Seminário sobre Família Ponciano

987 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
987
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
192
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário sobre Família Ponciano

  1. 1. Família, um projeto Divino! Pb. Ponciano
  2. 2. Tema:
  3. 3. O perdão deve estar no centro de nosso viver cristão.
  4. 4. • Não temos problemas com o conceito; é fácil falar sobre o perdão. • Praticar é que é difícil: • Guardamos ressentimentos “justificáveis”. • Ficamos procurando sinais de arrependimento “verdadeiros”. • Frequentemente relembramos aos outros da necessidade de arrependimento antes que lhe perdoemos. • Muitas vezes somos farisaicos e rápidos em achar faltas.
  5. 5. Definição de perdão • A palavra grega traduzida como "perdoar" significa literalmente cancelar ou remir. • Conceder o perdão gratuito para a remissão de qualquer ofensa ou dívida; desistir de qualquer reivindicação. • Deus concede o perdão livremente. • Jesus pagou o preço. • Devemos conceder o perdão livremente também, não extraindo pagamento pelo perdão.
  6. 6. Perdoar é um mandamento de Deus. • Se perdoamos, somos perdoados (Mt 6.14,15) • Deus só pode nos perdoar na medida em que estamos dispostos a perdoar os outros.
  7. 7. A falta de perdão nos mantém em escravidão (Mt 18.23-35) • Procuramos ser perdoados, mas no entanto, retemos as ofensas daqueles que tem ofendido. • Se não perdoarmos seremos entregues “aos verdugos” (Mt 18.34).
  8. 8. Conseqüências de não perdoar: • A falta de perdão frequentemente se manifesta em doenças físicas e mentais. • Frequentemente a falta de perdão é a base para formação de fortalezas demoníacas. • A falta de perdão afeta tanto ao que se recusa a perdoar, como ao não perdoado.
  9. 9. • A falta de perdão bloqueia as promessas de Deus (Mt 5.23,24; Mc11.25) • Deus nos instruiu a perdoar nosso irmão antes de orarmos. • Para que possamos caminhar em fé, precisamos manter atitudes corretas para com os outros.
  10. 10. Praticando o perdão: • Se nós ofendemos – devemos iniciar o processo de perdão. • Se nós fomos ofendidos – também devemos iniciá-lo. • Geralmente julgamos as outras pessoas pelas ações, mas nós mesmos pelas intenções.
  11. 11. • Queremos julgamento para os outros, mas misericórdia para nós mesmos. • O justificar-se apenas perpetua o pecado e mantém a separação entre as duas pessoas.
  12. 12. • O arrependimento, a mudança de pensamento, precisam ocorrer antes que o perdão divino seja estendido (Atos 8:22).
  13. 13. • A Bíblia ensina que o direito de vingança pertence ao Senhor (Romanos 12:17-21).
  14. 14. O Perdão no lar • Pedir perdão e perdoar é mostrar ao filho o caminho do amor incondicional. • “Pedir perdão é colocar remédio na ferida causada na alma do outro”.
  15. 15. • É perdoando que os pais ensinam o filho a perdoar. • É pedindo perdão que os filhos aprendem a reconhecer os seus erros.
  16. 16. Erros que devem levar os pais a pedir perdão ao filho. 1. Dar bronca no filho na hora do almoço. A reunião da família em torno da mesa é um tempo sagrado, único para comunhão.Qualquer tipo de disciplina deve ser ministrado no lugar apropriado. 2. Corrigir o filho de forma agressiva na frente dos amigos, expondo-o à vergonha. 3. Não dar ao filho o direito de perguntar ou expor o que pensa. 4. Aplicar a disciplina sem saber ao certo o que aconteceu. 5. Não cumprir aquilo que prometeu. 6. Ofender a mãe (o pai) dele. 7. Exigir além do que o filho pode oferecer.
  17. 17. • Em uma casa onde reina a graça de Deus, o perdão é praticado e a unidade da família, preservada. • Quando falta perdão, o relacionamento entre pais e filhos fica fragilizado, a família perde a confiança e ninguém caminha com liberdade dentro dessa casa. • Pedir perdão e perdoar é amar incondicionalmente e oferecer aquilo que o outro não merece: é graça, favor, bondade.
  18. 18. • O perdão é a única maneira de fazermos uma faxina no coração e reconstruirmos aquilo que foi destruído. Quando pais e filhos pedem perdão e se perdoam, eles mantêm abertos os canais por onde flui a vida de Deus na família.
  19. 19. • A manutenção da comunhão da família depende da predisposição de cada membro em perdoar uns aos outros no temor de Cristo. • É a partir do perdão incondicional que pais e filhos criam um ambiente emocional positivo, o qual contribui para o crescimento de todos. Quando errar, não se esqueça de pedir perdão. FIM
  20. 20. “Pois se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós. Porém se não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas” (Mateus 6.14-15).
  21. 21. • Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos; • E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos; • E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse. • Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. • Então o senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida. • Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem dinheiros, e, lançando mão dele, sufocava-o, dizendo: Paga-me o que me deves.
  22. 22. • Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava- lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. • Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida. • Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram- se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara. • Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste. • Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti? • E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que devia. • Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas. Mateus 18.23-35
  23. 23. • Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, • Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta. Mateus 5.23,24
  24. 24. • E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. Marcos 11.25
  25. 25. Família, um projeto de Divino
  26. 26. FIM

×