyg Fernandes
 
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIADETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIATaline Góes
 
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕESQuimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕESJessica Amaral
 
Relatório Potenciometria
Relatório PotenciometriaRelatório Potenciometria
Relatório PotenciometriaLuaneGS
 
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Jenifer Rigo Almeida
 
Titulação ácido base
Titulação ácido baseTitulação ácido base
Titulação ácido baseMarco Bumba
 
Relatório de vitamina c joão paulo
Relatório de vitamina c joão pauloRelatório de vitamina c joão paulo
Relatório de vitamina c joão pauloJoão Paulo Silva
 
Reações de Ácidos Carboxílicos e Derivados
Reações de Ácidos Carboxílicos e DerivadosReações de Ácidos Carboxílicos e Derivados
Reações de Ácidos Carboxílicos e DerivadosJosé Nunes da Silva Jr.
 
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docxRelatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docxFernanda Borges de Souza
 
Relatorio de Estagio Supervisionado em Química
Relatorio de Estagio Supervisionado em QuímicaRelatorio de Estagio Supervisionado em Química
Relatorio de Estagio Supervisionado em QuímicaLauryenne Oliveira
 
Relatorio - uv vis - Métodos Instrumentais
Relatorio - uv vis -  Métodos Instrumentais Relatorio - uv vis -  Métodos Instrumentais
Relatorio - uv vis - Métodos Instrumentais Juliana Teófilo
 
Relatório de Refratometria
Relatório de RefratometriaRelatório de Refratometria
Relatório de RefratometriaRailane Freitas
 
Relatório de Cromatografia
Relatório de CromatografiaRelatório de Cromatografia
Relatório de CromatografiaMario Monteiro
 

Mais procurados (20)

Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do VinagreRelatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
Relatorio de Química Analítica II - Determinação da Acidez total do Vinagre
 
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIADETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
DETERMINAÇÃO DA CONCENTRAÇÃO POR ESPECTOFOTOMETRIA
 
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕESQuimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO  E PADRONIZAÇÃO  DE SOLUÇÕES
Quimica experimental - Relatorio PREPARAÇÃO E PADRONIZAÇÃO DE SOLUÇÕES
 
9 solubilidade
9 solubilidade9 solubilidade
9 solubilidade
 
Relatório Potenciometria
Relatório PotenciometriaRelatório Potenciometria
Relatório Potenciometria
 
Relatorio analitica ii_04
Relatorio analitica ii_04Relatorio analitica ii_04
Relatorio analitica ii_04
 
PH e pOH
  PH  e pOH  PH  e pOH
PH e pOH
 
Solução tampão
Solução tampãoSolução tampão
Solução tampão
 
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
Relatório 03 - Química Analítica Quantitativa 1 - Dosagem de AAS e Mg(OH)2
 
Titulação ácido base
Titulação ácido baseTitulação ácido base
Titulação ácido base
 
Relatório de vitamina c joão paulo
Relatório de vitamina c joão pauloRelatório de vitamina c joão paulo
Relatório de vitamina c joão paulo
 
Prática 01
Prática 01Prática 01
Prática 01
 
Relatorio 5
Relatorio 5Relatorio 5
Relatorio 5
 
Reações de Ácidos Carboxílicos e Derivados
Reações de Ácidos Carboxílicos e DerivadosReações de Ácidos Carboxílicos e Derivados
Reações de Ácidos Carboxílicos e Derivados
 
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docxRelatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
Relatório experimento 11 e 12 - volumetria de neutralização.docx
 
Relatorio de Estagio Supervisionado em Química
Relatorio de Estagio Supervisionado em QuímicaRelatorio de Estagio Supervisionado em Química
Relatorio de Estagio Supervisionado em Química
 
Ácidos e Bases
Ácidos e BasesÁcidos e Bases
Ácidos e Bases
 
Relatorio - uv vis - Métodos Instrumentais
Relatorio - uv vis -  Métodos Instrumentais Relatorio - uv vis -  Métodos Instrumentais
Relatorio - uv vis - Métodos Instrumentais
 
Relatório de Refratometria
Relatório de RefratometriaRelatório de Refratometria
Relatório de Refratometria
 
Relatório de Cromatografia
Relatório de CromatografiaRelatório de Cromatografia
Relatório de Cromatografia
 

Destaque

2016 aulas 17 e 18 - soluções - progressao ext noite
2016   aulas 17 e 18 - soluções - progressao ext noite2016   aulas 17 e 18 - soluções - progressao ext noite
2016 aulas 17 e 18 - soluções - progressao ext noitepaulomigoto
 
Aula 8 quimica analitica
Aula 8 quimica analitica Aula 8 quimica analitica
Aula 8 quimica analitica Danilo Alex
 
Protocolo gastronomia 02.07.12
Protocolo gastronomia 02.07.12Protocolo gastronomia 02.07.12
Protocolo gastronomia 02.07.12alinediniznut
 
03.Titulação ácido base
03.Titulação ácido base03.Titulação ácido base
03.Titulação ácido baseDiego Lima
 
Atuação do farmacêutico na área de alimentos
Atuação do farmacêutico na área de alimentosAtuação do farmacêutico na área de alimentos
Atuação do farmacêutico na área de alimentosJéssica Bomfim
 
Determinação da vit C
Determinação da vit CDeterminação da vit C
Determinação da vit CGlayson Sombra
 
Protocolo de aulas práticas
Protocolo de aulas práticasProtocolo de aulas práticas
Protocolo de aulas práticasLuis Carlos Silva
 
Analise de alimentos capitulo 3
Analise de alimentos capitulo 3Analise de alimentos capitulo 3
Analise de alimentos capitulo 3joelferreira
 

Destaque (12)

2016 aulas 17 e 18 - soluções - progressao ext noite
2016   aulas 17 e 18 - soluções - progressao ext noite2016   aulas 17 e 18 - soluções - progressao ext noite
2016 aulas 17 e 18 - soluções - progressao ext noite
 
Titulaã§ã£O
Titulaã§ã£OTitulaã§ã£O
Titulaã§ã£O
 
Aula 8 quimica analitica
Aula 8 quimica analitica Aula 8 quimica analitica
Aula 8 quimica analitica
 
Determinação de Ácido Ascórbico
Determinação de Ácido AscórbicoDeterminação de Ácido Ascórbico
Determinação de Ácido Ascórbico
 
Protocolo gastronomia 02.07.12
Protocolo gastronomia 02.07.12Protocolo gastronomia 02.07.12
Protocolo gastronomia 02.07.12
 
Reação combustão 2014
Reação combustão 2014Reação combustão 2014
Reação combustão 2014
 
03.Titulação ácido base
03.Titulação ácido base03.Titulação ácido base
03.Titulação ácido base
 
Atuação do farmacêutico na área de alimentos
Atuação do farmacêutico na área de alimentosAtuação do farmacêutico na área de alimentos
Atuação do farmacêutico na área de alimentos
 
Determinação da vit C
Determinação da vit CDeterminação da vit C
Determinação da vit C
 
Protocolo de aulas práticas
Protocolo de aulas práticasProtocolo de aulas práticas
Protocolo de aulas práticas
 
Analise de alimentos capitulo 3
Analise de alimentos capitulo 3Analise de alimentos capitulo 3
Analise de alimentos capitulo 3
 
Aula 1 controle de qualidade na ind. de alimentos
Aula 1   controle de qualidade na ind. de alimentosAula 1   controle de qualidade na ind. de alimentos
Aula 1 controle de qualidade na ind. de alimentos
 

Semelhante a Titulação 2014

Lista 4 titulacao_tq
Lista 4 titulacao_tqLista 4 titulacao_tq
Lista 4 titulacao_tqDebora Alvim
 
Padronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHPadronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHRodrigo Henrique
 
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pptx
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pptxaula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pptx
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pptxSilvaAdrianny
 
Titulação Potenciométrica
Titulação PotenciométricaTitulação Potenciométrica
Titulação PotenciométricaPriscila Siqueira
 
Lista de exercicios p h e solucoes ii resolucoes
Lista de exercicios p h e solucoes ii   resolucoesLista de exercicios p h e solucoes ii   resolucoes
Lista de exercicios p h e solucoes ii resolucoesMaria Joao Sargento
 
Lista de exercicios p h e solucoes ii resolucoes
Lista de exercicios p h e solucoes ii   resolucoesLista de exercicios p h e solucoes ii   resolucoes
Lista de exercicios p h e solucoes ii resolucoesAlex Livramento
 
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pdf
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pdfaula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pdf
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pdfKarineNantesSelos
 
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docxGrazianePortela2
 
Acido - Base Escola Agrária.pdf Apresentação
Acido - Base Escola Agrária.pdf ApresentaçãoAcido - Base Escola Agrária.pdf Apresentação
Acido - Base Escola Agrária.pdf ApresentaçãoLuciliaPereira15
 
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdfRELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdfIarllaSoares
 
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docxResolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docxRômulo Alexandrino Silva
 
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Ivys Antônio
 
Equilíbrio parte2
Equilíbrio parte2Equilíbrio parte2
Equilíbrio parte2iqscquimica
 
Slide sobre Equilíbrio Iônico Aquoso e Tampão.pdf
Slide sobre Equilíbrio Iônico Aquoso e Tampão.pdfSlide sobre Equilíbrio Iônico Aquoso e Tampão.pdf
Slide sobre Equilíbrio Iônico Aquoso e Tampão.pdfMaykonSilva38
 
ACFrOgAqfRGwMmfxCdH4cziZ1nSQvsOXICkfWY1XYu_zxWwcKoLrWwukF7YO52_CoQJa2s2itl0Vl...
ACFrOgAqfRGwMmfxCdH4cziZ1nSQvsOXICkfWY1XYu_zxWwcKoLrWwukF7YO52_CoQJa2s2itl0Vl...ACFrOgAqfRGwMmfxCdH4cziZ1nSQvsOXICkfWY1XYu_zxWwcKoLrWwukF7YO52_CoQJa2s2itl0Vl...
ACFrOgAqfRGwMmfxCdH4cziZ1nSQvsOXICkfWY1XYu_zxWwcKoLrWwukF7YO52_CoQJa2s2itl0Vl...PesquisaCampoCampoPe
 
Avaliacao parcial sobre efeitos coligativos 2018
Avaliacao parcial sobre efeitos coligativos  2018Avaliacao parcial sobre efeitos coligativos  2018
Avaliacao parcial sobre efeitos coligativos 2018Clebson Ramos
 

Semelhante a Titulação 2014 (20)

Lista 4 titulacao_tq
Lista 4 titulacao_tqLista 4 titulacao_tq
Lista 4 titulacao_tq
 
Resultados titulação
Resultados titulaçãoResultados titulação
Resultados titulação
 
Aula 3-titulação-ácido-base
Aula 3-titulação-ácido-baseAula 3-titulação-ácido-base
Aula 3-titulação-ácido-base
 
Padronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOHPadronização de HCl e teor de NaOH
Padronização de HCl e teor de NaOH
 
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pptx
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pptxaula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pptx
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pptx
 
Titulação Potenciométrica
Titulação PotenciométricaTitulação Potenciométrica
Titulação Potenciométrica
 
Lista de exercicios p h e solucoes ii resolucoes
Lista de exercicios p h e solucoes ii   resolucoesLista de exercicios p h e solucoes ii   resolucoes
Lista de exercicios p h e solucoes ii resolucoes
 
Lista de exercicios p h e solucoes ii resolucoes
Lista de exercicios p h e solucoes ii   resolucoesLista de exercicios p h e solucoes ii   resolucoes
Lista de exercicios p h e solucoes ii resolucoes
 
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pdf
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pdfaula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pdf
aula-4-Volumetria-de-Neutralização-alunos-2011.12.pdf
 
EQUILÍBRIO - EXERCÍCIOS
EQUILÍBRIO - EXERCÍCIOSEQUILÍBRIO - EXERCÍCIOS
EQUILÍBRIO - EXERCÍCIOS
 
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
434426216-VOLUMETRIA-DE-NEUTRALIZACAO.docx
 
Acido - Base Escola Agrária.pdf Apresentação
Acido - Base Escola Agrária.pdf ApresentaçãoAcido - Base Escola Agrária.pdf Apresentação
Acido - Base Escola Agrária.pdf Apresentação
 
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdfRELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
RELATÓRIO PRÁTICA 03 LAB ANALITICA.pdf
 
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docxResolução comentada de exercícios de química analítica.docx
Resolução comentada de exercícios de química analítica.docx
 
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
Relatório de preparo e padronização de HCl e H2SO4
 
Equilíbrio parte2
Equilíbrio parte2Equilíbrio parte2
Equilíbrio parte2
 
Slide sobre Equilíbrio Iônico Aquoso e Tampão.pdf
Slide sobre Equilíbrio Iônico Aquoso e Tampão.pdfSlide sobre Equilíbrio Iônico Aquoso e Tampão.pdf
Slide sobre Equilíbrio Iônico Aquoso e Tampão.pdf
 
Volumetria de neutralizacao
Volumetria de neutralizacaoVolumetria de neutralizacao
Volumetria de neutralizacao
 
ACFrOgAqfRGwMmfxCdH4cziZ1nSQvsOXICkfWY1XYu_zxWwcKoLrWwukF7YO52_CoQJa2s2itl0Vl...
ACFrOgAqfRGwMmfxCdH4cziZ1nSQvsOXICkfWY1XYu_zxWwcKoLrWwukF7YO52_CoQJa2s2itl0Vl...ACFrOgAqfRGwMmfxCdH4cziZ1nSQvsOXICkfWY1XYu_zxWwcKoLrWwukF7YO52_CoQJa2s2itl0Vl...
ACFrOgAqfRGwMmfxCdH4cziZ1nSQvsOXICkfWY1XYu_zxWwcKoLrWwukF7YO52_CoQJa2s2itl0Vl...
 
Avaliacao parcial sobre efeitos coligativos 2018
Avaliacao parcial sobre efeitos coligativos  2018Avaliacao parcial sobre efeitos coligativos  2018
Avaliacao parcial sobre efeitos coligativos 2018
 

Mais de ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES

Correção de exercícios sobre tabela periódica e distribuição
Correção de exercícios sobre tabela periódica e distribuiçãoCorreção de exercícios sobre tabela periódica e distribuição
Correção de exercícios sobre tabela periódica e distribuiçãoProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES
 

Mais de ProCLAUDIA/LUCIANE MEIJON/SOARES (20)

Unidade1 pag 4 a 10
Unidade1  pag 4 a 10Unidade1  pag 4 a 10
Unidade1 pag 4 a 10
 
Aula polímeros 2014
Aula polímeros 2014Aula polímeros 2014
Aula polímeros 2014
 
A5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicasA5 i funcoes_inorganicas
A5 i funcoes_inorganicas
 
Gabarito ligaçãometalica
Gabarito ligaçãometalicaGabarito ligaçãometalica
Gabarito ligaçãometalica
 
Gabarito propriedades periódicas
Gabarito propriedades periódicasGabarito propriedades periódicas
Gabarito propriedades periódicas
 
Simulado de prop periodicas
Simulado de prop periodicasSimulado de prop periodicas
Simulado de prop periodicas
 
Simulado de ligações químicas
Simulado de ligações químicasSimulado de ligações químicas
Simulado de ligações químicas
 
Unidade7 c 2014_csa_v3_gabaritop378a384
Unidade7 c 2014_csa_v3_gabaritop378a384Unidade7 c 2014_csa_v3_gabaritop378a384
Unidade7 c 2014_csa_v3_gabaritop378a384
 
Unidade6 a 2014_csa_v3_gabaritop269a275
Unidade6 a 2014_csa_v3_gabaritop269a275Unidade6 a 2014_csa_v3_gabaritop269a275
Unidade6 a 2014_csa_v3_gabaritop269a275
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativas
 
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar
ExercciosderevisoparaavaliaosuplementarExercciosderevisoparaavaliaosuplementar
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar
 
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabaritoExercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
 
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabaritoExercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
Exercciosderevisoparaavaliaosuplementar gabarito
 
Aula lig metalica_2014
Aula lig metalica_2014Aula lig metalica_2014
Aula lig metalica_2014
 
Ligaçãox propriedades v2_2014
Ligaçãox propriedades v2_2014Ligaçãox propriedades v2_2014
Ligaçãox propriedades v2_2014
 
Correção de exercícios sobre tabela periódica e distribuição
Correção de exercícios sobre tabela periódica e distribuiçãoCorreção de exercícios sobre tabela periódica e distribuição
Correção de exercícios sobre tabela periódica e distribuição
 
Leis ponderais 2014 v2
Leis ponderais 2014 v2Leis ponderais 2014 v2
Leis ponderais 2014 v2
 
Tabela 2014 csa
Tabela 2014 csaTabela 2014 csa
Tabela 2014 csa
 
Luminescência 2014 sintético
Luminescência 2014 sintéticoLuminescência 2014 sintético
Luminescência 2014 sintético
 
Balanceamento 2014 csa
Balanceamento 2014 csaBalanceamento 2014 csa
Balanceamento 2014 csa
 

Titulação 2014

  • 2. I. Introdução PAG. 227 A titulação é um método de análise quantitativa que determina a concentração de uma solução problema (TITULADO) a partir do VOLUME de uma solução cuja CONCENTRAÇÃO é conhecida (TITULANTE).
  • 3. A titulação é muito empregada na determinação da concentração de ácidos e bases. Quando se deseja determinar a concentração de um ácido, utiliza-se uma solução padrão de uma base. Conhecendo o volume gasto da solução padrão, calcula-se a quantidade de matéria presente em certo volume da solução-problema. Isso só é possível, porque cada mol do íon H+ reage com 1 mol de OH-. ÁCIDO + BASE SAL + ÁGUA Exemplos: HC (aq) + NaOH (aq) NaC (aq) + H2O () H2SO4 (aq) + 2 KOH (aq) K2SO4 (aq) + 2 H2O ()
  • 4. Para se fazer a adição progressiva do titulante, é utilizada uma BURETA, que é um tubo graduado com uma torneira na sua extremidade. Abrindo e fechando a torneira controla-se a quantidade do titulante que escorre para um erlenmeyer.
  • 5. Mas como saber o momento certo de parar a titulação, ou seja, não adicionar mais a solução padrão? Para isso é necessário usar um indicador ácido-base, que muda de cor dependendo do faixa de pH. A mudança de cor do indicador, também chamada de VIRAGEM, indica que o PONTO DE EQUIVALÊNCIA foi atingido, ou seja: quantidade em mol de H+ = quantidade em mol de OH-O ponto de equivalência só ocorrerá em pH = 7 se a titulação envolver um ácido forte e uma base forte. Quando a titulação envolve um ácido fraco e uma base forte, o ponto de equivalência ocorre em pH maior que 7. Quando a titulação envolve um ácido forte e uma base fraca, o ponto de equivalência ocorre em pH menor que 7.
  • 6. A escolha do indicador é fundamental para o sucesso na determinação da concentração de ácidos e bases. São escolhidos indicadores que possuem a viragem próxima ao ponto de equivalência. No caso de titulações envolvendo ácido e base forte, deve-se escolher indicadores que possuem a viragem próxima a pH=7, no qual ocorre a neutralização do ácido ou da base.
  • 7. Perceba que nessa animação, foi utilizada um titulante básico e uma solução problema que é ácida, já que o pH da solução contida no erlenmeyer aumentou com a adição do titulante. QUANTO MAIOR CONCENTRAÇÃO DE ÍONS H+ MENOR o pH QUANTO MAIOR CONCENTRAÇÃO DE ÍONS OH- MAIOR o pH
  • 8. II. Parte experimental NA BURETA: SOLUÇÃO-PADRÃO (ou TITULANTE) (possui CONCENTRAÇÃO CONHECIDA) NO ERLENMEYER: SOLUÇÃO-PROBLEMA (ou TITULADO) (possui CONCENTRAÇÃO DESCONHECIDA) PAG. 227 NaOH (aq) 0,1 mol/L + INDICADOR de pH Ácido acético do vinagre ou Ácido cítrico do suco de limão
  • 9. CH3COOH (aq) + NaOH (aq)  NaCH3COO(aq) + H2O () ou simplificadamente HAc (aq) + NaOH (aq)  NaAc (aq) + H2O () C6H8O7 (aq) + 3 NaOH (aq)  Na3C6H5O7 (aq) + 3 H2O () ou simplificadamente H3Ci (aq) + 3 NaOH (aq)  Na3Ci (aq) + 3 H2O () Fórmula estrutural do ácido cítrico
  • 10. 0,1 mol de NaOH -------- 1000 mL da solução titulante x -------- 14 mL x = 1,4 x 10-3 mol de NaOH 1 mol NaOH -------------- 1 mol Hac (ácido acético) 1,4 x 10-3 mol de NaOH -------------- y y = 1,4 x 10-3 mol de HAc 10 mL solução problema ------------- 1,4 x 10-3 mol de HAc 1000 mL solução problema --------- z z = 1,4 x 10-1 mol/L de HAc Foi feita uma diluição de 5 vezes. Portanto, a concentração da solução de ácido acético no vinagre (solução original, antes da diluição) é 5 vezes maior, já que numa diluição é acrescentado água, não mudando a quantidade em mol do soluto = 7,0 x 10-1 mol/L de HAc 1 mol HAc (CH3COOH ) ------- 60 g 7,0 x 10-1 mol ------- w w = 42 g/L de ácido acético
  • 11. Nos rótulos do vinagre, há a seguinte indicação de acidez: TEOR DE ACIDEZ = 4 a 5% massa por volume
  • 12. Convertendo 4% massa por volume em g/L de ácido acético: 4,0 g de ácido acético -------- 100 mL de vinagre x -------- 1000 mL de vinagre x = 40 g de ácido acético Comparando o resultado experimental (obtido na titulação) com o valor indicado no rótulo: O valor experimental (42 g/L) está de acordo com o valor indicado no rótulo (40 g/L), considerando os erros experimentais.
  • 13. 0,1 mol de NaOH -------- 1000 mL da solução titulante x -------- 17 mL x = 1,7 x 10-3 mol de NaOH 3 mol NaOH -------------- 1 mol H3Ci (ácido cítrico) 1,7 x 10-3 mol -------------- y y = 5,7 x 10-4 mol de H3Ci 10 mL solução problema ------------- 5,7 x 10-4 mol de H3Ci 1000 mL solução problema --------- z z =5,7 x 10-2 mol/L Foi feita uma diluição de 5 vezes. Portanto, a concentração da solução de ácido cítrico no suco é 5 vezes maior = 0,28 mol/L 1 mol H3Ci (C6H8O7 ) ------- 192 g 0,28 mol/L ------- w w = 54 g/L de ácido cítrico no suco
  • 15. PAG. 229 1 mol de NaOH -------- 1000 mL da solução titulante x -------- 15 mL x = 1,5 x 10-2 mol de NaOH 1 mol NaOH -------------- 1 mol Hac (ácido acético) 1,5 x 10-2 mol de NaOH -------------- y y = 1,5 x 10-2 mol de HAc 25 mL solução problema ------------- 1,5 x 10-2 mol de HAc 1000 mL solução problema --------- z z = 0,6 mol/L de HAc 1 mol HAc (CH3COOH ) ------- 60 g 0,6 mol ------- w w = 36 g/L de ácido acético Portanto, o valor encontrado está em desacordo com o fornecido no rótulo
  • 16. 0,10 mol de HC -------- 1000 mL da solução titulante x -------- 15 mL x = 1,5 x 10-3 mol HC 3 HC (aq) + A(OH)3 (aq) -> AC3 (aq) + 3H2O () 3 mol HC -------------- 1 mol de A(OH)3 1,5 x 10-3 mol -------------- y y = 5,0 x 10-4 mol de A(OH)3 20 mL solução problema ------------- 5,0 x 10-4 mol de A(OH)3 100 mL solução problema --------- z z = 2,5 x 10-3 mol de A(OH)3 Lembrando que foi feita uma diluição para se ter 100,0 mL de solução de hidróxido de alumínio a partir de uma alíquota de 10,0 mL, então 2,5 x 10-3 mol de A(OH)3 está em 100,0 mL e em 10,0 mL, pois na diluição a quantidade de soluto é mantida. A concentração de hidróxido na alíquota de 10,0 mL será: 2,5 x 10-3 mol de A(OH)3 -------------- 10,0 mL w ------------------------------- 1000 mL w = 0,25 mol/L 1 mol A(OH)3 ------------------------------- 78 g 0,25 mol/L ------------------------------- t t = 19,5 g/L PAG. 229
  • 17. Simulação • CD do Usberco • http://auth.mhhe.com/physsci/chemistry/animation s/chang_7e_esp/crm3s5_5.swf • http://lrs.ed.uiuc.edu/students/mihyewon/chemlab_ experiment.html • http://www2.wwnorton.com/college/chemistry/gilb ert/tutorials/interface.asp?chapter=chapter_16&fold er=strong_titrations • http://www.wwnorton.com/college/chemistry/gilber t/tutorials/interface.asp?chapter=chapter_16&folder =weak_titrations • http://www.kentchemistry.com/links/AcidsBases/flas h/titrateWeakAcidStrongBase.swf