Comercialização avícola

488 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
488
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comercialização avícola

  1. 1. Gracielle Junkes Priscila Raijche de Oliveira
  2. 2. Produção avícola brasileira: 2% do PIB nacional (R$ 10 bi/ ano); 4,5 milhões de empregos diretos e indiretos;  Mercados abertos em 158 países; Maior exportador mundial.
  3. 3.  Consumo per capita de carne de frango/ano: 47,38 kg (UBABEF, 2012) Consumo per capita de ovos/ano: 162,57 (UBABEF, 2012) CONSUMO!
  4. 4. Expansão  Preço Carne vermelha Mudança de hábitos: Saúde
  5. 5. Aptidão para produção Extensão territorial; Condições climáticas; Mão de obra; Vocação natural; Mercado consumidor;
  6. 6. O futuro da avicultura brasileira Potencial de produção de biomassa; Disponibilidade de água; Disponibilidade de grãos; Disponibilidade de terras.
  7. 7. Dificuldades  Falta de infraestrutura logística adequada (rodovias);  Instabilidade no preço de grãos;  Mitos: Hormônios/ colesterol;  Elevados impostos – Competitividade! - Europa: 5%; Estados Unidos: 1%; Brasil: 19%;
  8. 8. 69,8% 30,2%
  9. 9. Cortes Miúdos CMSDorsos, pescoço s, ossos da coxa, caixa torácica e produtos lesionados http://www.ubabef.com.br/exportacao/c ortes_por_produtos
  10. 10. 14,49% 17,98% 15,19% 28,36%
  11. 11. 27,02% 18,86% 26,48% 7,47%
  12. 12. Crescimento entre 3 e 4% no volume total da produção nacional de carne de frango; Exportações: Crescimento entre 2 e 2,5% sobre os volumes embarcados de 2013.
  13. 13. "A expectativa é que políticas de governo voltadas para o abastecimento interno durante a Copa favoreçam o consumo de produtos avícolas dentro do Brasil.” “O crescimento da produção deverá se descolar das exportações, diante da possibilidade de um aquecimento do mercado interno com os grandes eventos internacionais” (Ubabef, citando a Copa do Mundo)
  14. 14.  O Brasil é o sétimo maior produtor mundial de ovos, atrás dentre outros, da China, Estados Unidos, México e Japão;  Grande consumidor;  Proteína de baixo custo;  Alto valor nutricional;  In Natura ou Industrializados;
  15. 15.  Sistema de criação em gaiolas, com granjas de cria e recria separadas das granjas de produção;  Maioria é composta por produtores independentes de pequeno e médio porte, que preparam a própria ração na propriedade e trabalham com galpões abertos tradicionais;  Grandes produtores que estão partindo para a adequação climática e automação das instalações;
  16. 16. Agropecuária integrada no início da década de 60; Empresas privadas, cooperativas adotaram este sistema; Sistemas independentes.
  17. 17. Ovos devem ficar no máximo 3 dias armazenados na granja em condições adequadas; A classificação é em relação a sujeira, tamanho e cor (feita na própria granja); Transporte: granja até indústria;
  18. 18. Classificação; Embalagem; Comercialização.
  19. 19. http://www.avisite.com.br/economia/index.php? acao=exportacao http://www.ubabef.com.br/estatisticas/ovoses/Al ojamento_de_Matriz_de_Postura STEFANELLO, Catarina. Análise do sistema agroindustrial de ovos comerciais. Revista Agrarian, Maringá, Pr, v. 4, p.375-382, 13 maio 2011. 14.

×