Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_modelos_alunos

10.507 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.507
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.641
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
105
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercícios complementares densidade_solubilidade_mudança de estado físico_modelos_alunos

  1. 1. EXERCÍCIOSEXERCÍCIOSEXERCÍCIOSEXERCÍCIOS COMPLEMENTARESCOMPLEMENTARESCOMPLEMENTARESCOMPLEMENTARES A - DENSIDADE 1. Dado a densidade do elemento ferro dFe = 7,9 g/cm³, assinale a alternativa correta que corresponde à massa de 32 cm³ de ferro: A) 252,8 g B) 522,8 g C) 225,8 g D) 225 g E) 228,5 g 2. (UNIPAC-97) A densidade do alumínio é 2,7 g/cm 3 . Isso significa que um cubo maciço de alumínio com aresta de 0,8m terá massa de: A) 19 kg B) 1,4 kg C) 1,9×10² kg D) 1,4×10³ kg 3. Qual é o valor da massa específica média da Terra, se o seu volume vale aproximadamente 20×10 19 m 3 e sua massa vale 6×1024 kg? A) 3,9×100,11 kg/m3 B) 1,8×10 -4 kg/m 3 C) 3 x10 4 kg/m 3 D) 4,4×10-5 kg/m3 E) 3×10 5 kg/m 3 4. A água, a 25 °C, tem densidade igual a 1,0 g/mL. Determine: a) a massa de água correspondente a uma caixa-d’água com capacidade de 20 m 3 b) o volume, em mL, de uma gota de água com massa igual a 0,05 g. 5. Os pulmões bombeiam, em média, 11500 L de ar por dia. Considerando que o ar possui uma densidade igual a 1,2 g/L, qual o valor da massa de ar, em kg, que participa desse fenômeno?
  2. 2. 2 6. (ENEM 2009) Segundo as regras da Formula 1, o peso mínimo do carro, de tanque vazio, com o piloto, e de 605 kg, e a gasolina deve ter densidade entre 725 e 780 gramas por litro. Entre os circuitos nos quais ocorrem competições dessa categoria, o mais longo e Spa-Francorchamps, na Bélgica, cujo traçado tem 7 km de extensão. O consumo médio de um carro da Formula 1 e de 75 litros para cada 100 km. Suponha que um piloto de uma equipe especifica, que utiliza um tipo de gasolina com densidade de 750 g/L, esteja no circuito de Spa-Francorchamps, parado no box para reabastecimento. Caso ele pretenda dar mais 16 voltas, ao ser liberado para retornar a pista, seu carro devera pesar, no mínimo, A) 617 kg. B) 668 kg. C) 680 kg. D) 689 kg. E) 717 kg. 7. Em um recipiente contendo 100 mL (1,37 kg) de mercúrio líquido, são colocados dois cubos (A e B), com volumes de 2 cm 3 cada, de um material inerte diante do mercúrio. Os cubos têm massas de 14 g e 20 g, respectivamente. Ao serem colocados no recipiente, A) os cubos vão para o fundo. B) o cubo A afunda e o B flutua. C) o cubo B afunda e o A flutua. D) os cubos flutuam a meio caminho do fundo. E) os cubos ficam na superfície do líquido. 8. (Mackenzie-SP) No preparo de uma limonada em duas etapas, foram feitas as seguintes observações: Das observações 1 e 2, pode-se concluir que a densidade da semente é: A) menor que a densidade do suco de limão mais água B) menor que a densidade do suco de limão mais água e açúcar C) igual à densidade do suco de limão D) maior que a densidade do suco de limão mais água e açúcar E) igual à densidade da água mais açúcar 9. Uma solução foi preparada misturando-se 30 gramas de um sal em 300 g de água. Considerando-se que o volume da solução é igual a 300 mL, CALCULE a densidade dessa solução em g/mL.
  3. 3. 3 10. Em um volume de 1,5 L de uma mistura bicombustível álcool/gasolina, contendo 240g de álcool etílico com d=0,8 g/cm 3 , a percentagem em volume do álcool corresponde a A) 48,0 B) 30,0 C) 20,0 D) 16,0 E) 13,0 11. A concentração do etanol numa solução pode ser expressa na escala Gay Lussac ( o GL) ou em uma unidade utilizada pelo Instituto de Pesos e Medidas (o INPM). A escala Gay Lussac indica a o volume de etanol em 100 mL de solução. A escala utilizada pelo Instituto de Pesos e Medidas indica a massa de etanol em 100 g de solução. Analise os gráficos que representam a densidade das misturas de etanol e água a 25ºC: Gráfico 1 Gráfico 2 a) CALCULE a massa de álcool 40ºGL presente em um frasco de 1 L deste álcool. b) CALCULE a massa de etanol presente em um frasco de 1 L do álcool 40ºGL. c) CALCULE o volume de álcool 70ºINPM presente em um frasco de 1 kg deste álcool.
  4. 4. 4 d) CALCULE o volume de etanol presente em um frasco de 1 kg do álcool 70ºINPM. e) De acordo com o gráfico, QUAL é a densidade do álcool 50ºGL? f) DETERMINE, por meio de cálculos, o valor teórico da densidade do álcool 50ºGL, a partir dos valores de densidade das substâncias. g) Por que o valor teórico (calculado no item f) difere do valor experimental (item e)? Forneça uma explicação em termos de modelo microscópico. 12. Além da temperatura outro fator pode influenciar no valor da densidade de uma substância, sobretudo nos gases, é A) a pressão. B) o vento. C) a poluição. D) o transporte das partículas. E) a energia elétrica. 13. (UFRN) A Figura 1, ao lado, mostra a posição do gelo (H2O(s)) na limonada, e a Figura 2 mostra o que acontece com o gelo quando a água (H2O(l)) da limonada é substituída por etanol. O fato de o gelo flutuar no copo da Figura 1 e afundar no copo da Figura 2 se explica porque, comparativamente, a densidade A) do gelo > da água > do etanol. B) da água > do gelo > do etanol. C) da água > do etanol > do gelo. D) do etanol > do gelo > da água.
  5. 5. 5 14. (EFOA MG) O quadro abaixo mostra os estados físicos de cinco substâncias representadas pelas letras de A até E: Sabendo que A flutua apenas em C e D, e que B flutua apenas em C, a ordem CRESCENTE de densidade dessas cinco substâncias é: A) E < A < D < B < C. B) B < D < C < A < E. C) E < D < B < A < C. D) C < B < E < D < A. E) D < C < B < E < A. B - SOLUBILIDADE 15. Um determinado sal tem coeficiente de solubilidade igual a 34g/100g de água, a 20ºC. Tendo-se 450g de água a 20 ºC, a quantidade, em gramas, desse sal, que permite preparar uma solução saturada, é de: A) 484g. B) 450g. C) 340g. D) 216g. E) 153g. 16. A solubilidade do K2Cr2O7, a 20ºC, é de 12g/100g de água. Sabendo que uma solução foi preparada dissolvendo-se 20g do sal em 100g de água a 60ºC e que depois, sem manter em repouso, ela foi resfriada a 20ºC, podemos afirmar que: A) todo sal continuou na solução. B) todo sal passou a formar um corpo de chão. C) 8g de sal foi depositado no fundo do recipiente. D) 12g do sal foi depositado no fundo do recipiente. E) 31g do sal passou a formar um corpo de chão. 17. Quatro tubos contêm 20 mL de água cada um. Coloca-se nesses tubos dicromato de potássio nas seguintes quantidades: Tubo A B C D Massa de K2Cr2O7 1,0g 2,5g 5,0g 7,0g A solubilidade do sal, a 20ºC, é igual a 12,5g por 100 mL de água. Após agitação, em quais dos tubos coexistem, nessa temperatura, solução saturada e fase sólida? A) em nenhum. B) apenas em D. C) apenas em C e D. D) apenas em B, C e D. E) em todos.
  6. 6. 6 18. (Med. Catanduva-SP mod.) Após a evaporação de toda a água de 25g de uma solução saturada (sem corpo de fundo) da substância X, pesou-se o resíduo sólido, obtendo-se 5g. Se, na mesma temperatura do experimento anterior, adicionarmos 80g da substância X em 300g de água, teremos uma solução: A) insaturada. B) saturada sem corpo de fundo. C) saturada com 5g de corpo de fundo. D) saturada com 20g de corpo de fundo. 19. 1 Considere uma solução aquosa saturada de KCl, com corpo de fundo, a 20ºC e os seguintes valores: Temperatura/ o C 10 20 30 Solubilidade do KCl em g de KCl / kg de água 310 340 370 De acordo com os dados acima, para diminuir a massa do corpo de fundo basta: I. Aquecer o sistema. II. Adicionar água e agitar. III. Agitar a solução. IV. Decantar a solução. Dessas afirmações, são corretas apenas: A) I e II. B) I e III. C) II e III. D) II e IV. E) III e IV. 20. A solubilidade do ácido bórico (H3BO3), a 20ºC, é de 5g em 100g de água. Adicionando-se 200g de H3BO3 em 1,00 kg de água, a 20ºC, quantos gramas de ácido restam na fase sólida? A) 50g. B) 75g. C) 100g. D) 150g. E) 175g. 21. Observe a sequência abaixo, em que o sistema I se encontra a 25°C com 100g de água: Analise agora as seguintes afirmativas: I. A 25°C, a solubilidade do sal é de 20g/100g de água. II. O sistema III é uma solução supersaturada. III. O sistema I é uma solução insaturada. IV. Colocando-se um cristal de sal no sistema III, este se transformará rapidamente no sistema I. 1Exercício retirado de http://www.cursocenpro.com.br/restrito/arquivos/solucoes-total.pdf Acesso em 7/4/2014.
  7. 7. 7 Está(ao) correta(s) somente a(s) afirmativa(s): A) II e IV. B) I e III. C) I e II. D) I, II e III. E) II, III e IV. 22. Uma solução aquosa salina foi cuidadosamente aquecida de forma que evaporasse parte do solvente. A solução obtida, comparada com a inicial, apresenta-se mais: A) diluída com maior volume. B) diluída com menor volume. C) diluída com igual volume. D) concentrada com maior volume. E) concentrada com menor volume. 23. (MACK SP mod.) As curvas de solubilidade têm grande importância no estudo das soluções, já que a temperatura influi decisivamente na solubilidade das substâncias. Considerando as curvas de solubilidade dadas pelo gráfico, é CORRETO afirmar que A) há um aumento da solubilidade do sulfato de cério (Ce2(SO4)3) com o aumento da temperatura. B) a 0ºC o nitrato de sódio (NaNO3) é menos solúvel que o cloreto de potássio (KCl). C) o nitrato de sódio (NaNO3) é a substância que apresenta a maior solubilidade a 20ºC. D) resfriando-se uma solução saturada de KClO3, preparada com 100 g de água, de 90ºC para 20ºC, observa-se a 30 g desse sal como corpo de fundo. E) dissolvendo-se 15 g de cloreto de potássio (KCl) em 50 g de água a 40ºC, obtém-se uma solução insaturada. 24. (CESGRANRIO-RJ) O gráfico ao lado representa as curvas de solubilidade de substâncias genéricas A, B, C, D e E. Com base nessas informações assinale a afirmativa correta A) Dissolvendo-se 100 gramas da substância B em 200 de água, a 30 ºC, obteremos uma solução saturada, com depósito de 35 g desta substância que não será dissolvida. B) Se 60 g da substância E forem dissolvidas em 300 g de água, a 10 ºC, quando aquecermos esta solução haverá gradativa precipitação da substância E, tornando-se pouco solúvel a 100 ºC. C) A substância D, na faixa de temperatura de 0 ºC a 100 ºC, apresenta uma solubilidade em água acentuadamente crescente. D) A menor quantidade de água a 60 ºC para dissolver completamente 90 g da substância C é, aproximadamente, de 150 g. E) A substância menos solúvel em 100 g de água a 30 ºC é a substância A.
  8. 8. 8 25. ( 2 ) Os frascos ao lado contêm soluções saturadas de cloreto de potássio (KCl) em duas temperaturas diferentes. Na elaboração das soluções foram adicionados, em cada frasco, 400 mL de água e 200 g de KCl. O diagrama representa a solubilidade do KCl em água, em gramas de soluto/ 100 mL de H2O, em diferentes temperaturas. a) Determine a temperatura da solução do frasco I. b) Sabendo que a temperatura do frasco II é 20º C, calcule a quantidade de sal (KCl) depositado no fundo do frasco. 26. Em um béquer de 250mL, foram adicionados 100mL de água, 100mL de clorofórmio, 50g de cloreto de sódio e duas bolinhas de plástico – uma de densidade 1,10g/cm3 e outra com densidade 1,40g/cm3 . Após agitação vigorosa, foi deixado em repouso. A figura a seguir ilustra o sistema em equilíbrio obtido a 20°C. Analisando o experimento, um aluno fez as seguintes afirmações: I. O clorofórmio apresenta densidade maior do que 1,40g/cm 3 a 20°C. II. A solubilidade do cloreto de sódio (NaCl) em clorofórmio é de 14,0g em 100g de clorofórmio. III. A solubilidade do cloreto de sódio (NaCl) em água é de 36,0g em 100g de água. IV. A densidade da solução aquosa saturada de cloreto de sódio apresenta densidade inferior a 1,10g/cm3 a 20°C. V. Dos materiais presentes no béquer, o cloreto de sódio é o mais denso. Estão corretas apenas: A) I e V. B) II e IV. C) III, IV e V. D) I, II e III. E) I, III e V. 2 Questão adaptada de: http://entendaexatas.blogspot.com.br/2013/07/exercicios-de-solucoes-coeficiente- de.html Acesso em 26 de dezembro de 2013.
  9. 9. 9 C – MUDANÇA DE ESTADO FÍSICO 27. (Cesgranrio-RJ) Determinou-se o ponto de fusão de uma substância X e encontrou-se um valor menor que o tabelado para essa substância. Isso pode significar que A) a quantidade de substância utilizada na determinação foi menor que o necessário. B) a quantidade de substância utilizada na determinação foi maior que o necessário. C) uma parte da substância não fundiu. D) a substância contém impurezas. E) a substância está 100% pura. 28. (Mackenzie-SP) Ponto de fusão, densidade e solubilidade são algumas constantes físicas que caracterizam: A) mistura homogênea. B) apenas substância simples. C) mistura heterogênea. D) substância pura. E) apenas substância composta. 29. (UFV-MG) A naftalina, nome comercial do hidrocarboneto naftaleno, é utilizada em gavetas e armários para proteger tecidos, papéis e livros do ataque de traças e outros insetos. Assim como outros compostos, a naftalina tem a propriedade de passar do estado sólido para o gasoso sem fundir-se. Esse fenômeno é chamado de: A) liquefação. B) sublimação. C) combustão. D) ebulição. E) solidificação. 30. Considere a tabela de pontos de fusão e ebulição das substâncias a seguir, a 1 atm de pressão: A 50°C, encontram-se no estado líquido: A) cloro e flúor. B) cloro e iodo. C) flúor e bromo. D) bromo e mercúrio. E) mercúrio e iodo. 31. (PUC-MG mod.) Um professor realizou várias experiências (a 20°C e 1 atm) e organizou a seguinte tabela: De acordo com a tabela, assinale a afirmativa INCORRETA: A) O estado físico da substância D, à temperatura ambiente, é gasoso. B) Se misturarmos a substância B com a substância D, à temperatura ambiente, forma-se uma mistura homogênea. C) A substância mais volátil, à temperatura ambiente, é a A. D) Se misturarmos as substâncias A, C e água, forma-se um sistema difásico.
  10. 10. 10 32. Numa bancada de laboratório temos cinco frascos fechados com rolha comum que contêm, separadamente, os líquidos seguintes: Num dia de muito calor, em determinado instante, ouve-se no laboratório um estampido, produzido pelo arremesso da rolha de um dos frascos para o teto. De qual dos frascos foi arremessada a rolha? JUSTIFIQUE sua resposta. 33. (MACKENZIE-SP) A sensação de “gelado” que sentimos ao passar um algodão embebido em acetona na mão é devida a: A) sublimação da acetona. B) insolubilidade da acetona em água. C) mudança de estado da acetona, que é um fenômeno exotérmico. D) liquefação da acetona. E) evaporação da acetona, que é um fenômeno endotérmico. 34. (FAEE-GO) Na ebulição da água, verifica-se o desprendimento de bolhas de: A) vapor d’água. B) gás oxigênio. C) gás hidrogênio. D) ar. E) mistura de gás oxigênio e gás hidrogênio. 35. (FUVEST-SP) Considere a tabela abaixo: Ácido acético e bromo, sob pressão de 1 atm, estão em recipientes imersos em banhos, como mostrado:
  11. 11. 11 Nas condições indicadas acima, qual é o estado físico preponderante de cada uma dessas substâncias? ácido acético bromo A) Sólido líquido B) Líquido gasoso C) Gasoso sólido D) Sólido gasoso E) Gasoso líquido 36. (UNICAMP) Colocando-se água bem gelada num copo de vidro, em pouco tempo ele fica molhado por fora, devido à formação de minúsculas gotas de água. Para explicar esse fenômeno, propuseram-se as duas hipóteses seguintes: a) Se aparece água do lado de fora do copo, é porque o vidro não é totalmente impermeável. As moléculas de água, atravessando lentamente as paredes do vidro, vão formando minúsculas gotas. b) Se aparece água do lado de fora do copo, deve haver vapor de água no ar. O vapor de água, entrando em contato com as paredes frias do copo, condensa-se em minúsculas gotas. Qual hipótese explica o fenômeno? Justifique. 37. Assinale a alternativa correta: A) No alto de uma montanha, a água deve ferver acima de 100 °C. B) Se a pressão sobre a água for suficientemente reduzida, o líquido poderá ferver a 25 °C. C) Abaixo do nível do mar, o ponto de ebulição da água deve se inferior a 100 °C. D) Se uma forte pressão for exercida sobre a água, o líquido poderá ferver a 25 °C. E) A água ferverá sempre a 100 °C, qualquer que seja a altitude da experiência. 38. A panela de pressão permite que os alimentos sejam cozidos em água muito mais rapidamente do que em panelas convencionais. Sua tampa possui uma borracha de vedação que não deixa o vapor escapar, a não ser através de um orifício central sobre o qual assenta um peso que controla a pressão. Quando em uso, desenvolve-se uma pressão elevada no seu interior. Para sua operação segura, é necessário observar a limpeza do orifício central e a existência de uma válvula de segurança, normalmente situada na tampa. I – A vantagem do uso da panela de pressão é a rapidez para o cozimento de alimentos e isso se deve à: A) pressão no seu interior, que é igual à pressão externa. B) temperatura de seu interior, que está acima da temperatura de ebulição da água no local. C) quantidade de calor adicional que é transferida para a panela. D) quantidade de vapor que está sendo liberada pela válvula. E) espessura da sua parede, que é maior que a das panelas comuns. II – Se, por economia, abaixarmos o fogo sob uma panela de pressão logo que se inicia a saída de vapor pela válvula, de forma simplesmente a manter a fervura, o tempo de cozimento: A) será maior porque a panela “esfria”. B) será menor, pois diminui a perda de água. C) será maior, pois a pressão diminui. D) será maior, pois a evaporação diminui. E) não será alterado, pois a temperatura não varia.
  12. 12. 12 39. (UFRRJ) Considerando a tabela abaixo: Pode-se afirmar que A) a temperatura de 25ºC, o tolueno encontra-se no estado sólido. B) água e tolueno formam uma mistura homogênea. C) um litro de ácido sulfúrico possui mais massa que um litro de água. D) água e álcool etílico formam uma mistura heterogênea. E) o mercúrio flutua quando adicionado à água. 40. (FATEC-SP) Duas amostras de naftalina, uma de 20,0 g (amostra A) e outra de 40,0 g (amostra B), foram colocadas em tubos de ensaio separados, para serem submetidas à fusão. Ambas as amostras foram aquecidas por uma mesma fonte de calor. No decorrer do aquecimento de cada uma delas, as temperaturas foram anotadas de 30 em 30 segundos. Um estudante, considerando tal procedimento, fez as seguintes previsões: I. A fusão da amostra A deve ocorrer a temperatura mais baixa do que a da amostra B. II. A temperatura de fusão da amostra B deve ser o dobro da temperatura de fusão da amostra A. III. A amostra A alcançará a temperatura de fusão num tempo menor que a amostra B. IV. Ambas as amostras devem entrar em fusão à mesma temperatura. É CORRETO o que se afirma apenas em: A) I. B) II. C) III. D) II e III. E) III e IV. 41. (UFSM – RS) Com relação aos processos de mudança de estado físico de uma substância, pode-se afirmar que são endotérmicos A) vaporização − solidificação− liquefação. B) liquefação − fusão − vaporização. C) solidificação − fusão − sublimação. D) solidificação − liquefação − sublimação. E) sublimação − fusão − vaporização.
  13. 13. 13 42. A amostra de uma espécie química foi analisada em um laboratório e, como resultado, obteve-se o seguinte gráfico: Dentre as seguintes alternativas, assinale aquela que não está correta em relação ao gráfico: A) O gráfico representa a mudança de fase de uma espécie química pura. B) A temperatura de fusão da espécie é menor que a da água pura. C) O tempo gasto para se fundir a espécie química é o mesmo gasto na ebulição. D) Abaixo de 0o C, a espécie química está totalmente na fase líquida. E) No intervalo de tempo entre 15 e 20 s, a espécie química está no estado líquido. 43. (Fuvest) Duas panelas abertas contêm líquidos em contínua ebulição: a panela 1 tem água pura, e a panela 2 tem água salgada. Qual dos gráficos abaixo melhor representa a variação das temperaturas dos líquidos em função do tempo? A) B) C) D) E) 44. (UFSM) Observe o gráfico: Assinale a verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir. ( ) O gráfico representa a curva de aquecimento de uma mistura eutética. ( ) A temperatura de fusão do sistema é variável. ( ) O sistema tem mais de uma fase no instante t2. ( ) A temperatura de ebulição do sistema é constante.
  14. 14. 14 45. Uma mistura com 96% de álcool etílico e 4% de água apresenta temperatura de vaporização bem definida. Misturas como essa se comportam como substância pura apenas durante a vaporização e recebem o nome de misturas azeotrópicas. O gráfico que melhor representa as transformações no estado físico ocorrido durante o resfriamento de vapores de uma mistura azeotrópica, até seu congelamento total, é: 46. Uma determinada substância apresenta a seguinte curva de aquecimento: Considerando que a substância no estado sólido existe em apenas uma forma, assinale a alternativa correta. A) A substância é um sólido a 200K. B) A substância é um gás a 300K. C) Entre 5 e 10 minutos de aquecimento, a substância existe somente na forma líquida. D) Entre 10 e 15 minutos de aquecimento, a substância existe como uma mistura em equilíbrio das fases líquida e gasosa. E) A substância é um gás a 450K. 47. (UFV-MG) A figura a seguir mostra as curvas de temperatura versus tempo para a mesma massa de três amostras dos materiais A, B e C, partindo do estado sólido no tempo zero. Observe a figura e marque a alternativa correta: A) As amostras A, B e C são exemplos de substâncias puras. B) À temperatura de 100°C, a amostra A encontra- se no estado líquido. C) A amostra C não constitui substância pura por não manter as temperaturas de fusão e ebulição constantes. D) A amostra B aquece mais rápido do que a amostra A. E) A amostra B apresenta temperatura de ebulição de 40°C.
  15. 15. 15 D – MODELOS e CONSTITUIÇÃO 48. O gás carbônico (CO2) é: A) uma substância simples. B) formado por dois elementos. C) elemento químico. D) uma mistura homogênea. E) uma mistura heterogênea. 49. (UFAC) Com relação às substâncias O2, H2, H2O, Pb, CO2, O3, CaO e S8, podemos afirmar que: A) todas são substâncias simples. B) somente O2, H2 e O3 são substâncias simples. C) todas são substâncias compostas. D) somente CO2, CaO e S8 são substâncias compostas. E) as substâncias O2, H2, Pb, O3 e S8 são simples. 50. Analise as representações: H2, O2, H2O, CH4, O3, H, Cl1- , Na2SO4, Ca2+ , HNO3, N e CO2. Assinale a alternativa que indica quantas delas são, pela ordem: • Substâncias simples. • Substâncias compostas. • Símbolos químicos. • Íons. A) 7 , 5 , 3 e 2 B) 5 , 5 , 4 e 2. C) 4 , 4 , 2 e 2. D) 3 , 5 , 2 e 2. E) 3 , 4 , 4 e 1. 51. As partículas estão bem próximas, existe uma enorme quantidade de partícula por unidade de volume e a densidade é muito alta no: A) gás. B) líquido. C) sólido. D) óleo. E) plasma 52. Observe o esquema a seguir em que as bolinhas representam átomos: Assinale a alternativa correta quanto ao número de moléculas, substâncias simples e substâncias compostas, respectivamente: A) 10, 2 e 2. B) 10, 3 e 1. C) 10, 7 e 1. D) 10, 3 e 2. E) 10, 3 e 3.
  16. 16. 16 53. (PUC-SP) Considere o sistema abaixo: Pode-se afirmar que nele existem: Elementos átomos moléculas substâncias A) 20 3 4 6. B) 3 20 6 4. C) 4 20 6 3. D) 2 6 20 4. E) 3 4 20 6. 54. (Unifor-CE) Uma substância no estado líquido é resfriada uniforme e constantemente. Ao atingir a temperatura de solidificação, verifica-se a formação de pequenas partículas sólidas que flutuam no líquido. Sobre essa substância é correto afirmar que: A) Aumenta de volume as se solidificar. B) Diminui de volume as se solidificar. C) Tem maior densidade no estado sólido que no estado líquido. D) Se solidifica mais rapidamente se aumentar a pressão. E) A parte que se solidifica apresenta temperatura maior que a parte líquida. RespostasRespostasRespostasRespostas e algumas resoluçõese algumas resoluçõese algumas resoluçõese algumas resoluções 1. A 2. D 3. C 4. a) 1m 3 = 1000dm 3 = 1000000cm 3 = 1000000mL 20 m 3 = 20000000 mL = 2,0 x 10 7 mL Sendo 1 g ---------- 1 mL X ------------- 2,0 x 107 mL X = 2,0 x 10 7 g X = 2,0 x 104 kg ou seja, 20000 kg = 20 toneladas de água. b) 1 g ---------- 1mL 0,05 g -------- x X = 0,05 mL 5. 1,2 g ----------- 1L X ------------- 11500 L X = 13800 g X = 14 kg (considerando o número de algarismos significativos) 6. O volume V de combustível, em litros, necessário para dar 16 voltas é dado por 75 litros ——— 100km V ——— 16 ⋅ 7km ∴ V = 84 litros Assim, são necessários 84 litros de combustível. Como a densidade do combustível é 750g/L, a massa x, em kg, correspondente ao combustível consumido é 0,75kg ——— 1 litro x ——— 84 litros ∴ x = 63kg Logo, o carro deverá ter, no mínimo, 605 + 63 = 668kg ao retornar à pista. Resposta: B
  17. 17. 17 7. E 8. B 9. Dados: m1 (massa do soluto) = 30 g m2 (massa do solvente) = 300 g m (massa da solução) = (30 + 300)g = 330 g v (volume da solução) = 300 mL - Substituindo os valores na fórmula da densidade: d = m v d = 330 g 300 mL d = 1,1 g/mL 10. C 11. a) 40 ºGL = 40 mL de etanol em 100 mL de álcool, ou seja, é 40% em volume de etanol na mistura De acordo com o gráfico 1, a densidade do álcool 40 ºGL é 0,94 g/mL Então, podemos calcular a massa de álcool 40ºGL a partir do volume, utilizando a densidade: 0,94 de álcool ---------- 1 mL de álcool X ------------ 1 L = 1000 mL X = 940 mL de álcool 40 ºGL b) 40 ºGL = 40 mL de etanol em 100 mL de álcool Então 40 mL de etanol ---------- 100 mL de álcool X ------------ 1 L = 1000 mL X = 400 mL de etanol Usando a densidade do etanol (0,79 g/mL), podemos calcular a massa de etanol: 0,79 g etanol ------------- 1 mL de etanol X ---------------------- 400 mL X = 316 g de etanol c) 70 ºINPM = 70 g de etanol em 100 g de álcool, ou seja, é 70% em massa de etanol na mistura e 30% de água na mistura. De acordo com o gráfico 2, a densidade do álcool 70 ºINPM é 0,87 g/mL Então, podemos calcular o volume de álcool 70ºINPM a partir da massa, utilizando a densidade: 0,87 g de álcool ---------- 1 mL de álcool 1 kg = 1000 g ------------ X X = 1149 mL de álcool 70ºINPM X = 1,1 L de álcool 70ºINPM d) 70 ºINPM = 70 g de etanol em 100 g de álcool Então 70 g de etanol ---------- 100 g de álcool X ------------ 1 kg = 1000 g X = 700 g de etanol Usando a densidade do etanol (0,79 g/mL), podemos calcular o volume de etanol: 0,79 g etanol ------------- 1 mL de etanol 700 g ---------------------- X mL X = 886 mL de etanol e) 50 ºGL = 50 mL de etanol em 100 mL de álcool, ou seja, é 50% em volume de etanol na mistura. De acordo com o gráfico 1, a densidade do álcool 50ºGL é 0,93 g/mL f) 50 ºGL = 50 mL de etanol em 100 mL de álcool. Teoricamente, também seriam 50 mL de água. Usando os valores de densidade do etanol e da água, é possível converter o volume em massa: 0,79 g etanol --------- 1 mL etanol 1,00 g água ------------ 1 mL água X ---------------- 50 mL etanol X ---------------- 50 mL água X = 39,5 g de etanol X = 50,0 g de água Teoricamente, a densidade da mistura será: d = (massa de etanol + massa de água) ÷ Volume da mistura
  18. 18. 18 d = (39,5 g + 50,0 g) ÷ 100 mL = 0,895 g/mL = 0,90 g/mL g) A pequena diferença entre os valores de densidade ocorre devido a contração de volume quando misturamos o etanol e a água. As moléculas de água e etanol interagem entre si, reduzindo a distância entre as moléculas. Por isso, o volume da mistura de 50 mL de água com 50 mL de etanol é diferente de 100 mL. 12. A 13. B 14. A 15. E 16. C 17. C 18. C 25g de solução: 5 g de soluto e 20g de solvente (considerando a densidade da água igual a 1g/cm3). 5g de X ––––––– 20g de água y ––––––– 300g de água y = 75g de X que se dissolvem totalmente 80 – 75 = 5g de X que precipitam originando o corpo de fundo. 19. A 20. D 21. A 22. E 23. E 24. D a) 30ºC: CSB = 40g de B por 100g de H2O. Logo temos: 80g de B por 200g de H2O. Como foram adicionados 100g de B, teremos: solução saturada com 20g de corpo de fundo. b) 10ºC: CSE = 40g de E por 100g de H2O. Logo, temos: 120g de E por 300g de H2O. Como foram adicionados 60g de E, teremos: solução insaturada. c) Nessa faixa de temperatura a substância D apresenta uma solubilidade quase linear. d) 60ºC: CSC = 60g de C por 100g de H2O 60g de C ––––––– 10g de H2O 90g de C ––––––– x x = 150g de H2O e) A substância A é a mais solúvel a 30ºC. 25. a) 200 g -------> 400 mL x--------> 100 mL x= 50 g em 100 mL No gráfico 50 g está correspondendo a 80º C b) 30g -----> 100 g de água x -------> 400 x= 120 g Foi colocado 200 g, mas o coeficiente de solubilidade é 120 g/ 100 mL de água Portanto 200 - 120 = 80 g de corpo de fundo 26. E I. Correta. dcloroformio > 1,40g/cm 3 A bolinha com d = 1,40g/cm 3 flutua no clorofórmio. II. Errada. O NaCl e insolúvel no clorofórmio. III. Correta. A máxima quantidade de NaCl que se dissolve em 100g de H2O, a 20°C, e 36,0g. IV. Errada. dsolucao aquosa > 1,10g/cm 3 V. Correta. O NaCl afunda porque tem maior densidade. 27. D 28. D 29. B 30. D
  19. 19. 19 31. A 32. A rolha foi arremessada do frasco que contém o líquido mais volátil, ou seja, aquele que tem maior facilidade de evaporar. Quanto menor a temperatura de ebulição do líquido, maior a volatilidade. Portanto, a rolha foi arremessada do frasco 2. 33. E 34. A 35. E 36. A hipótese II é a correta, pois ao encontrar-se com a superfície fria, o vapor de água existente no ano sofre condensação, passando do estado gasoso para o estado líquido, deixando o copo embaçado (suado). A hipótese I é errada, porque o vidro é impermeável a líquidos. 37. B 38. I – B II – E 39. C 40. E 41. E 42. D 43. D Note que o exercício se refere a dois sistemas -1 substância -2 mistura Esses sistemas estão em ebulição (fervendo), logo o gráfico representa apenas o ponto de ebulição dos sistemas e não o gráfico inteiro do aquecimento das matérias. Durante a ebulição a temperatura de uma substância (1) fica constante, então seu gráfico deve ser uma linha reta, paralela ao eixo x. A temperatura de uma mistura aumenta durante a ebulição, então seu gráfico deve ser uma reta, inclinada, em sentido crescente. Por isso a resposta correta é a alternativa (d) 44. V , F, F, F 45. A 46. A 47. C 48. B 49. E 50. D 51. C 52. B 53. B 54. A

×