SlideShare uma empresa Scribd logo

Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para resistir às solicitações as quais são submetidos

U
U
UnicesumarProfessor em Unicesumar

"Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para resistir às solicitações as quais são submetidos — quanto por elementos não estruturais cujas funções não exigem uma capacidade resistente considerável. Os elementos estruturais mais comuns, em obras de Engenharia, são as lajes, vigas e pilares". Fonte: SOUZA, J. M.; CAMARGO, M. V.; CAMARGO, D. J. Estruturas de concreto I. Maringá: Unicesumar, 2021. Você é o responsável pelo dimensionamento da viga cujo diagrama de momento fletor é apresentado a seguir: Figura 1 - Diagrama de memento fletor para a viga Fonte: a autora. Atenção: o diagrama já apresenta o esforço de cálculo para a viga. Com base nos conceitos aprendidos na disciplina, responda: a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negativo da viga? Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C40, CA50 e cobrimento de 2,5 cm. Adote armadura transversal igual a 5,0 mm. Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linha neutra, a área de aço necessária e por fim a quantidade de barras para resistir ao momento negativo da viga. Segue a seguir a Tabela 1 para o auxílio na determinação da quantidade de barras. Tabela 1 - Área da seção de barras em cm² Fonte: adaptado de BOTELHO, M. H. C. Concreto armado eu te amo para arquitetos. 10. ed. São Paulo: Blucher, 2019.

Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para resistir às solicitações as quais são submetidos

1 de 3
Baixar para ler offline
(99) 99119-3171
Olá, estudante! Somos da Prime Educacional e iremos te ajudar
nessa atividade!
Aponte a câmera para o Qr Code abaixo para ser direcionado para
o Whatsapp
ATIVIDADE 3 – ESTRUTURAS DE CONCRETO I – 54/2023
"Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados
para resistir às solicitações as quais são submetidos — quanto por elementos não
estruturais cujas funções não exigem uma capacidade resistente considerável. Os
elementos estruturais mais comuns, em obras de Engenharia, são as lajes, vigas e
pilares".
Fonte: SOUZA, J. M.; CAMARGO, M. V.; CAMARGO, D. J. Estruturas de concreto
I. Maringá: Unicesumar, 2021.
Você é o responsável pelo dimensionamento da viga cujo diagrama de momento
fletor é apresentado a seguir:
Figura 1 - Diagrama de memento fletor para a viga
Fonte: a autora.
Atenção: o diagrama já apresenta o esforço de cálculo para a viga.
Com base nos conceitos aprendidos na disciplina, responda:
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negativo
da viga? Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada
com C40, CA50 e cobrimento de 2,5 cm. Adote armadura transversal igual a 5,0
mm.
Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linha neutra, a
área de aço necessária e por fim a quantidade de barras para resistir ao momento
negativo da viga.
Segue a seguir a Tabela 1 para o auxílio na determinação da quantidade de barras.
Tabela 1 - Área da seção de barras em cm²
Fonte: adaptado de BOTELHO, M. H. C. Concreto armado eu te amo para
arquitetos. 10. ed. São Paulo: Blucher, 2019.
Segundo Antas (2010) o Diagrama de Bruckner é uma ferramenta gráfica que
auxilia na determinação das quantidades de corte e aterro necessárias em um
projeto de construção de estradas. Isso ajuda a garantir que a estrada seja
construída com a geometria desejada de forma eficiente em termos de custos e
impacto ambiental.
O Diagrama de Bruckner é basicamente realizado como o somatório dos volumes
acumulados de corte e de aterro, de seção a seção. Esses volumes acumulados
levam o nome de ordenadas de Bruckner. Utilize o Diagrama de Bruckner abaixo
para responder as questões.
1 - Quantos trechos de volumes de corte existem no diagrama para o segmento
representado? Indique o intervalo de estacas de cada volume.
2 - Quantos volumes de aterro existem no diagrama para o segmento representado?
Indique o intervalo de estaca de cada volume.
3 - Em que estacas ocorrem os pontos de passagem?
4 - Com base no Diagrama de Bruckner é possível determinar o perfil do greide do
trecho indicado?
Referências
ANTAS, P. M., et al. Estradas: Projeto Geométrico e de Terraplenagem. Editora
Interciência, 1ª edição. Rio de Janeiro, 2010.
Anúncio

Recomendados

ATIVIDADE 3 – ESTRUTURAS DE CONCRETO I – 54/2023
ATIVIDADE 3 – ESTRUTURAS DE CONCRETO I – 54/2023ATIVIDADE 3 – ESTRUTURAS DE CONCRETO I – 54/2023
ATIVIDADE 3 – ESTRUTURAS DE CONCRETO I – 54/2023Unicesumar
 
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...Unicesumar
 
1 - Quantos trechos de volumes de corte existem no diagrama para o segmento r...
1 - Quantos trechos de volumes de corte existem no diagrama para o segmento r...1 - Quantos trechos de volumes de corte existem no diagrama para o segmento r...
1 - Quantos trechos de volumes de corte existem no diagrama para o segmento r...Unicesumar
 
Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados...
Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados...Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados...
Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados...josecarlos413721
 
Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados...
Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados...Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados...
Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados...Prime Assessoria
 
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...Prime Assessoria
 
Os elementos estruturais mais comuns, em obras de Engenharia, são as lajes, v...
Os elementos estruturais mais comuns, em obras de Engenharia, são as lajes, v...Os elementos estruturais mais comuns, em obras de Engenharia, são as lajes, v...
Os elementos estruturais mais comuns, em obras de Engenharia, são as lajes, v...Prime Assessoria
 
Você é o responsável pelo dimensionamento da viga cujo diagrama de momento fl...
Você é o responsável pelo dimensionamento da viga cujo diagrama de momento fl...Você é o responsável pelo dimensionamento da viga cujo diagrama de momento fl...
Você é o responsável pelo dimensionamento da viga cujo diagrama de momento fl...Prime Assessoria
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para resistir às solicitações as quais são submetidos

Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linh...
Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linh...Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linh...
Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linh...Prime Assessoria
 
Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C...
Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C...Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C...
Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C...Prime Assessoria
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfPrime Assessoria
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfkatican638
 
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...memoben380
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfmemoben380
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfxotoveg388
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfvajota8414
 
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...lomoc91282
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfyalerol757
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfcigop52282
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfnemogo7580
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfyopevi3832
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfdegey77398
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfsoyelax352
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfloporo7100
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfwiwoja1421
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfxapak38238
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfjesor64885
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfvihoj47492
 

Semelhante a Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para resistir às solicitações as quais são submetidos (20)

Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linh...
Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linh...Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linh...
Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linh...
 
Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C...
Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C...Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C...
Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C...
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negat...
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdfATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
ATIVIDADE 3 - ESTRUTURAS DE CONCRETO I - 542023.pdf
 

Mais de Unicesumar

O que é um estudo de viabilidade financeira.
O que é um estudo de viabilidade financeira.O que é um estudo de viabilidade financeira.
O que é um estudo de viabilidade financeira.Unicesumar
 
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024Unicesumar
 
Em outras palavras, o estudo de viabilidade financeira responde se o esforço ...
Em outras palavras, o estudo de viabilidade financeira responde se o esforço ...Em outras palavras, o estudo de viabilidade financeira responde se o esforço ...
Em outras palavras, o estudo de viabilidade financeira responde se o esforço ...Unicesumar
 
É a análise de um conjunto de indicadores, informações e estimativas cujo res...
É a análise de um conjunto de indicadores, informações e estimativas cujo res...É a análise de um conjunto de indicadores, informações e estimativas cujo res...
É a análise de um conjunto de indicadores, informações e estimativas cujo res...Unicesumar
 
Diante disso, a Climabon construiu um Plano de Negócios e reuniu informações ...
Diante disso, a Climabon construiu um Plano de Negócios e reuniu informações ...Diante disso, a Climabon construiu um Plano de Negócios e reuniu informações ...
Diante disso, a Climabon construiu um Plano de Negócios e reuniu informações ...Unicesumar
 
c) A partir do cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Valor presente Lí...
c) A partir do cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Valor presente Lí...c) A partir do cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Valor presente Lí...
c) A partir do cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Valor presente Lí...Unicesumar
 
b) A partir do fluxo de caixa projetado, calcule o Payback (em anos, meses e ...
b) A partir do fluxo de caixa projetado, calcule o Payback (em anos, meses e ...b) A partir do fluxo de caixa projetado, calcule o Payback (em anos, meses e ...
b) A partir do fluxo de caixa projetado, calcule o Payback (em anos, meses e ...Unicesumar
 
a) Construa o fluxo de caixa projetado da Climabon para os próximos 5 anos
a) Construa o fluxo de caixa projetado da Climabon para os próximos 5 anosa) Construa o fluxo de caixa projetado da Climabon para os próximos 5 anos
a) Construa o fluxo de caixa projetado da Climabon para os próximos 5 anosUnicesumar
 
A Climabon é uma empresa situada no interior do Paraná e está há mais de 25 a...
A Climabon é uma empresa situada no interior do Paraná e está há mais de 25 a...A Climabon é uma empresa situada no interior do Paraná e está há mais de 25 a...
A Climabon é uma empresa situada no interior do Paraná e está há mais de 25 a...Unicesumar
 
3. A empresa pagará uma alíquota de imposto de 12% sobre as vendas, sendo o p...
3. A empresa pagará uma alíquota de imposto de 12% sobre as vendas, sendo o p...3. A empresa pagará uma alíquota de imposto de 12% sobre as vendas, sendo o p...
3. A empresa pagará uma alíquota de imposto de 12% sobre as vendas, sendo o p...Unicesumar
 
1. Para implantar esse projeto, a empresa necessitará de um investimento inic...
1. Para implantar esse projeto, a empresa necessitará de um investimento inic...1. Para implantar esse projeto, a empresa necessitará de um investimento inic...
1. Para implantar esse projeto, a empresa necessitará de um investimento inic...Unicesumar
 
os diferentes estilos de liderança e compreenderem como a liderança pode impa...
os diferentes estilos de liderança e compreenderem como a liderança pode impa...os diferentes estilos de liderança e compreenderem como a liderança pode impa...
os diferentes estilos de liderança e compreenderem como a liderança pode impa...Unicesumar
 
2) Descreva brevemente como cada um dos estilos de liderança podem impactar n...
2) Descreva brevemente como cada um dos estilos de liderança podem impactar n...2) Descreva brevemente como cada um dos estilos de liderança podem impactar n...
2) Descreva brevemente como cada um dos estilos de liderança podem impactar n...Unicesumar
 
Especificações Matheus treina musculação há 2 ano, pratica com o objetivo est...
Especificações Matheus treina musculação há 2 ano, pratica com o objetivo est...Especificações Matheus treina musculação há 2 ano, pratica com o objetivo est...
Especificações Matheus treina musculação há 2 ano, pratica com o objetivo est...Unicesumar
 
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...Unicesumar
 
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...Unicesumar
 
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...Unicesumar
 
Com base nos estudos e material da disciplina, explique por qual motivo o tre...
Com base nos estudos e material da disciplina, explique por qual motivo o tre...Com base nos estudos e material da disciplina, explique por qual motivo o tre...
Com base nos estudos e material da disciplina, explique por qual motivo o tre...Unicesumar
 
Com base nesse entendimento e na análise do perfil dos dois indivíduos descri...
Com base nesse entendimento e na análise do perfil dos dois indivíduos descri...Com base nesse entendimento e na análise do perfil dos dois indivíduos descri...
Com base nesse entendimento e na análise do perfil dos dois indivíduos descri...Unicesumar
 
Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga predita de...
Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga predita de...Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga predita de...
Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga predita de...Unicesumar
 

Mais de Unicesumar (20)

O que é um estudo de viabilidade financeira.
O que é um estudo de viabilidade financeira.O que é um estudo de viabilidade financeira.
O que é um estudo de viabilidade financeira.
 
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
MAPA - CCONT - ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA - 51/2024
 
Em outras palavras, o estudo de viabilidade financeira responde se o esforço ...
Em outras palavras, o estudo de viabilidade financeira responde se o esforço ...Em outras palavras, o estudo de viabilidade financeira responde se o esforço ...
Em outras palavras, o estudo de viabilidade financeira responde se o esforço ...
 
É a análise de um conjunto de indicadores, informações e estimativas cujo res...
É a análise de um conjunto de indicadores, informações e estimativas cujo res...É a análise de um conjunto de indicadores, informações e estimativas cujo res...
É a análise de um conjunto de indicadores, informações e estimativas cujo res...
 
Diante disso, a Climabon construiu um Plano de Negócios e reuniu informações ...
Diante disso, a Climabon construiu um Plano de Negócios e reuniu informações ...Diante disso, a Climabon construiu um Plano de Negócios e reuniu informações ...
Diante disso, a Climabon construiu um Plano de Negócios e reuniu informações ...
 
c) A partir do cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Valor presente Lí...
c) A partir do cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Valor presente Lí...c) A partir do cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Valor presente Lí...
c) A partir do cálculo da Taxa Interna de Retorno (TIR) e o Valor presente Lí...
 
b) A partir do fluxo de caixa projetado, calcule o Payback (em anos, meses e ...
b) A partir do fluxo de caixa projetado, calcule o Payback (em anos, meses e ...b) A partir do fluxo de caixa projetado, calcule o Payback (em anos, meses e ...
b) A partir do fluxo de caixa projetado, calcule o Payback (em anos, meses e ...
 
a) Construa o fluxo de caixa projetado da Climabon para os próximos 5 anos
a) Construa o fluxo de caixa projetado da Climabon para os próximos 5 anosa) Construa o fluxo de caixa projetado da Climabon para os próximos 5 anos
a) Construa o fluxo de caixa projetado da Climabon para os próximos 5 anos
 
A Climabon é uma empresa situada no interior do Paraná e está há mais de 25 a...
A Climabon é uma empresa situada no interior do Paraná e está há mais de 25 a...A Climabon é uma empresa situada no interior do Paraná e está há mais de 25 a...
A Climabon é uma empresa situada no interior do Paraná e está há mais de 25 a...
 
3. A empresa pagará uma alíquota de imposto de 12% sobre as vendas, sendo o p...
3. A empresa pagará uma alíquota de imposto de 12% sobre as vendas, sendo o p...3. A empresa pagará uma alíquota de imposto de 12% sobre as vendas, sendo o p...
3. A empresa pagará uma alíquota de imposto de 12% sobre as vendas, sendo o p...
 
1. Para implantar esse projeto, a empresa necessitará de um investimento inic...
1. Para implantar esse projeto, a empresa necessitará de um investimento inic...1. Para implantar esse projeto, a empresa necessitará de um investimento inic...
1. Para implantar esse projeto, a empresa necessitará de um investimento inic...
 
os diferentes estilos de liderança e compreenderem como a liderança pode impa...
os diferentes estilos de liderança e compreenderem como a liderança pode impa...os diferentes estilos de liderança e compreenderem como a liderança pode impa...
os diferentes estilos de liderança e compreenderem como a liderança pode impa...
 
2) Descreva brevemente como cada um dos estilos de liderança podem impactar n...
2) Descreva brevemente como cada um dos estilos de liderança podem impactar n...2) Descreva brevemente como cada um dos estilos de liderança podem impactar n...
2) Descreva brevemente como cada um dos estilos de liderança podem impactar n...
 
Especificações Matheus treina musculação há 2 ano, pratica com o objetivo est...
Especificações Matheus treina musculação há 2 ano, pratica com o objetivo est...Especificações Matheus treina musculação há 2 ano, pratica com o objetivo est...
Especificações Matheus treina musculação há 2 ano, pratica com o objetivo est...
 
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
 
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
Considerando as especificações, o nível de experiência, assim como o objetivo...
 
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
Considerando as especificações e o nível de experiência de Aline (Perfil 2), ...
 
Com base nos estudos e material da disciplina, explique por qual motivo o tre...
Com base nos estudos e material da disciplina, explique por qual motivo o tre...Com base nos estudos e material da disciplina, explique por qual motivo o tre...
Com base nos estudos e material da disciplina, explique por qual motivo o tre...
 
Com base nesse entendimento e na análise do perfil dos dois indivíduos descri...
Com base nesse entendimento e na análise do perfil dos dois indivíduos descri...Com base nesse entendimento e na análise do perfil dos dois indivíduos descri...
Com base nesse entendimento e na análise do perfil dos dois indivíduos descri...
 
Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga predita de...
Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga predita de...Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga predita de...
Com base nas informações sobre Matheus (Perfil 1), calcule a carga predita de...
 

Último

O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxfran50171
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxAssisTeixeira2
 
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã BainaRelatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Bainaifacasie
 
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)Adriano De Souza Sobrenome
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfddddddddddddddddddddddddddddddddddddRenandantas16
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...Colaborar Educacional
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfalexandrerodriguespk
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 

Último (20)

O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docxPLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
PLANEJAMENTO ANUAL LINGUA ESPANHOLA 2024 3 ANOS PRONTO.docx
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
 
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã BainaRelatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
 
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
004820000101011 (15).pdffdfdfdddddddddddddddddddddddddddddddddddd
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
 
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Lição 8, CPAD, A Disciplina na Igreja, 1Tr24, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 

Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para resistir às solicitações as quais são submetidos

  • 1. (99) 99119-3171 Olá, estudante! Somos da Prime Educacional e iremos te ajudar nessa atividade! Aponte a câmera para o Qr Code abaixo para ser direcionado para o Whatsapp ATIVIDADE 3 – ESTRUTURAS DE CONCRETO I – 54/2023 "Um edifício é composto tanto de elementos estruturais — que são dimensionados para resistir às solicitações as quais são submetidos — quanto por elementos não estruturais cujas funções não exigem uma capacidade resistente considerável. Os elementos estruturais mais comuns, em obras de Engenharia, são as lajes, vigas e pilares".
  • 2. Fonte: SOUZA, J. M.; CAMARGO, M. V.; CAMARGO, D. J. Estruturas de concreto I. Maringá: Unicesumar, 2021. Você é o responsável pelo dimensionamento da viga cujo diagrama de momento fletor é apresentado a seguir: Figura 1 - Diagrama de memento fletor para a viga Fonte: a autora. Atenção: o diagrama já apresenta o esforço de cálculo para a viga. Com base nos conceitos aprendidos na disciplina, responda: a) Quantas barras de 12,5 mm serão necessárias para resistir ao momento negativo da viga? Considere que a viga possui seção transversal 14x35 cm e será executada com C40, CA50 e cobrimento de 2,5 cm. Adote armadura transversal igual a 5,0 mm. Determine as resistências de cálculo, a altura útil da viga, a altura da linha neutra, a área de aço necessária e por fim a quantidade de barras para resistir ao momento negativo da viga. Segue a seguir a Tabela 1 para o auxílio na determinação da quantidade de barras. Tabela 1 - Área da seção de barras em cm² Fonte: adaptado de BOTELHO, M. H. C. Concreto armado eu te amo para arquitetos. 10. ed. São Paulo: Blucher, 2019.
  • 3. Segundo Antas (2010) o Diagrama de Bruckner é uma ferramenta gráfica que auxilia na determinação das quantidades de corte e aterro necessárias em um projeto de construção de estradas. Isso ajuda a garantir que a estrada seja construída com a geometria desejada de forma eficiente em termos de custos e impacto ambiental. O Diagrama de Bruckner é basicamente realizado como o somatório dos volumes acumulados de corte e de aterro, de seção a seção. Esses volumes acumulados levam o nome de ordenadas de Bruckner. Utilize o Diagrama de Bruckner abaixo para responder as questões. 1 - Quantos trechos de volumes de corte existem no diagrama para o segmento representado? Indique o intervalo de estacas de cada volume. 2 - Quantos volumes de aterro existem no diagrama para o segmento representado? Indique o intervalo de estaca de cada volume. 3 - Em que estacas ocorrem os pontos de passagem? 4 - Com base no Diagrama de Bruckner é possível determinar o perfil do greide do trecho indicado? Referências ANTAS, P. M., et al. Estradas: Projeto Geométrico e de Terraplenagem. Editora Interciência, 1ª edição. Rio de Janeiro, 2010.