Historia em quadrinhos sobre autismo parte 2

1.919 visualizações

Publicada em

Parte 2 de historia em quadrinhos sobre autismo, aborda o assunto de uma forma diferente e divertida.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.919
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Historia em quadrinhos sobre autismo parte 2

  1. 1. “O Capitão Avape contra oFantasma Autismo”Esta é a segunda edição do manualsobre o autismo, elaborado pelo Grupode Saúde Mental da Avape (Associa-ção para Valorização de Pessoas comDeficiência), em parceria com oProjeto Distúrbios do Desenvolvi-mento do Instituto de Psicologiada USP, com o objetivo de informarsobre o autismo.Para fins diagnósticos, o autismo éencontrado no DSM IV-TR e na CID 10,dentro da classificação dos TranstornosInvasivos do Desenvolvimento.O conceito mais utilizado desde 2001é “continuum autistico”, sendo tambémevidenciadocomotranstornodoespectroautista. Contudo, clinicamente, parapais e cuidadores, a linguagem coloquialde fácil entendimento usualmenteutilizada é Autismo.Esta publicação segue uma linguagemsimples e acessível, com o objetivode esclarecer sobre as formas de lidarcom o autismo e o trabalho realizadoentre profissionais e familiares desde aprimeira infância.Confira no próximo episódio:“O Capitão Avape contra o Fantasma AutismoParte 3 - Inclusão: a batalha continua”.Boa leitura,Grupo de Saúde Mental da AvapeExpedientePresidente da Avape:Sylvia CuryPresidente-Executiva da Avape:Izabel RomeiroEditor de Arte:Juarez Corrêajuarezsbc@yahoo.com.brRedação:Grupo de Saúde Mental daAvape (Dr. Claudio Gomes,Dr. Marcio Falcão,Dr. Francisco Assumpção,Julianna Di Matteo, RoseliPaicheco, Simone Cucolicchioe Carolina Padovani).Comitê Editorial:Dr. Claudio Gomes,Dr. Marcio Falcão, Dr. FranciscoAssumpção, Eliana Victor,Julianna Di Matteo, RoseliPaicheco, Simone Cucolicchio,Carolina Padovani, GiseleAchkar e Giovana Batistella.Diagramação:Viviane ErdoegAvenida Brasil, 726São Paulo/SP - CEP 01430-000Tel: (11) 3055-5000E-mail: avape@avape.org.brwww.avape.org.br2
  2. 2. OI, EUSOU AESTRELA!ELAS SÃOAS MINHASAMIGAS DASUPER LIGA!OLÁ, MEUNOME ÉGALÁXIA!E EUSOU ALUA!
  3. 3. Após a descoberta de mais um caso de Autismo(dificuldade de relacionamento, comunicação e alteraçõesde comportamento), o Capitão Avape se reúne com suascolegas da Super Liga para planejar o combate ao fantasma.Em seguida, os pais de Junior são chamados para estecombate, mas primeiro a Super Liga precisa esclarecer o quea criança consegue e o que não consegue fazer, e depois,convidar os pais para serem parceiros na grande aventura decombater estes sintomas.ENTÃO, O QUEPODEMOS FAZERPARA AJUDAR ONOSSO FILHO?VOCÊSFREQUENTARÃONOSSO CENTRO DECUIDADOS, PARA QUE ELERECEBA A ESTIMULAÇÃONECESSÁRIA, ERECEBERÃO ASORIENTAÇÕES DASUPER LIGA!4
  4. 4. Inicialmente, a Super Liga deve diminuir o isolamentoda criança e favorecer o contato visual (olho no olho) seaproximando, descobrindo seus gostose objetos que despertam interessepara brincar. A Super Liga vai sevaler disso para chamar a suaatenção, e por meio dasbrincadeiras, favorecer ainteração. Assim, orientaráos pais a brincarem com ele.ROLE A LATADE VOLTAPARA O PAPAI!5
  5. 5. A Super Liga detecta queJunior não pede o que quer eutiliza a mão do outro paraconseguir o que deseja. Assim,ela tentará descobrir qual amelhor forma de comunicação,que pode ser por meio de gestos,falas ou figuras. Para isso, deixaos objetos fora do alcance dele, e nasua tentativa de utilizar a mão do outro,a Super Liga oferece uma daquelas formas e verifica suaresposta, dando-lhe a opção de escolha para evitar que eleapenas repita o que ela diz (ecolalia).VOCÊ QUERO BRINQUEDO?O AVIÃO OUA BOLA?ESCOLHEUM DELES!O AVIÃOOU ABOLA?VOCÊ SABECOMO SEUFILHO SECOMUNICA?6
  6. 6. Junior não gosta de mudanças. Quer sempre fazer tudo domesmo jeito, como por exemplo, ir pelo mesmo caminho aoCentro de Cuidados e voltar imediatamente para a casa.Se os pais mudam de caminho ou alteram esta rotina, elefica irritado, balança o corpo pra frente e pra trás e grita.A Super Liga sugere aos pais que,antecipadamente, falem e mostremfiguras dos lugares que irão passar eo que irão fazer depois. Qualquersituação de mudança de rotinadeve ser esclarecida previamentee de forma concreta.SAINDO DO CENTRODE CUIDADOS,VOCÊ VAI PARA A FEIRAE AÍ VOLTARÁPARA CASA.7
  7. 7. Por isso, ele deve ser ensinado a brincar. É preciso mostrar a elecomo se brinca e ajudá-lo a conhecer melhor o seu brinquedo,repetindo isso várias vezes.Junior às vezes não sabebrincar com seus brinquedos,se interessando apenaspor certas partes, girando,colocando na boca, etc.8
  8. 8. Juniornãopercebequandoseupai está triste ou irritado e temdificuldade para se expressar(dizer aquilo que sente).Então, seus pais são orientadosa nomear os sentimentos ereforçar as expressões defelicidade e tristeza.VOCÊ ESTÁ BRAVO,FALE PARA ELE QUE VOCÊNÃO GOSTA, QUE VOCÊNÃO QUER QUE ELE MEXANAS SUAS COISAS.9
  9. 9. Junior chora porqualquer motivo e nãoaceita ser contrariado.Sua família já não sabeo que fazer.Nesses momentos, elaé orientada a se afastar,a não ceder as suasvontades e a esperarque ele se acalme.PAROU? QUE BOM!ENTÃO VAMOSCOLOCAR A ROUPA EDEPOIS BRINCAMOS!10
  10. 10. Junior tem dificuldades para sealimentar, para ir ao banheiro eaté mesmo para dormir no horárioadequado. Para melhorar estascondutas, sua mãe tenta deixaresses ambientes mais acolhedores,divertidos e estimulantes.VAMOS FAZERXIXI JUNTOCOM O AVIÃO?VOCÊ ESTIMULASEU FILHO A SERINDEPENDENTE?11
  11. 11. Por falta de iniciativa e interesse, Junior é uma criançaque quase não presta atenção nas coisas e nas situações dodia a dia. Ele passa a maior parte do tempo se balançando.Entretanto, sua mãe quer que ele preste atenção nos livrosde histórias.DEPOIS DE VERMOSESTA HISTÓRIA VOCÊPODE ESCOLHER ENTREO AVIÃO E SUASLATINHAS!12
  12. 12. Ele fica muito tempo (ou o tempo todo) parado ou correndo.Para lhe ajudar, sua mãe tem que facilitar sua comunicação efazercomqueseuscomportamentosfiquemmaisadequadosparao momento e o lugar. Para isso, ele precisa ficar mais tranquilo, oque às vezes só se consegue por meio de medicação.COM ESTEREMÉDIO, ELE DEVEFICAR MAIS CALMO.TAMBÉM AJUDARIA SEVOCÊ O COLOCASSE PARAFAZER ALGUMAATIVIDADE FÍSICA!13
  13. 13. Depois de todo esse tempo de trabalho, de toda a dedicaçãodos profissionais e, principalmente, da família, chegou omomento de pensar no passo seguinte.ABRA OPORTÃO EPEGUE ABOLA!14
  14. 14. Não perca o próximo episódio de:O CAPITÃO AVAPECONTRA O FANTASMA AUTISMOParte 3 – Inclusão: A Batalha Continua.O Capitão Avape e aSuper Liga conseguirãovencer a batalhapela Inclusão?15
  15. 15. Apoio Institucional

×