SlideShare uma empresa Scribd logo

Flyer digital pt

Este documento descreve o Mestrado em Planeamento Regional e Urbano oferecido pela Universidade de Aveiro em Portugal. O curso tem duração de 2 anos e foca-se em dotar os alunos de competências para analisar e intervir sobre o território considerando suas dimensões física, ambiental, social, econômica e política. O curso admite licenciados de várias áreas e tem 45 vagas disponíveis em 3 fases de candidatura.

1 de 3
Baixar para ler offline
MESTRADO EM
PLANEAMENTO
REGIONAL
E URBANO
EDIÇÃO 2016/2017
departamento de ciências
sociais, políticas e do território
Com uma tradição de ensino em Planeamento Regional e Urbano de mais de 30 anos,
pioneira em Portugal, a Universidade de Aveiro oferece atualmente um curso de
Mestrado em Planeamento Regional e Urbano (PRU). Este foi criado tendo como base
a transformação do curso de licenciatura em Planeamento Regional e Urbano, por via
da adequação à filosofia do processo de Bolonha, e o surgimento no Departamento de
Ciências Sociais Políticas e do Território, de uma Licenciatura em Administração
Pública, com um menor em Ordenamento do Território e Urbanismo. O curso pretende
constituir-se como uma oferta de formação mais especializada para licenciados em
áreas afins ao planeamento territorial e em todas as licenciaturas que queiram
aprofundar as suas competências neste âmbito (ver condições de acesso).
Estrutura curricular e plano de estudos
Grau conferido Mestrado
Lecionado desde 2007/08
Duração 2 anos
Regime letivo Diurno
Horário quintas e sextas-feiras, permitindo fazer
o curso com um dia semanal disponível, a 50%
Área científica Planeamento Regional e Urbano
Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do
Território
Local de lecionação Campus Universitário de
Santiago, Aveiro
Número de vagas 45
Candidaturas
1ª. fase - de 18 a 29 de abril
2ª. fase - de 18 de julho a 12 de agosto
3ª. fase - de 26 a 30 de setembro
Observações Reg. nº: R/B - Cr 49/2007
Taxa de matrícula 20€
Objetivos
Em termos globais, este curso visa dotar o aluno
de uma cultura de planeamento do território que
integre três vertentes: capacidade de
intervenção em situações concretas; conheci-
mento das ideias sobre planeamento do
território e das res-
petivas tendências de evolução no âmbito inter-
nacional; postura crítica e interventiva perante
a sociedade e o território. Assim, o curso permi-
te facilitar o acesso aos alunos a bases teórico-
-concetuais e instrumentais sólidas para analisar,
avaliar, compreender criticamente e intervir sobre
o território nas suas dimensões física, ambien-
tal, social, económica e política. Pretende-se,
nomeadamente, dotar os estudantes de compe-
tências para:
- identificar as necessidades atuais e futuras das
comunidades e fazer reconhecer as oportunida-
des, efeitos, condicionantes e exigências de
assumir determinados cursos de ação e/ou traje-
tórias de desenvolvimento;
- adotar e/ou construir modelos de organização
territorial e estratégias de desenvolvimento para
suporte de opções de intervenção que reconheçam
a diversidade de perspetivas e se traduzam em
valor acrescentado quer para interesses individu-
alizados quer para a comunidade como um todo;
- participar em diálogos multiculturais sobre
ideias, conceitos, princípios e modelos de
desenvolvimento e de planeamento do território;
- assimilar e valorizar os princípios deontológi-
cos do exercício profissional do planeamento do
território.
Condições de acesso
Podem candidatar-se os detentores do grau de
Licenciado. O Conselho Científico da Universi-
dade de Aveiro pode admitir, sob proposta da
Comissão Coordenadora de Mestrado, candidatos
que não satisfaçam as condições referidas no
número anterior mas cujo curriculum demonstre
adequada preparação para a frequência do
mestrado, como previsto na alínea d) do n.º 1
do art.º 17.º do DL n.º 74/2006, e da alínea d)
do art.º 4.º dos Termos de Referência a que
alude o n.º 2 do art.º 2.º do Regulamento de
Mestrados da Universidade de Aveiro (Mestrados
de Bolonha). Pretende-se a admissão de alunos
de formação diversificada, nomeadamente nas
áreas de Planeamento do Território, Adminis-
tração Pública, Geografia, Arquitetura, Arquite-
tura Paisagista, Engenharia Civil, Engenharia do
Ambiente, Economia, Sociologia e Turismo.
a.c.
PRU
PRU
PRU
PRU
E
PRU
PRU
CS
E
PRU
PRU
PRU
PRU
PRU
PRU
PRU
PRU
CS
PRU
PRU
t | tp | p
0 | 4 | 0
0 | 2 | 0
0 | 4 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
0 | 4 | 0
0 | 2 | 0
0 | 4 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
0 | 3 | 0
ects
6
6
6
6
6
6
6
6
6
6
6
6
6
6
6
6
12
6
6
30
Plano de estudos
1º ano | 1º semestre
Formas Urbanas
Planeamento Estratégico Territorial
Sistemas Ambientais e Sustentabilidade
Técnicas de Apoio ao Planeamento
Opção I
Desenvolvimento e Planeamento Integrado de Destinos Turísticos
Espaço Público Urbano
História do Urbanismo
Sociologia e Economia do Desenvolvimento Sustentável
Turismo e Desenvolvimento Económico
1º ano | 2o semestre
Planeamento da Mobilidade
Ambiente e Estratégias do Desenvolvimento
Dinâmicas Socio-Económicas e Territoriais
Planeamento Urbanístico
Sistemas e Políticas do Planeamento
2º ano | 1º semestre
Legislação e Administração Urbanística
Território, Política Regional e Inovação
Dissertação / Projeto / Estágio
Opção II
Europa e Políticas de População
Políticas de Reabilitação Urbana
2º ano | 2º semestre
Dissertação / Projeto / Estágio
Docentes
Artur Rosa Pires (arp@ua.pt)
Eduardo Anselmo Castro (ecastro@ua.pt)
Maria Luís Pinto (mluis pinto@ua.pt)
José Manuel Martins (jmm@ua.pt)
Elisabete Figueiredo (elisa@ua.pt)
Cristina Sousa Gomes (mcgomes@ua.pt)
Carlos Rodrigues (cjose@ua.pt)
Paulo Silva (paulosilva@ua.pt)
João Marques (jjmarques@ua.pt)
Fernando Nogueira (fnogueira@ua.pt)
José Carlos Mota (jcmota@ua.pt)
Gonçalo Santinha (g.santinha@ua.pt)
Frederico Moura Sá (fredericomsa@ua.pt)
Redes internacionais
A Escola de Planeamento de Aveiro é
fundadora da Associação Europeia de
Escolas de Planeamento - AESOP (http://w-
ww.aesop-planning.com/) e tem um longo
historial de intercâmbio de estudantes com
mais de uma dezena de Universidades
Europeias, no âmbito do Programa ERAS-
MUS.
Contatos
Direção do Curso
José Carlos Mota
(jcmota@ua.pt | T. 234 372 461)
Secretariado
Sandra Bastos
(sandra.bastos@ua.pt | T. 234 372 501)

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Learning In Nonstationary Environments: Perspectives And Applications. Part1:...
Learning In Nonstationary Environments: Perspectives And Applications. Part1:...Learning In Nonstationary Environments: Perspectives And Applications. Part1:...
Learning In Nonstationary Environments: Perspectives And Applications. Part1:...Giacomo Boracchi
 
Pasaules lielākā stunda "Izglītības iegūšanas iespējas pasaulē"
Pasaules lielākā stunda "Izglītības iegūšanas iespējas pasaulē"Pasaules lielākā stunda "Izglītības iegūšanas iespējas pasaulē"
Pasaules lielākā stunda "Izglītības iegūšanas iespējas pasaulē"liela_stunda
 
¿Cómo se formó la Luna?
¿Cómo se formó la Luna?¿Cómo se formó la Luna?
¿Cómo se formó la Luna?Ruben Lijo
 
Change Detection in Multivariate Data: Likelihood and Detectability Loss
Change Detection in Multivariate Data: Likelihood and Detectability LossChange Detection in Multivariate Data: Likelihood and Detectability Loss
Change Detection in Multivariate Data: Likelihood and Detectability LossGiacomo Boracchi
 
¿Qué es el Método Científico?
¿Qué es el Método Científico?¿Qué es el Método Científico?
¿Qué es el Método Científico?Ruben Lijo
 
Retórica da acção urbana
Retórica da acção urbanaRetórica da acção urbana
Retórica da acção urbanaurbanismotatico
 
Designing an automated and data-driven organization
Designing an automated and data-driven organizationDesigning an automated and data-driven organization
Designing an automated and data-driven organizationIndia Quotient
 
Entrepreneurship education in india
Entrepreneurship education in indiaEntrepreneurship education in india
Entrepreneurship education in indiatushar chaudhari
 
Chatbots Hackathon EVA - 2 место - Encom
Chatbots Hackathon EVA - 2 место - EncomChatbots Hackathon EVA - 2 место - Encom
Chatbots Hackathon EVA - 2 место - Encomchatbotscommunity
 
LPBots - EdHack - Chatbots Community
LPBots - EdHack - Chatbots CommunityLPBots - EdHack - Chatbots Community
LPBots - EdHack - Chatbots Communitychatbotscommunity
 
Evolución del clima y Cambios Climáticos
Evolución del clima y Cambios ClimáticosEvolución del clima y Cambios Climáticos
Evolución del clima y Cambios Climáticosbgbocairent
 
Data sience coffe
Data sience coffeData sience coffe
Data sience coffeNoboru Kano
 

Destaque (18)

Learning In Nonstationary Environments: Perspectives And Applications. Part1:...
Learning In Nonstationary Environments: Perspectives And Applications. Part1:...Learning In Nonstationary Environments: Perspectives And Applications. Part1:...
Learning In Nonstationary Environments: Perspectives And Applications. Part1:...
 
Pasaules lielākā stunda "Izglītības iegūšanas iespējas pasaulē"
Pasaules lielākā stunda "Izglītības iegūšanas iespējas pasaulē"Pasaules lielākā stunda "Izglītības iegūšanas iespējas pasaulē"
Pasaules lielākā stunda "Izglītības iegūšanas iespējas pasaulē"
 
¿Cómo se formó la Luna?
¿Cómo se formó la Luna?¿Cómo se formó la Luna?
¿Cómo se formó la Luna?
 
Change Detection in Multivariate Data: Likelihood and Detectability Loss
Change Detection in Multivariate Data: Likelihood and Detectability LossChange Detection in Multivariate Data: Likelihood and Detectability Loss
Change Detection in Multivariate Data: Likelihood and Detectability Loss
 
Boli Rare 2009
Boli Rare 2009Boli Rare 2009
Boli Rare 2009
 
¿Qué es el Método Científico?
¿Qué es el Método Científico?¿Qué es el Método Científico?
¿Qué es el Método Científico?
 
Retórica da acção urbana
Retórica da acção urbanaRetórica da acção urbana
Retórica da acção urbana
 
Delicious
DeliciousDelicious
Delicious
 
Designing an automated and data-driven organization
Designing an automated and data-driven organizationDesigning an automated and data-driven organization
Designing an automated and data-driven organization
 
Entrepreneurship education in india
Entrepreneurship education in indiaEntrepreneurship education in india
Entrepreneurship education in india
 
Технологический подход
Технологический подходТехнологический подход
Технологический подход
 
Chatbots Hackathon EVA - 2 место - Encom
Chatbots Hackathon EVA - 2 место - EncomChatbots Hackathon EVA - 2 место - Encom
Chatbots Hackathon EVA - 2 место - Encom
 
B2C SEO Smarts - Jessica Bowman
B2C SEO Smarts - Jessica BowmanB2C SEO Smarts - Jessica Bowman
B2C SEO Smarts - Jessica Bowman
 
LPBots - EdHack - Chatbots Community
LPBots - EdHack - Chatbots CommunityLPBots - EdHack - Chatbots Community
LPBots - EdHack - Chatbots Community
 
Evolución del clima y Cambios Climáticos
Evolución del clima y Cambios ClimáticosEvolución del clima y Cambios Climáticos
Evolución del clima y Cambios Climáticos
 
Functional Theory
Functional TheoryFunctional Theory
Functional Theory
 
Data sience coffe
Data sience coffeData sience coffe
Data sience coffe
 
Alessandro Balducci - Planning as a Trading Zone
Alessandro Balducci - Planning as a Trading ZoneAlessandro Balducci - Planning as a Trading Zone
Alessandro Balducci - Planning as a Trading Zone
 

Semelhante a Flyer digital pt

GESTÃO DOS ESPAÇOS LIVRES: UMA ABORDAGEM PARA CIDADES UNIVERSITÁRIAS
GESTÃO DOS ESPAÇOS LIVRES: UMA ABORDAGEM PARA CIDADES UNIVERSITÁRIASGESTÃO DOS ESPAÇOS LIVRES: UMA ABORDAGEM PARA CIDADES UNIVERSITÁRIAS
GESTÃO DOS ESPAÇOS LIVRES: UMA ABORDAGEM PARA CIDADES UNIVERSITÁRIASRoberta Oliveira
 
Anais V SEMEAP - O CINEMA COMO EXPERIÊNCIA DE ARTE EDUCAÇÃO NA PREVENÇÃO À D...
Anais V SEMEAP - O CINEMA COMO EXPERIÊNCIA DE ARTE  EDUCAÇÃO NA PREVENÇÃO À D...Anais V SEMEAP - O CINEMA COMO EXPERIÊNCIA DE ARTE  EDUCAÇÃO NA PREVENÇÃO À D...
Anais V SEMEAP - O CINEMA COMO EXPERIÊNCIA DE ARTE EDUCAÇÃO NA PREVENÇÃO À D...Wladimir Farias Tenorio Filho
 
Edital cultura 2013
Edital cultura 2013Edital cultura 2013
Edital cultura 2013cpmeco
 
Curso de capacitacao gestao
Curso de capacitacao gestaoCurso de capacitacao gestao
Curso de capacitacao gestaoCapacite1
 
projeto_pedagogico UFES.pdf
projeto_pedagogico UFES.pdfprojeto_pedagogico UFES.pdf
projeto_pedagogico UFES.pdfranilson borja
 
Cesaltina Abreu - Espaços e Sociabilidades em Luanda, DW Debate 05/12/2014
Cesaltina Abreu - Espaços e Sociabilidades em Luanda, DW Debate 05/12/2014Cesaltina Abreu - Espaços e Sociabilidades em Luanda, DW Debate 05/12/2014
Cesaltina Abreu - Espaços e Sociabilidades em Luanda, DW Debate 05/12/2014Development Workshop Angola
 
Projeto pedagogico campuszonaleste_institutodascidades
Projeto pedagogico campuszonaleste_institutodascidadesProjeto pedagogico campuszonaleste_institutodascidades
Projeto pedagogico campuszonaleste_institutodascidadesMASCEDO1963
 
Geografia A 10 11 Homol Nova Ver
Geografia A 10 11 Homol Nova VerGeografia A 10 11 Homol Nova Ver
Geografia A 10 11 Homol Nova Vercardosomarco
 
Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
 Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Isctepabloalvarezprz
 
Plano de Ensino - API II
Plano de Ensino - API IIPlano de Ensino - API II
Plano de Ensino - API IIKellen Priscila
 
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020Luis Borges Gouveia
 
Seminario Permanente em Petropolis 07/07
Seminario Permanente em Petropolis 07/07Seminario Permanente em Petropolis 07/07
Seminario Permanente em Petropolis 07/07Fórum De Cultura
 

Semelhante a Flyer digital pt (20)

Flyer para impressao_preto_pt
Flyer para impressao_preto_ptFlyer para impressao_preto_pt
Flyer para impressao_preto_pt
 
Flyer impressao preto pt
Flyer impressao preto ptFlyer impressao preto pt
Flyer impressao preto pt
 
Plano mobilidades - AGUDOS
Plano mobilidades - AGUDOSPlano mobilidades - AGUDOS
Plano mobilidades - AGUDOS
 
GESTÃO DOS ESPAÇOS LIVRES: UMA ABORDAGEM PARA CIDADES UNIVERSITÁRIAS
GESTÃO DOS ESPAÇOS LIVRES: UMA ABORDAGEM PARA CIDADES UNIVERSITÁRIASGESTÃO DOS ESPAÇOS LIVRES: UMA ABORDAGEM PARA CIDADES UNIVERSITÁRIAS
GESTÃO DOS ESPAÇOS LIVRES: UMA ABORDAGEM PARA CIDADES UNIVERSITÁRIAS
 
Geografia a 10_11
Geografia a 10_11Geografia a 10_11
Geografia a 10_11
 
Anais V SEMEAP - O CINEMA COMO EXPERIÊNCIA DE ARTE EDUCAÇÃO NA PREVENÇÃO À D...
Anais V SEMEAP - O CINEMA COMO EXPERIÊNCIA DE ARTE  EDUCAÇÃO NA PREVENÇÃO À D...Anais V SEMEAP - O CINEMA COMO EXPERIÊNCIA DE ARTE  EDUCAÇÃO NA PREVENÇÃO À D...
Anais V SEMEAP - O CINEMA COMO EXPERIÊNCIA DE ARTE EDUCAÇÃO NA PREVENÇÃO À D...
 
Edital cultura 2013
Edital cultura 2013Edital cultura 2013
Edital cultura 2013
 
Curso de capacitacao gestao
Curso de capacitacao gestaoCurso de capacitacao gestao
Curso de capacitacao gestao
 
projeto_pedagogico UFES.pdf
projeto_pedagogico UFES.pdfprojeto_pedagogico UFES.pdf
projeto_pedagogico UFES.pdf
 
Cesaltina Abreu - Espaços e Sociabilidades em Luanda, DW Debate 05/12/2014
Cesaltina Abreu - Espaços e Sociabilidades em Luanda, DW Debate 05/12/2014Cesaltina Abreu - Espaços e Sociabilidades em Luanda, DW Debate 05/12/2014
Cesaltina Abreu - Espaços e Sociabilidades em Luanda, DW Debate 05/12/2014
 
Projeto pedagogico campuszonaleste_institutodascidades
Projeto pedagogico campuszonaleste_institutodascidadesProjeto pedagogico campuszonaleste_institutodascidades
Projeto pedagogico campuszonaleste_institutodascidades
 
Programa
ProgramaPrograma
Programa
 
Geografia A 10 11 Homol Nova Ver
Geografia A 10 11 Homol Nova VerGeografia A 10 11 Homol Nova Ver
Geografia A 10 11 Homol Nova Ver
 
Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
 Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
Sessão Abertura Mestrado Serviço Social Iscte
 
Curriculo.pptx
Curriculo.pptxCurriculo.pptx
Curriculo.pptx
 
Ebook PPI
Ebook PPIEbook PPI
Ebook PPI
 
Plano de Ensino - API II
Plano de Ensino - API IIPlano de Ensino - API II
Plano de Ensino - API II
 
Download
DownloadDownload
Download
 
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
Livro de Resumos do Seminário PhD CI - SiTEGI 2020
 
Seminario Permanente em Petropolis 07/07
Seminario Permanente em Petropolis 07/07Seminario Permanente em Petropolis 07/07
Seminario Permanente em Petropolis 07/07
 

Mais de Mestrado em Planeamento Regional e Urbano (UA)

Mais de Mestrado em Planeamento Regional e Urbano (UA) (20)

Frederico Lopes- 1,2,3 macaquinho do xinês
Frederico Lopes- 1,2,3 macaquinho do xinês  Frederico Lopes- 1,2,3 macaquinho do xinês
Frederico Lopes- 1,2,3 macaquinho do xinês
 
Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia
Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia
Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia
 
Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia
Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia
Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia
 
Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia
Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia
Cláudia Silva - Mapas & Tecnologia
 
Joana Pestana Lages - projeto BIP ZIP «Um Género de Escola!»
Joana Pestana Lages - projeto BIP ZIP «Um Género de Escola!»Joana Pestana Lages - projeto BIP ZIP «Um Género de Escola!»
Joana Pestana Lages - projeto BIP ZIP «Um Género de Escola!»
 
Ricardo Nogueira Martins, Laboratório da Paisagem, Guimarães
Ricardo Nogueira Martins, Laboratório da Paisagem, GuimarãesRicardo Nogueira Martins, Laboratório da Paisagem, Guimarães
Ricardo Nogueira Martins, Laboratório da Paisagem, Guimarães
 
síntese da conversa «É AVEIRO UMA CIDADE INTERCULTURAL?»
síntese da conversa «É AVEIRO UMA CIDADE INTERCULTURAL?»síntese da conversa «É AVEIRO UMA CIDADE INTERCULTURAL?»
síntese da conversa «É AVEIRO UMA CIDADE INTERCULTURAL?»
 
Avenida Santa Joana - Aveiro
Avenida Santa Joana - AveiroAvenida Santa Joana - Aveiro
Avenida Santa Joana - Aveiro
 
Rua da Pega - Aveiro
Rua da Pega - AveiroRua da Pega - Aveiro
Rua da Pega - Aveiro
 
Ponte Praça - Aveiro
Ponte Praça - AveiroPonte Praça - Aveiro
Ponte Praça - Aveiro
 
Avenida da Universidade - Aveiro
Avenida da Universidade - AveiroAvenida da Universidade - Aveiro
Avenida da Universidade - Aveiro
 
Avenida 25 de Abril - Aveiro
Avenida 25 de Abril - AveiroAvenida 25 de Abril - Aveiro
Avenida 25 de Abril - Aveiro
 
Enquadramento do debate- O presente das cidades tem futuro
Enquadramento do debate- O presente das cidades tem futuroEnquadramento do debate- O presente das cidades tem futuro
Enquadramento do debate- O presente das cidades tem futuro
 
Grazia Concilio Antonio Longo - Milano Intorno al Lambro
Grazia Concilio Antonio Longo - Milano Intorno al LambroGrazia Concilio Antonio Longo - Milano Intorno al Lambro
Grazia Concilio Antonio Longo - Milano Intorno al Lambro
 
Paula Cristina Marques - BIP/ZIP Strategy Collective action
Paula Cristina Marques - BIP/ZIP Strategy Collective actionPaula Cristina Marques - BIP/ZIP Strategy Collective action
Paula Cristina Marques - BIP/ZIP Strategy Collective action
 
Gavan Rafferty Louise O'kane - Community Participation in Planning BELFAST
Gavan Rafferty Louise O'kane - Community Participation in Planning BELFASTGavan Rafferty Louise O'kane - Community Participation in Planning BELFAST
Gavan Rafferty Louise O'kane - Community Participation in Planning BELFAST
 
José Carlos Mota Fernando Nogueira - COMMUNITY PARTICIPATION IN PLANNING – PI...
José Carlos Mota Fernando Nogueira - COMMUNITY PARTICIPATION IN PLANNING – PI...José Carlos Mota Fernando Nogueira - COMMUNITY PARTICIPATION IN PLANNING – PI...
José Carlos Mota Fernando Nogueira - COMMUNITY PARTICIPATION IN PLANNING – PI...
 
Eduardo Anselmo Castro - Metodologias de participação em planos estratégicos
Eduardo Anselmo Castro - Metodologias de participação em planos estratégicosEduardo Anselmo Castro - Metodologias de participação em planos estratégicos
Eduardo Anselmo Castro - Metodologias de participação em planos estratégicos
 
Abstract book «Participation in planning and public policy» 23/24 Feb 2017 Un...
Abstract book «Participation in planning and public policy» 23/24 Feb 2017 Un...Abstract book «Participation in planning and public policy» 23/24 Feb 2017 Un...
Abstract book «Participation in planning and public policy» 23/24 Feb 2017 Un...
 
Orçamento Participativo Portugal Sessão de Aveiro
Orçamento Participativo Portugal Sessão de AveiroOrçamento Participativo Portugal Sessão de Aveiro
Orçamento Participativo Portugal Sessão de Aveiro
 

Último

Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...GraceDavino
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.Prime Assessoria
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxColmeias
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIAHenrique Pontes
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...apoioacademicoead
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...excellenceeducaciona
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
A Organização Racional do Trabalho (ORT), proposta por Frederick Taylor no in...
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
 

Flyer digital pt

  • 1. MESTRADO EM PLANEAMENTO REGIONAL E URBANO EDIÇÃO 2016/2017 departamento de ciências sociais, políticas e do território
  • 2. Com uma tradição de ensino em Planeamento Regional e Urbano de mais de 30 anos, pioneira em Portugal, a Universidade de Aveiro oferece atualmente um curso de Mestrado em Planeamento Regional e Urbano (PRU). Este foi criado tendo como base a transformação do curso de licenciatura em Planeamento Regional e Urbano, por via da adequação à filosofia do processo de Bolonha, e o surgimento no Departamento de Ciências Sociais Políticas e do Território, de uma Licenciatura em Administração Pública, com um menor em Ordenamento do Território e Urbanismo. O curso pretende constituir-se como uma oferta de formação mais especializada para licenciados em áreas afins ao planeamento territorial e em todas as licenciaturas que queiram aprofundar as suas competências neste âmbito (ver condições de acesso). Estrutura curricular e plano de estudos Grau conferido Mestrado Lecionado desde 2007/08 Duração 2 anos Regime letivo Diurno Horário quintas e sextas-feiras, permitindo fazer o curso com um dia semanal disponível, a 50% Área científica Planeamento Regional e Urbano Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território Local de lecionação Campus Universitário de Santiago, Aveiro Número de vagas 45 Candidaturas 1ª. fase - de 18 a 29 de abril 2ª. fase - de 18 de julho a 12 de agosto 3ª. fase - de 26 a 30 de setembro Observações Reg. nº: R/B - Cr 49/2007 Taxa de matrícula 20€ Objetivos Em termos globais, este curso visa dotar o aluno de uma cultura de planeamento do território que integre três vertentes: capacidade de intervenção em situações concretas; conheci- mento das ideias sobre planeamento do território e das res- petivas tendências de evolução no âmbito inter- nacional; postura crítica e interventiva perante a sociedade e o território. Assim, o curso permi- te facilitar o acesso aos alunos a bases teórico- -concetuais e instrumentais sólidas para analisar, avaliar, compreender criticamente e intervir sobre o território nas suas dimensões física, ambien- tal, social, económica e política. Pretende-se, nomeadamente, dotar os estudantes de compe- tências para: - identificar as necessidades atuais e futuras das comunidades e fazer reconhecer as oportunida- des, efeitos, condicionantes e exigências de assumir determinados cursos de ação e/ou traje- tórias de desenvolvimento; - adotar e/ou construir modelos de organização territorial e estratégias de desenvolvimento para suporte de opções de intervenção que reconheçam a diversidade de perspetivas e se traduzam em valor acrescentado quer para interesses individu- alizados quer para a comunidade como um todo; - participar em diálogos multiculturais sobre ideias, conceitos, princípios e modelos de desenvolvimento e de planeamento do território; - assimilar e valorizar os princípios deontológi- cos do exercício profissional do planeamento do território. Condições de acesso Podem candidatar-se os detentores do grau de Licenciado. O Conselho Científico da Universi- dade de Aveiro pode admitir, sob proposta da Comissão Coordenadora de Mestrado, candidatos que não satisfaçam as condições referidas no número anterior mas cujo curriculum demonstre adequada preparação para a frequência do mestrado, como previsto na alínea d) do n.º 1 do art.º 17.º do DL n.º 74/2006, e da alínea d) do art.º 4.º dos Termos de Referência a que alude o n.º 2 do art.º 2.º do Regulamento de Mestrados da Universidade de Aveiro (Mestrados de Bolonha). Pretende-se a admissão de alunos de formação diversificada, nomeadamente nas áreas de Planeamento do Território, Adminis- tração Pública, Geografia, Arquitetura, Arquite- tura Paisagista, Engenharia Civil, Engenharia do Ambiente, Economia, Sociologia e Turismo. a.c. PRU PRU PRU PRU E PRU PRU CS E PRU PRU PRU PRU PRU PRU PRU PRU CS PRU PRU t | tp | p 0 | 4 | 0 0 | 2 | 0 0 | 4 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 0 | 4 | 0 0 | 2 | 0 0 | 4 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 0 | 3 | 0 ects 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 12 6 6 30 Plano de estudos 1º ano | 1º semestre Formas Urbanas Planeamento Estratégico Territorial Sistemas Ambientais e Sustentabilidade Técnicas de Apoio ao Planeamento Opção I Desenvolvimento e Planeamento Integrado de Destinos Turísticos Espaço Público Urbano História do Urbanismo Sociologia e Economia do Desenvolvimento Sustentável Turismo e Desenvolvimento Económico 1º ano | 2o semestre Planeamento da Mobilidade Ambiente e Estratégias do Desenvolvimento Dinâmicas Socio-Económicas e Territoriais Planeamento Urbanístico Sistemas e Políticas do Planeamento 2º ano | 1º semestre Legislação e Administração Urbanística Território, Política Regional e Inovação Dissertação / Projeto / Estágio Opção II Europa e Políticas de População Políticas de Reabilitação Urbana 2º ano | 2º semestre Dissertação / Projeto / Estágio
  • 3. Docentes Artur Rosa Pires (arp@ua.pt) Eduardo Anselmo Castro (ecastro@ua.pt) Maria Luís Pinto (mluis pinto@ua.pt) José Manuel Martins (jmm@ua.pt) Elisabete Figueiredo (elisa@ua.pt) Cristina Sousa Gomes (mcgomes@ua.pt) Carlos Rodrigues (cjose@ua.pt) Paulo Silva (paulosilva@ua.pt) João Marques (jjmarques@ua.pt) Fernando Nogueira (fnogueira@ua.pt) José Carlos Mota (jcmota@ua.pt) Gonçalo Santinha (g.santinha@ua.pt) Frederico Moura Sá (fredericomsa@ua.pt) Redes internacionais A Escola de Planeamento de Aveiro é fundadora da Associação Europeia de Escolas de Planeamento - AESOP (http://w- ww.aesop-planning.com/) e tem um longo historial de intercâmbio de estudantes com mais de uma dezena de Universidades Europeias, no âmbito do Programa ERAS- MUS. Contatos Direção do Curso José Carlos Mota (jcmota@ua.pt | T. 234 372 461) Secretariado Sandra Bastos (sandra.bastos@ua.pt | T. 234 372 501)