SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
E    D     I    Ç    Ã     O         V     E    R    Ã     O         2    0    0    9


                       o
       FAMÍLIa Silva 
         GRALHA AZUL
        GRALHA AZUL
BOLETIM MENSAL - No. 19 - JANEIRO - 2012 - SOCIEDADE BRASILEIRA DE MÉDICOS ESCRITORES - SOBRAMES - PR


 XXIV CONGRESSO DA SOBRAMES





       Foto da VI Jornada da Sobrames em São Luis do Maranhão, entre amigos, Paulo Camelo, Sérgio
Pitaki, Walter Miranda, Josemar Alvarenga e José Maria Chaves comemorando o lançamento do
primeiro cartaz do XXIV Congresso da Sobrames, que será realizado entre os dias 11-13 de Outubro de
2012 em Curitiba, Paraná.

       Naquela querida capital do Estado do Maranhão foram oficializados vários pontos importantes
para a realização do XXIV Congresso. Tive a satisfação de apresentar os prólogos do Congresso por
quase uma hora, dentro da programação da Jornada, a convite do caríssimo Michel Herbert. Sugeri
nesta oportunidade eleger entre os presentes, sobramistas ativos e desejosos de colaborar com a
divulgação nacional do evento e foram os escolhidos: Paulo Camelo de Pernambuco, José Carlos Serufo
de Minas Gerais , Hélio Begliomini de São Paulo e eu do Paraná, como presidente do Congresso. Essa é
a comissão nacional para assuntos estratégicos, entre estes, congregar o maior número de confrades e
confreiras para participarem ativamente deste evento. A comissão local, composta pelos confrades Fahed
Daher, Sonia Braga, Ari Jurkievicz, Hélio Germiniani e Mário Stival.

       O Hotel Bourbon, no centro de Curitiba foi escolhido para a abertura e realização do evento, a
pedidos, o jantar em Santa Felicidade será no Restaurante Don Antônio e o encerramento festivo com
jantar e premiação seraá no Salão Ruby do Círculo Militar do Paraná.

       Todos serão muito bem-vindos.

       
      
       
     
       
      
      
      
       Sérgio Pitaki
 	
         Oração Ao Tempo
                                 Caetano Veloso     !         TEMPO
              És um senhor tão bonito
              Quanto a cara do meu filho            !     O tempo é parceiro. Pode ser. O tempo é inimigo.
              Tempo tempo tempo tempo               Pode ser. Tento entendê-lo.
              Vou te fazer um pedido
              Compositor de destinos                !     Há dois anos deixei de usar relógios de pulso.
                                                    Aposentei-os. O tempo parece igual. Eu é que mudei.
              Tambor de todos os rítmos
                                                    Mudo todos os dias. Ele não. Continua voraz. Inexorável.
              Entro num acordo contigo
                                                    Contundente. Às vezes, feroz.
              Por seres tão inventivo
              E pareceres contínuo                  !       Drumond, na sua poesia descreve como gênio, o
              És um dos deuses mais lindos          ser humano que dissecou o tempo e o dividiu. Criou o
              Que sejas ainda mais vivo             começo, meio e fim. Com direito a renovação e a um novo
              No som do meu estribilho              início, chamado Esperança.
              Tempo tempo tempo tempo
              Ouve bem o que te digo                !     Tento imaginar como Castro Alves pensava sobre o
                                                    tempo. Viveu. Lutou. Brilhou. E jovem, morreu. Mas vive
              Peço-te o prazer legítimo
                                                    para nós. Sua vida é um colossal templo ao tempo.
              E o movimento preciso
                                                    Mostra-nos ou melhor ensina-nos que há muito para fazer
              Quando o tempo for propício           em pouco tempo. Ainda há ouvidos para a poesia. Há
              De modo que o meu espírito            corações para o melhor da humanidade.
              Ganhe um brilho definido
              E eu espalhe benefícios               !      O que fazer com o novo tempo chamado 2012?
              O que usaremos prá isso               Não uso relógio. Sigo meu coração, minhas paixões,
              Fica guardado em sigilo               determinacões. Aprendo em Drumond a criar a Esperança
                                                    e usá-la como Antônio Frederico de Castro Alves em seus
              Apenas contigo e comigo
                                                    apenas 24 anos.
              E quando eu tiver saído
              Para fora do teu círculo              !      Caetano negocia com o Tempo. Pede-lhe o “prazer
              Não serei nem terás sido              legítimo e o movimento preciso”, e que seu “espírito
              Ainda assim acredito                  ganhe um brilho definido e espalhe benefícios”. É um
              Ser possível reunirmo-nos             poeta com poesia e ação. Demonstra musicalmente a
              Num outro nível de vínculo            humildade em pedir ao Tempo, desde que ele é o
              Portanto peço-te aquilo               “compositor de destinos” e “tambor de todos os ritmos”.
              E te ofereço elogios
                                                    Vamos usar o tempo sem que ele nos use. Vamos cheirar,
              Nas rimas do meu estilo
                                                    vestir, investir, engravidar o tempo, e que seja pródigo na
              Tempo tempo tempo tempo...
                                                    sua prole. Que nos suporte até a sensação final de termos
       OUÇA EM:
       http://letras.terra.com.br/caetano-veloso/
                                                    bem vivido, bem dividido, bem sonhado, bem feito o bem,
                                                    até “sairmos para fora do teu círculo” - Tempo.
                                                    !       !       !     !      !     !      SPitaki
              “Cortar o tempo
               Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
               a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.
               Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
               Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
               Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra
               vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente”
                                                                  Carlos Drummond de Andrade

BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 19 - JANEIRO 2012                                          2
Confúcio
“Mil dias não bastam para aprender o bem; mas Mil dias não bastam para aprender o bem;
mas para aprender o mal, uma hora é demais.”
Marquês de Maricá
“Nenhum tempo e nenhum lugar nos agrada tanto como o tempo que não existe, e o lugar em
que não estamos.”
Confúcio
“O mestre disse: Quem chega aos quarenta anos sem ser estimado, não o será nunca mais.”
Herbert Spencer
“Tempo é aquilo que o homem está sempre tentando matar, mas que no fim acaba matando-o.”
Honoré de Balzac
“O tempo é o único capital das pessoas que têm como fortuna apenas a sua inteligência.”
Oscar Wilde
“Cada um de nós para o tempo em busca do segredo da vida. O segredo da vida está na arte.”
Mário Quintana
“Tempo
Coisa que acaba de deixar a querida leitora um pouco mais velha ao chegar ao fim desta linha.”


                                                                                             ANEDOTÁRIO:
                                                        	                         	             	   	    SPitaki

                               Luis de                  	
                       	
                         O.V.N.I.

                               Camões                   	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  Suspeito	
  objeto	
  voador	
  não	
  iden2ficado
                                                        	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  De	
  Norte	
  ao	
  Sul,	
  vagueia	
  pelo	
  Brasil	
  e
                                                        	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  De	
  Leste	
  a	
  Oeste	
  é	
  	
  deslocado
                                                        	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  No	
  firmamento,	
  vê-­‐se	
  a	
  mil
                       E
                   FAC
                         K                              	
  	
  	
  Objeto	
  iden2ficado	
  na	
  sociedade	
  com
                    BOO
                                                        	
  	
  	
  Alterna2vos	
  preceitos,	
  
 No mundo quis um tempo que se achasse                  	
  	
  	
  ora	
  verso,	
  	
  ora	
  prosa,	
  ora	
  ação
 o bem que por acerto ou sorte vinha;                   	
  	
  	
  Preenche	
  nossas	
  páginas	
  com	
  felicidade
 e, por experimentar que dita tinha,                    	
  	
  	
  Sempre	
  contente	
  e	
  sempre	
  prosa
 quis que a Fortuna em mim se experimentasse.
                                                        	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  Ficamos	
  a	
  mercê	
  da	
  alegria
  Mas por que meu destino me mostrasse                  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  Amizade,	
  peito	
  aberto.
  que nem ter esperanças me convinha,                   	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  Ao	
  longe,	
  nas	
  Minas
  nunca nesta tão longa vida minha
  cousa me deixou ver que desejasse.                    	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  Acima,	
  o	
  céu	
  azul	
  anil	
  
                                                        	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  Com	
  nuvens	
  e	
  estrelas	
  
  Mudando andei costume, terra e estado,                	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  Como	
  é	
  bom	
  o	
  ser	
  U.F.O.	
  (*)
  por ver se se mudava a sorte dura;                    Dr. José Carlos Serufo
  a vida pus nas mãos de um leve lenho.                 Professor adjunto da FM-UFMG
                                                        Membro titular da Academia Mineira de Medicina
                                                        (Cad. 67)
  Mas (segundo o que o Céu me tem mostrado)             Membro titular da ABRAMES (Cad.10) e da Sobrames
  já sei que deste meu buscar ventura,                  Membro titular da Arcádia de Minas Gerais
                                                        Membro associado do IGHMG (Cad. 44)
  achado tenho já, que não a tenho.


BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 19 - JANEIRO 2012                                                                                                                             3
Eberth Vencio - Sobrames GO 
           
          
         
                    
         “Engulam: os Estados Unidos mandaram o homem à lua, e nós enviamos o nosso

          
 Revista Bula 
                      
                   
          homem para falar com o Obama!”. Foi com estas palavras, sentado em sua cadeira reclinável

          
          
         
         
          de tecido puído, com os pés cruzados sobre a mesa, os cantos da boca espumando como um

          
          
         
         
          cão raivoso, que o editor da Revista Bula provocava um concorrente da imprensa,

          
          
         
         
          vangloriando-se pela entrevista que Obama concedera a mim em Nova Iorque. 

          
          
         
         
          
         Quando a gente conta, o povo nem acredita: “Como assim, você e o... Obama?!”.

          
          
         
         
          Como diria Katilaine Suellen (cujo nome no érre-ge é Maria Aparecida da Silva), estriper da

          
          
         
         
          gaiola de número 3 do Buraco Azul Entretenimentos: “A vida é feita de contatos, tigrão.

          
          
         
         
          Relacionamento é tudo. Com uma agendinha azul nas mãos se vai longe, gracinha”. É de
fazer muitos deputados federais tremerem nas bases. 

          Nova Iorque é realmente uma metrópole incrível, por mais que ativistas antiamericanos queimem bandeiras ianques e jurem o
contrário. Ela cheira à modernidade. Multidões entopem as calçadas falando dialetos do mundo inteiro. Uma mescla de cultura, alta
tecnologia e consumismo desmedido. 

          “O que mais te impressionou em Nova Iorque?”, foi a segunda pergunta que me fez o editor quando retornei ao Brasil (a primeira
foi: “sobrou algum dólar, meu chapa?”). Há tempos eu ansiava conhecer Nova Iorque, única cidade estadunidense que apetecia o meu apetite
turístico. Cético não curto diversão e fantasia. Portanto, cassinos e disneilandias jamais frequentaram a minha lista de destinos prováveis. 

          Para subir na vida é necessário nascer rico, usar uma escada ou participar de algum esquema mensalão. Tem um jeito muito mais
custoso no qual se depende muito da sorte: trabalhar duro. Então, quebrando alguns porquinhos de porcelana e vendendo rifas honestas para
os amigos e familiares durante todo o ano de 2011, a Revista Bula conseguiu arrematar um pacote de três noites, a ser pago em doze parcelas,
para este abnegado cronista. 

          Por que Obama falaria com a gente? Por que, então, a entrevista não foi concedida em Washington-di-ci? Por que a imprensa
brasileira não repercutiu amplamente um encontro de tamanha envergadura? Por que eu penso que vocês vão mesmo acreditar numa estória
como desta? Bem, por uma questão de honra e segurança nacional, nós prometemos a CIA que não entraríamos em maiores detalhes com os
leitores e os despeitados. Portanto, prossigamos. 

          Ficou acertado entre as partes que a entrevista seria concedida no Central Parque, em Nova Iorque, para despistar terroristas de
plantão e deixar esta crônica ainda menos factível. O encontro foi marcado para um domingo, às 5 horas ei-eme (o Presidente acorda cedo
barbaridade), no calçadão defronte o Dakota, edifício onde morava e foi assassinado o bítou John Lennon. Eu deveria comparecer ao mórbido
local combinado sem atraso, devidamente paramentado com o vestuário de mendigo que me fora entregue no Mércuri Rotéu dentro de uma
caixa de presentes das Loja Meices. 

          Fissurados com a segurança do homem mais importante do planeta (depois dos doutores Abimael e Aristoclides, respectivamente,
meu proctologista e meu psiquiatra), o plano era que nós nos passássemos por reles moradores de rua. Tá pensando o quê? A bigue-épou
também tem lá os seus miseráveis. Na verdade, o mundo é uma selva só. Pra mim seria mole vestir o sapeca-negrinho. Agora, praquela
autoridade crioula... (Por favor, chatos de plantão, não me levem tão a sério ao ponto de me acusarem de racista! Visitem a Bahia!). 

          Então fizemos o nosso teatrinho diplomático, monitorizados à distância por dezenas de agentes da Inteligência disfarçados de seres
desinteligentes, como bêbados, estátuas, esquilos e turistas endinheirados sem cultura. 

          Enquanto caminhávamos pela paisagem cinza e friorenta do Central Parque, tomando um copão de café ralo e sem sabor, sapequei
algumas perguntas: 

          Bula — Quem é afinal o homem Obama? 

          Oba — I was born in Honolulu. I liked surffing. So I smoked hashish when I was younger. My father was black, my mother was
white, my stepfather was asiatic and the sky is so gray today.  

          Bula — Durante uma entrevista coletiva, a Presidenta Cristina Kirchner fez uma piadinha propondo a criação de uma organização
composta por presidentes e ex-presidentes pitimbados pelo câncer (Lula, Fernando Lugo, Dilma, Chávez, Quico e o Senhor Madruga). Como
anda a saúde do senhor? 

          Oba — Only the strong survive (risos). I have my body closed. President Cristina was just kidding. Her “personal cancer” was a joke
too. She looks very nice, doesn’t she?! 

          Bula — O Presidente Chávez insinuou que a suposta praga cancerígena que atormenta a cúpula latino-americana seria resultado de
mau olhado, ou mesmo, um misterioso e secreto envenenamento dos EUA... 

          Oba — You know that Chávez doesn’t like me. I don`t like his TV program too. It’s not funny. I prefer The Chapolim Colorado.
You see: if macumba could win games, the Bahia Soccer Championship wouldn`t never have a winner... (risos, again). 

          Bula — O senhor ficou chateado com o Presidente Lula por ter perdido a concorrência como país sede da Copa do Mundo de
Futebol de 2014? 

          Oba — Oh, no… Lula was the man. Dilma is the woman. George Michael is the gay. And I am the walrus. (aqui ele fez uma clara
referência à antiga canção “I am the walrus”, de Lennon e McCartney). 

          Bula — Com tanta interferência bélica no planeta, não pareceu meio cínico e provocador que o senhor recebesse o Prêmio Nobel da
Paz em 2009? 

          Oba — Why not?! After all, in your country, Ivo Pitanguy, Paul Rabbit and Joseph Sarney are members of the Brazilian Literature
Academy. That’s much more strange and funny. 

          Bula — Quem o senhor considera o nome mais influente hoje no planeta?

          Oba — Michel Teló, of course! (Neste momento da entrevista, Obama faz uma pausa em nossa caminhada pelo parque ainda
escuro, requebra e canta bastante desafinado) “Wow, wow, this way you’re going to kill me / Wow if I catch you, wow my god, if I catch you /
Delicious, Delicious, this way you’re going to kill me…” (gargalhamos até doer o baço; até um cara disfarçado de coruja caiu da árvore). 

          Bula — Durante a campanha, o senhor prometeu que desativaria o presídio de Guantánamo. E aí?! É pra quando?! 

          Oba — Would you please lend me Capitão Nascimento, my friend? (laughing). 

          Bula — Ei, Presidente! Aquela japonesa velhinha ali na frente é a Yoko Ono?! Eu não posso acreditar no que meus olhos veem... 

          Oba — Yes, baby. That’s Yoko. Let’s talk to her right now! 
Assim interrompemos a nossa descontraída entrevista para participarmos do solitário ritual da viúva de John Lennon junto ao Monumento
Strawberry Fields, construído em sua memória dentro do Central Parque. Dia 8 de dezembro de 2011 completaram-se 31 anos da morte do
John. Abraçados e profundamente condoídos, nós cantamos “Imagine”, bem baixinho. E eu lhes garanto que vi uma lágrima rolar pelo rosto
do simpático Obama. 
P.S. — Se você não lê inglês, e ficou puto-da-vida comigo, faça como eu: use o gugou tradutor ou pergunte a sua irmã caçula, a sua filhinha ou
a sua neta. Mexa-se! Afinal, a Copa do Mundo e as Olimpíadas vêm aí!

EXPEDIENTE: Editor Responsável e Presidente Sobrames Paraná: Sérgio Pitaki ;Vice-Presidentes: Fahed Daher e
Sonia Braga; Secretários: Paulo Maurício Piá de Adrade e Maurício Norberto Friedrich; Tesoureiros: Maria Fernanda
Caboclo Ribeiro e Edival Perrini. contacto: sergiopitaki@gmail.com , fones:41-30131133; 41-99691233

  BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 19 - JANEIRO 2012                                                                              4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cap v repreensões particular
Cap v repreensões particularCap v repreensões particular
Cap v repreensões particularHelena Coutinho
 
ESTRUTURA DO SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXES
ESTRUTURA DO SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXESESTRUTURA DO SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXES
ESTRUTURA DO SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXESFraga Digital
 
Como vencer a dor da perda
Como vencer a dor da perdaComo vencer a dor da perda
Como vencer a dor da perdaAcsa Ferreira
 
Bem estar deixe o amor entrar - 09-23-2012
Bem estar deixe o amor entrar - 09-23-2012Bem estar deixe o amor entrar - 09-23-2012
Bem estar deixe o amor entrar - 09-23-2012Fernanda Caprio
 
Diálogos sobre aristides_de_sousa_mendes
Diálogos sobre aristides_de_sousa_mendesDiálogos sobre aristides_de_sousa_mendes
Diálogos sobre aristides_de_sousa_mendesJorge Borges
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 608 an 21 fevereiro_2017.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 608 an 21 fevereiro_2017.okAGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 608 an 21 fevereiro_2017.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 608 an 21 fevereiro_2017.okRoberto Rabat Chame
 
Outras farpas.primeira edição
Outras farpas.primeira ediçãoOutras farpas.primeira edição
Outras farpas.primeira ediçãoActon Lobo
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS _ Nº 607 an 14 fevereiro_2017.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS _ Nº 607 an 14 fevereiro_2017.okAGRISSÊNIOR NOTÍCIAS _ Nº 607 an 14 fevereiro_2017.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS _ Nº 607 an 14 fevereiro_2017.okRoberto Rabat Chame
 
Resumo do-sermao-de-santo-antonio-aos-peixes.pdf recursos estilisticos
Resumo do-sermao-de-santo-antonio-aos-peixes.pdf recursos estilisticosResumo do-sermao-de-santo-antonio-aos-peixes.pdf recursos estilisticos
Resumo do-sermao-de-santo-antonio-aos-peixes.pdf recursos estilisticosInácio Vitorino
 
Ano I nº3 novembro 2008
Ano I nº3 novembro 2008Ano I nº3 novembro 2008
Ano I nº3 novembro 2008AMACLERJ
 
Treinamento de questões abertas de literatura, 04
Treinamento de questões abertas de literatura, 04Treinamento de questões abertas de literatura, 04
Treinamento de questões abertas de literatura, 04ma.no.el.ne.ves
 
Estrutura do sermão de sto antónio aos peixes
Estrutura do sermão de sto antónio aos peixesEstrutura do sermão de sto antónio aos peixes
Estrutura do sermão de sto antónio aos peixesbeonline5
 
Retalhos Da Guerra
Retalhos Da GuerraRetalhos Da Guerra
Retalhos Da Guerrazeminhoto
 

Mais procurados (20)

Diario de Bordo
Diario de BordoDiario de Bordo
Diario de Bordo
 
Diário de vivências
Diário de vivênciasDiário de vivências
Diário de vivências
 
Cap v repreensões particular
Cap v repreensões particularCap v repreensões particular
Cap v repreensões particular
 
ESTRUTURA DO SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXES
ESTRUTURA DO SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXESESTRUTURA DO SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXES
ESTRUTURA DO SERMÃO DE SANTO ANTÓNIO AOS PEIXES
 
Sinfonia Da Vida
Sinfonia Da VidaSinfonia Da Vida
Sinfonia Da Vida
 
Como vencer a dor da perda
Como vencer a dor da perdaComo vencer a dor da perda
Como vencer a dor da perda
 
Bem estar deixe o amor entrar - 09-23-2012
Bem estar deixe o amor entrar - 09-23-2012Bem estar deixe o amor entrar - 09-23-2012
Bem estar deixe o amor entrar - 09-23-2012
 
Diálogos sobre aristides_de_sousa_mendes
Diálogos sobre aristides_de_sousa_mendesDiálogos sobre aristides_de_sousa_mendes
Diálogos sobre aristides_de_sousa_mendes
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 608 an 21 fevereiro_2017.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 608 an 21 fevereiro_2017.okAGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 608 an 21 fevereiro_2017.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 608 an 21 fevereiro_2017.ok
 
Outras farpas.primeira edição
Outras farpas.primeira ediçãoOutras farpas.primeira edição
Outras farpas.primeira edição
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS _ Nº 607 an 14 fevereiro_2017.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS _ Nº 607 an 14 fevereiro_2017.okAGRISSÊNIOR NOTÍCIAS _ Nº 607 an 14 fevereiro_2017.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS _ Nº 607 an 14 fevereiro_2017.ok
 
Newsletters
NewslettersNewsletters
Newsletters
 
Minas Gerais Trovadoresco
Minas Gerais TrovadorescoMinas Gerais Trovadoresco
Minas Gerais Trovadoresco
 
Resumo do-sermao-de-santo-antonio-aos-peixes.pdf recursos estilisticos
Resumo do-sermao-de-santo-antonio-aos-peixes.pdf recursos estilisticosResumo do-sermao-de-santo-antonio-aos-peixes.pdf recursos estilisticos
Resumo do-sermao-de-santo-antonio-aos-peixes.pdf recursos estilisticos
 
Ano I nº3 novembro 2008
Ano I nº3 novembro 2008Ano I nº3 novembro 2008
Ano I nº3 novembro 2008
 
Imagem e Fotografia
Imagem e FotografiaImagem e Fotografia
Imagem e Fotografia
 
Gotas poéticas
Gotas poéticasGotas poéticas
Gotas poéticas
 
Treinamento de questões abertas de literatura, 04
Treinamento de questões abertas de literatura, 04Treinamento de questões abertas de literatura, 04
Treinamento de questões abertas de literatura, 04
 
Estrutura do sermão de sto antónio aos peixes
Estrutura do sermão de sto antónio aos peixesEstrutura do sermão de sto antónio aos peixes
Estrutura do sermão de sto antónio aos peixes
 
Retalhos Da Guerra
Retalhos Da GuerraRetalhos Da Guerra
Retalhos Da Guerra
 

Semelhante a Gralha azul no. 19 - janeiro - 2012

Semelhante a Gralha azul no. 19 - janeiro - 2012 (20)

O relogio do coração
O relogio do coraçãoO relogio do coração
O relogio do coração
 
O relogio
O relogioO relogio
O relogio
 
Attachment
AttachmentAttachment
Attachment
 
O relogio
O relogioO relogio
O relogio
 
O relogio
O relogio  O relogio
O relogio
 
O relogio
O relogio  O relogio
O relogio
 
Eternizadas setembro__10
Eternizadas  setembro__10Eternizadas  setembro__10
Eternizadas setembro__10
 
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃOEnquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
Enquanto Você ainda Pode - - APRESENTAÇÃO
 
O relogio.
O relogio. O relogio.
O relogio.
 
Luz do Baço
Luz do BaçoLuz do Baço
Luz do Baço
 
Livro a5 triturador de alicate_wev_int
Livro a5 triturador de alicate_wev_intLivro a5 triturador de alicate_wev_int
Livro a5 triturador de alicate_wev_int
 
Expressões da Alma
Expressões da AlmaExpressões da Alma
Expressões da Alma
 
Mergulhar
Mergulhar Mergulhar
Mergulhar
 
O relogio do coracao
O relogio do coracaoO relogio do coracao
O relogio do coracao
 
Coracoes sabios
Coracoes sabiosCoracoes sabios
Coracoes sabios
 
Coracoes sabios
Coracoes sabiosCoracoes sabios
Coracoes sabios
 
Coracoes sabios
Coracoes sabiosCoracoes sabios
Coracoes sabios
 
O relógio do coração
O relógio do coraçãoO relógio do coração
O relógio do coração
 
O relógio
O relógioO relógio
O relógio
 
O relogio.
O relogio. O relogio.
O relogio.
 

Mais de Sérgio Pitaki

Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docxDr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docxSérgio Pitaki
 
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022Sérgio Pitaki
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019Sérgio Pitaki
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019Sérgio Pitaki
 
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁGABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁSérgio Pitaki
 
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIENACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIENSérgio Pitaki
 
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019Sérgio Pitaki
 
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019Sérgio Pitaki
 
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018Sérgio Pitaki
 
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017Sérgio Pitaki
 
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017Sérgio Pitaki
 

Mais de Sérgio Pitaki (20)

Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docxDr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
Dr. Sérgio Pitaki Curriculum vitae- Bahia.docx
 
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
DR. PITAKI, CURRICULUM VITAE RESUMIDO 2022
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 81 JANEIRO 2019
 
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
BOLETIM GRALHA AZUL NO. 82 - FEVEREIRO 2019
 
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
GRALHA AZUL No.84 DEZ 2019
 
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁGABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
GABRIELA MISTRAL - AULA NA BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ
 
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIENACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
ACUPUNTURA REN MAI 4 - SEGUNDO CHAKRA - TAN TIEN
 
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
VERSOS NA REDE No. 2 - JAN/MAR 2019
 
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
GRALHA AZUL No. 79 NOVEMBRO DE 2018
 
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
GRALHA AZUL No. 80 - DEZEMBRO 2018
 
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
GRALHA AZUL No.81 - JANEIRO 2019
 
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
Gralha azul no.82 Fevereiro - 2019
 
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
VERSOS NA REDE. No.1 NOV/DEZ 2018
 
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
GRALHA AZUL No. 77 - SETEMBRO - 2018
 
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
GRALHA AZUL No. 76 mai/jul 2018
 
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
GRALHA AZUL No. 75 - ABRIL 2018
 
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
GRALHA AZUL No. 7 - Janeiro - 2011
 
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
GRALHA AZUL No. 73 - JANEIRO 2018
 
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO -  2017
GRALHA AZUL No. 71 - NOVEMBRO - 2017
 
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
JORNADA SOBRAMES PR - DEZEMBRO 2017
 

Último

Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasCasa Ciências
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 

Último (20)

Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 

Gralha azul no. 19 - janeiro - 2012

  • 1. E D I Ç Ã O V E R Ã O 2 0 0 9 o FAMÍLIa Silva  GRALHA AZUL GRALHA AZUL BOLETIM MENSAL - No. 19 - JANEIRO - 2012 - SOCIEDADE BRASILEIRA DE MÉDICOS ESCRITORES - SOBRAMES - PR XXIV CONGRESSO DA SOBRAMES Foto da VI Jornada da Sobrames em São Luis do Maranhão, entre amigos, Paulo Camelo, Sérgio Pitaki, Walter Miranda, Josemar Alvarenga e José Maria Chaves comemorando o lançamento do primeiro cartaz do XXIV Congresso da Sobrames, que será realizado entre os dias 11-13 de Outubro de 2012 em Curitiba, Paraná. Naquela querida capital do Estado do Maranhão foram oficializados vários pontos importantes para a realização do XXIV Congresso. Tive a satisfação de apresentar os prólogos do Congresso por quase uma hora, dentro da programação da Jornada, a convite do caríssimo Michel Herbert. Sugeri nesta oportunidade eleger entre os presentes, sobramistas ativos e desejosos de colaborar com a divulgação nacional do evento e foram os escolhidos: Paulo Camelo de Pernambuco, José Carlos Serufo de Minas Gerais , Hélio Begliomini de São Paulo e eu do Paraná, como presidente do Congresso. Essa é a comissão nacional para assuntos estratégicos, entre estes, congregar o maior número de confrades e confreiras para participarem ativamente deste evento. A comissão local, composta pelos confrades Fahed Daher, Sonia Braga, Ari Jurkievicz, Hélio Germiniani e Mário Stival. O Hotel Bourbon, no centro de Curitiba foi escolhido para a abertura e realização do evento, a pedidos, o jantar em Santa Felicidade será no Restaurante Don Antônio e o encerramento festivo com jantar e premiação seraá no Salão Ruby do Círculo Militar do Paraná. Todos serão muito bem-vindos. Sérgio Pitaki
  • 2.     Oração Ao Tempo Caetano Veloso ! TEMPO És um senhor tão bonito Quanto a cara do meu filho ! O tempo é parceiro. Pode ser. O tempo é inimigo. Tempo tempo tempo tempo Pode ser. Tento entendê-lo. Vou te fazer um pedido Compositor de destinos ! Há dois anos deixei de usar relógios de pulso. Aposentei-os. O tempo parece igual. Eu é que mudei. Tambor de todos os rítmos Mudo todos os dias. Ele não. Continua voraz. Inexorável. Entro num acordo contigo Contundente. Às vezes, feroz. Por seres tão inventivo E pareceres contínuo ! Drumond, na sua poesia descreve como gênio, o És um dos deuses mais lindos ser humano que dissecou o tempo e o dividiu. Criou o Que sejas ainda mais vivo começo, meio e fim. Com direito a renovação e a um novo No som do meu estribilho início, chamado Esperança. Tempo tempo tempo tempo Ouve bem o que te digo ! Tento imaginar como Castro Alves pensava sobre o tempo. Viveu. Lutou. Brilhou. E jovem, morreu. Mas vive Peço-te o prazer legítimo para nós. Sua vida é um colossal templo ao tempo. E o movimento preciso Mostra-nos ou melhor ensina-nos que há muito para fazer Quando o tempo for propício em pouco tempo. Ainda há ouvidos para a poesia. Há De modo que o meu espírito corações para o melhor da humanidade. Ganhe um brilho definido E eu espalhe benefícios ! O que fazer com o novo tempo chamado 2012? O que usaremos prá isso Não uso relógio. Sigo meu coração, minhas paixões, Fica guardado em sigilo determinacões. Aprendo em Drumond a criar a Esperança e usá-la como Antônio Frederico de Castro Alves em seus Apenas contigo e comigo apenas 24 anos. E quando eu tiver saído Para fora do teu círculo ! Caetano negocia com o Tempo. Pede-lhe o “prazer Não serei nem terás sido legítimo e o movimento preciso”, e que seu “espírito Ainda assim acredito ganhe um brilho definido e espalhe benefícios”. É um Ser possível reunirmo-nos poeta com poesia e ação. Demonstra musicalmente a Num outro nível de vínculo humildade em pedir ao Tempo, desde que ele é o Portanto peço-te aquilo “compositor de destinos” e “tambor de todos os ritmos”. E te ofereço elogios Vamos usar o tempo sem que ele nos use. Vamos cheirar, Nas rimas do meu estilo vestir, investir, engravidar o tempo, e que seja pródigo na Tempo tempo tempo tempo... sua prole. Que nos suporte até a sensação final de termos OUÇA EM: http://letras.terra.com.br/caetano-veloso/ bem vivido, bem dividido, bem sonhado, bem feito o bem, até “sairmos para fora do teu círculo” - Tempo. ! ! ! ! ! ! SPitaki “Cortar o tempo Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente” Carlos Drummond de Andrade BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 19 - JANEIRO 2012 2
  • 3. Confúcio “Mil dias não bastam para aprender o bem; mas Mil dias não bastam para aprender o bem; mas para aprender o mal, uma hora é demais.” Marquês de Maricá “Nenhum tempo e nenhum lugar nos agrada tanto como o tempo que não existe, e o lugar em que não estamos.” Confúcio “O mestre disse: Quem chega aos quarenta anos sem ser estimado, não o será nunca mais.” Herbert Spencer “Tempo é aquilo que o homem está sempre tentando matar, mas que no fim acaba matando-o.” Honoré de Balzac “O tempo é o único capital das pessoas que têm como fortuna apenas a sua inteligência.” Oscar Wilde “Cada um de nós para o tempo em busca do segredo da vida. O segredo da vida está na arte.” Mário Quintana “Tempo Coisa que acaba de deixar a querida leitora um pouco mais velha ao chegar ao fim desta linha.” ANEDOTÁRIO: SPitaki Luis de     O.V.N.I. Camões                Suspeito  objeto  voador  não  iden2ficado                De  Norte  ao  Sul,  vagueia  pelo  Brasil  e                De  Leste  a  Oeste  é    deslocado                No  firmamento,  vê-­‐se  a  mil E FAC K      Objeto  iden2ficado  na  sociedade  com BOO      Alterna2vos  preceitos,   No mundo quis um tempo que se achasse      ora  verso,    ora  prosa,  ora  ação o bem que por acerto ou sorte vinha;      Preenche  nossas  páginas  com  felicidade e, por experimentar que dita tinha,      Sempre  contente  e  sempre  prosa quis que a Fortuna em mim se experimentasse.                                            Ficamos  a  mercê  da  alegria Mas por que meu destino me mostrasse                                            Amizade,  peito  aberto. que nem ter esperanças me convinha,                                            Ao  longe,  nas  Minas nunca nesta tão longa vida minha cousa me deixou ver que desejasse.                                            Acima,  o  céu  azul  anil                                              Com  nuvens  e  estrelas   Mudando andei costume, terra e estado,                                            Como  é  bom  o  ser  U.F.O.  (*) por ver se se mudava a sorte dura; Dr. José Carlos Serufo a vida pus nas mãos de um leve lenho. Professor adjunto da FM-UFMG Membro titular da Academia Mineira de Medicina (Cad. 67) Mas (segundo o que o Céu me tem mostrado) Membro titular da ABRAMES (Cad.10) e da Sobrames já sei que deste meu buscar ventura, Membro titular da Arcádia de Minas Gerais Membro associado do IGHMG (Cad. 44) achado tenho já, que não a tenho. BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 19 - JANEIRO 2012 3
  • 4. Eberth Vencio - Sobrames GO “Engulam: os Estados Unidos mandaram o homem à lua, e nós enviamos o nosso Revista Bula homem para falar com o Obama!”. Foi com estas palavras, sentado em sua cadeira reclinável de tecido puído, com os pés cruzados sobre a mesa, os cantos da boca espumando como um cão raivoso, que o editor da Revista Bula provocava um concorrente da imprensa, vangloriando-se pela entrevista que Obama concedera a mim em Nova Iorque.  Quando a gente conta, o povo nem acredita: “Como assim, você e o... Obama?!”. Como diria Katilaine Suellen (cujo nome no érre-ge é Maria Aparecida da Silva), estriper da gaiola de número 3 do Buraco Azul Entretenimentos: “A vida é feita de contatos, tigrão. Relacionamento é tudo. Com uma agendinha azul nas mãos se vai longe, gracinha”. É de fazer muitos deputados federais tremerem nas bases.  Nova Iorque é realmente uma metrópole incrível, por mais que ativistas antiamericanos queimem bandeiras ianques e jurem o contrário. Ela cheira à modernidade. Multidões entopem as calçadas falando dialetos do mundo inteiro. Uma mescla de cultura, alta tecnologia e consumismo desmedido.  “O que mais te impressionou em Nova Iorque?”, foi a segunda pergunta que me fez o editor quando retornei ao Brasil (a primeira foi: “sobrou algum dólar, meu chapa?”). Há tempos eu ansiava conhecer Nova Iorque, única cidade estadunidense que apetecia o meu apetite turístico. Cético não curto diversão e fantasia. Portanto, cassinos e disneilandias jamais frequentaram a minha lista de destinos prováveis.  Para subir na vida é necessário nascer rico, usar uma escada ou participar de algum esquema mensalão. Tem um jeito muito mais custoso no qual se depende muito da sorte: trabalhar duro. Então, quebrando alguns porquinhos de porcelana e vendendo rifas honestas para os amigos e familiares durante todo o ano de 2011, a Revista Bula conseguiu arrematar um pacote de três noites, a ser pago em doze parcelas, para este abnegado cronista.  Por que Obama falaria com a gente? Por que, então, a entrevista não foi concedida em Washington-di-ci? Por que a imprensa brasileira não repercutiu amplamente um encontro de tamanha envergadura? Por que eu penso que vocês vão mesmo acreditar numa estória como desta? Bem, por uma questão de honra e segurança nacional, nós prometemos a CIA que não entraríamos em maiores detalhes com os leitores e os despeitados. Portanto, prossigamos.  Ficou acertado entre as partes que a entrevista seria concedida no Central Parque, em Nova Iorque, para despistar terroristas de plantão e deixar esta crônica ainda menos factível. O encontro foi marcado para um domingo, às 5 horas ei-eme (o Presidente acorda cedo barbaridade), no calçadão defronte o Dakota, edifício onde morava e foi assassinado o bítou John Lennon. Eu deveria comparecer ao mórbido local combinado sem atraso, devidamente paramentado com o vestuário de mendigo que me fora entregue no Mércuri Rotéu dentro de uma caixa de presentes das Loja Meices.  Fissurados com a segurança do homem mais importante do planeta (depois dos doutores Abimael e Aristoclides, respectivamente, meu proctologista e meu psiquiatra), o plano era que nós nos passássemos por reles moradores de rua. Tá pensando o quê? A bigue-épou também tem lá os seus miseráveis. Na verdade, o mundo é uma selva só. Pra mim seria mole vestir o sapeca-negrinho. Agora, praquela autoridade crioula... (Por favor, chatos de plantão, não me levem tão a sério ao ponto de me acusarem de racista! Visitem a Bahia!).  Então fizemos o nosso teatrinho diplomático, monitorizados à distância por dezenas de agentes da Inteligência disfarçados de seres desinteligentes, como bêbados, estátuas, esquilos e turistas endinheirados sem cultura.  Enquanto caminhávamos pela paisagem cinza e friorenta do Central Parque, tomando um copão de café ralo e sem sabor, sapequei algumas perguntas:  Bula — Quem é afinal o homem Obama?  Oba — I was born in Honolulu. I liked surffing. So I smoked hashish when I was younger. My father was black, my mother was white, my stepfather was asiatic and the sky is so gray today.   Bula — Durante uma entrevista coletiva, a Presidenta Cristina Kirchner fez uma piadinha propondo a criação de uma organização composta por presidentes e ex-presidentes pitimbados pelo câncer (Lula, Fernando Lugo, Dilma, Chávez, Quico e o Senhor Madruga). Como anda a saúde do senhor?  Oba — Only the strong survive (risos). I have my body closed. President Cristina was just kidding. Her “personal cancer” was a joke too. She looks very nice, doesn’t she?!  Bula — O Presidente Chávez insinuou que a suposta praga cancerígena que atormenta a cúpula latino-americana seria resultado de mau olhado, ou mesmo, um misterioso e secreto envenenamento dos EUA...  Oba — You know that Chávez doesn’t like me. I don`t like his TV program too. It’s not funny. I prefer The Chapolim Colorado. You see: if macumba could win games, the Bahia Soccer Championship wouldn`t never have a winner... (risos, again).  Bula — O senhor ficou chateado com o Presidente Lula por ter perdido a concorrência como país sede da Copa do Mundo de Futebol de 2014?  Oba — Oh, no… Lula was the man. Dilma is the woman. George Michael is the gay. And I am the walrus. (aqui ele fez uma clara referência à antiga canção “I am the walrus”, de Lennon e McCartney).  Bula — Com tanta interferência bélica no planeta, não pareceu meio cínico e provocador que o senhor recebesse o Prêmio Nobel da Paz em 2009?  Oba — Why not?! After all, in your country, Ivo Pitanguy, Paul Rabbit and Joseph Sarney are members of the Brazilian Literature Academy. That’s much more strange and funny.  Bula — Quem o senhor considera o nome mais influente hoje no planeta? Oba — Michel Teló, of course! (Neste momento da entrevista, Obama faz uma pausa em nossa caminhada pelo parque ainda escuro, requebra e canta bastante desafinado) “Wow, wow, this way you’re going to kill me / Wow if I catch you, wow my god, if I catch you / Delicious, Delicious, this way you’re going to kill me…” (gargalhamos até doer o baço; até um cara disfarçado de coruja caiu da árvore).  Bula — Durante a campanha, o senhor prometeu que desativaria o presídio de Guantánamo. E aí?! É pra quando?!  Oba — Would you please lend me Capitão Nascimento, my friend? (laughing).  Bula — Ei, Presidente! Aquela japonesa velhinha ali na frente é a Yoko Ono?! Eu não posso acreditar no que meus olhos veem...  Oba — Yes, baby. That’s Yoko. Let’s talk to her right now!  Assim interrompemos a nossa descontraída entrevista para participarmos do solitário ritual da viúva de John Lennon junto ao Monumento Strawberry Fields, construído em sua memória dentro do Central Parque. Dia 8 de dezembro de 2011 completaram-se 31 anos da morte do John. Abraçados e profundamente condoídos, nós cantamos “Imagine”, bem baixinho. E eu lhes garanto que vi uma lágrima rolar pelo rosto do simpático Obama.  P.S. — Se você não lê inglês, e ficou puto-da-vida comigo, faça como eu: use o gugou tradutor ou pergunte a sua irmã caçula, a sua filhinha ou a sua neta. Mexa-se! Afinal, a Copa do Mundo e as Olimpíadas vêm aí! EXPEDIENTE: Editor Responsável e Presidente Sobrames Paraná: Sérgio Pitaki ;Vice-Presidentes: Fahed Daher e Sonia Braga; Secretários: Paulo Maurício Piá de Adrade e Maurício Norberto Friedrich; Tesoureiros: Maria Fernanda Caboclo Ribeiro e Edival Perrini. contacto: sergiopitaki@gmail.com , fones:41-30131133; 41-99691233 BOLETIM MENSAL - SOBRAMES PARANÁ - GRALHA AZUL No 19 - JANEIRO 2012 4