Vereador Rezende - Requerimentos 06

1.165 visualizações

Publicada em

Requerimentos do Vereador Rezende no ano 2006.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.165
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vereador Rezende - Requerimentos 06

  1. 1. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 JUSTIFICATIVA Todos nós sabemos dos inúmeros problemas que um país, um estado e principalmente um município tem que administrar diariamente. Quando digo ‘principalmente um município’, é por ser exatamente nos municípios que estes tipos de problemas são sentidos diariamente. São problemas com a saúde, com a segurança, com a educação, etc... Mas existem alguns problemas que não dependem única e exclusivamente da administração, muito pelo contrário, a participação da população local é fator preponderante para a sua solução. Estou me referindo a falta de consciência de alguns munícipes, no aspecto da limpeza pública, principalmente nas áreas públicas municipais próximas de regiões com muitas residências. No meu ponto de vista, a coleta de lixo em nosso município nunca esteve tão regular. Em alguns bairros, o caminhão da coleta de lixo passa religiosamente as segundas, quartas e sextas-feiras, e em outros bairros, passa as terças, quintas, sábados e domingos. Portanto, o lixo domiciliar não tem ocasionado problemas, salvo aqueles em que o mal munícipe não faz a sua parte e só coloca o lixo na sua calcada após a passagem do caminhão, o que acarreta um problema de mal cheiro, invasão de ratos e outros animais como cachorros e gatos, que terão um período de até quase 48 horas para fazerem verdadeiras lambanças com este lixo ali armazenado incorretamente. Mas o que mais me preocupa são as áreas públicas municipais, como praças, canais e suas bordas, terrenos municipais ainda não edificados, etc..., que recebem diariamente lixo de todo tipo, principalmente entulho, fazendo com que estas áreas fiquem com um aspecto horrível. É lógico que é um dever da Administração Municipal fazer limpezas periódicas nestas áreas, pois como o próprio nome já diz, são áreas públicas municipais, mas não é possível de se fazer todos os dias este tipo de limpeza nos mesmos lugares. Segue fls. 02
  2. 2. Fls. 02 É muito comum, e eu mesmo já presenciei diversas vezes, e vou citar só como um dos exemplos, a área do Canal do Jardim Samambaia ser limpa numa segunda-feira e na terça-feira já encontrarmos grande quantidade de lixo e entulho no local, tornando assim sem efeito todo o trabalho do dia anterior realizado pelas equipes das nossas regionais. Esse tipo de ação não civilizada por parte de alguns maus munícipes, é o que me fez elaborar este requerimento. Diante do exposto, REQUEIRO à Mesa na forma Regimental, seja enviado ofício ao Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal DR. ALBERTO PEREIRA MOURÃO, para que seja estudado pelas secretarias competentes o seguinte: 1. Seria possível confeccionar placas com o número da Lei 657 de 1989 (que é a Lei que proíbe este tipo de vandalismo), que conste também a multa que pode ser aplicada ao infrator e, por fim, o número de telefone (Disk Denúncia) em que o bom cidadão, que normalmente é o grande prejudicado por estes atos, possa reclamar e apontar o verdadeiro culpado? 2. Seria possível também, a confecção, pela Administração Municipal ou pela firma que faz a coleta de lixo em nosso município, de catálogos ou cartilhas orientando a todos os moradores, os dias e horários em que os caminhões passam e principalmente orientar aos munícipes que em caso de perda do horário do caminhão de coleta, que o mesmo acondicione o lixo em lugar seguro dentro de sua residência e só o coloque na calçada no horário previsto da próxima coleta? 3. Na questão anterior eu citei dois casos, que foram os que eu achei mais importantes, mas tenho certeza que a empresa pode incluir nesta cartilha outras informações importantes que eu não tenha tido a percepção, como por exemplo: como armazenar melhor o lixo, como separá-lo, orientar os catadores de lixo reciclável para não deixar espalhado o lixo que não serve para eles, etc...? REQUEIRO ainda, que cópia deste documento seja enviada a empresa prestadora do serviço. Sala Marechal Castelo Branco, 08 de fevereiro de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  3. 3. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 JUSTIFICATIVA Levando-se em conta que mais de 70% (setenta por cento) dos pacientes que procuram os nossos pronto-socorros são pessoas que não possuem muitos recursos financeiros, e que, depois do atendimento médico se dirigem aos nossos ambulatórios municipais, para conseguirem os medicamentos prescritos, pois sua maioria não possui condições financeiras para comprá-los. Quando isto acontece no período compreendido entre 8:00 hs e 18:00 hs não há problemas, pois as farmácias estão de plantão nestes horários de segunda-feira a sexta-feira, mas quando isto ocorre após as 18:00 hs em qualquer dia da semana ou nos sábados, domingos e feriados, essas pessoas ficam desamparadas, sem conseguir os remédios que vão lhe tratar da dor ou do mal-estar que estão sofrendo. Tome-se, por exemplo, o carnaval que está chegando, quando as USAFAS e multi-clínicas fecharão na sexta-feira dia 24 de fevereiro e só reabrirão na teça -feira dia 01 de março, ou seja, um usuário que procurar um dos pronto-socorros na sexta-feira, e não tiver condições de comprar o remédio em alguma farmácia, ficará mais de 04 (quatro) dias sem se medicar, passando dor e agravando ainda mais o seu estado de saúde. Diante do exposto, REQUEIRO à mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais seja oficiado ao Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal DR. ALBERTO PEREIRA MOURÃO, argüindo-o respeitosamente sobre o seguinte: Segue fls. 02
  4. 4. Fls. 02 1. Seria possível implantar uma FARMÁCIA DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS 24 HORAS nos Pronto-Socorros municipais da rede pública de saúde, ou seja, Boqueirão, Quietude e Samambaia, com funcionamento 24 horas para distribuição de medicamentos, inclusive nos finais de semana e feriados? 02. Seria possível, para melhor controle e segurança, a referida FARMÁCIA DE DISTRIBUIÇÃO DE MEDICAMENTOS 24 HORAS ser a única responsável pela guarda e distribuição de medicamentos psicotrópicos distribuídos pela rede municipal de saúde, mantendo as demais farmácias de distribuição municipal durante o período diurno? Sala Marechal Castelo Branco, 08 de fevereiro de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  5. 5. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 REQUEIRO à Mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais, seja enviado ofício ao Ilustríssimo Senhor JOÃO FRANCISCO CARVALHAES, Mui Digno Superintendente da Região Sudeste da Telefônica, para que viabilize a instalação de um Telefone Público Comunitário (telefone de balcão) dentro da sede do Clube de Malha Praça é Nossa, localizada na Av. Dr. Roberto de Almeida Vinhas (Av. Marginal), mais precisamente entre a Rua Humorista Manoel de Nóbrega e a Rua Manoel F. Vicente, localizadas no Balneário Pires, atendendo assim diversos comerciantes e usuários do clube, bem como os munícipes que residem nas proximidades do referido local. Sala Marechal Castelo Branco, 08 de março de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  6. 6. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 REQUEIRO à Mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais, seja enviado ofício ao Ilustríssimo Senhor JOÃO FRANCISCO CARVALHAES, Mui Digno Superintendente da Região Sudeste da Telefônica, para que viabilize a instalação de um Telefone Público Comunitário (telefone de balcão) dentro do comércio (bar e lava rápido), localizado na Av. Estados Unidos, mais precisamente no número 1462, localizada no Parque das Américas, atendendo assim diversos comerciantes e usuários do clube, bem como os munícipes que residem nas proximidades do referido local. Sala Marechal Castelo Branco, 08 de março de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  7. 7. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 Mais uma vez, nosso município foi muito bem representado pela Confederação Brasileira de Esportes Adaptados à Terceira Idade, nas competições esportivas JORI – Jogos Regionais do Idoso e JEI – Jogos Estaduais do Idoso, realizados nos municípios de São José dos Campos e Taguaritinga, nas modalidades de Atletismo, Bocha, e Malha, onde concorreram vários municípios da região. Digo bem representado devido a boa atuação de nossos atletas nesses eventos, pois no X JORI, que contou com 54 municípios, tivemos, na modalidade atletismo o atleta JOSÉ CORDEIRO DA SILVA na 3ª colocação (categoria D), na modalidade bocha, os atletas JOSÉ LUIZ DA SILVA, JOSÉ MEDRANO NETO e JOSÉ LUCIANO FERREIRA na 1ª colocação (campeões), na modalidade malha, os atletas JOSÉ MARIA BRANQUINHO, GERALDO CAMACHO e LUIZ ARNALDO SERTORIO MILANEZ na 2ª colocação, deixando Praia Grande como 7ª colocada na Classificação Geral, enquanto que no X JEI, que contou com 154 municípios de todo Estado de São Paulo, tivemos, na modalidade atletismo a 15ª colocação, na modalidade bocha a 5ª colocação e na modalidade malha, a 2ª colocação, engrandecendo assim nosso município. Diante do exposto, REQUEIRO a Mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais, seja enviado Voto de Congratulações a todos os atletas representantes de nosso município mencionados nesse trabalho, pelo feito e por terem, tão bem representado e elevado o nome de Praia Grande nesses meios esportivos tão importantes e abrangentes. Sala Marechal Castelo Branco, 26 de abril de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  8. 8. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 REQUEIRO à Mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais, seja enviado ofício ao Ilustríssimo Senhor JOÃO FRANCISCO CARVALHAES, Mui Digno Superintendente da Região Sudeste da Telefônica, para que viabilize a instalação de um Telefone Público Comunitário (orelhão) na Av. Maria Cavalcante da Silva, próximo ao número 379, mais precisamente em frente ao SUPER MERCADO JOSÉ MENINO, localizado no Jardim Samambaia, atendendo assim diversos comerciantes e familiares que residem nas proximidades do referido local. Sala Marechal Castelo Branco, 03 de maio de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  9. 9. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 REQUEIRO à Mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais, seja enviado ofício a Ilustríssima Senhora MARIA LUCIA VASCONCELOS, Mui Digna Secretária Estadual de Educação, para que viabilize estudos no sentido de realizar os serviços de calçamento do pátio externo, reforma da quadra poliesportiva e a construção de uma cobertura para a mesma na EE Deputado Rubens Paiva, situada na Rua Manoel Rodrigues Procópio do Vale, s/nº, Jardim Samambaia, Praia Grande - SP, atendendo assim o anseio dos estudantes e melhorando as condições estruturais daquela unidade escolar. Sala Marechal Castelo Branco, 31 de maio de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  10. 10. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 REQUEIRO à Mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais, seja enviado ofício a Ilustríssima Senhora MARIA LUCIA VASCONCELOS, Mui Digna Secretária Estadual de Educação, para que viabilize estudos no sentido de realizar os serviços de reforma da quadra poliesportiva, do alambrado e a construção de uma cobertura para a mesma na EE Cidade de Barretos, situada na Rua Josefa Alves de Siqueira, 625, Jardim Anhanguera, Praia Grande - SP, atendendo assim o anseio dos estudantes e melhorando as condições estruturais daquela unidade escolar. Sala Marechal Castelo Branco, 14 de junho de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  11. 11. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 REQUEIRO à Mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais, seja enviado ofício ao Ilustríssimo Senhor JOÃO FRANCISCO CARVALHAES, Mui Digno Superintendente da Região Sudeste da Telefônica, para que viabilize a instalação de um Telefone Público Comunitário (telefone de balcão) dentro do Condomínio Edifício San Remo, localizado na Rua Afonso Bovero, mais precisamente no número 89 da referida via pública citada, localizada no Jardim Guilhermina, atendendo assim diversos munícipes que residem no referido local. Sala Marechal Castelo Branco, 14 de junho de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  12. 12. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 Sabendo do grande esforço que a Administração Municipal está fazendo para tentar regularizar todos os loteamentos de nossa cidade, muitos munícipes nos procuraram para saber mais informações sobe o assunto. Diante do exposto, REQUEIRO à mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais seja oficiado ao Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal DR. ALBERTO PEREIRA MOURÃO, argüindo-o respeitosamente sobre o seguinte: 1. Há previsão de regularização da Rua Lincoln, situada no Jardim Melvi? 2. Se afirmativa a questão anterior, qual a previsão para que isso ocorra? Sala Marechal Castelo Branco, 02 de agosto de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  13. 13. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 Recebemos numerosas reclamações de munícipes, através de abaixo assinado (que segue anexo) quanto à inexistência de 02 (duas) lombadas no cruzamento da Av. Washington Luiz (Av. Marginal) com a Av. Pedro Américo, localizadas no Parque das Américas. Tal solicitação se prende ao fato do alto índice de acidentes e atropelamentos ocorridos no referido local, ocasionados principalmente pelo grande fluxo de pedestres e a alta velocidade que os automóveis desenvolvem na via pública mencionada. Diante do exposto, REQUEIRO à mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais seja oficiado ao Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal DR. ALBERTO PEREIRA MOURÃO, para que, através dos setores competentes, agilize ações, visando a implantação dos obstáculos solicitados, evitando com isso maiores danos futuros. Sala Marechal Castelo Branco, 16 de agosto de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  14. 14. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 REQUEIRO à Mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais, seja enviado ofício ao Ilustríssimo Senhor JOÃO FRANCISCO CARVALHAES, Mui Digno Superintendente da Região Sudeste da Telefônica, para que viabilize a manutenção de um Telefone Público Comunitário (orelhão) que se encontra danificado e a instalação de mais um aparelho, ou ainda, que se troque o aparelho danificado por um aparelho duplo, na Av. Nossa Senhora de Praia Grande, esquina com a Av. Presidente Kennedy, mais precisamente em frente a PANIFICADORA NOSSA SENHORA DE PRAIA GRANDE, localizada na Vila Caiçara, atendendo assim diversos comerciantes e familiares que residem nas proximidades do referido local, pois, devido ao grande fluxo de pedestres, por ser passagem entre diversos bairros, o aparelho duplo se faz extremamente necessário. Sala Marechal Castelo Branco, 04 de outubro de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador
  15. 15. SENHOR PRESIDENTE; SENHORES VEREADORES. REQUERIMENTO N.º /06 Nestes quase 10 anos de mandato, atuando com muito orgulho como Vereador desse município nesta casa de leis, apresentei diversos trabalhos, entre eles, mais de 35 específicos em relação a telefonia pública, tanto para instalação, manutenção e transferências de aparelhos (orelhões) quanto questionamento no que se refere a novos serviços e sobre vandalismo em geral. Diante do exposto, REQUEIRO à Mesa, ouvido o Colendo Plenário, satisfeitas as formalidades regimentais, seja enviado ofício ao Ilustríssimo Senhor JOÃO FRANCISCO CARVALHAES, Mui Digno Superintendente da Região Sudeste da Telefônica, argüindo-o respeitosamente sobre o seguinte: 1. Quantas instalações de novos aparelhos e transferências solicitadas por este Vereador desde 1997 foram atendidas por esta empresa? Tal indagação se faz necessária, pois, diversos munícipes nos cobram constantemente pelos pedidos não realizados e, com base nesses números, será mais fácil explicar-lhes principalmente o porquê da não realização deste serviço tão necessário a população? Sala Marechal Castelo Branco, 04 de outubro de 2006. ANTONIO CARLOS REZENDE Vereador

×