O Socorro de Deus Para Livrar o Seu povo

144 visualizações

Publicada em

Lição 11: O socorro de Deus para livrar o seu povo

Objetivos

I. Apontar a providência de Deus na história;
II. Mostrar como Ester foi colocada no palácio real;
III. Explicar a crise sofrida pelo povo de Deus no livro de Ester.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
144
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Cumprimentar Internautas
    Menção ao Pastor Marcos
    Agradecer aos presentes

    Plano de Aula
    Introdução Slides 2 a 8 – 20 minutos - 09:10 às 09:30
    Ponto 1 – Slides 9 e 10 - 10 minutos - 09:30 às 09:40
    Ponto 2 – Slides 11 - 10 minutos - 09:40 às 09:50
    Ponto 3 – Slide 12 – 10 minutos - 09:50 às 10:00
    Conclusão slides 13 a 15 – 10 minutos - 10:00 às 10:10
    Hino – 5 minutos - 10:10 às 10:15
    Interação – 15 minutos - 10:15 às 10:30 Encerramento– 5 minutos - 10:30 às 10:35
  • Cumprimentar Internautas
    Menção ao Pastor Marcos
    Agradecer aos presentes

    Plano de Aula
    Introdução Slides 1 a 7 – 20 minutos - 09:10 às 09:30
    Ponto 1 – Slides 8 e 9 - 10 minutos - 09:30 às 09:40
    Ponto 2 – Slides 10 e 11 - 10 minutos - 09:40 às 09:50
    Ponto 3 – Slide 12 – 10 minutos - 09:50 às 10:00
    Conclusão slides 13 a 15 – 10 minutos - 10:00 às 10:10
    Hino – 5 minutos - 10:10 às 10:15
    Interação – 15 minutos - 10:15 às 10:30 Encerramento– 5 minutos - 10:30 às 10:35
  • Perigo: afastar-se de Deus

    Alianças, socieades, casamentos

    Medo:
    Ameaças
    Uma multidão de problemas ao mesmo tempo

    Bençãos
    Voltar-se para Deus
    Falar com Deus
    Ouvir Deus
    Seguir Deus

    Vencendo
    Humilhação: Não sei o que fazer
    Oração
    Jejum
    Audição
    Adoração
  • Por quê você existe?
    O quê você tem nas mãos? Quais habilidades? Influência? Renda? Identidade?
    Como você usa o que você tem?

    Propósito
    Grande vontade de realizar e/ou alcançar alguma coisa; desígnio.
    Qual o proposito da sua vida?
    O que se quer alcançar; aquilo que se busca atingir; objetivo
    O que se quer fazer; aquilo que se tem intenção de realizar; resolução.
    Razoabilidade; prudência
  • Um fiapo de vida
    Desperdicio de vida
    Vida vazia, vida morna
     
    “Tendo Davi servido à sua própria geração conforme o plano de Deus, adormeceu’. At 13.36

    Davi, é claro, tendo completado a obra que Deus lhe deu, está no sepulcro, no pó e na cinza há muito tempo.

    Que frase na lapide?
    Que tipo de influência?
    Que marcas?

    Viva para servir!
    Viva bem! Morra bem!
  • Personagens:
    Ester
    Mardoqueu
    Hamã
    Rei Assuero


    Império Persa
    Região onde hoje se localiza o Irã teve como primeiros habitantes os povos conhecidos como medos e persas.
    Estes povos vindos da Ásia Central chegaram à região localizada a leste da Mesopotâmia por volta do ano 6.000 a.C. e depois de muito tempo desta chegada construíram um dos maiores reinos da Antiguidade Oriental.
    Os primeiros a dominarem a região foram os medos, criando o Reino da Média que se aliou ao Reino da Babilônia e anexou o Império Assírio. Apesar de ter sido um reino regional forte, os medos foram dominados pelos persas quando Ciro I conquistou e fundiu o Reino da Média ao novo Reino Persa. Ciro I empreendeu as primeiras expansões do Império Persa, estendendo-o no leste da Ásia Menor à costa mediterrânica, no ocidente, e até à Índia, no oriente.
    Ciro I conseguiu conquistar e manter muitos povos sob seu domínio, principalmente por respeitar as diferenças religiosas dentro do reino e por se aliar com as elites destes povos. Outro célebre rei dos persas foi Dario I, que levou o Império Persa ao seu apogeu.
    Além de manter o respeito à prática das diferentes religiões no interior do Império, Dário I inovou na administração ao adotar algumas medidas. Ele dividiu o império em vinte províncias chamadas satrapias, regidas pelos sátrapas, que pagavam impostos ao imperador de acordo com a riqueza que detinham. Colocou ainda uma tropa em cada satrapia para vigiá-las, evitando a concentração de poderes nas mãos dos sátrapas. Para conseguir manter-se informado sobre o que ocorria no reino, Dario I criou o primeiro sistema de correios que se tem notícia, construindo para isso estradas que ligavam as cidades-sedes do reino às satrapias.
    Exercia ainda controle nas administrações regionais com a utilização de inspetores especiais, aos quais chamava de “olhos e ouvidos do rei”, que o informavam sobre as reclamações e pedidos que tinham os governados e govenadores. Criou um sistema de impostos e estimulou o intercâmbio comercial com a adoção de uma moeda de ouro como medida deste comércio, o dárico. Esta moeda tornou-se a primeira moeda internacional confiável e aceita no mundo antigo, apesar de moedas regionais continuarem a ser usadas.
    Tentou ainda derrotar e conquistar a Grécia durante as Guerras Médicas, sendo derrotado na famosa batalha de Maratona. Seu filho Xerxes I também tentou derrotar os gregos, sendo também vencido, marcando com esta derrota o declínio do Império Persa na Antiguidade. Sua desintegração foi completada quando, enfraquecidos por conflitos das populações subjugadas com o governo central, Alexandre, o Grande conquistou definitivamente os territórios persas em 330 a.C.
    Além das inovações administrativas, os persas se notabilizaram pelas suas artes, com suas esculturas decorativas e a arquitetura monumental de seus palácios e jardins. Na religião desenvolveram o zoroastrismo, pautado em concepção religiosa de bem e mal e cujos pecados seriam salvos quando viesse o messias. Os princípios da religião estariam no livro Avesta, escrito pelo legendário Zoroastro ou Zaratustra. Com a chegada do islamismo à região, o zoroastrismo perdeu muitos de seus seguidores.
    Entretanto, outras religiões havia na pérsia, como o mitraísmo, que sobrevalorizava o bem, a vida após a morte e a reserva do paraíso para os justos, com uma moral religiosa rigorosa. A divindade do mitraísmo, Mitra, teria nascido no dia 25 de dezembro, porém essa concepção religiosa é anterior ao cristianismo. Havia ainda o gnosticismo, que buscava o conhecimento total através da graça divina, e o maniqueísmo com uma origem religiosa bas
  • Silencio de Deus
    Deus trabalha me silêncio, o nome D’Ele nem aparece nos 10 capítulos do Livro de Ester

    Providencia
    Deus vê tudo antecipadamente
    Deus provê tudo antecipadamente

    Embriaguez e Insensatez
    Seja razoável ao dar ordens
    Não se embriague
  • Hadassa: Flor da Serra
    Nome hebraico de Ester
    Ester nome Persa de Hadassa
    Estrangeira
    Exilada
    Orfã
    Et 2:5-7
    Quando o rei Nabucodonosor, da Babilônia, levou de Jerusalém como prisioneiro o rei Joaquim, de Judá, Mordecai estava entre os prisioneiros que foram levados com Joaquim. Mordecai levou consigo a sua prima Hadassa, isto é, Ester, uma moça bonita e formosa. Os pais dela tinham morrido, e Mordecai havia adotado a menina e a tinha criado como se ela fosse sua filha.


    Miss Universo
    Tratamento de Beleza

    Et 2.12
    O tratamento de beleza das moças durava um ano; durante seis meses eram usados perfumes de mirra e, no resto do ano, outros perfumes e produtos de beleza. Terminado o tratamento, cada moça era levada ao rei Xerxes

    Características Reais

    Linda: O coração alegre aformoseia o rosto. Pv 15.13
    Simpática: agradável, aprazível, atraente, interessante

    “Ester foi levada ao palácio para apresentar-se ao rei Xerxes no mês de tebete, o décimo mês do sétimo ano do seu reinado. Ele gostou dela mais do que de qualquer outra moça, e ela conquistou a simpatia e a admiração dele como nenhuma outra moça havia feito. Ele colocou a coroa na cabeça dela e a fez rainha no lugar de Vasti.”
    Obediente
    Melhor
    Empática
    Corajosa
    Abençoada
    “Para o Senhor Deus, controlar a mente de um rei é tão fácil como dirigir a correnteza de um rio.”
    Pv 21.1
  • Hamã
    Primeiro ministro da Pérsia, Segundo homem mais poderoso num dos maiores impérios do mundo.

    O desejo de controlar as pessoas e receber honra era seu maior objetivo

    Foi cegado pela arrogância e pela presunção

    Prepotente: Se achava superior a todas as pessoas, desprezava os outros.

    Presunçoso: tinha uma opinião positiva muito elevada de si mesmo; vaidoso, pretensioso.

    Hamã se achava o cara!
    Ele era daqueles que se colocam diante de um grande espelho e cantam em alta voz, para si mesmos:

    “Quão grande sou eu!
    Cantarei quão grande sou eu!
    E todos hão de ver…
    Quão grande sou eu!”

    Ester 5.9-14
    Hamã saiu do banquete alegre e feliz da vida. Porém, quando chegou perto da entrada do palácio, ele encontrou Mordecai ali e ficou furioso porque Mordecai não se curvou diante dele, nem fez qualquer outro sinal de respeito. 10Mas ele se controlou e voltou para casa. Então mandou chamar os amigos e pediu que Zeres, a sua mulher, também viesse. 11Hamã começou a falar da sua riqueza, do número de filhos que tinha, das promoções que havia recebido do rei e de como agora ocupava a mais alta posição do reino, acima de todos os outros ministros e funcionários. 12E continuou:
    — Além de tudo isso, eu fui a única pessoa que a rainha Ester convidou para acompanhar o rei ao banquete que ela preparou para ele. E ela também me pediu que eu fosse com ele a outro banquete amanhã! 13Mas tudo isso não me vale nada enquanto eu continuar vendo Mordecai, aquele judeu, sentado na entrada do palácio.
    14Aí a mulher dele e todos os amigos deram a seguinte sugestão:
    — Mande fazer uma forca de uns vinte metros de altura e amanhã de manhã peça ao rei que mande enforcar Mordecai. Então você poderá ir feliz com o rei ao banquete.
    Hamã gostou da ideia e mandou construir a forca.

    O Tolo e a Estúpida
    Hama se aconselha com Zeres

    “O orgulho vem antes da destruição; o espírito altivo, antes da queda.”Pv 16.18

    Orgulho e queda, humildade honra
    Ester 6. 1-13

    O quanto de Hamã há em mim?
    Será que quero controlar as pessoas?
    Sinto me ameaçado quando as pessoas não gostam de mim o quanto penso que deveriam?
    Tenho sede de vingança quando meu orgulho o é ferido?
    O quanto de Zeres há em você?


    Ester Coragem e Planejamento
    Sua beleza e seu caráter conquistaram o coração do rei da Pérsia.
    Combinou coragem com um cuidadoso planejamento
    Estava aberta a conselhos e disposta a agir
    Preocupava-se mais com os outros do que com a sua própria segurança.

    Servir a Deus frequentemente exisge que arrisquemos nossa própria segurança, conforto, comodidade:

    “Se você ficar calada numa situação como esta, do Céu virão socorro e ajuda para os judeus, e eles serão salvos; porém você morrerá, e a família do seu pai desaparecerá. Mas quem sabe? Talvez você tenha sido feita rainha justamente para ajudar numa situação como esta!” Et 4.14

    O risco que Ester correu confirmou que Deus era a fonte de sua segurança.

    “Ester enviou a Mordecai a seguinte resposta: 16“Vá e reúna todos os judeus que estiverem em Susã, e todos vocês jejuem e orem por mim. Durante três dias não comam nem bebam nada, nem de dia nem de noite. Eu e as minhas empregadas também jejuaremos. Depois irei falar com o rei, mesmo sendo contra a lei; e, se eu tiver de morrer por causa disso, eu morrerei.” Et 4.15

    Quanto da sua ssegurança reside em suas poses, posição ou reputação?

    Deus tem sempre um propósito para as situaçoes em que nos coloca.

    Deus não pôs você nesta posição apenas para seu proprio benefício:
    Ele fez para que você o sirva. Como no caso de Ester, isto pode envolver o risco de sua segurança. Você está disposto a permitir que Deus seja a sua maior segurança?

  • Solicitar que desliguem meu microfone

  • Plano de Aula
    Introdução Slides 2 a 8 – 20 minutos - 09:10 às 09:30
    Ponto 1 – Slides 9 e 10 - 10 minutos - 09:30 às 09:40
    Ponto 2 – Slides 11 - 10 minutos - 09:40 às 09:50
    Ponto 3 – Slide 12 – 10 minutos - 09:50 às 10:00
    Conclusão slides 13 a 15 – 10 minutos - 10:00 às 10:10
    Hino – 5 minutos - 10:10 às 10:15
    Interação – 15 minutos - 10:15 às 10:30 Encerramento– 5 minutos - 10:30 às 10:35

    Encerramento
    Cumprimentar Internautas
    Menção aos pastores e visitantes
    Agradecer aos presentes

  • • Livros escritos ininterruptamente
    • Capítulos e versículos foram acrescentados mais tarde, para melhor localização dos textos por parte dos leitores.
    • Como lidar com a pronúncia destas divisórias contidas na Bíblia?
  • Sugerir leitura/audição da YouVersion
  • O Socorro de Deus Para Livrar o Seu povo

    1. 1. Lição 11 O SOCORRO DE DEUS PARA LIVRAR O SEU POVO I – A Providência de Deus II – Ester no Palácio de Assuero III – A Crise Chega para o Povo de Deus
    2. 2. OBJETIVOS Geral: Ressaltar que Deus é fiel no cumprimento de todas as suas alianças e promessas. 1. Apontar a providência de Deus na História; 2. Mostrar como Ester foi colocada no palácio real; 3. Explicar a crise sofrida pelo povo de Deus no livro de Ester. Específicos:
    3. 3. Texto Áureo “Os justos clamam, e o SENHOR os ouve e os livra de todas as suas angústias” (Sl 34.17).
    4. 4. Verdade Prática Deus é fiel no cumprimento de todas as suas alianças e promessas.
    5. 5. O Deus de toda provisão — Esperança e sabedoria divina para a Igreja em meio às crises O que é Crise: Dificuldade, apuro, desordem, conflito, tensão, tribulação, carência,decadência. O que é provisão? 1. Ato ou efeito de prover. Abastecimento de coisas necessárias ou úteis. 2. É um passivo(obrigação, dívida) de prazo e valor incerto; CPC25 • Provisão de férias, de encargos, devedores duvidosos Crise: • Existencial • Identidade • Moral • Liderança • Política • Financeira • Religiosa • Familiar • Etc.
    6. 6. Propósito
    7. 7. Uma Vida Com Propósito https://youtu.be/eue56Umtu8k
    8. 8. A Providência Divina na História de Ester • Silêncio de Deus • Providência • Embriaguez e Insensatez • Que rei sou eu?
    9. 9. Ester no Palácio de Assuero • Hadassa • Miss Universo • Características Reais “Para o Senhor Deus, controlar a mente de um rei é tão fácil como dirigir a correnteza de um rio.” Provérbios 21:1
    10. 10. A Crise Chega ao Povo de Deus • Hamã: Esse cara sou eu!? • O Tolo e a Estúpida • Orgulho e queda • Mardoqueu: Humildade e Honra • Ester: Coragem e Planejamento
    11. 11. 1. Será que Deus ainda faz milagres em nosso dias? 2. Você está passando por algum tipo de crise? 3. Quer experimentar um milagre de Deus na sua crise? 4. Que tal colocarmos nossa fé em ação?
    12. 12. Fé em Ação 1. Orar 30 minutos por dia até Quinta-Feira, dia 22/12. Clamar, privatimente, pelos milagres que você precisa. 2. Encontro de Oração por 3 Domingos, de 8:30 às 9:00. Clamar, coletivamente, pelos milagres que nós precisamos
    13. 13. Sinal ou indício de que há interferência divina na vida dos homens; resultado dessa interferência. https://youtu.be/ckUsByxl-2c
    14. 14. Perguntas Comentários Seja breve! Seja sábio! Seja benção!
    15. 15. Livros da Bíblia • Escritos ininterruptamente • Pronúncia correta  Velho Testamento  Livros • Gn 1.1 – Livro de Gênesis, capítulo 1, versículo 1 • 1 Sm 1:27 – Primeiro Livro de Samuel, capítulo 1, versículo 27 • 1 Rs 18:30 - Primeiro Livro de Reis, capítulo 18, versículo 30 • 2 Cr 20:12 - Segundo Livro de Crônicas, capítulo 20, versículo 12  Poemas de Louvor • Sl 91.1 – Salmos número 91, verso 1
    16. 16.  Novo Testamento  Livros • Mt 11:28 – Livro de Mateus, capitulo 11, versículo 28. • At 1:8 – Livro de Atos, capítulo 1, versículo 8  Carta que recebem o nome do destinatário • Rm 5:1 – Carta aos Romanos Capitulo 5, versículo 1 • 1 Co 6:20 – Primeira Carta aos Coríntios, capítulo 6, versículo 20 • 2 Tm 2:12 – Segunda Carta a Timóteo, capítulo 2, versículo 12  Cartas que recebem o nome do remetente • Tg 5:20 – Carta de Tiago, capítulo 5, versículo 20 • 1 Pe 4.7 – Primeira Carta de Pedro, capítulo 4, versículo 7 • Jd 1.20 – Carta de Judas, capítulo único, versículo 200 Livros da Bíblia

    ×