SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
Olá, estudante! Somos da Prime Assessoria Acadêmica e iremos te
ajudar nessa atividade!
Entre em contato
(99) 98525-8486
CONTEXTUALIZAÇÃO
Ao estudar a disciplina Hidráulica, observamos que se encontra no ramo da Engenharia
Civil cuja principal atribuição é o planejamento e execução de obras ligadas aos diversos
usos dos recursos hídricos, atendendo às necessidades básicas da população e
possibilitando melhorias na saúde pública e também nas atividades econômicas.
Nesta atividade você é o(a) Engenheiro(a) deverá estimar o conjunto motobomba a ser
utilizado em um prédio residencial de múltiplos andares.
ETAPA 1
Para esta primeira etapa, inicialmente você Engenheiro(a) deverá estimar o consumo diário
de um prédio residencial de múltiplos andares contido na cidade de Maringá-Pr.
Para concepção de projeto, considere as seguintes questões:
Torro residencial com térreo + 15 pavimentos tipo;
Não possui apartamentos no térreo;
Cada pavimento possui 8 apartamentos;
Cada apartamento possui 3 dormitórios;
Área de cada apartamento é de 70 m².
OBS: Considere 1 mês com 30 dias.
Para o cálculo do consumo diário utilize a tabela de consumo potencial da SANEPAR que
está em anexo I.
ETAPA 2
Para esta segunda etapa, inicialmente você Engenheiro(a) conhecedor(a) das propriedades
hídricas e dos fatores que influenciam as perdas de carga em tubulações, irá determinar a
vazão (Q) e a altura manométrica da bomba (Hm).
Para o cálculo da vazão da bomba, a mesma será determinada em função da regularidade
com que se deseja que a bomba entre em funcionamento num período de 24h.
Para este projeto, será adotado: 3 períodos de 1:30h (cada) em um dia (24h).
Vazão:
Q=Cd/t
Sendo,
Q – Vazão (m³/h);
Cd – Consumo diário (m³);
t – número de horas da bomba em funcionamento (horas) * em um dia (24h).
Para a determinação dos diâmetros, a NBR recomenda o emprego da Fórmula de
Forchheimmer para a escolha do diâmetro (DI) de recalque:
Onde:
Dr – diâmetro externo estimado para a tubulação de recalque (m);
Q – vazão (m³/s);
N – número de horas da bomba em funcionamento (horas).
OBS: β e t tem o mesmo valor.
Para a determinação do diâmetro comercial (DE) de recalque deve-se verificar os diâmetros
na tabela do anexo II.
OBS: O diâmetro sempre será o valor comercial acima do valor encontrado. Deve-se utilizar
para o projeto a tubulação de CPVC.
Para a determinação do diâmetro comercial (DE) da tubulação de sucção (Ds), utilizará 1
(um) diâmetro comercial superior ao diâmetro de recalque (Dr).
Perda de Carga
Para a determinação da perda de carga, utiliza-se a fórmula de Fair-Whipple-Hisao,
sugerida pela NBR 5626.
Para tubos lisos (CPVC):
Onde,
J – é a perda de carga unitária, em kPa/m;
Q – é a vazão estimada considerada, em L/s;
D – é o diâmetro interno do tubo, em milímetros.
Deve-se calcular a perda de carga unitária para a tubulação de sucção e tubulação de
recalque.
Verificação da velocidade
Deve-se realizar a verificação da velocidade do escoamento que deverá estar de acordo
com o estabelecido
pela NBR 5626/98.
Q = V.A
Para a verificação de projeto a velocidade deve estar:
V ≤ 3m/s OK!
Determinação da perda de carga total (J total)
Para a análise do projeto, você utilizará a projeto isométrico da instalação predial (Figura 1).
Figura 1 – Projeto isométrico da instalação predial.
Fonte: Autor (2023).
Considere os comprimentos real e equivalentes.
Para os comprimentos equivalentes considerar:
Entrada de borda na sucção e saída da canalização no recalque.
Também considere utilizar o Joelho 90° na mudança das direções.
Verificam-se os comprimentos equivalentes (Le) na tabela do Anexo III.
Para o cálculo da perda de carga total (Jtotal).
Deverá ser calculado o Jtotal (Hs) para a sucção e o Jtotal (Hr) para o recalque.
ETAPA 3
Especificação da Bomba Instalada
Para a determinação da altura manométrica (Hm), deve-se realizar o cálculo da diferença
entre a carga ou energia do escoamento à saída e à entrada da bomba.
Sendo,
Hm = altura manométrica total (m.c.a);
Hg = altura estática total (altura geométrica);
Hs e Hr = perda de carga total (distribuída e localizada) nas tubulações de sucção e
recalque.
Para a estimativa da potência hidráulica da bomba:
Onde,
Q – vazão (m³/s);
Hm – altura manométrica (m.c.a);
Para a estimativa da potência real da bomba:
Onde,
PH – Potência Hidráulica (CV);
ηMotor – Rendimento do motor;
ηBomba – rendimento da bomba.
OBS: Considere para este projeto um rendimento de 60% para o conjunto motobomba.
Para a estimativa da potência nominal da bomba:
Onde,
PI – Potência Ideal (CV);
FS – Fator de Segurança.
Tabela 1 – Fator de segurança motores elétricos.
ANEXO I – Tabela de consumos potenciais SANEPAR.
Fonte: SANEPAR.
Anexo II – Diâmetros externo, interno e nominal das tubulações.
(3) Utilizar o valor entre parênteses para as perdas de carga localizadas.
Fonte: Macintyre, 2017.
Anexo III – Tabela de perdas de carga localizada – Equivalência em metros de tubulações
de PVC rígido ou
cobre.
Fonte: Macintyre, 2017.

Mais conteúdo relacionado

Mais de Prime Assessoria

c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdfc) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdfPrime Assessoria
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...Prime Assessoria
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...Prime Assessoria
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...Prime Assessoria
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...Prime Assessoria
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Prime Assessoria
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Prime Assessoria
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Prime Assessoria
 
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?Prime Assessoria
 

Mais de Prime Assessoria (9)

c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdfc) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
 
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
 

Último

HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Mary Alvarenga
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfmirandadudu08
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.keislayyovera123
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasRosalina Simão Nunes
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesMary Alvarenga
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 

Último (20)

HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
Grupo Tribalhista - Música Velha Infância (cruzadinha e caça palavras)
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Regência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdfRegência Nominal e Verbal português .pdf
Regência Nominal e Verbal português .pdf
 
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.Época Realista y la obra de Madame Bovary.
Época Realista y la obra de Madame Bovary.
 
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicasCenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
Cenários de Aprendizagem - Estratégia para implementação de práticas pedagógicas
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das MãesA Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
A Arte de Escrever Poemas - Dia das Mães
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 

Estimar conjunto motobomba prédio residencial

  • 1. Olá, estudante! Somos da Prime Assessoria Acadêmica e iremos te ajudar nessa atividade! Entre em contato (99) 98525-8486 CONTEXTUALIZAÇÃO Ao estudar a disciplina Hidráulica, observamos que se encontra no ramo da Engenharia Civil cuja principal atribuição é o planejamento e execução de obras ligadas aos diversos usos dos recursos hídricos, atendendo às necessidades básicas da população e possibilitando melhorias na saúde pública e também nas atividades econômicas. Nesta atividade você é o(a) Engenheiro(a) deverá estimar o conjunto motobomba a ser utilizado em um prédio residencial de múltiplos andares. ETAPA 1 Para esta primeira etapa, inicialmente você Engenheiro(a) deverá estimar o consumo diário de um prédio residencial de múltiplos andares contido na cidade de Maringá-Pr. Para concepção de projeto, considere as seguintes questões: Torro residencial com térreo + 15 pavimentos tipo; Não possui apartamentos no térreo; Cada pavimento possui 8 apartamentos; Cada apartamento possui 3 dormitórios; Área de cada apartamento é de 70 m². OBS: Considere 1 mês com 30 dias.
  • 2. Para o cálculo do consumo diário utilize a tabela de consumo potencial da SANEPAR que está em anexo I. ETAPA 2 Para esta segunda etapa, inicialmente você Engenheiro(a) conhecedor(a) das propriedades hídricas e dos fatores que influenciam as perdas de carga em tubulações, irá determinar a vazão (Q) e a altura manométrica da bomba (Hm). Para o cálculo da vazão da bomba, a mesma será determinada em função da regularidade com que se deseja que a bomba entre em funcionamento num período de 24h. Para este projeto, será adotado: 3 períodos de 1:30h (cada) em um dia (24h). Vazão: Q=Cd/t Sendo, Q – Vazão (m³/h); Cd – Consumo diário (m³); t – número de horas da bomba em funcionamento (horas) * em um dia (24h). Para a determinação dos diâmetros, a NBR recomenda o emprego da Fórmula de Forchheimmer para a escolha do diâmetro (DI) de recalque: Onde: Dr – diâmetro externo estimado para a tubulação de recalque (m); Q – vazão (m³/s); N – número de horas da bomba em funcionamento (horas). OBS: β e t tem o mesmo valor. Para a determinação do diâmetro comercial (DE) de recalque deve-se verificar os diâmetros na tabela do anexo II. OBS: O diâmetro sempre será o valor comercial acima do valor encontrado. Deve-se utilizar para o projeto a tubulação de CPVC. Para a determinação do diâmetro comercial (DE) da tubulação de sucção (Ds), utilizará 1 (um) diâmetro comercial superior ao diâmetro de recalque (Dr). Perda de Carga Para a determinação da perda de carga, utiliza-se a fórmula de Fair-Whipple-Hisao, sugerida pela NBR 5626. Para tubos lisos (CPVC): Onde, J – é a perda de carga unitária, em kPa/m; Q – é a vazão estimada considerada, em L/s; D – é o diâmetro interno do tubo, em milímetros. Deve-se calcular a perda de carga unitária para a tubulação de sucção e tubulação de recalque. Verificação da velocidade Deve-se realizar a verificação da velocidade do escoamento que deverá estar de acordo com o estabelecido pela NBR 5626/98. Q = V.A Para a verificação de projeto a velocidade deve estar: V ≤ 3m/s OK! Determinação da perda de carga total (J total) Para a análise do projeto, você utilizará a projeto isométrico da instalação predial (Figura 1).
  • 3. Figura 1 – Projeto isométrico da instalação predial. Fonte: Autor (2023). Considere os comprimentos real e equivalentes. Para os comprimentos equivalentes considerar: Entrada de borda na sucção e saída da canalização no recalque. Também considere utilizar o Joelho 90° na mudança das direções. Verificam-se os comprimentos equivalentes (Le) na tabela do Anexo III. Para o cálculo da perda de carga total (Jtotal). Deverá ser calculado o Jtotal (Hs) para a sucção e o Jtotal (Hr) para o recalque. ETAPA 3 Especificação da Bomba Instalada Para a determinação da altura manométrica (Hm), deve-se realizar o cálculo da diferença entre a carga ou energia do escoamento à saída e à entrada da bomba. Sendo, Hm = altura manométrica total (m.c.a); Hg = altura estática total (altura geométrica); Hs e Hr = perda de carga total (distribuída e localizada) nas tubulações de sucção e recalque. Para a estimativa da potência hidráulica da bomba: Onde, Q – vazão (m³/s); Hm – altura manométrica (m.c.a); Para a estimativa da potência real da bomba: Onde, PH – Potência Hidráulica (CV); ηMotor – Rendimento do motor; ηBomba – rendimento da bomba. OBS: Considere para este projeto um rendimento de 60% para o conjunto motobomba. Para a estimativa da potência nominal da bomba: Onde, PI – Potência Ideal (CV); FS – Fator de Segurança. Tabela 1 – Fator de segurança motores elétricos. ANEXO I – Tabela de consumos potenciais SANEPAR. Fonte: SANEPAR.
  • 4. Anexo II – Diâmetros externo, interno e nominal das tubulações. (3) Utilizar o valor entre parênteses para as perdas de carga localizadas. Fonte: Macintyre, 2017. Anexo III – Tabela de perdas de carga localizada – Equivalência em metros de tubulações de PVC rígido ou cobre. Fonte: Macintyre, 2017.